Japão: Tudo o que você precisa saber para organizar sua viagem

14

Tá indo para o Japão pela primeira vez? Veja aqui um guia com informações super importantes para organizar a sua viagem passo-a-passo. Dicas sobre o visto, transporte, alimentação, dinheiro e muito mais.

Japão: Tudo o que você precisa saber para organizar sua viagem

Ponto-cho Kioto

Para onde voar?

Todo o roteiro pelo Japão que se preze tem pelo menos duas cidades obrigatórias: Tóquio e Kioto. É nessas cidades que você passará grande parte do tempo da sua viagem. Elas servirão como base para explorar outras cidades ao redor. Sendo assim, tanto faz se você voar para Kansai (Aeroporto de Osaka, o mais próximo de Kioto) ou Narita (Aeroporto internacional de Tóquio).

Portanto, minha primeira dica para quem está indo para o Japão é: compre sua passagem para o aeroporto mais barato e comece a planejar seu roteiro a partir dai.

Veja aqui um roteiro de 14 dias para o Japão.

Visto para o Japão:

O Japão exige visto de entrada para os Brasileiros. O visto é relativamente tranquilo de conseguir para quem apresenta TODOS os documentos necessários. Então já deixo aqui uma dica importante: nem pense em chegar lá com algo faltando porque você voltará para casa de mãos vazias.

O consulado do Japão em São Paulo fica na Rua Augusta 1642

Horários do Funcionamento: das 8:30 às 17:30 (segunda a sexta-feira), 9:00 às 12:00 (sábado)

Não é necessário agendar horário, mas vale a pena chegar cedo.

Veja aqui a lista de documentos necessários.

Vistos de trânsito:

Quem voa para o Japão via os Estados Unidos, ou Canadá precisa tirar um visto de trânsito. (Se você já tem um visto americano de turista válido, pode ir feliz.) Para não precisar de um visto de trânsito, prefira vôos com escala na Europa.

Quebre o fuso no meio:

Se seu tempo de viagem e roteiro permitirem, faça um stopover ao invés de escala. Parar uns três ou 4 dias no meio do caminho te ajuda a descansar do vôo e quebra o fuso em dois (12 horas de fuso na testa é muito ruim, juro que a escala ajuda muito).

Transporte: Como se locomover no Japão

Trem Bala - Japão

O Japão tem um dos melhores combos de transporte do mundo, um cartão chamado Japan Rail Pass que te dá direito a uma ou duas semanas de transporte ilimitado pelas linhas JR de todo o Japão. Este cartãozinho esperto inclui trens normais, trem bala (exceto Nozomi), ônibus, teleféricos e barcos. Uma beleza!

Existem dois tipos de cartão, o regular e o verde (que dá acesso aos carros especiais e custa bem mais caro). Eu sempre compro o normal, e acho que é uma ótima opção.

Atenção: O bilhete de troca para o Japan Rail pass (Exchange Order) tem que ser comprado ANTES da sua chegada no Japão.

Japan Rail Pass

Quanto custa o JR Pass (do tipo regular)

•Uma semana: 29,110 Yen

•Duas semanas: 46,390

•Três semanas: 59,350

Olhando assim parece caro, né? Só que uma passagem simples de trem bala entre Kioto e Tóquio custa uns 300 dólares, isso sem falar em todos os trens e metrôs que você terá que pegar no caminho. Na ponta do lápis, o JR pass vale sem dúvida!

Onde Comprar:

Em São Paulo:

  • MGSA Turismo: Av Paulista 326 – 5o andar | (11) 3145 2500
  • Tunibra Travel Turismo : Praça da Liberdade, 170 | (11) 3346 8200
  • Investur: Rua Barao de Itapetininga 124, 8 andar C.J. 81 | (11) 3258 2999
  • Caju Viagens: Praça Da Liberdade 61-1° Andar| (11) 3101 1966
  • Century Travel: Rua Vergueiro,981-1 andar-Sala 27 | (11) 3207 2644
  • Brana: Praça Da Liberdade, 1 -30 | (11) 2141-2121

Em Brasilia:

  • Century Viagens: Shis Q1 Conh.2 Casa 6-Lago Sul | (61) 3365 3400

Mais informações no site do Japan Rail Pass (em inglês) 

Como trocar o seu cartão:

Chegando no Japão apresente o seu bilhete do JR comprado no Brasil + seu passaporte em uma das estações de troca e troque seu cartão que começa a valer na data que você escolher.

Reserve seu lugar nos trem-balas

Tem suas viagens definidas? Vá até uma grande estação de trem, escolha o horário do trem que você quer pegar e peça para reservar seu assento. Assim você garante onde sentar e pode até cochilar sossegado.

Dá para se virar 100% com o JR pass?

