Lua de mel: Quênia & Seychelles

2

Combinar os incríveis Safaris do Quênia, com uma fauna exuberante e milhões de detalhes inesquecíveis, com as praias espetaculares de Seychelles é uma excelente opção de lua de mel para quem quer algo super exclusivo e bem fora do comum. Nesse post a Paula e o Gonzalo do blog Bite Me Mad, dividem com a gente todos os detalhes da lua de mel deles com direito a dicas imperdíveis. Fique morrendo de vontade de ir pra lá. E você?! Se anima?

Viagem de Lua de mel: Quênia & Seychelles

Lua de Mel Quênia & Seychelles

Roteiro Resumido:

Número de dias por país:

  • Total de dias no Quênia: 8 dias
  • Total de dias em Seychelles: 8 dias

Total de dias de viagem: 16

Roteiro Detalhado:

Dia 1: Nairobi (Quênia)

Restaurante em Nairobi

Saímos de lua de mel apenas com as passagens de ida e volta compradas e com a primeira noite de hotel em Nairobi reservada. Fizemos isso porque tínhamos lido que reservar um pacote de safari aqui na Espanha (onde moramos) saía muito mais caro que reservar localmente.

Um dia antes de viajar, um amigo comentou conosco que tinha um amigo que trabalhava com safaris no Quênia, então assim que chegamos em Nairobi entramos em contato com ele, que organizou uma viagem perfeita, justamente como queríamos.

Esse primeiro dia em Nairobi não fizemos nada especial, demos uma volta pelo centro e tivemos um gostinho da comida criolla no restaurante Tamarind (Ground Floor, National Bank Building), bem perto do nosso hotel. O peixe sweet and sour desse restaurante é simplesmente delicioso! Assim como tudo em Nairobi, não é um restaurante barato, mas vale a pena.

Restaurante Nairobi

Dias 2 – 4: Lakipia (Quênia)

No dia seguinte pegamos um aviãozinho particular em direção a Sosian, uma propriedade privada do Offbeat Safaris (a agência que organizou a viagem no Kenya).

Chegada em Sosian

Chegada em Sosian

A ida para Sosian já é uma experiência, já qiue o avião voa bem baixinho e pousa no meio do nada. A propriedade é perfeita para passar uma lua de mel com todo o luxo: são pouquíssimos quartos, super exclusivos. Nosso quarto era na verdade um bangalô super legal com um banheiro gigantesco.

Estávamos sozinhos em Sosian e tudo foi preparado de acordo com nossas preferências. Os passeios que nossos guias organizaram em Sosian foram inesquecíveis. Dentre eles destacaria: (1) o amanhecer com café da manha na montanha, (2) o almoço na beira do rio vendo os elefantes, (3) o jantar a céu aberto preparado em volta a uma fogueira e (4) o banho de cachoeira. Fora isso, claro, a busca aos leões.

Amanhecer sosian

Amanhecer Sosian

 

Amanhecer em Sosian

Cachoeira Sosian

Cachoeira em Sosian

Dias 5 – 7: Massai Mara Quênia

Pertinho de Sosian pegamos um outro aviãozinho e fomos para Massai Mara, o parque mais famoso do país. Poucos segundo depois de entrar no carro vimos uma família de leões. A fauna do local impressionou desde os 15 primeiros minutos de visita.

Elefantes Mara

Lá nos alojamos num acampamento, também super luxuoso. Em nenhum momento você nota que está acampado, o quarto e o banheiro são tão luxuosos que a sensação é de estar em um hotel.

Banheiro Mara

Quarto Mara

 

Detalhes do camping: quarto e banheiro

Em Massai Mara também fizemos os safaris sozinhos, com nossos dois guias acompanhando. Tivemos momentos inesquecíveis como a migração de gnus, gazelas e zebras (e alguns sendo devorados por crocodilos durante a passagem pelo rio).

Migraçao Mara

Como era nossa lua de mel, o pessoal do acampamento nos presenteou com um jantar exclusivo e super romântico numa tenda à parte. Um detalhe que nunca vamos esquecer.

Além disso, tomar café da manha no meio do parque e beber vinho assistindo uma família de leos descansando no final da tarde foram alguns dos pontos altos da viagem.

Vinhos tarde Mara com leoes

Dias 8 – 10: Mahé (Seychelles)

Depois de seis dias de safari seguimos para Seychelles, e nos alojamos na ilha de Mahé, a ilha principal de Seychelles, onde chegou o nosso vôo. Em Mahé é imprescindível alugar carro, porque a ilha é bem grande e não dá para fazer quase nada caminhando. O aluguel pode ser feito rapidamente no próprio aeroporto.

