Roadtrip: Um dia em Pasadena

3

Encostadinha em Los Angeles, Pasadena esta repleta de lugares bacanas como o Jardim botânico Huntington Gardens, o Museu Norton Simon (Repleto de quadros e esculturas de Picasso, Degas e Van Gogh)e o estádio Rose Bowl, onde o Brasil conquistou a copa de 1994. Vamos nessa?

Um dia em Pasadena

Huntington Gardens - Pasadena

Nossa viagem:

Chegamos ao penúltimo dia da nossa #Roadtrip pela South Califórnia, antes de chegar a Pasadena, passamos por Palm Springs e Joshua Tree National Park, Long Beach e Los Angeles e amanhã seguiremos para Los Olivos, uma cidade repleta de vinícolas que são uma graça.

Pasadena era uma cidade que estava no meu radar faz tempo, como gosto de arte e de jardins, a chance de visitar um dos melhores jardins botânicos da Califórnia e duas coleções de arte incríveis não passariam batidos por muito tempo. E claro que o Gustavo também tinha seus motivos para conhecer Pasadena (além de me acompanhar nos museus) ele queria por os pés no estádio que o Brasil ganhou a copa de 1994, o Rose Bowl.

Rose Bowl: o estádio do Tetra campeonato

Rose Bowl - Pasadena

Começamos o nosso dia pelo Rose Bowl. O estádio tem tours guiados apenas uma vez por mês, então vale a pena checar as datas e horário para ver se coincidem com a sua visita. Não tivemos esta sorte.

Por fora o estádio é lindo e grandão, é inacreditável que um estádio de 1920 continue em pé, vivo da Silva e sendo uma das estrelas da cidade (o estádio estava prestes a sediar o semi final do campeonato universitário de futebol americano, um dos mais importantes dos Estados Unidos.)

Rose Bowl - Pasadena

Não conseguimos colocar nossos pezinhos no estádio. Mas ainda assim valeu e visita. Quem sabe não voltamos logo para ver o estádio em ação durante uma partida de Futebol Americano? 🙂

O incrível jardim botânico: Huntington Gardens

Nossa segunda parada foi no jardim botânico e biblioteca Huntington (uma versão bem mais tradicionalista do nosso Inhotim, mas igualmente especial). O Huntington combina jardins temáticos fabulosos, com estufas diversas, uma coleção de arte impecável e uma biblioteca impressionante. Alguns dos nossos jardins preferidos foram.

O Jardim do deserto

Huntington Gardens - Pasadena

Cactos de todos os estilos, tamanhos e formatos compõem este jardim maravilhoso, que foi nosso pedaço preferido do parque. Dá pra imaginar quantas fotos eu tirei?

O pavilhão chinês

Huntington Gardens - Pasadena

Uma combinação de jardim com prédios no estilo de templo chinês. Um cenário único e super fotogênico. #Mariesuas1001fotos

O Jardim japonês

Jardim Japonês - Huntigton Gardens

Um jardim lindo com uma das melhores coleções de Bonsai que já vi. Os bonsais de Joshua, são sensacionais!

Huntington Gardens - Pasadena

A coleção de arte

Coleção de Arte Huntington Museu - Pasadena

Além de um jardim impecável, a coleção de arte dos Huntington (espalhada em três prédios diferentes) também é ótima. O meu preferido, o The Huntington Art Gallery ocupa a antiga mansão de Henry Huntington e está belamente decorado no estilo Beaux-Arts, repleto de quadros interessantes, lustres de cristal, vitrais e uma biblioteca pra lá de bonita.

The Huntington Library

Huntington Library - Biblia de Gutemberg

E falando em biblioteca, a The Huntington Library tem um acervo sensacional de livros e manuscritos históricos que estão expostos ao público e que merecem, sem dúvida nenhuma, uma visita. O mais impressionante é uma das bíblias de Gutemberg, o primeiro livro a ser impresso em uma prensa tipográfica.

O chá do Huntington

Um dos programas mais típicos do Huntington é o tradicional chá inglês, servido no estilo buffet (o chá e scones são trazidos na mesa). O Buffet é bem caprichado e tem n sanduichinhos, docinhos, cup cakes e todas as frescurinhas que não podem faltar em um chá de verdade. O chá custa 35 dólares por pessoa e parece ser muito gostoso. Pra quem não quer esperar horrores, a reserva é indispensável.

