Yosemite Park: as vistas da Upper Yosemite Falls

2
Upper Yosemite Falls

O Yosemite Park é um lugar especial para quem quer quebrar a rotina da viagem pela Califórnia com vistas espetaculares e paisagens inesquecíveis. Uma das trilhas (de nível difícil) mais populares do parque é a Upper Yosemite Falls (parte de cima da cachoeira Yosemite), uma trilha de 15 Km repleta de paisagens lindas e vistas panorâmica do Yosemite Valley. Nesse post divido com vocês nossa experiência na trilha e dicas para quem planeja fazer esta caminhada. Vem comigo!?

Yosemite Park: as vistas da Upper Yosemite Falls e Yosemite Point

Já disse e repito: Nada no mundo me impressiona tanto quanto o Yosemite, desde que nos mudamos para cá, há pouco mais de três anos , já visitamos o parque umas dez vezes e não temos a menor pretenção de parar. Muito pelo contrário, quanto mais Yosemite vemos, mais queremos visitar! A escolhida dá vez, uma trilha que já estava no nosso radar faz tempo: Upper Yosemite Falls, no coração do Yosemite Valley e que vista lá de baixo, é uma das paisagens mais lindas do Yosemite. Nossa grande dúvida era, será que a parte de cima da cachoeira Yosemite é tão especial quanto a vista lá de baixo? Será que a caminhada vale a pena? Sim e Sim! A cachoeira é linda, e a trilha é toda especial, para quem está acostumado a longas caminhadas, fica a dica!

Veja também: Guia completo para organizar sua viagem ao Yosemite

A trilha: distância, ganho de altitude & ponto de partida

Vista topo da Yosemite Falls

Curtindo a vista no topo da Yosemite Falls

Distância total:Yosemite Falls + Yosemite Point: 15 Km

Essa é uma trilha pesada. São 15 Km de distância (é bem verdade que você pode optar por não chegar até o Yosemite Point e parar no quilómetro 12), ou fazer o que muita gente faz: caminhar somente as 1.2 milhas (cerca de 2 Km) iniciais, ver o mirante das “duas cachoeiras” e voltar. [Veja como na sessão “PULO DO GATO” abaixo].

Ganho de altitude: 890 metros até o topo do Yosemite Point

Além dos 15 Km de trilha, prepare-se para 790 metros de ganho de altitude até o topo da Upper Yosemite Falls e mais 100 metros, ou seja 890 metros, até o topo do Yosemite Point. A trilha é inclinada do começo ao fim, e o solo é muito mais pedregoso e instável do que eu gostaria. Mas, vale falar que a trilha está bem cuidada, bem demarcada, e que é praticamente impossível se perder.

Ponto de partida: onde começar

Essa trilha tem início no Camp 4, parada número 7 do shuttle do Yosemite, uma depois da Lower Yosemite Falls. Como você já vai andar bastante, pegue o shuttle entre o estacionamento e o ponto de início da trilha.

Mapa da trilha

O Yosemite Hikes, um site que eu adoro, fez este mapa caprichado e detalhado da caminhada. Gostei tanto que compartilho com vocês o mapa, e deixo a dica: o site é D+!

Quanto tempo demora?

O site do Yosemite indica entre 6 e 10 horas para completar esta caminhada. Eu e o Gu, levamos 5:50 (quase as 6 horas) incluindo uma parada generosa no topo, parada para almoço e várias paradinhas para descanso. Não foi uma hike fácil, mas as 6 horas estipuladas estão bem dentro para alguém que esteja acostumado a caminhar.

Preparação e o que levar?

Como 12 ou 15 Km não é pouca coisa, sugiro que você se prepare bem para essa trilha. Again, não é uma trilha fácil!

Preparação & cuidados durante a caminhada

  • Boa forma física: tenha absoluta certeza que você aguenta caminhar essa paulada antes de começar a caminhada. O Yosemite tem muitas hikes bacanas e você não precisa ir além do seu limite para ver coisas lindas. Se achar que 12 Km é demais para você, caminhe apenas os 4km iniciais.
  • Saia cedo ou leve lanterna para caminhar a noite: a trilha leva em torno de 6-10 horas, eu se fosse você sairia cedo para ter tempo de aproveitar a cachoeira com calma e voltar antes de escurecer.
  • Respeite os limites do seu corpo: Pare para descansar sempre que o corpo pedir e beba muita água. Cansaço e desidratação causam muitos acidentes feios em trilhas.
  • Caminhe com atenção: O caminho é íngreme e repleto de pedras que se movem, caminhe com cuidado e cuide para não torcer o pé.