Mahe 1

Optamos por não ficar no centro, queríamos ficar perto das praias mais bonitas. O hotel que ficamos em Anse Boileau era uma casa simples mas com uma vista espetacular e super confortável. O pessoal do hotel nos deu várias dicas sobre as praias mais bonitas e os melhores restaurantes.

Comemos super bem em Mahé. Poucas vezes repito um restaurante em uma viagem, mas em Mahé  me apaixonei pelo centollo com ginger sauce do Chez Plume, que aliás comi sozinha na segunda visita.

Algumas prais de Mahé são maravilhosas. As praias de Petite Anse e Anse Intendance, assim como todas as praias do sul da ilha são paradisíacas. A Sunset Beach, no norte da ilha também é super linda.

Mahe - Seychelles

Dica importante: Tenha sempre o equipamento para snorkeling no carro! Ele é super útil em Seychelles!

La Digue - Seychelles

Dias 11 – 15: Praslin e excursão a La Digue (Seychelles)

De Mahé pegamos um barco para Praslin. Devolvemos nosso carro (no próprio porto), e já ligamos para um contato de aluguel de carros em Praslin, para que quando chegássemos lá o carro já estivesse esperando por nós no porto.

Praslin 9

Nessa ilha também é importante ter carro. É uma ilha menor que Mahé, mas se a ideia é conhecer as praias mais bonitas e o centro da ilha um carro facilita bastante.

O nosso hotel estava localizado em Anse Bois de Rose. Achei o hotel um pouco caro, principalmente para viajantes como nós, que passamos o dia todo fora, mas o pôr do sol no deck era espetacular.

Em Praslin fizemos um mergulho (encontramos um centro em Anse Volbert) que nos decepcionou um pouco, já que a visibilidade não era tão boa como imaginávamos. Em compensação nas próprias praias se vê muita vida, inclusive tubarões bem grandes (Anse Lazio é conhecida por alguns ataques). O mais bonito que vimos foi um filhote de tubarão martelo na beira da praia, com água pelo joelho.

Praslin Mergulho 2

Praslin Mergulho

As praias de Praslin são espetaculares. Anse Lazio é sem dúvida a mais espetacular, uma das praias mais bonitas que já estive e ótima para fazer snorkeling. Para ir mais de uma vez!

Praslin 4

Praslin 5

Pra quem gosta de praias menores, uma ótima opção é a anse Georgette, mas para chegar lá preciso reservar e a caminhada é longa. Se for, leve algo para comer. Anse Volbert também é uma paraia agradável, mas em termos de beleza, não se compara a Anse Lazio. O bom é que tem muitos restaurantes por lá

Praslin por do sol hotel 2

No centro da ilha recomendo a visita à Reserva Valee de Mai para conhecer o Coco de Mer e suas formas masculinas e femininas. É bom contratar um guia para entender um pouco da flora local.

Coco de Mer - Praslin

Se come muito bem em Praslim. Amamos o restaurante Café dês Arts, em Anse Volbert. Os frutos do mar são deliciosos e o restaurante tem um clima super gostoso para jantar. Também gostamos muito do restaurante Bonbon Plume, em Anse Boudin. Só pela vista o almoço já vale a pena!

Excursão de um dia para La Digue

De Praslin pegamos um barco e fomos passar o dia em La Digue, uma ilha ainda menor . Lá o legal é alugar uma bicicleta ainda no porto e percorrer a ilha, que tem só 2.000 habitantes e um clima de cidade pequena. É uma delícia passar o dia em La Digue e com uma bicicleta dá fácil para conhecer a ilha inteira.

La Digue - Seychelles

As praias são maravilhosas e tem muita vida marinha. A praia Anse Source D’Argent está dentro de uma parque e é uma ótima praia para fazer snorkeling. Dentro desse mesmo parque estão as famosas tartarugas gigantes de La Digue.

Tartarugas gigantes La Digue

Também recomendo fazer a trilha para conhecer as praias Grand anse, Petit Anse e Anse Coco. As duas primeiras são lindas mas a ultima foi a que mais gostei. É difícil encontrar uma sombra, então não esqueça levar muita proteção solar e água, pois a praia é praticamente deserta.

La Digue 3

Dia 16: Nairobi (Kenya)

Depois de uma semana em Seychelles, voltamos para Nairibi, onde passamos um dia mais.  Como já tínhamos conhecido o centro, decidimos visitar o Nairobi Education Centre, uma espécie de orfanato para animais que já não podem viver na selva. Lá pudemos dar de comer às girafas e chegamos bem perto dos leões.

