Um dia em Nara

12

Muitas vezes esquecida nos roteiros de viagem, a encantadora cidade de Nara merece pelo menos um dia inteirinho do seu roteiro no Japão. Quer ver?

Comece sua visita pelo templo Kasuga Taisha que fica no parque de Nara (Nara Koen). Caso seja primavera você será recebido pelo rosa das cerejeiras, no outono o show fica por conta do vermelho das folhas de mapple (momiji) e do amarelo do Icho. No inverno e no verão os milhares de bambis espalhados pelo parque farão com que a visita seja no minimo curiosa ou divertida.

Kasuga Taisha é um templo shintoista, cujo Deus é um Deus protetor dos Bambis e por isso eles estão espalhados por todo o parque de Nara onde são cuidados e protegidos. O templo data do ano 768 e é um show. Um templo vermelho e imponente decorado com laternas – uma diferente da outra e uma mais linda que a outra – ornamentado com um Cedro Milenar.

Detalhe em uma das lanternas

 Caso você tenha um pouco de sorte, poderá acompanhar uma cerimonia de casamento Shintoista, algo muito diferente do que estamos acostumados e muito especial.

 Não deixe de visitar a parte de trás do templo onde muitas lanternas ficam acesas em um quartinho escuro. No dia 14 e 15 de agosto, dia dos mortos. 100% das lanternas do templo são  acesas, imagino que o espetáculo seja bem bonito. Mas para quem quer ter um gostinho do que é ver tudo iluminado, o quarto já tá de ótimo tamanho. Perca alguns minutos para descobrir os diferentes desenhos das laternas.

E na saída, não deixe de observar as plaquinhas de coração: centenas de Japonesas vão até ali pedir por um amor…

 Saindo do templo, caminhe por dentro do parque, uma trilha muito bem sinalizada e muito bonita de aproximadamente 1 km te levará ao templo mais famoso de Nara, o Todaiji.

Mas no caminho…

…um pequeno santuario dos bambis, e muita, mais muita cor…

Ao ser aproximar do templo, o verde do parque dará um pouco de espaço a uma vila antiga transformada em lojinhas de doces e presentes, muitos turistas e muitos Bambis também vão estar por ali. Caso queira interagir com os Bambis, compre um pacotinho de Sembei (biscoitinho de Bambi).

Turistas Japas em passeio pelo Parque

Os bichos são  espertos, tão espertos que assim que a vendedora te entregar o pacote, muitos deles virão até você com uma velocidade um pouco maior do que você gostaria e farão de tudo para que você entregue rapidamente a maior quantidade de biscoitos no menor tempo possível. Pode até ser que você tome uma mini mordida de algum Bambi mais guloso, mas relaxa que dá mais medo do que dói. O truque é manter a calma e fazer com que os Bambis levantem e abaixem a cabeça pedindo o biscoito educadamente e aí sim entregar o prêmio.

Bambi interesadíssimo no espetinho da garota

A experiência de acompanhar outras pessoas dando biscoito para o Bambi é mega divertida, super recomendo, muitas risadas estão garantidas!

Fachado Gigantesca do Todaiji

Quando cansar da brincadeira, é hora de entrar no templo. Repare que tudo ali dentro é gigantesco, desde as portas externas as colunas. O templo é a maior estrutura de madeira do planeta (aos poucos você notará que os japoneses adoram superlativos, e ser o maior do mundo em qualquer coisa é motivo de festa para um país pequenino).

Monge rezando em frente ao templo

Lá dentro você terá a chance de conhecer o maior Buda do Japão, enorme,  feito de bronze e sentado numa flor de Lotus. O Buda Vairocana tem 14.98m de altura com olhos de um metro de largura. Ao lado dele há mais dois budas grandes, um de cada lado e dois guardiões que pisam nos monstros inimigos. O mais surreal é sentir-se uma formiga nessa terra de gigantes.

Detalhe em uma das colunas

Guardião pisando nos inimigos

Para os mais magrinhos, há um furo em uma das colunas (atras do Buda), dizem que dá muita sorte passar por ali, por isso provavelmente haverá uma fila de gente tentando e muita gente tirando fotos.

