Tailândia: Um dia no elephant Nature Park em Chiang Mai

37
Elephant Nature Park - Tailândia

Ver elefantes de perto é um das principais atrações de Chiang Mai, no norte da Tailândia. O que pouca gente sabe é que muitos dos passeios de elefante ou “Elephant Camps” não tratam os bichinhos nem com o carinho e nem com o cuidado que eles merecerem. Depois de pesquisar muito optei pelo Elephant Nature Park, um santuário que cuida de cerca de 45 elefantes, a maioria deles resgatado de alguma situação de risco ou tratamento abusivo. Lá não há shows e nem passeios de elefantes mas sobra amor e cuidados. Uma das experiências mais fantásticas da minha vida e algo imperdível para quem vai pra Chiang Mai!

Tailândia: Um dia no elephant Nature Park em Chiang Mai

O dia no Elephant Nature Park é super ocupado e repleto de atividades incríveis como alimentar os elefantes, percorrer os campos aprendendo a história de alguns deles, dar banhos nos elefantes e muito mais…

O jeito certo de se aproximar dos elefantes

Elefantes são seres maravilhosos, carinhosos e que tem uma conexão impressionante com os seres humanos. Mas vale lembrar que são bichos, grandes, selvagens e que no caso deste refugio, sofreram alguns traumas e abusos humanos. Basta um descuido para que uma experiência fantástica termine mal.

Elephant Nature Park - Chiang Mai

Assim, antes de qualquer contato com os bichos, assistimos um pequeno filme que conta algumas regrinhas bem importantes:

  • Siga sempre o seu guia: eles sabem quais elefantes são amigáveis e quais não toleram contato humano. E ninguém quer tocar num grandalhão que não gosta de ser tocado. Certo?!
  • Se aproxime de um elefante sempre pela frente e nunca chegue perto da travessa de comida dele. Elefantes podem se sentir ameaçados quando alguém se aproxima pelas costas, e acredite, eles não querem dividir a comida com você ;).
  • Ao alimentar um elefante, dê a comida na tromba e não na boca, e não fique brincando de por e tirar comida por que isso pode irritar os elefantes
  • Fique sempre atento e pronto para se movimentar: no parque os elefantes são livres e se movimentam bastante, quando eles quiserem passar, é você que tem que dar lugar e rápido.
  • Jamais encoste em um filhote do elefante: Enfrentar uma mãe raivosa pode ser um péssimo final para o seu dia.

Elephant Nature Park - Chiang Mai

A alimentação dos elefantes

Tromba de Elefante

Tromba de elefante esperando a comida chegar

Nossa primeira atividade do dia foi a alimentação dos elefantes. Eles vem até uma varanda alta e recebem os alimentos de um em um. Os elefantes ficam separados de nós por uma gradinha de metal, mas quando o assunto é comida, os danados usam suas trombas compridas para se aproximar ao máximo e aos poucos ir agarrando as melancias, abóboras, pencas de bananas e abacaxis.

Elephant Nature Park - Chiang Mai

Os elefantes comem 10% do seu peso em comida todos os dias. (Imagina só o volume disso em frutas e verduras!?) Com esse apetite voraz, eles passam boa parte do dia devorando estas delicias que são cuidadosamente cortadas e distribuídas em cestas para eles.

Alimentando elefantes

Foi legal aprender que cada elefante tem uma bacia de alimentos específicos com os alimentos que eles precisam ou podem comer. Alguns elefantes não tem dentes, outros tem problema de estômago, e a comida nunca pode ser misturada.

Passeando pelo parque

Terminada a alimentação, nosso grupo (cerca de 10 pessoas acompanhadas por um guia) saiu para caminhar pelo parque e conhecer alguns elefantes específicos. Conhecemos a Elly (acho que é assim que se escreve, uma fêmea que ficou cega de tanto receber porradas nos olhos por se recusar a trabalhar. Ele era um elefante de passeio e alem de cega dos dois olhos, tem as costas curvadas de tanto carregar turistas. Ela é super dócil e nos deixou chegar perto e fazer carinho.

Elephant Nature Park - Chiang Mai

Durante o dia, fomos conhecendo e descobrindo as tristes histórias de muitos habitantes do parque. Alguns vitimas de minas terrestres tem uma perninha invalida, muitos com probleminhas de coluna, elefantes sem dentes ( o que na selva significa morte, porque sem mastigar ele não consegue viver) e etc.

