#Roadtripnodeserto: Rumo a Sedona

6

Sedona, ArizonaSedona, Arizona

Hoje é o 11o dia da nossa #Roadtripnodeserto. Ontem chegamos ao ponto mais longe da viagem, o Petrified Forest National Park e hoje começaremos a voltar passando pela charmosa Sedona, no Arizona. Sedona é uma cidade mística rodeada pelos 4 maiores Vortex do mundo e muitas belezas naturais.

#Roadtripnodeserto: da Floresta Petrificada a Sedona

A viagem entre Petrified Forest e Flagstaff foi pela mesma estrada da vinda, uma reta enorme rodeada de plantas baixas e com o lindo Mt. Humphrey no fundo. A vantagem é que desta vez trafegávamos sentido a montanha, o que deixou a estrada bem mais interessante que na vinda.
Passando Flagstaff pegamos a 89A, uma serrinha chata, estradinha ruim e mal cuidada porém muito linda. O Enorme campo semi árido rapidamente se transformou em floresta de pinheiros e pouco depois em canyons avermelhados, quanto mais perto de Sedona, mais linda a estrada e maiores as rochas.
Screen Shot 2014-02-16 at 12.15.46 AM
Veja aqui o trajeto do dia: http://goo.gl/maps/SqOnt 

Slide Rock State park

Slide Rock State park, Sedona
Nossa primeira parada do dia foi no Slide Rock State park, uma pedra escorregadia que serve de tobogã  e se transforma em um verdadeiro parque de diversões durante o verão. O parque é um lugar muito gostoso para passar o dia e fazer um picnic, e nos dias quentes, se esbaldar nas águas geladas do riacho.

Chegando em Sedona

Dali continuamos o caminho, parando sempre que possível para tirar fotos. O centrinho de Sedona é super arrumadinho e repleto de lojionhas, barzinhos e restaurantes. A cidade nos lembrou vagamente Campos do Jordão – e se pararmos pra pensar, Sedona é definitivamente Campos para os habitantes de Pheonix. Os Vortex, , que em Sedona são rochas gigantes formadas por energia que vem do centro da terra, me fizeram lembrar da Pedra do Baú que também é rodeada de lendas e de boa energia.
Rochas que rodeiam Sedona
Rochas que rodeiam Sedona

NossO Camping

Nosso camping, o Rancho Sedona RV parking, fica bem pertinho do centro, sem dúvida um dos melhores e mais bem localizados da viagem, no meio do burburinho. Custou 45 dólares por dia. E serviu de base para nossos passeios do primeiro dia, a trilha Marg’s Draw e o centrilnho da cidade.
Antes de começar a contar da trilha e do passeio, preciso fazer uma rápida declaração de amor pela cidade. fiquei apaixonada pela cidade, amei as cores e formas dos Vortex, o riozinho que corta a cidade… paixão a primeira vista. Detalhe que estamos no dia 30/12, a cidade esta mais cheia do que o normal e nem assim me encomodei. Na real, até gostei!

Trilha Marg’s Draw

Marg's Draw Trail , SedonaVista da Marg’s Draw Trail , Sedona

 A primeira trilha que fizemos em Sedona se chama Marg’s Draw Trail e sai bem pertinho de centro. Caminhamos morro a cima seguindo o curso de um rio seco. A trilha não é muito longa (uns 4 ou 5 km ida e volta), mas o caminho é desajeitado com muitas pedras e espinhos e algumas escaladas.
A natureza do deserto é bem bonita, repleta de cactus e plantas forradas de espinho e pequenas arvores de galho retorcido (tive a falta de sorte de me espetar em algumas delas, mas a intrusa naquele ambiente era eu) e muitos pássaros afinados.
Natureza em Sedona, Arizona
Natureza em Sedona, Arizona
Natureza em Sedona, Arizona
A trilha acaba num enorme paredão na base de uma das rochas que circula a cidade com uma vista MARAVILHOSA. Descer foi bem mais rápido do que subir e sem nem perceber já havíamos voltando ao camping.
Vista da Marg's Draw Trail , Sedona

CENTRO DE SEDONA: O que visitar

Mais tarde fomos até o centrinho de Sedona, como a cidade é meio mística, havia uma quantidade incontável de lojas de cristais e de serviços esotéricos, leitura de mãos, fotografia de alma e muitas outras coisas bem diferentes. As lojinhas são bem fofinhas, algumas no estilo antigo, a rua é decorada com estátuas. O passeio é inteiro especial.
IMG_6170
Pedras semi preciosas – vendidas aos montes em Sedona
Velas em Sedona
Sedona Candles, velas customizadas super diferentes
Earthbound Trading Company, Sedona
Earthbound Trading Company – várias coisas fofas
Sedona
Instrumentos musicais públicos em Sedona – muito legal!
Sedona também é uma cidade boa para quem quer comer bem, nossa sessão gordisse começou na Sedona Olive Oil Company, uma produtora local de azeites e vinagres. Experimentamos vários azeites gostosos e compramos um de limão e um de manjericão.
Também fizemos uma degustação de vinhos do Arizona (que são bem piores que os da California, mas valem pela experiência). A degustação custou 8 dólares por pessoa incluindo três vinhos diferentes e um copo lindo de lembrança. O simpático Jerry, alegremente nos contou sobre a cidade, nos deu dicas do que fazer e nos convenceu a experimentar algumas excentricidades gastronômicas no restaurante ao lado.
Wine tasting room Sedona
Fizemos nossa degustação de vinhos nesse tasting room super colorido. Abaixo uma foto do simpático Jerry
Wine tasting room Sedona
Ainda era meio cedo para jantar, mas estávamos tão cansados que resolvemos encarar um jantar no horário americano, as 5:30. Comemos no Cowboy Club, o restaurante que o Jerry havia indicado e que estava super bem recomendado no Yelp. Demos sorte de conseguir uma mesinha, porque pouco depois o restaurante lotou, e quando saímos a fila já estava enorme.
Cowboy Club, Sedona
De entrada pedimos o sampler platter (prato de aperitivos) mais estranhos das nossas vidas: espetinhos de cobra com molho de cramberry, pãozinho de coentro com creme de amendoim, espetinhos de búfalo e cactus frito. Acreditem ou não estava tudo delicioso, gostamos e muito de cada uma dessas maluquices incluindo a cobra.
Cowboy Club, Sedona
Nossos aperitivos esquisitos e deliciosos
De prato principal, dividimos um cozido de búfalo com vegetais. Como a carne de búfalo é mais dura que a do boi, este cozido leva 12 horas para ficar pronto, mas fica super macio. O prato estava tão bom quanto a entrada.
Bufalo cozido, maravilhoso
Bufalo cozido, maravilhoso
A conta saiu 51,55 + gorgeta incluindo duas cervejas. Foi uma das experiências gastronômicas mais diferentes das nossas vidas e valeu a pena… afinal, nåo é todo o dia que se come cobra ;o).
De sobremesa comemos um fudge IMPERDÍVEL na Sedona Fudge Company. Tava tão bom que até pensamos em parar no dia seguinte antes de pegar estrada para comer mais.
Amanhã é dia de passear pelos Vortexes de Sedona.  Não perca!

SOBRE A VIAGEM:

#Roadtripnodeserto é uma viagem de trailer (Motor home)  de mais de 3500 Km percorrendo partes da California, Nevada, Utah e Arizona. Foram 14 dias de estrada passando por alguns dos principais cartões postais norte americanos. Nosso ponto de partida e chegada é Berkeley, pertinho de São Francisco, Califórnia.

 

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

6 comments

Post a new comment

Veja também