 Saindo de lá, dê uma xeretada nas lojinhas ao redor. Artigos em formato de Bambi são divertidos e numerosos.

Depois disso, quem quer visitar mais um templo na mesma área pode conhecer o Kofuku-ji, que fica ali pertinho ainda dentro do parque de Nara. O Kofuku-ji tem uma pagoda (torre) de madeira bem bonita.  Para quem curte história e gosta de apreciar objetos antigos, o museu de Nara é outra boa pedida.
Agora, minha opção preferida fica um pouco mais longe, e se chama Yakushi-ji. Um templo colorido que os Japoneses visitam em busca de cura de doenças ou cura espiritual.

Detalhe no Telhado do Yajushi-ji

O templo tem dois grandes pavilhões e duas torres de madeira. A mais antiga das torres ( a que não é colorida) foi a única parte que restou de um incêndio que devastou o templo do ano 698 , o resto foi todo reconstruído e é relativamente novo para os padrões orientais. A torre está sendo restaurada, a restauração deve levar mais 7 anos.

Depois de comprar a sorte no templo os japoneses amarram numa especie de varal

Crianças espalhando fumaça de incenso pelo corpo, para ficar inteligente! Quem tem dores em alguma parte do corpo, usa a fumaça para curar.

Gosto muito das cores do Yakushi-ji e da doçura dos Budas expostos no pavilhão.
Para quem quer fechar o dia com um jantar mais caprichado, o restaurante do Yakushiji é excelente e tem comida para todos os gostos, de carne a lagosta.

Localize-se

Kasuga Taisha

http://www.sacred-destinations.com/japan/nara-kasuga-grand-shrine.htm

das 09:00 as 16:30

 

Todai-ji

http://www.sacred-destinations.com/japan/nara-todaiji

Das 08:00 as 16:30 | Entrada: 500 Yens

 

Yakushi-ji

http://www.nara-yakushiji.com/

http://www.sacred-destinations.com/japan/nara-yakushiji.htm

das 08:30 as 17:00 | Ingresso : 600 Yens

 

Guarde este post no Pinterest!

nara japão

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

12 comments

  1. Martha. Miranda. Lacerda 24 janeiro, 2015 at 00:23 Responder

    Como chegar à cidade de Nara saindo de Tóquio?
    E para Kioto?
    Pode fazer um passo a passo,?
    Muito obrigada
    Martha
    Sou uma coroa que adora viajar !

    • mari vidigal 24 janeiro, 2015 at 21:23 Responder

      Oi Martha!
      Td bem?
      Entre Tóquio e Kioto você pode ir de trem bala, e não tem erro! Para chegar em Nara, desça em Kioto Station e troque para o trem local (kintetsu) até Nara Station. O kintetsu da cor vermelha é expresso e vai rapidinho sem você pagar nada a mais por isso. Tem Tbm um super expresso, mas a economia de tempo é tão pequena que não vale os 500 yenes a mais.

      Abraços e boa viagem!

  2. Blog Nós no Mundo (@nosnomundo) 29 agosto, 2012 at 13:56 Responder

    Amei o relato!!!
    Sem dúvida quero conhecer Nara!! O seu roteiro está parecendo super interessante!! Tudo anotado!!
    Só não há menor chance de comprar o biscoito de bambi… rsrs Sou a mais medrosa de todas! Espero que eles não venham para cima dos turistas. Fiquei preocupada com um comentário que li em outro blog sobre um dos bambis ter comido o mapa de uma turista, rsrs.
    Bjs, Anna Bárbara

    • mari vidigal 31 agosto, 2012 at 04:37 Responder

      Oi Anna Barbara,
      Tudo bem?
      Os bambis não costumam vir para cima a menos que pensem que vc tem comida para eles…rs
      Nara é lindo. vc vai adorar!
      se precisar de mais alguma dica na região avise.
      Bjs,
      Mari Vidigal

Post a new comment

Veja também

Minha experiência em Cuba: Varadero

Varadero é um dos destinos turísticos de Cuba mais procurados pelos turistas. Veja aqui todos os detalhes dessa viagem dela com direito a muitas fotos ...