Alemanha: Frankfurt, Floresta Negra (Schwarzwald) e Baden-Baden

14

Texto e Imagens: Amanda Forte Gonçalves

Dando continuidade aos meus posts sobre a viagem que fiz em janeiro para a Europa, vou falar um pouco de Frankfurt (onde tudo começou) e as excursões que fiz para a Schwarzwald, (Floresta Negra) e Baden-Baden.

Frankfurt é uma cidade relativamente grande…obviamente, quem é paulistano NUNCA em hipótese alguma vai encontrar algo que se compare a São Paulo em se tratando de tamanho, mas vá la….eu recomendo 2 ou 3 dias, no máximo, pois andamos praticamente a cidade toda à pé em um dia e depois não tivemos muito mais o que fazer, senão ir às compras na Rua Zeil, próxima à estação Hauptwache.

Chegamos em Frankfurt pouco antes do Reveillon e fomos logo tentar arrumar algum lugar para passar a “virada”…no entanto, chegamos tarde, pois os melhores lugares, inclusive o restaurante do nosso hotel, já estavam todos reservados há no mínimo 3 meses…confesso que fiquei um pouco chocada e tentei por vezes conversar de modo amigável com o recepcionista pra ver se ele conseguia uma vaguinha pra gente, mas nada feito.

Dessa forma, fomos procurar em outros hotéis e acabamos achando um que tinha preço em conta e um jantar bem gostosinho…

…foi mais mesmo pra não passar em branco, pois à meia noite TODOS vão para as margens do Rio Main para ver a “queima de fogos”, promovida pelos próprios moradores, que levam seus rojões e outros explosivos. É um negócio bem amador mesmo e um tanto quanto perigoso…tinhamos que manter sempre um “olho nas costas” pra evitar que nossa viagem acabasse numa tragédia com algum de nós atingido, hahaha.


O pessoal estava bem animado, bebendo, cantando e desejando a todos em alto e bom som um “Frohes Neues Jahr” (Feliz Ano Novo). Haviam ainda barcos iluminados que passavam pelo rio durante o “espetáculo”. Foi bem interessante e eu até teria fotos melhores, mas a fumaceira era tão grande que não rolou. Não sei se vocês conseguem ver, mas essa ponte estava repleta de gente, só se viam as cabecinhas!!!

Desavisadas e desprevenidas por conta da virada do ano, onde a cidade parou para um recesso, shoppings, museus e tudo mais estavam fechados, então aproveitamos para caminhar (bastante) pela cidade.

Frankfurt foi totalmente reconstruída após a guerra e, por isso, atualmente é muito moderna, simbolizando a potência econômica alemã. Caminhamos pela Alte Oper, que fica na Opernplatz, uma das construções mais renomadas da cidade, depois fomos à praça Romer, que fica cercada por construções típicas alemãs, feitas em madeira, originalmente contruídos durante os séculos XIV e XV.

Passamos pelo Skyline, o símbolo moderno econômico de Frankfurt, onde também encontramos a Câmara Municipal Römer, a igreja Paulskirche e a casa de Goethe. O centro econômico de Frankfurt é cercado de arranha-céus, prédios espelhados e muito bonitos! Visitamos também a catedral, que fica na Domplatz…muito bonita por fora e aberta à visitação também.

Não conseguimos entrar no Naturmuseum Senckenberg, que traz a história da vida nas diversas idades: dinossauros, elefantes e baleias, mamíferos, desenvolvimento da terra, aves, peixes, plantas. O máximo que conseguimos foi essa foto com o dinossauro, na pracinha do Museu, hahaha

 Como não conseguíamos entrar em algumas atrações, o jeito era conhecer os restaurantes locais, aliás, na Alemanha eles comem MUITA carne de porco…e batatas, que funcionam como se fosse o nosso arroz, acompanhando todos os pratos, sempre (eu adoro batata, mas chegando no Brasil, fiquei umas semanas sem poder ver na minha frente).

Para prato principal, recomendo o Schnitzel, que é empanado e servido com salada de batatas e rodelas de limão Gostamos tanto que repetimos a pedida em vários dos lugares pelos quais passamos. O molho verde, a base de ervas, Grüner Soße, dava um toque especial ao prato (ótima pedida).