Filhote - Elephant Nature Park

Ao chegar no parque estes elefantes levam tempo para se reabilitar e poder conviver com pessoas e outros elefantes. Os elefantes naturalmente vão se unindo e constituindo pequenas manadas (o engraçado é que existe uma pequena rivalidade entre as manadas e de quando em quando rola uma briguinha.

Mamãe e filhote -Elephant Nature Park

Hora do almoço

Sem nem perceber o tempo passar chegou a hora do almoço (dessa vez, o nosso almoço e não dos elefantes). Um buffet vegetariano gigante e delicioso com mil opções pra lá de gostosas. A comida do parque esta bem acima da média das atrações turísticas normais.

Hora do filme e do choque de realidade

Depois do almoço rola uma sessão de filme opcional. O filme mostra um pouco da dura realidades dos elefantes de passeio na Tailândia e dos abusos que os bichinhos sofrem ao “serem domesticados”. O filme é duro, um verdadeiro soco no estômago de quem passou a manhã rindo e se divertindo com criaturas tão maravilhosas.

Elephant Nature Park - Chiang Mai

O filme também mostra um pouco da história da fundadora do Elephant Nature Park, e como ela usa amor e carinho para treinar e tratar os elefantes do parque. Uma história de luta repleta de conquistas. Fiquei emocionada.

Passeio vespertino

Terminado o filme acompanhamos o banho de uma família de quatro elefantes. Eles entraram na água vagarosamente e aos poucos foram ganhando profundidade. Enquanto o elefante “pai” tratou logo de entrar e afundar, o filhote ficou brincando com a água pra lá e para cá e a fêmea preguiçosamente esperou que o mahout (cuidador) a banhasse com a ajuda de um baldinho. Saindo da água rolou um momento mamãe & filhote. Foi lindo ver o carinho que a mamãe tem com o filhote.

Banho - Elephant Nature Park

 

Família protegendo o baby durante o banhoBanho - Elephant Nature Park

E olha só a bagunça dos grandalhõesBanho -Elephant Nature Park

Banho - Elephant Nature Park

Mamãe e filhote -Elephant Nature Park

Saindo do banho, momento mamãe & bebê

Hora do protetor solar

A limpeza dos elefantes dura pouco. Nem bem saem do banho, eles tratam logo de se sujar com a maior quantidade de lama ou areia possível. A areia serve com uma espécie do protetor solar e repelente para insetos. Acompanhar o ritual é quase tão legal quanto ver eles se banhando.

Protetor solar - Elephant Nature Park

Olha só a poeira que os danados levantam!Protetor solar - Elephant Nature Park

Banho nos elefantes

E finalmente chegou o momento que eu mais esperava no dia, hora de ajudar alguns elefantes ais velhos a se banharem. Entramos no rio com um par de elefantes e jogamos baldadas e mais baldadas de água fria nas costas deles. Um dos elefantes até tentou escapar do banho, mas o cuidador tratou de colocar a danada pra dentro de volta para terminarmos o banho. Depois da água, pegamos pedras bem ásperas e esfregamos no elefantes, esse esfrega esfrega ajuda os elefantes que tem problema de pele.

Elephant Nature Park - Tailândia

A sorte bateu na minha porta

E pra fechar meu dia com chave de ouro, tive uma mega sorte de encontrar a fundadora do parque, bater um breve papo com ela, é incrível o amor e a relação que ela tem com os elefantes. Lindo de mais!

Elephant Nature Park - Chiang Mai

E pra fechar o dia

Terminamos o dia alimentando mais alguns elefantes com generosas metades de melancias! Eita apetite!

Familia de elefantes

Mais sobre o Elephant Nature Park

Como funciona o parque?

Além dos visitantes diários e equipe de trabalhadores, o parque recebe voluntários do mundo todo que passam pelo menos uma semana, aprendendo e ajudando a tratar dos elefantes. Um trabalho super bonito e duro, porém mega interessante.

Elephant Nature Park - Tailândia

Muito além de elefantes

Além de elefantes, o santuário abriga uma família de 400 cachorros (disponíveis para adoção internacional), gatos e búfalos (que foram resgatados de um açougue). Pra quem curte animais, um senhor passeio!