Eu diria que o JR pass cobre 90% do transporte que você irá usar. Em Tóquio, dependendo do seu pic e disposição para caminhar, você precisará comprar algumas viagens, ou um ticket de dia inteiro do metrô (faça as contas para ver o que vale a pena para você). Em geral, se você pesquisar um pouco, dá para se virar bem.

Lingua: Quais os perrengues?

Menu de restaurante - Japão

Os japoneses são mega receptivos, carinhosos e bem educados, mas queira ou não, fora de Tóquio a lingua é uma barreira e você terá que superar. Os japoneses falam mal inglês mas entendem mais do que falam, especialmente se você falar pausado e devagar. Use e abuse das mímicas. Para quem só fala português, o desafio é ainda maior. Mas com força de vontade e criatividade, dá para se virar.

Para o transporte:

Estação de Kioto

Grande parte das estações de trem tem placas e nomes escritos em inglês, mas você possivelmente passará por algumas 100% em japa, minha dica é: na hora de comprar o bilhete fotografe o nome da estação em Japonês e assim você pode apontar para essa foto para perguntar :O).

Na hora de comprar bilhetes, escolha as máquinas em inglês tem sempre um ou duas perdidas no meio das máquinas em Japa. As máquinas modernas já tem opção de idioma.

E claro, cidades mais modernas estão mais preparadas para receber turistas… Olha só o mapa interativo do metrô de Tóquio. Tudo em letras ocidentais.
Metrô Tóquio

Mas o normal é encontrar algo mais ou menos assim: Japonês escrito grande em inglês pequenininho.

Metrô de Tóquio

Para a comida:

Prefira os restaurantes que tem um display das comidas na vitrine. Para pedir, basta apontar! A vantagem da vitrine é ter uma noção um pouco melhor do que você irá comer.

Comida: O que comer no Japão?

A comida Japonesa é maravilhosa e um pouco diferente do que você imagina. Prepare-se para comer muito peixe, frutos do mar e muito arroz. Para quem odeia peixe, dá fácil para encontrar outras opções de carne, especialmente frango e porco. A carne bovina no Japão é cara, porém deliciosa.

Comida japonesa

Veja nesses posts:

A) O que os japoneses comem no dia-a-dia

B) Comidas de restaurante no Japão

Vegetarianos e Veganos:

O Japão é um país extremamente difícil para quem não come carne, muitas das comidas que se dizem vegetarianas contém caldo de frango, porco ou peixe. Use e abuse do arroz branco, vegetais  e saladas sem molho. Pra quem come peixe, opções não vão faltar.

Melhores épocas para visitar o Japão

Outono no Japão

O Japão tem 4 estações super bem definidas, um inverno muito frio, um verão muito quente e uma primavera e um outono maravilhosos. Sendo assim, prefira visitar o Japão entre abril – maio  ou setembro – outubro. E claro, quem for na primavera, leva de bonus a possibilidade de ver a floração do Sakura, um dos espetáculos naturais mais lindos que eu já vi. E no outono, as folhas de Momiji darão um tom pra lá de especial.

Roupas: o que vestir

  • Primavera e Outono: Calça jeans com casaco leve.
  • Verão: Roupas leves, dê preferência a roupas mais conservadoras.
  • Inverno: prepare o casaco, você vai precisar dele.
  • Dinheiro:

Dinheiro: Quanto vale o Yen?

De maneira bem meia boca, 100 yens equivalem a 1 dólar. O cambio varia um pouco para cima ou para baixo, e no momento está alto. Hoje, 17 de Novembro de 2014, a cotação do Yen está em 116 para 1 dólar

Como fazer com dinheiro no Japão

Eu costumo trocar uma quantia pequena de dinheiro aqui no Brasil, e chegando no Japão, saco o restante de um caixa eletrônico (encontrados em bancos, correios e lojas de conveniência).  Como o uso de cartão de crédito no Japão é super limitado, chegar com um pouco de dinheiro em espécie te ajuda a dar os primeiros passos sem a pressão de trocar dinheiro no aeroporto.

Caso prefira levar papel moeda, prefira os dólares.

Custo de vida:

O Japão é um país caro para os padrões brasileiros. Prepare-se para gastar pelo menos uns 90-150 dólares por noite de hospedagem em Tóquio e 100-150 em Kioto para opções de hotel econômico ou 20-30 dólares para um bom hostel.

Para quem quer provar a experiência de dormir em uma capsula, dá para encontrar a partir de 30 dólares.

Hospedagem no Japão

O Japão tem tanto hotéis do tipo ocidental, semelhantes aos que você já conhece, quanto hotéis do tipo tradicional japonês (Ryokan).  Os Ryokans são mais caros que os hotéis do tipo ocidental, mas costumam incluir na diária café da manhã e jantar típico. Prepare-se para comer uma comida linda e super bem servida, dormir no tatami em camas do tipo futon e, se você quiser, provar uma banho no estilo japonês. Uma experiência única que eu recomendo e muito!