Um dos restaurantes que fomos e voltamos, onde comemos pela primeira vez o prato, foi o “Wagner”, bem típico, com mesas de madeira largas e sempre muito cheio. Os paulistanos podem achar os garçons um tanto quanto despreocupados com o conforto do cliente, mas eles são bem atenciosos. A diferença básica é a cultura do país…não espere que eles estendam o guardanapo no seu colo, nem sirvam sua bebida…eles “tacam” tudo na mesa e os clientes é que distribuem os pratos entre si! A principio nos chocamos um pouco, mas acabamos nos acostumando.

Outra coisa típica de Frankfurt, encontrada em todos os restaurantes, é o Apfelwein (vinho a base de maçã), bem diferente!

Num dos dias em que estávamos em Frankfurt optamos por fazer excursões, para a Floresta Negra. O lugar é lindo, estava nevando, perfeito para turistas deslumbradas com o inverno europeu, como nós 🙂

Lá é a “terra do Cuco”, sabe aquele relógio, que toca de tempos em tempos e sai um passarinho de dentro de uma portinhola?! Então…

O frio era muito, então decidimos parar em um restaurante pra dar uma aquecida….uma boa desculpa para provar o bolo que leva o nome da floresta e que é conhecido até aqui no Brasil: o bolo Floresta Negra!

Pra finalizar nosso passeio, fomos a Baden-Baden, cidadezinha conhecida pelos banhos termais, o que atrai muitos turistas de todos os lugares da Alemanha. É uma cidadezinha bem bonita e cara, onde também acontece todo ano uma grande festa, onde o foco é para as mulheres e seus enormes chapéus (a cidade tem lojas e lojas de chapéus, com preços, formatos e tamanhos diferenciados)

Pra finalizar, reparem na escuridão e depois no relógio…

É assustador, os dias são REALMENTE mais curtos no inverno europeu…depois das 16h já está tudo escuro!

Continua no próximo post…

Este post faz parte do projeto

M U L T I R Ã O  D E  I D E I A S

saiba mais sobre o projeto e os autores no

http://ideiasnamala.wordpress.com/mutirao-de-ideias/

 

Mais posts de Amanda:

A viagem da Amanda – Introdução e Roteiro: http://ideiasnamala.wordpress.com/2012/04/11/a-viagem-da-amanda/

Londres – Parte 1: http://ideiasnamala.wordpress.com/2011/08/01/londres-parte-1/

Londres e Arredores -Parte 2: http://ideiasnamala.wordpress.com/2011/08/02/londres-e-arredores-parte-ii/

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

14 comments

  1. Wanessa 30 dezembro, 2015 at 18:03 Responder

    Ola! Boa tarde meninas…
    Estou indo pra Frankfurt dia 22 de janeiro de 2016 e volto no dia 25 de janeiro. Chegando la queriamos fazer a rota Floresta Negra. Estou indo so pra Frankfurt, vou com marido e filho e a nossa intenção é ver a neve. Poderiam nos dizer quanto custou na época o passeio até la? Vi q pra ver a neve la é o lugar mais proximo de Frankfurt, se conhecerem outro lugar mais perto msm q seja em estação de ski eu aceito dicas. Obrigada!

    • mari vidigal 2 janeiro, 2016 at 16:03 Responder

      Oi Wanessa,
      Infelizmente já faz tempo que fizemos a viagem e por isso não tenho mais os valores gastos.
      De uma olhada noa preços dos passeios do Viator.com. Costumam ser ótimos
      Beijos

  2. Ana Viana 20 outubro, 2014 at 12:43 Responder

    Oii!
    Desculpa perguntar isso, mas tem como você me informar como você encontrou essa excursão pra Baden-Baden e pra Floresta Negra e quanto você pagou?

  3. Paulo 4 março, 2014 at 07:43 Responder

    Outra pergunta! É vc qndo vai viajar ! Vc desce em determinado pais e volta pelo mesmo ou volta por outro tipo no nosso caso desceriamos em frankfurt ! Mas queriamos ir a paria e londres ! E melhor voltar por um desses dois paises ou ir pra frankfurt de novo e voltar de la mesmo !??

    • mari vidigal 4 março, 2014 at 17:37 Responder

      Geralmente volto pelo mesmo lugar por causa do preço da passagem, mas se vc conseguir chegar em um e sair do outro, melhor!