Detalhes práticos do passeio

Quanto Custa

O parque tem diversos programas diferentes, desde um passeio de um dia (que foi o que eu fiz) até uma estadia de uma semana no parque cuidando dos elefantes que parece ser o máximo. O passeio de um dia custa 2,500 Baths, cerca de 80 dólares (1000 Baths pagos na reserva eo balanço no dia do passeio). O parque é uma instituição sem fins lucrativos e todo o dinheiro do seu passeio vai pros cuidados dos elefantes.

Reserve com antecedência

O Elephant Nature Park é um dos mais concorridos de Chiang Mai, e o número de visitantes por dia é limitado. Assim e recomendo que você reserve com BASTANTE antecedência.

Elephant Nature Park - Chiang Mai

O que levar

Protetor solar, repelente de insetos (mega necessário), roupa de banho + uma troca de roupas, chinelo (para entrar no rio) e máquina fotográfica.

Banho - Elephant Nature Park

Como chegar

O Elephant Nature Park, fica há cerca de 65 Km do centro antigo da cidade, e o traslado hotel -parque – hotel está incluso no pacote.

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

37 comments

  1. Juliana 21 janeiro, 2017 at 19:44 Responder

    Oi !
    vou para Chiang Mai nos dias 6 e 7 e fevereiro e já nao tem mais o shor visit e single day no parque. Qual outro passeio voce indicaria então?

    Obrigada

    • Anderson de Almeida Souza 17 março, 2017 at 12:04 Responder

      Juliana boa noite. Eu estou na Tailândia e gostaria de ir visitar os elefantes como você foi e ande conseguiu transporte? Eu quero ir lá tabaem e quanto tempo de viajem você gastou aína está funcionando?

  2. bibiana 16 novembro, 2016 at 16:00 Responder

    Oi Mari,

    No site deles tem a opção single day (2,500 baht) e outras que parecem ser a mesma coisa só que são muito mais caras (6,000 Baht). Sabe qual a diferença entre o single day e esses passeios que são de 1 dia também mas são mais caros?

    Abraços

    • Yasmin 28 setembro, 2016 at 14:05 Responder

      Lugares em que é possível subir no elefante e passear com eles, são via de regra, lugares de abuso animal. Se o lugar tem essa possibilidade, o animal já sofreu muito.

  3. Rita Maia 21 setembro, 2016 at 11:00 Responder

    olá, queria marcar para esse parque mas já está cheio!!! Vou em Novembro e no dia que vou já está a vermelho no site…sabes me dizer se dá para comprar no próprio dia à porta? Ou só aceitam mesmo quem compra no site?

    Obrigada

    • mari vidigal 28 setembro, 2016 at 16:45 Responder

      Oi Rita,
      Infelizmente comprar na porta não é uma possibilidade, mesmo porque o ligar fica LONGE pra caramba do centro. Eles tem um escritório no centro de Chiang Mai e com um pouco de sorte e insistência deve dar para conseguir ingresso para o dia seguinte. Não sei bem onde fica, você terá que buscas essas infos online. Abraços

      • Priscilla 14 novembro, 2016 at 14:12 Responder

        Oi, Mari! Acabei deixando para comprar as entradas em cima da hora e não conseguimos mais.
        Você sabe de outro lugar que a gente possa fazer a visita aos elefantes e que não maltrate eles?
        Beijos

        • mari vidigal 14 novembro, 2016 at 22:53 Responder

          Oi Priscilla,
          Ouvi falar que tem dois outros lugares menores que não maltratam. Infelizmente não lembro o nome de cabeça e teria que buscar um pouco 🙁

        • mari vidigal 14 novembro, 2016 at 22:54 Responder

          Oi Priscilla,
          Ouvi falar que tem dois outros lugares menores que não maltratam. Infelizmente não lembro o nome de cabeça e teria que buscar um pouco 🙁
          Vc já está em Chiang Mai? Se sim, pergunta para o pessoal do seu hotel/hostel e me passa os nomes por ai, se vc me passar eu com certeza lembro!
          Beijos

