Tiradentes: um jantar incrível no Tragaluz

0

Com um ambiente descolado, um atendimento de primeira e uma comida absolutamente impecável, o Tragaluz, localizado na rua principal de Tiradentes, conquistou o primeiro lugar na nossa lista de restaurantes favoritos durante a viagem. Abaixo todos os detalhes do nosso jantar pra lá de especial.

Tiradentes: um jantar incrível no Tragaluz

Um ambiente incrível

Móveis de madeira iluminados a luz de velas e de lâmpadas fracas realçam a janela colonial do Tragaluz, que tem palha no teto, e pedras na parede. Tradicional, porém moderno e chique sem ser esnobe.

Restaurante Tragaluz - Tiradentes

Um cardápio pra lá de caprichado

Carpádio do Tragaluz

O Cardápio do Traga Luz além de apresentar os pratos da casa de forma original e criativa, funciona como uma especial de guia de bolso de Tiradentes. Nele os principais pontos turísticos são apresentados de forma irreverente e casual. O Cardápio também conta pequenas histórias onde a “Pintada Tragaluz (e carro chefe da casa) é o personagem principal, e publica desenhos deixados por clientes. Muito legal!

Rua Padre Toledo, 157

 Detalhes do cardápio do Tragaluz

IMG_4796

Rua Padre Toledo, 157

Atendimento nota 1000

Fomos atendidos por uma garçonete paulistana, A Elis,  pra lá de simpática que nos contou – que trocou a vida agitada de São Paulo por um emprego de Garçonete em Tiradentes e nunca esteve tão feliz. Ela vai a pé para o trabalho, não pega trânsito e de quebra bate papo com um montão de gente interessante. E além de um bom papo ela soube nos recomendar os melhores pratos. Tiramos até foto com ela na saída. (Obrigada pela simpatia e pelo atendimento)

Elis do Tragaluz

E olha só o sorriso gostoso da Elis

Uma galinha D’angola que você não acredita!

Meu pai pediu a famosa Pintada Tragaluz (uma galinha D’Angola cozida no vinho com molho de cogumelos e ravioli). E eu pedi um picadinho brasileiríssimo com tudo o que tem direito: couve, ovo, banana grelhada com melado de rapadura e molho de legumes e cogumelos. Tava bom, viu!

Pintada Tragaluz

Uma descrição caprichada e um prato melhor ainda…

Pintada Tragaluz

Meu picadinho tava perfeitinho, a carne no ponto, a couve crocante e a banana impecável, mas carro chefe é carro chefe e a danada da galinha D’Angola deixou meu picadinho longe. Tava muito boa!

Picadinho no cardápio do Tragaluz

Picadinho do Tragaluz

E pra fechar, o melhor doce de leite de todos os tempos!

De sobremesa eu pedi um pudim de leite com sorvete de frutas vermelhas no topo e meu pai pediu o Romeu e Julieta. Como eu tava em dúvida entre o pudim de leite e o doce de leite pedi para a garçonete fofa, se ela podia me trazer uma colherzinha do doce de leite de brinde e ela me trouxe uma tijela absurdamente gostosa. Meu pai gostou do Romeu e Julieta, mas disse que não era nada de outro mundo, o meu pudim de leite estava fraco (no quesito pudim amigos, o da minha mãe é longe o melhor do mundo) mas o doce de leite…Sem exagero o melhor que já comi! Veio quentinho, com queijo e um pouquinho de queijo e coco ralado no topo (não gosto de coco, e essa coisa de queijo com doce de leite com queijo não é comigo), porém não tenho palavras para descrever a perfeição desse doce de leite, que foi servido quente. #Bomdemais

Pudim do Tragaluz

 Pudim de leite com sorvete

Romeu e Julieta do Tragaluz

 Romeu & Julieta Tragaluz

Doce de Leite do Tragaluz

 O melhor doce de leite do mundo

Foi sem dúvida o restaurante mais gostoso da nossa viagem por Minas Gerais, e em termos de experiência, foi de longe o mais bacana. #AMEI

Quanto custa?

Os preços do Tragaluz – assim como a maioria de Tiradentes – são paulistanos de mais para meus gosto. Os pratos custam em média R$70,00. Barato não é, mas vale a pena.

E você? Ficou com vontade de experimentar o Tragaluz? E você que já foi, conte para nós o que achou.

Restaurante

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

No comments

Veja também