Saímos dos jardins Huntington felizes com o que vimos e correndo da chuva, que vinha braba pela frente.

O museu de Arte Norton Simon

Museu Norton Simon -Pasadena

Nossa próxima parada foi numa museu muito especial. O Norton Simon é um museu pequenino e que tem todos os elementos que um bom museu deveria ter: arquitetura bacana (a planta é super bem desenhada e o tamanho é ideal), uma coleção de arte incrível, um jardim lindo e super aconchegante (tá, tá, tá : esse não é um elemento indispensável em um museu, mas ajuda, não ajuda?! :)), boa organização (afinal, um bom acervo desorganizado é ruim demais) e um café bem gostosinho.

Bem recebidos por Rodin

Museu Norton Simon -Pasadena

Gostamos do museu desde o primeiro instante quando um conjunto significativo de estátuas de Rodin nos cumprimentou na entrada. Bela primeira impressão, não?!

O incrível jardim do Norton Simon

Chegamos alguns minutos antes da chuva e tivemos o tempo exato para dar uma volta no jardim (inspirado na casa de Monet em Giverny) com um lindo lago rodeado de esculturas Herny Moore e outras feras da escultura.

Jardins do museu Norton Simon - Pasadena

A coleção do Museu Norton Simon

Museu Norton Simon -Pasadena

O acervo é bem eclético, um pouquinho de arte antiga asiática no subsolo, e com primeiro andar dividido entre arte antiga da boa (tem até Rembrandt na parada) e arte moderna (uma coleção de bailarinas de Degas, Picasso e Van Gogh) separados em ordem cronológica. Como o museu é pequenino, em duas horas dá pra ver tudo. (Claro que dá fácil pra ficar MUITO mais tempo lá dentro). Nós adoramos.

Museu Norton Simon -Pasadena

 

Arte Antiga e Arte Asiática do museu Norton Simon

Museu Norton Simon -Pasadena

 

O Pensador

E por último demos a volta no museu para visitar a versão americana de uma das estátuas mais famosas de Rodin, o pensador. Bonitão, não?! Esse nós encaramos chuva pra visitar!

Museu Norton Simon -Pasadena

Um jantar especial no Shiro

E pra encerrar nossa estada em Pasadena com gostinho de quero mais, jantamos num restaurante super gostoso. O Shiro foi recomendado pela minha prima Renata e pelo marido que moraram um tempo em Pasadena.

Provamos uma saladinha de rúcula com alcachofra grelhada que estava divina, e de prato principal, eu pedi um pato maravilhoso (crocante por fora e bem macio por dentro) com molho agridoce, do jeitinho que eu gosto e o Gu pediu um prato com lagostas e vieiras muito gostoso. De sobremesa pedimos o creme brûlée que vem recheado de frutas e uma torta de maça folheada.

Restaurante Shiro - Pasadena

 

Saladinha de entrada

Restaurante Shiro - Pasadena

IMG_5949

 

Meu prato: Um pato delicioso

Restaurante Shiro - Pasadena

Restaurante Shiro - Pasadena

Hospedagem em Pasadena

Ficamos hospedados no Howard Johnson Pasadena, que é super bem localizado. A cidade estava lotada e tivemos sorte de encontrar algo BBB em cima da hora. Nosso quarto era grandão (dessa vez com duas camas King) e bem confortável. O Café da manhã (incluso na diária) esta acima da média dos hotéis baratinhos e tinha pães, frutas, iogurte e máquina de waffle. Atendeu as expectativas.

Hotel HoJo Pasadena

Como chegar?

Pasadena fica há 16 Km de Los Angeles, cerca de 20 minutos de carro sem transito. Pra quem quiser ir de metrô, basta pegar a Gold Line que sai da Union Station em LA até a Memorial Park Station em Pasadena.


 

E aí, se animou para visitar Pasadena?

Alguém aí já visitou a cidade e quer dividir com a gente o que achou?


 

Veja também:

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

3 comments

Post a new comment

Veja também