Férias em Malta

0
Férias em Malta

Tá planejando passar férias Malta? Veja este post repleto de dicas! Saiba o que visitar, onde se hospedar, melhores praias e muito mais. Pronto para se apaixonar por Malta?

Férias em Malta

Texto & imagens: Ana Carolina e Juliana Cruz

Malta, é um país independente, um arquipélago no Mar Mediterrâneo pouco mais de 90km ao sul da ilha da Sicília na Itália. Embora Malta não pertença à Itália, você com certeza encontrará muitos italianos por lá. 😉

Malta no Mapa

Por que passar férias em Malta?

Malta tem muita coisa para oferecer! O pequeno país combina uma parte histórica para lá de interessante com paisagens naturais de tirar o folêgo! Um cantinho regado de surpresas e que vai te conquistar desde os primeiros momentos.

Quantos dias?

7 dias é um tempo bacana para curtir o melhor da ilha e descobrir as principais atrações. Nós passamos 9 dias em Malta e amamos de paixão. Mas se você quiser e, se for durante a temporada (de maio à setembro), encontrará coisas (programações) para fazer todos os dias!!! Quem tem menos tempo poderá enxugar essa sugestão e ainda assim aproveitar bastante as férias em Malta.

Férias em Malta

Dingli Cliffs em Malta

Como chegar do aeroporto ao centro?

Há diversas formas de chegar do aeroporto ao centro de Malta. Transfers coletivos, táxis e até ônibus. O transporte público em Malta é fácil de usar e te conecta a qualquer lugar da ilha.

  • Transfers coletivos: os preços variam conforme a localização do seu hotel, mas custam em média 7 euros por pessoa (cada perna/one way).
  • Táxi: por curiosidade, perguntamos o preço e os táxis costumam cobrar 20 euros até St. Julian, não é taximêtro, por tanto, pergunte o preço antes de embarcar.
  • ônibus:  é possível escolher entre três opções de bilhetes: o simples (2 euros e vale por uma única viagem); o semanal (21 euros e tem passagens ilimitadas) e um combo de 12 passagens por 15 euros. Foi este último que escolhemos pois poderíamos usar as duas (eu e a Ju, minha irmã e companheira de viagem) o mesmo bilhete.

Nossa escolha

Nossa escolha foi pelo busão mesmo, afinal não tínhamos restrições de horário e estávamos viajando no   “estilo backpackers”. A viagem foi bem tranquila e nos mostrou que seria bem fácil usar transporte público em Malta.

Ficamos hospedadas em  St Julian, a maioria dos hotéis, pousadas e hostels estão nessa região. O número dos ônibus que vão pra lá são o X2 ou TD2, a parada onde ficamos hospedadas chama-se “Ross”, bem próximo aos bares/baladas.

Em Malta todas as paradas de ônibus tem o número dos ônibus que passam por ali e o itinerário que ele irá fazer, parecido com o metro mesmo…

Férias em Malta

Carol e Ju em Valleta, a capital de Malta

Vale a pena alugar carro em Malta?

Sobre nossa opinião em alugar carros em Malta:

  1. A mão de carros é inglesa – portanto deve-se tomar muito cuidado, quase tivemos um acidente.
  2. 

As vias são estreitas e geralmente de mão dupla, por isso é necessário ter habilidade para dirigir.
  3. 

A ilha parece pequena, mas na realidade as praias e atrações são bem longe umas das outras. As estradas, ruas e avenidas não seguem uma linha reta.
  4. 

Em quase todas as praias e atrações turísticas tem estacionamentos gratuitos, como fomos em setembro não tivemos muito problema para estacionar, já que estava terminando a alta temporada.
  5. As atrações noturnas (restaurantes, bares e baladas) a maioria fica em St. Julian, portanto, se vc escolher se hospedar por lá não precisará de carro à noite…fará tudo à pé!
  6. A sinalização embora seja boa é de difícil compreensão. Dependendo do lugar não tem placas e como os nomes são difíceis complica um pouco, mas também não é nada impossível. Sugiro andar sempre com GPS.
  7. Caso decida alugar um carro, lembre-se que você poderá pegar um pouquinho de trânsito dependendo do percurso.



Conclusão:

Nós não recomendamos alugar carro, achamos que dá para se virar tranquilamente em Malta sem carro. O sistema de ônibus funciona muito bem, pra quem não quer ter nenhum tipo de surpresa é a melhor opção!

Além disso, em casos específicos, como ir para o aeroporto (trecho St. Julian até o aeroporto é aproximadamente 20 euros) ou algum passeio pontual, sugerimos o deslocamento com táxi, que não é caro

Onde se hospedar?

A maioria dos hoteis de Malta está em San Julian, uma região bem badalada, repletas de restaurantes e lojinhas e bem fácil de acessar.