Nairobi - Alimentando a girafa

Jantamos em um restaurante maravilhoso chamado Talisman. As samosas estavam tão deliciosas que acabamos pedindo outro prato. O único problema é que esse restaurante está longe do centro e a cidade tem um trânsito horrível. A viagem de táxi não foi barata, mas valeu a pena!

Perguntas & Respostas com Paula e Gonzalo

Vocês montaram o roteiro sozinhos ou com agência?

Os safaris fizemos através do Offbeat Safaris. Recomendamos a todas as pessoas que pensam em ir ao Kenya! Eles sabem programar uma viagem inesquecível e na medida.

A parte de Seychelles fizemos por conta própria. Gostamos de sozinhos e preferimos reservar os hotéis um pouco antes de ir, para não ficarmos amarrados a roteiros. Em lugares de praia preferimos hotéis confortáveis que não sejam excessivamente caros, já só vamos ao hotel para dormir.

Almoço Sosian vendo elefantes 1

Almoço com os elefantes em Sosian

Porque vocês escolheram Quênia e Seychelles?

Eu (Paula) nunca tinha pensando em fazer um safari, mas Gonzalo já queria há algum tempo, já que ele tem vários amigos que já tinha feito. Quando ele propôs achei uma ótima ideia, desde que metade da viagem fosse praia. Depois de pesquisar, vimos que Seychelles era um destino mais exclusivo que Tanzânia, que havíamos pensado inicialmente. Também é um destino mais caro, o tipo de lugar que você só vai na lua de mel.

Qual foi o lugar que vocês mais gostaram?

Massai Mara sem dúvida. Mas muito se deve à organização do Offbeat Safaris. Eles fizeram nossa viagem perfeita do início ao fim. Acho que se tivéssemos contratado um safari mais ou menos não teria sido a mesma coisa (vimos muitos carros com gente pendurada por todos os lados, enquanto nós estávamos sozinhos, com todo luxo possível).

Guias Mara

 

Guias com manada de Gnus ao fundo

Leoes Mara

 

Qual foi a experiência mais incrível? E a mais diferente?

A experiência mais incrível foi presenciar a migração em Massai Mara depois de horas de espera. A mais diferente foi jantar a céu aberto, em volta a uma fogueira no meio do mato em Sosian, com todos os ruídos dos bichos em volta.

Café da manha Mara

Café da manhã em meio a natureza

Alguma furada, ou algo que vocês detestaram?

Detestar não detestamos nada, mas não gostamos muito de Nairobi. É uma cidade feia e caríssima, mas tínhamos que parar lá já que os voos não casavam perfeitamente. Pelo menos a comida salva a visita. ☺

Vocês mudariam algo no roteiro?

Não mudaríamos nada. Seis dias de Safari são suficientes, mais que isso é cansativo. E uma semana na praia também é um tempo ótimo.

Vocês recomendariam esse roteiro para outros casais de lua de mel?

Totalmente. A África é um continente incrível e surpreendente. As pessoas são encantadoras. A comida é deliciosa. E um safari é um tipo de experiencia que todo viajante deveria ter. E as praias para descansar na segunda parte da viagem são essenciais.
Mahe 3

Que dicas vocês deixariam para outros casais que pensam em fazer uma viagem parecida com a de vocês?

  • Se for para o Quênia, entre em contato com a Offbeat Safaris para pedir orçamento. Eles inclusive organizam a parte da praias se for dentro do Quênia. Se a ideia é ir para outro lugar de Safari, pesquise uma boa empresa, porque faz toda diferença.
  • A comida criolla é deliciosa. Em Seychelles não deixe de comer centollo.
  • Em Mahé e em Praslin não deixe de alugar carro para percorrer as ilhas.
  • O passeio de bicicleta em La Digue também é um must.

Sobre a Paula e o Gonzalo

Praslin

Nós nos conhecemos em março de 2010 uma reunião de trabalho no Rio. Em Novembro do mesmo ano eu (Paula) fui transferida para Madri e em menos de 2 anos nos casamos duas vezes: uma em Madri e uma em Búzios. Nossa primeira lua de mel foi no Quênia e Seychelles. A segunda em Noronha. Nove meses depois da nossa segunda lua de mel nasceu Pedrinho, que como nós ama viajar e já coleciona alguns carimbos no seu passaporte.

Além dessa lua de mel incrível, a Paula e o Gonzalo já fizeram muitas viagens bacanas pelo Brasil e por mundo. Dá só uma olhadinha quanta coisa legal tem no site deles, o Bite Me Mad.

 

 

Roteiro

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

2 comments

Post a new comment

Veja também