      • Paulo 5 março, 2014 at 16:04 Responder

        Ah tah era isso que eu tbm tinha visto ! Sai brm mais barato mesmo ir e voltar. Pelo mesmo lugar ! Entao na alemanha temos uma conhecida que pode nos ajudar neh ! Vamos planejar td certinho brigadao!!!
        Ah antes que me esqueça ja deixo aqui o convite da proxima vez que voltar aqui venha no inverno e vamos esquiar juntos!!! todos os anos passamos o feriado de final de ano em nagano em hakkuba ! Vc ja deve ter ouvido falar lindo la ! Ta feito o convite!! Abraços

        • mari vidigal 6 março, 2014 at 18:09 Responder

          Obrigada Paulo.
          Nunca esquiei em Nagano, mas passei um inverno lá pertinho em Karuizawa. Fomos até Nagano para fazer as rezas de ano novo e fiquei babando pelas montanhas.
          Tbm esquiei em Nigata e amei de paixão. De qq forma, minha próxima ida ao Japão deve ser na primavera, o Sakura é a coisa mais linda que já vi nada vida e quero muito ver isso novamente!

          Aproveitem a Europa!
          Abraços

  4. Paulo 4 março, 2014 at 07:40 Responder

    Olá mari! Entao conversei com minha namorada e tbm achamos melhor seguir seu concelho!! Alemanha,frança,e inglaterra!
    Agr por favor onegaishimasu rs…
    Quais cidades e qntos dias em cada uma !? Tipo iriamos primeiro pra frankfurt por temos uma conhecida la neh depois o roteiro e livre! Vc acha melhor andar primeiro por dentro da alemanha!? Depois de frankfurt qual cidade vc indicaria alem de berlim !?? Ou vc acha berlim fraca pra c conhecer !? Ou munique !? Tipo poderia tbm deixar de conhecer elas e ir pra outro lugar tbm neh

    • mari vidigal 4 março, 2014 at 17:33 Responder

      Oi Paulo,
      Tudo bem?
      Na Alemanha só conheço Berlim e Hamburgo, amei as duas. Não perderia Berlim de jeito nenhum.
      Mas tbm ouvi falar super bem de Floresta Negra e Munique. Mas, para otimizar seu roteiro, recomendo q vc pense bem no que quer conhecer e nas distancias de deslocamento.
      Transporte na Alemanha é caro, mas eles tem um esquema de transporte com carona, super barato e seguro. Mas vc vai precisar de ajuda de alguém que more lá e que fale Alemão para te ajudar a programar. Mas além disso, cheque com antecedência o preço do trem.
      Entre Berlim e Londres, vc consegue vôo super barato e entre Londres e Paris vc pode pegar trem ou vôo.
      Pensando que vcs tem 17 dias eu faria: 7 na Alemanha (2 em Frankfurt e os outros onde vc quiser) 5 em Paris (em um deles vc pode fazer um bate e volta para a Versalhes ou para a casa de Monet em Giverny) 5 em Paris e 5 em Londres (Pensando que pelo menos meio dia vc vai perder em cada perna para fazer vôos, quatro dias e meio em cada capital fica ótimo!

    • Amanda 26 setembro, 2012 at 07:47 Responder

      Eliziane, em Frankfurt mesmo, em uma lojinha de conveniência encontramos placas referentes a TOURS! Olhamos o que havia para fazer la por perto e optamos por esse que ia para Schwarzwald e Baden-baden…fomos numa van só nós com o motorista da agencia de turismo, assim pudemos fazer o nosso horario…foi bem interessante. Voce pode dar uma olhadinha no google para ter uma noção de onde encontrar essas agencias e acredito que pode comprar direto da internet!

      • Eliziane 8 outubro, 2012 at 21:25 Responder

        Vou pesquisar!! Obrigada, não havia visto a resposta!!
        Como vai eu e uma amiga apenas, estou pensando em fazer os trajetos de trem…
        Obrigada!!

  5. Thaís 30 maio, 2012 at 14:29 Responder

    essas fotos deviam ter passado pelo meu controle de qualidade… hahaha
    Schnitzel é o melhor prato de Frankfurt e com o molho verde! até hoje procuro receitas pra tentar fazer no Brasil, mas nem todos os ingredientes podem ser encontrados por aqui 🙁 então, quem for pra Frankfurt, coma muito disso por mim! hahah

Post a new comment

Veja também