Para os econômicos

PV Hostel: opção econômica testada e aprovada por nós

O hostel que escolhemos foi “PV Hostel”, nos surpreendeu positivamente. Localização excelente, no meio do buxixo e um ótimo custo benefício. Ficamos hospedadas em quarto feminino com 4 camas e banheiro privativo, pagamos 16 euros por pessoa por noite, sem café-da-manhã (o que não foi um problema pois opção de café da manhã é o que não falta na região.  Veja ofertas para o PV Hostel aqui.

Férias em Malta

PV Hostel em Malta | Foto: divulgação

Inhawi Boutique Hostel: Cool e ultra bem avaliado

Bem localizado, todo moderninho e com vista pro mar. A piscina é um charme e faz o maior sucesso entre os hospedes. Veja ofertas para o Inhawi aqui.

Férias em Malta

Inhawi Boutique Hostel | Foto: divulgação

Férias em Malta

Inhawi Boutique Hostel | Foto: divulgação

Marco Polo Hostel: Terraço animado com vistas para a cidade.

Bem localizado, e animado o Marco Polo tem um terraço bacana com churrasqueira e vistas para a cidade. O Hotel tem quartos coletivos estilosos com beliches coloridos e várias opções de quartos individuais. Veja ofertas para o Marco Polo aqui

Férias em Malta

Marco Polo Hostel | Foto: divulgação

Para os descolados

Hotel Valentina: moderno e bem localizado

Localização impecável, quartos bem funcionais, piscina caprichada e um staff bem treinado são algumas das características do Hotel Valentina. Um endereço confortavel e descolado em Malta. Veja ofertas para o Hotel Valentina aqui

Férias em Malta

Hotel Valentina | Foto: divulgação

Férias em Malta

Hotel Valentina | Foto: divulgação

Para quem quer um Hotel Top

Intercontinenal Malta: Completo e confortável

Um resort caprichado com quartos confortáveis e estrutura de lazer completa. Veja ofertas para o Intercontinental aqui.

Férias em Malta

Intercontinenal Malta | Foto: divulgação

Férias em Malta

Intercontinenal Malta | Foto: divulgação

The Westin Dragonara Resort: Clássico de frente pro mar

decoração clássica, piscina caprichada e vistas especiais. Veja ofertas para o Westin aqui.

Férias em Malta

Férias em Malta

The Westin Dragonara Resort em Malta

Veja ofertas para outros hotéis em Malta

O que fazer em Malta?

Aí vão nossas dicas para você aproveitar suas férias em Malta ao máximo! Mas antes de qualquer coisa, uma dica importante: como Malta é um arquipélago ha vários fatores que impactam as condições das praias (vento, sol etc), por isso, a cada manhã vale olhar o site Witch Beach e conferir se a praia/lugar que você escolheu é realmente uma boa pedida.

Malta no Mapa – Veja todas as atrações deste post sinalizadas no mapa

Blue Grotto: a caverna azul

Um dos nossos primeiros passeios em Malta foi o  “blue grotto” (caverna azul), cerca de 25 minutos de carro do hostel  – o lugar é privilegiado, cheio de paisagens bonitas, mas o passeio de barco achamos fraco, durou apenas 30 minutos e sequer tivemos tempo para tirar fotos dentro das grutas. O passeio custou 8 euros por pessoa.

Férias em Malta

Blue Grotto visto do alto

A cor da água dentro da gruta é algo que chama bastante atenção, mas essas foram as únicas fotos razoáveis do passeio de barco.. =(

Férias em Malta

Blue Grotto – olha a cor da água

Férias em Malta

Paradise Bay

No mesmo dia em que visitamos o Blue Groto, seguimos para o outro lado da ilha, sentido norte, em busca de uma praia com areia (muitas praias europeias, apesar do mar azul, tem pedras ao invés de areia. Bonito para fotografar? Talvez, mas nada como nossas praias de areias branquinha), chegamos em “paradise bay“, famosa por ser uma das poucas praias de areia de Malta. Chegando lá, tomamos sol e pegamos um pouco de praia.

Novamente a cor da água foi o que mais nos chamou atenção. Sinceramente não achamos nada demais, pelo contrário é bem pequenininha para os parâmetros brasileiros.

St. Peter’s Pool & Marsaxlokk

Lugar bem gostosinho onde as pessoas pulam do alto de uma pedra no mar. Na foto parece que não é tão alto, mas quando se chega lá dá aquele friozinho na barriga!

Férias em Malta

“Você pode”, é o que diz esse gravado na beira do precipício

Eu pessoalmente gostei muito desse lugar, é bem divertido pular e todo mundo fica tirando fotos e vendo os pulos das pessoas mais ousadas que arriscam mortais e outras piruetas.

Férias em Malta

E olha só a galera pulando

Leve comidinhas

Essa praia não tem areia e vale a pena levar um lanchinho, pois o local não tem mta estrutura. O único bar é longinho (e lááá em cima).

Como chegar?

A St. Peter’s Pool não é um dos lugares mais acessíveis da ilha. Para chegar lá corremos a um táxi (cerca de 20 minutos de viagem, a corrida custou 30 Euros.

