Tiradentes: Theatro da Villa – porque eu não gostei

3

Quem acompanha o blog sabe que eu raramente escrevo posts pra falar mal de um lugar, mas a experiência que eu tive no Theatro da Villa (Rua Padre Toledo, 157) foi tão meia boca, mas tão meia boca que eu acho que você leitor merece saber porque eu não gostei e tomar sua decisão de ir ou não. Com tanto lugar bacana em Tiradentes, lá é que eu não volto.

Tiradentes: Theatro da Villa – porque eu não gostei

Theatro da Villa - Tiradentes

A Reserva

Chegamos em Tiradentes sábado a tarde. Como a cidade estava cheia, uma das primeiras coisas que fiz foi pegar a lista de restaurantes que eu gostaria de visitar e tentar uma reserva para mais tarde. O primeiro da lista, o Tragaluz estava cheio, o segundo o “Atrás da Matriz” também estava completo e por sorte, na minha terceira tentativa consegui reservar um lugar no Theatro da Villa.

O sistema da casa

Durante a reserva a atendente da casa me explicou que haviam três opções para essa noite. Um menu de três pratos, um menu de 5 pratos ou a la carte com o preço dos pratos entre 60-70. Estava com pouca fome, comeria um prato a la carte.

O Ambiente – a única coisa legal do restaurante

Theatro da Villa - Tiradentes

Palco do antigo teatro: o ambiente é sem dúvida a parte mais legal do restaurante 

Chegando no Theatro da Villa, fiquei encantada com o ambiente. O Restaurante funciona em um antigo teatro reformado, e o espaço é uma graça. Pena que meu encantamento durou BEM pouco.

O pior atendimento e a pior experiência da viagem.

Lembram aquela história dos pratos a la carte? Foi só chegar no restaurante que conversa mudou. Uma das principais desculpas do garçon para não servir a la carte era o fato da casa estar lotada. Lotada? Haviam três mesas cheias uma com 12 pessoas, outra com umas 6 e a nossa mesa, pelo menos metade do salão estava vazio. (Ele também me disse que o prato a La carte é bem mais lucrativo para o restaurante (crente que eu acredito!) e mais dez ou 12 abobrinhas que não me convenceram. Achei ridículo e quase levantei e fui embora na mesma hora. Mas como eram 9 da noite e conseguir um lugar bacana pra jantar aquela hora da noite em pleno sábado era praticamente impossível, resolvi experimentar. Péssima ideia.

O Menu degustação do Theatro da Villa

Escolhi o menu degustação de três pratos. A entrada estava boa, um queijo (se ainda lembro bem, de cabra) com molho de tomate e pesto quente. Fiquei animada com o que veria a seguir… pena que dai pra frente a coisa só desandou.

Theatro da Villa - Tiradentes

Pãozinho pra acompanhar a entradinha de queijo quente

Theatro da Villa - Tiradentes

Uns 40 minutos depois da entrada, veio a comida um pato (um pouco borrachudo)) com cuscuz bem mediano, e a sobremesa (que tinha uma cara danada de sobremesa pronta) levou outros 40 minutos e estava péssima. Um terrine de chocolate bem sem vergonha e bem mal servido que segundo meu pai “ não devia ter experimentado porque deixou um gosto ruim na boca.

Prato Principal - Theatro da Villa - Tiradentes

Prato principal. Gostoso, mas nada de especial

Theatro da Villa - Tiradentes

Sobremesa: olhando até parece gostosa né? Só que não. Rs. Tava bem ruim. Sei lá como é que alguém consegue errar tão feio com chocolate.

Não me venha com esse papinho de slow food…

Sou uma mega fã do conceito de slow food, um dos meus italianos preferidos de São Paulo demora pra caramba, mas no nosso caso, teve cara de descaso. 40 minutos para servir sobremesa me parece falta de respeito.

Enfim…

Como escrevi no Trip Advisor: “Fui mal servida, comi mal e paguei bem caro por isso”. O Theatro da Villa foi o jantar mais caro da viagem (R$180,00 por pessoa pra comer mal), e LONGE o pior. Eu se fosse você não iria de jeito nenhum.

 

Restaurante

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

3 comments

  1. Adriana 5 fevereiro, 2017 at 02:35 Responder

    Conheci o Theatro da Villa e foi uma das minhas melhores experiências gastronômicas. Estranhei o seu comentário e entrei no seu blog só para entender. Sabe aquela noite que fica na memória? O atendimento foi excelente e a comida (a la carte) estava sensacional. O chef esteve na mesa e completou a noite.

    • mari vidigal 5 fevereiro, 2017 at 07:02 Responder

      Puxa Adriana, pode ser que tenha sido um pouco de falta de sorte minha. Mas é muita falta de sorte para um dia só, não?
      Não gostei da comida, detestei o atendimento e sai com um toque de arrependimento e vontade de não voltar mais. Como falei no começo do post, raramente escrevo para falar mal de algo (na real, tenho pouco tempo e tanta coisa legal para escrever que prefiro não perder tempo). Mas dessa vez achei que valia compartilhar.
      Abraços

  2. C 13 junho, 2016 at 23:50 Responder

    Estive nesse local. Gastamos em 4 quase mil reais. Um fraude total. Meu terrine era metade do seu. Esperamos 1 HORA E MEIA pelo prato principal. O restaurante é tao fraude que tem um selo 4 rodas 2016 no site, sendo que o guia acabou em 2015,

Post a new comment

Veja também