Hotéis em Tóquio:

Tóquio é famosa por ter alguns dos menores quartos de hotel do mundo. E devido a essa fama, muitos lugares colocam a medida da cama no site de reserva. Pra quem faz questão de espaço, e de cama gigante, fique esperto nesse detalhe!

O que visitar no Japão

Miyajima - Japão

Lista das cidades imperdíveis

Roteiro de 14 dias no Japão

Sentiu falta de alguma informação? Tem alguma dica para acrescentar?! Deixe seu comentário!

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

14 comments

  1. Ligia 12 maio, 2016 at 12:34 Responder

    Olá! Gostaria de saber se é necessário agendar tours antes de chegar no Japão ou é possível reservar durante a viagem. Vocês recomendariam algum tour específico?

    • mari vidigal 13 maio, 2016 at 17:53 Responder

      Oi Ligia,
      Que tours você gostaria? Japão é um lugar bem seguro de viajar por conta própria, a lingua é uma barreira mais nada que um pouquinho de mímica não resolva. O ingresso para a maior parte das atrações pode ser comprado na hora. O que sim você precisa fazer é comprar o Japan Rail Pass antes de sair do Brasil.
      Beijos

  2. viviane 7 março, 2016 at 22:59 Responder

    Olá Mari, gostei das sua dicas e gostaria de saber se pode nos ajudar.
    Vou para o Japão com meu marido em julho deste ano .A ideia é ir para Tokyo e Kioto, como nos disseram que as estações são enormes é facil se perder, estamos precisando de uma ajudinha!
    Chego por Narita e gostaria de saber qual o nome da estação e possivel nome da saida da estação que devemos chegar em Tokyo para partir direto para Kyoto.
    Pretendemos comprar passe de trem assim que fizer o visto. Vc pode nos ajudar, obrigado Viviane

    • mari vidigal 8 março, 2016 at 21:20 Responder

      Oi Viviane,
      De Narita vá até Tóquio Central e de Lá de trem bala até Kyoto.
      Não se assuste, o sistema de transporte do Jp é organizado e você vai se acostumar hiper rápido!
      Beijo

  3. Leandro Lucas 9 setembro, 2015 at 15:29 Responder

    Boa tarde Mari
    Ja estou a horas lendo seu blog, muito util
    Estou indo pra Tokyo no carnavel/16 com minha esposa
    Chegaremos na segunda por volta da hora do almoco e voltamos no sabado por volta das 19 hrs em Narita, ou seja 5 noites
    O que vc recomendaria de roteiro pelos dias que temos?
    Tokyo e Kyoto?
    Será que dava pra dar uma esticada em Hiroshima?
    Eu estava pensando em hospedar em Shibuya em Tokyo, mas os preços estão bem salgados, o que vc recomendaria?
    Somos um casal de 34 anos, toparia pagar um pouco mais pra ficar em um lugar mais “agitado” do que ficar longe e ter q ficar dependendo de trem e caminhando muito todo dia
    Em Kyoto ficariamos em um Ryokan
    Eu queria ter acesso a internet o tempo todo, o que vc indicaria? Nossos celulares funcionam la?
    Desculpa o excesso. Obrigado e parabens pelo site

    • mari vidigal 25 setembro, 2015 at 23:12 Responder

      Oi Leandro,
      Com 5 dias eu ficaria somente em Tóquio e Kioto mesmo.
      Meu bairro preferido é Roppongi, mas Asakusa tbm é bo e costuma ter bons preços.
      Quanto a internet, precisa checar qual a melhor forma. Meu celular da Claro, já pegava bem no Japão em 2012.
      Beijos

  4. Marina Romano 10 dezembro, 2014 at 11:56 Responder

    Bom dia,

    Estou preparando a documentação para tirar o visto e no formulário eles pedem a informação do garantidor ou referência no Japão – eu estou indo a turismo e não conheço ninguém no país; sabe se esse campo é de preenchimento obrigatório?

    Obrigada,

    Marina Romano

    • mari vidigal 11 dezembro, 2014 at 05:33 Responder

      Coloque o endereço + cópia de reserva de um dos hotéis que pretende se hospedar + cartinha explicando que vai a turismo, não conhece ninguém e se hospedará no lugar x. Como eles são exigentes, melhor pecar pelo excesso, não acha? 🙂

Post a new comment

Veja também

Cliffs of Moher - Irlanda

Roteiro de 3 dias na Irlanda

Esse é um roteiro de 3 dias pela Irlanda para quem quer conhecer BEM Dublin e de quebra visitar um dos cartões postais do país ...