O que levar/ Usar:

  • Roupas confortáveis (de preferência próprias para trilha)
  • Sapato de trilha (de preferência de cano alto para proteger seu tornozelo)
  • Água, pelo menos 2 litros e meio por pessoa (ou pastilhas para tratar a água da cachoeira lá no alto)
  • Protetor solar: o sol bate forte pacas
  • Chapéu: seu melhor amigo do descampado de quase 5 km
  • Máquina fotográfica (de preferência leve, a minha é das grandes e pesou!) ou celular carregado
  • Comida: leve uma refeição completa + lanche. Nós levamos um sanduba + frutas secas, nozes e barrinhas de cereal.

PULO DO GATO: Alternativa para quem não aguenta caminhar tanto, mas não abre mão de ter vistas lindas!

Distância caminhada: 4 Km | ganho de elevação: 300 metros| vistas espetaculares do vale e da cachoeira

Se sua forma física não está aquela belezura, mas você ainda sim quer ver a cachoeira – e o vale do Yosemite do alto – caminhe as primeiras 1.2 milhas da trilha, e assim que a bifurcação aparecer, vire a direita. Esta pequena entrada, bem próxima ao momento que se avista a cachoeira pela primeira vez, é o único lugar da trilha de onde é possível enxergar a Upper e a Lower Yosemite Falls (parte de cima e de baixo da cachoeira) juntas. O mirante é espetacular e vale cada centímetro caminhado. Depois do mirante, é hora de dar meia hora e voltar.

Upper Yosemite Falls


Nossa experiência na Upper Yosemite Falls

Começamos a trilha tarde. Já eram quase meio dia e o sol estava de rachar. Estávamos com dois litros de água em cada Camel Back, mas para garantir, compramos uma garrafinha de suco de maça, e sanduíches no supermercadinho do Yosemite. Também levamos frutas secas e barrinhas de cereal que foram essenciais para repor nossa energia durante a caminhada. Para economizar uns passos, tomamos o ônibus gratuito do Yosemite até o ponto de inicio da trilha, e dalí começamos nossa subida.

Primeiros 800 metros de trilha

Os primeiros 800 metros de trilha são os mais chatos do planeta, uma escada de perdas em zigue-zague que parece não ter fim seguida de uma trilha bem fechada. Subida pura e sem nada para ver.

Passados esses 800 metros iniciais, o vale começa a dar o ar de sua graça e mostrar suas cores. O Half Dome, um bloco de granito imenso e maravilhoso aparece na paisagem pela primeira vez. Lá embaixo o Yosemite Valley, um gramadão repleto de pontinhas de pinheiros, contornado pelas curvas do rio expressa que apesar da pouca distância caminhada, já havíamos subido pra caramba!

Yosemite Valley visto da trilha

Primeira vista do dia: um bom começo

Alguns metros adiante, o primeiro mirante do dia. Tão bonito, mas tão bonito que o escolhemos para fazer a primeira pausa do dia e comer uma frutinha. Que lugar lindo! Reparem que lá embaixo no Yosemite Valley está a piscina do Yosemite Lodge at the falls (que está aberta para não hospedes mediante o pagamento de $5,00 por pessoa! Uma verdadeira bagatela no sol de rachar!), e fazia tanto calor que a piscina era praticamente uma miragem. Pena que estava longe.

Yosemite Valley visto da trilha

Cenário da nosa primeira parada

Avistando a Upper Yosemite pela primeira vez

Seguimos a caminhada, subindo, descendo (pena! porque tudo o que desce sobe 🙁 ) e contornando as montanhas do parque. Aos poucos fomos fomos ganhando altitude e chegamos no tão esperado mirante. Aqui, há cerca de 2 Km do início, avistamos pela primeira vez a Upper Yosemite Falls, e que belezura!

Yosemite Falls & Half Dome

Upper Yosemite & Half Dome

O mirante secreto: Upper & Lower Yosemite na mesma foto

E falando em mirante, seguimos a dica de um companheiro de trilha e viramos a direita na primeira e única bifurcação do caminho, entrada certeira para o único mirante do caminho onde se pode enxergar a parte de baixo e a parte de cima da Yosemite Falls juntas. Esse mirante também tem uma vista espetacular das montanhas do Yosemite incluindo o Half Dome. Um dos pontos altos do passeio. Sem dúvida!

Mirante Upper & Lower Yosemite Falls

Mirante das duas cachoeiras – a foto infelizmente não reflete a vista

Subida brava!

Continuamos a subida braba curtindo o barulho da cachoeira, cada vez mais próxima, e aproveitando cada uma das vistas que iam surgindo. Esse segundo trecho é bem bonito, e bem especial. Os sons da natureza fazem a subida ficar menos dura. Curti esse pedaço.

Trilha Upper Yosemite Falls

Degraus de pedra infinitos na subida da Yosemite Falls

Upper Yosemite Falls

Upper Yosemite Falls

Ultima vez que vimos a Cachoeira antes de chegar no topo dela.

