Chegada no aeroporto de Dubai

6

Depois de um vôo horrível de 15 horas (com direito a todas as crianças do avião do ladinho da minha orelha) aterrissei em Dubai. Fui recebida por uma moça de plaquinha (cortesia do querido amigo Mohamed) que agilizou meu procedimento chegada ao máximo.

Carrinho de golf no aeroporto

 

E como tava todo mundo de lenço, botei o meu na cabeça… mas logo depois percebi que Dubai é bem sossegada e usa lenço quem quer.

Fazendo graça no aeroporto de Dubai

Subi num desses carrinhos de Golf que correu como louco pelo aeroporto ultrapassando as pessoas e buzinando. Esse carrinho esperto me economizou uma bela de uma caminhada, e com o privilégio da hostess pude passar direto pela fila de imigração (que estava bem razoável) e ir direto para a cabine ter meu passaporte e visto checados.

Chegada em Dubai

O visto de Dubai

Tirei meu visto online, pelo site da Emirates e levei pouco menos de uma semana. Como tirei um visto para até 96 horas em Dubai, tudo o que precisei foi ter minha reserva de hotel mãos e passagem comprada. O visto custou 70 dólares. Saindo o visto, foi só imprimir e trazer. fácil, fácil!

Imigração em Dubai

Com a moça esperta que meu amigo Mohamed contratou, a imigração foi moleza, uma das mais rápidas da minha vida. Mostrei os documentos, e pronto: carimbo no passaporte! Antes de entrar oficialmente em Dubai, minhas malas passaram por um raio X e pronto. Como viajei só com mala de mão, levei menos de 20 minutos entre saída do avião, imigração até entrar no taxi. Record! Mal cheá guri em Dubai e já curti a eficiência.

Choque cultural imediato

E sabe o queimais me chamou a atenção nessa chegada a Dubai? A roupa dos homens. Muito surreal ver a galera de branco com o cabelo coberto. Ainda não vi tantas mulheres de burca e percebi que a cidade é mais liberal do que eu pensava. Para as mulheres, não é obrigatório usar lenço na cabeça e em algumas praias dá até pra usar bikini! Oba!

Outra coisa legal pra caramba são as placas em Árabe. Preciso fotografar algumas! A escrita deles é super bonita deixa tudo com uma cara meio exótica, ainda não me acostumei.

Dinheiro em Dubai

Anda no aeroporto, saquei um pouquinho de dinheiro de Dubai. Sem saber precisamente a cotação, saquei 300 dirhans (na dúvida, chame de dinheiro que tá fazendo), o que depois descobri que é equivalente a 80 dólares. Devia ter sacado um pouco mais. A máquina, é metade em inglês e metade em Árabe e me fez pensar mais do que eu gostaria depois de 15 horas de vôo. #Nofinaldeutudocerto

Dirhans -Dinheiro dos Emirados  Árabes

O táxi rosa

Por fim, me despedi da amável hostes paquistanesa, e peguei meu primeiro táxi Rosa (táxi exclusivo para mulheres) da viagem. Tirei um foto correndo e a foto saiu uma droga, mas vou tentar tirar outra durante viagem pra mostrar pra vocês. A motorista era super gente boa e veio batendo papo comigo até o hotel. Minha corrida custou 85 dinheiros.

Taxis rosa - Dubai

Taxis para mulher em Dubai – pena que a foto ficou uma droga.

Taxista mulher em Dubai

A motorista do taxi rosa também usava lenço rosa!

Do aeroporto ao centro de metrô

Pra quem chegar menos cansado do que eu cheguei, uma dica bacana e super fácil de usar é o metrô de Dubai (testei na volta para o aeroporto e adorei). O metrô é bonito, eficiente e baratíssimo! Olha só que modernoso:

Metrô de Dubai

metrô de Dubai

Koubba: um barzinho espetacular em Dubai

À noite sai pra jantar com o Mohamed e seus amigos num barzinho super legal chamado Koubba dentro do Hotel Madinat Jumerah. O lugar é super legal, na beira do rio e com uma vista linda pra cidade e para o hotel Burj Al Arab.

Dubai

Lustre extravagante no hotel Hotel Madinat Jumerah.

Burj Al Arab - Dubai

Burj Al Arab visto da nossa mesa no Koubba

 

O ambiente do Koubba é o máximo. A decoração é toda caprichada no melhor estilo árabe com direito a lustres extravagantes, tapetes coloridos e paredes de madeira repletas de relevo.

Koubba - Dubai

Comemos apéritives árabes deliciosos (pedimos um mezzes quente e outro frio), tomamos drinks caprichados e fechamos a noite bebericando o tradicional – e quentíssimo – chá árabe de hortelã. Tudo muito bonito e muito gostoso.

thumb_IMG_6384_1024

E antes de ir embora, demos um voltinha pelo hotel e seus pomposos canais à la Veneza :).

Hotel Madinat Jumerah - Dubai

Pra fechar o dia, demos uma voltinha por Dubai e passeamos pelo Hotel Palm Atlantis.

Dubai - Hotel Palm Atlantis

Já deu pra ver que mal cheguei em Dubai, e já saí aproveitando, né?! Nos próximos posts contarei um pouco mais das minhas impressões da cidade com muitas dicas de passeios e restaurantes, mas já adianto: Dubai vale super a pena!

Aeroporto

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

6 comments

Post a new comment

Veja também