          • Karen 16 novembro, 2016 at 21:42

            Oi Mari,
            Tudo bem?
            Por acaso você lembra se algum destes outros 2 lugares era o Karen’s Tribe Native Elephant?
            Uma guia local me recomendou, já que o Elephant Nature Park não tem mais disponibilidade nos dias que estarei por lá, agora no final do ano… 🙁
            Super obrigada! Beijo

          • mari vidigal 18 novembro, 2016 at 04:36

            Não era esse nome não. 🙁
            Deixa eu tentar procurar pra vc, tenho dois amigos que foram para parques alternativos!
            Beijos

          • mari vidigal 19 novembro, 2016 at 17:49

            Oi Karen,
            Meus amigos foram no Elephant Retirement Park, acabei de ver as fotos e vi que o parque é bem menor e que a infra pros elefantes é bem pior que o Nature, mas meus amigos curtiram a experiência e disseram que os elefantes são bem cuidados. Na volta me conta o que achou?
            Beijos

  4. Catarina Ferreira Lopes 10 setembro, 2016 at 01:41 Responder

    Oi Mari.
    Obrigada pela descrição do seu post. Muito útil! 🙂

    Tenho apenas uma questão. Li que é melhor reservar com antecedência este passeio.
    Estou a planear a minha viagem sem intermédio de agencia de viagens.
    Como é que eu consigo reservar o passeio? O transfer vai buscar as pessoas a Chiang Mai e volta a trazer no final do dia?

    Obrigada
    Catarina 🙂

  5. karen 6 setembro, 2016 at 14:19 Responder

    Oi! Estou em dúvida sobre short park visit ou o sigle day……. O preço é o mesmo.. mas como não tenho tanto tempo em chian mai, talvez seja mais interessante fazer o mais curto se é que não vou perder muita coisa legal do parque.. que dúvida! 🙁

    • mari vidigal 7 setembro, 2016 at 20:45 Responder

      Eu fiz o Single Day e não me arrependo. Foi uma das experiências mais incríveis que vivi na Ásia. Não faria a curta de jeito nenhum, acho que você vai aproveitar menos e ter um dia mega corrido. Acho que vale a pena fazer menos coisas mas aproveitar melhor cada uma delas.
      Beijos

  6. Yasmin 1 setembro, 2016 at 01:57 Responder

    Mari,

    Achei seu blog por coincidência e esse post me conquistou. Elefantes são os meus animais preferidos e tenho certeza que vai ser incrível vê-los na minha ida a Tailândia em abril. Percebi que muitos, muitos lugares vendem a ideia do elefante bem cuidado, da não-crueldade, mas é só pesquisar um pouco pelas fotos e ver sinais de domesticação, o mais sutil deles é uma pessoa em cima de um elefante, mas já vi até bullhooks em elephants farms “politicamente corretas'”. Vou com mais dois casais, e apesar de eles já terem reservado outro lugar, só tenho certeza do Elephant Nature Park. Infelizmente já vi outros blogs que não se importam com isso e ainda divulgam esse tipo de turismo explorador. Mas fiquei muito feliz de ler esse post ! Parabéns pelo blog, até agora me parece muito sincero e muito bem organizado !!

  7. Renata 8 julho, 2016 at 02:34 Responder

    Oi Mari, td bem?
    Vc chegou a conversar com algum voluntário? Pra ter uma idéia se realmente o trabalho é bacana (não no sentido de lazer)e sério?
    Estou atrás de um voluntáriado mas sei que nem todos os santuários exercem de maneira correta.
    Obrigada.

    • mari vidigal 9 julho, 2016 at 02:49 Responder

      Uma amiga fez o programa de voluntariado do Elephant Nature park de duas semanas e AMOU cada segundo. Saiu de lá apaixonada e energizada.
      Beijos

  8. Marana 28 junho, 2016 at 20:37 Responder

    Mari, tudo bem? Você tira as dúvidas pelo blog mesmo ou é possível lhe enviar um e-mail? Tenho um roteiro de 28 dias pela Tailandia, Laos, Camboja e Vienam. Estou com algumas dúvidas de vôos, passeios..enfim, como posso fazer? obrigada

    • mari vidigal 28 junho, 2016 at 20:46 Responder

      Oi Marana,
      Para ajudar vários leitores com a mesma resposta, só tiro dúvidas pelo blog!
      Sinta-se a vontade de enviar suas perguntas.
      Abraços

Post a new comment

Veja também