O que não curti foi o pedaço a seguir, um trecho bem íngreme, sem nenhuma vista da cachoeira e sem nada de sombra. Um trecho duro e dolorido. Minhas pernas pararam de funcionar e por duas vezes tive que parar para descansar. Achamos uma sombra caprichada, e aproveitamos para recuperar as energias devorando nosso sanduba regado a suco de maça, um verdadeiro banquete para nosso dia aventureiro. Com o almoço ganhei um bocado de energia para encarar este trecho final. 0.8 milhas para o final, Yosemite Falls estamos chegando!

Chegada na Upper Yosemite Falls

Este último trechinho passou num piscar de olhos, e quando menos percebi estávamos no alto da cachoeira tirando as vistas do Vale. O precipício é absurdamente alto, e tem sempre muita gente louca se metendo na borda, eu não arrisco muito e mantenho uns três bons metros de distância, o que para o Gu já é perto de mais. Limite é assim, cada um tem o seu, e não se brinca com o limite alheio.

Half Dome - Trilha Upper Yosemite Falls

No topo da Yosemite Falls

Faltava muito pouco para chegarmos na boca da cachoeira, um conjunto de piscinas naturais geladíssimas e muito refrescantes. Foi só descer um pequeno trecho e travessar um trilha fininha e escorregadia pela pedras- cuidado nesse pedaço, quase levei um escorregão feio, o que significaria no mínimo uma coleção nada bacana de arranhões na pedra, o medo de cair lá embaixo me deixou esperta da Silva e muito mais cuidadosa. Ufa!

Topo da Yosemite Falls

Piscinas naturais no topo da Yosemite Falls

Banho de cachoeira

O Gustavo que sofre dez vezes mais com o calor do que eu, quase chorou de emoção ao ver as piscinas cheias de gente nadando. Ele caiu rapidinho e parecia uma criança nadando. Eu também caí, me esfriei, e saí. Ainda que o calor estivesse forte, já passei da época da piscina fria. #MariFriorenta

Topo da Yosemite Falls

E foi essa a piscina escolhida para o nosso mergulho

Mas não posso negar que as águas frias recarregaram nossas energias e nos deixaram com vontade de continua a trilha até o Yosemite Point. Foram 3 Km extra (ida e volta) recompensados por um panorama todo especial do vale.

Ideia para o futuro: Picnic com os amigos!

[Percebemos que muitos grupos de amigos fazem essa trilha de manhã cedinho para passar a tarde curtindo as águas da cachoeira e fazendo picnic, achei a ideia o máximo, e prometo imitar em breve :)]

Vista da Upper Yosemite Falls

E olha só a nossa próxima parada no cantinho esquerdo da foto: Yosemite Point

Trilha para o Yosemite Point

O trecho que liga a Upper Yosemite Falls ao Yosemite Point é de pouco mais de 1,5 Km um trecho relativamente fácil se comparado ao restando do caminho. Depois do banho de cachoeira, subimos a rampa fácil e contentes. Lá no alto, mais uma vista toda linda toda vale, dessa vez com o Half Dome no centro e dezenas de outras montanhas no fundo. Bem especial! Curtimos a vista uns dez minutinhos e nos preparamos para descer!

Vista Yosemite Point

Vista Yosemite Point

A descida

A descida foi mais fácil e mais rápida do que esperávamos. Meu joelho, de uns tempos para cá, começou a reclamar de descida, então sou mais lenta e mais cuidadosa do que gostaria (e estou tratando o mal-criado com sessões semanais de fisio e acupuntura), dessa vez o joelho aguentou bem e a descida – apesar das pedras que não paravam de sair do lugar tentando – sem sucesso – me derrubar, tudo correu dentro do planejado. Fechamos a caminhada em 5 horas e 50 minutos, felizes com o exercício e prontos para o churrasco que viria a seguir!

E vale a pena?

MUITO! Adorei a trilha, amei as vistas, chegar lá no alto do paraíso e ainda tomar banho na nascente da cachoeira foi algo mágico e fez com que cada segundo valesse a pena. Super recomendo a experiência! Não deixe de subir até o Yosemite Point, o panorama lá do alto compensa os 3 Km a mais de trilha! Quem for mais cedo do que nós, terá mais tempo para curtir as águas da cachoeira e tomar sol lá no alto do paraíso!


E aí, curtiu a dica?

Alguém aí já fez a trilha e quer dividir com a gente o que achou?

Acompanhe nossas viagens! Siga nosso Instagram!

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

2 comments

Post a new comment

Veja também

A Sangria mais barata de Madri

O Hostel Cats, além de ser uma excelente opção de hospedagem em Madri, é um hostel animado com um bar bacana e a melhor Sangria ...