Marsaxlokk: uma vila de pescadores charmosa

Na volta, paramos em uma vila de pescadores (Marsaxlokk) muita charmosa, com vários barquinhos coloridos, onde almoçamo.  Nessa vila há vários restaurantes de frente para o mar. Os preços são variados.

Férias em Malta

Barcos de pescadores em Marsaxlokk

Para chegar em Marsaxlokk pegamos uma carona, porque ou é isso ou é uma caminhada de uns 40 minutinhos…

Comino e Gozo

Recomendamos que quem tem tempo faça Comino e Gozo em dois dias diferentes. Nós fizemos tudo no mesmo dia, e achamos que não vale a pena. Ficou corrido e não pudemos aproveitar bem as belezas que cada lugar oferece.

Férias em Malta

Comino

Comida é uma das ilha do arquipélago de Malta. A ilha tem pouca  estrutura, por isso, o lugar é bem preservado.

O ponto alto de Comino é a famosa lagoa azul que foi cenário de vários filmes e séries de televisão. Realmente a cor da água e o lugar impressionam, no entanto, no verão fica cheio de turistas parecendo um grande “piscinão”, mas mesmo assim vale a pena o banho de mar e, obviamente, a vista!

Férias em Malta

Lagoa Azul em Comino

Outro ponto não tão legal, é que a lagoa azul, como quase todas as praias de Malta é de pedra, então, o acesso tem que ser feito com cautela e é mais agradável ficar no mar do que na praia. Leve havaianas! Você vai precisar delas!

Férias em Malta

Encosta fotogênica em Comino

Ahhh!! Uma curiosidade: a ilha tem esse nome porque é cheio de cominho (o tempero mesmo).

Gozo

Gozo é a segunda maior ilha do arquipélago de Malta, por isso, diferente de Comino é uma ilha com estrutura de cidade. Confesso que faltou um pouco de tempo, por isso, destaco que o ponto alto da ilha é a janela azul.

Férias em Malta

Janela azul em Gozo

Golden Bay

Golden Bay tem duas praias de areias (o que é raro em Malta) com pequena estrutura de bar e banheiro para passar o dia.

 Para chegar em Golden Bay prepara a panturrilha,  são uns 200 degraus para descer pra praia (e na volta 200 degraus para subir!)

Como chegar?

Saindo de Saint Julian, pegue o ônibus 225.

Coral Lagoon e Mellieha Beach

A Coral Lagoon foi um dos passeios que mais gostamos. O motivo? Segundo o próprio taxista que nos levou, é que o lugar é pouco explorado pelo turismo, portanto você encontrará poucas pessoas caminhando por lá.

Férias em Malta

Coral Lagoon

Além disso, o acesso também não é dos mais fáceis, tanto para chegar próximo ao local, quanto para caminhar pela rochas. O caminho é de cheio rochas ponte agudas, por isso, recomendo que vá de tennis.

Como chegar?

O trajeto que percorremos foi o seguinte: pegamos o onibus 222 que nos deixou na parada “arkax”, de lá pegamos um táxi até o início da pequena trilha…

Vejam as fotos:

Férias em Malta

Coral Lagoon

Coral Lagoon

Coral Lagoon

Chegando lá, não tem muito o que fazer, é apenas curtir essa obra da natureza e tirar muitas fotos bacanas!!!

Mellieha Beach

Na volta, fomos sentido Mellieha Beach, outra praia famosa por ser de areia. Essa praia é mais parecida com as nossas do Brasil, tem uma faixa de areia razoável e é um pouco maior que a Paradise Beach. O mar parece uma piscina, é super raso e não tem ondas.

Férias em Malta

Mellieha Beach

Sliema

Sliema é um lugar cheio de lojinhas e é onde se localiza o porto para pegar o ferry boat.

 Comemos uma pasta super saborosa em um restaurante chamado “café oasis“, achamos delicioso e pagamos o prato + bebida apenas 7 euros.

Cruzeiro pela Costa de Malta

Em seguida fizemos o cruzeiro pela costa – O cruzeiro passa por Valletta e pelas três cidades de Malta (Vittoriosa, Cospicua e Senglea.) – à noite. No verão o passeio foi bacana, no inverno imagino que deva ser frio porque venta bastante. (Esse passeio ganhamos de brinde ao comprar o passeio de barco por Comino, pelo que percebemos, qualquer passeio da ilha te dá esse passeio de presente).

Valletta

O conceito de cidade na maioria dos países europeus pode ser engraçado pra quem vive no Brasil, já que estamos acostumados com cidades grandes com milhões de pessoas.

Valleta em Malta

Vielas fofas do centro de Valleta

Valletta, capital de Malta, tem cerca de 5 mil habitantes e o passeio por ela leva poucas horas. A cidade está repleta de fortalezas, vielas fotogênicas e edifícios interessantes. Destaque para a Catedral de St. John , linda por fora e toda ornamentada por dentro com direito a afrescos bem conservados e muitos ornamentos dourados. Para uma vista caprichada suba até o Upper Barrakka Gardens.

Férias em Malta

Programação cultural

Embora pequena, Valletta oferece muitas atividades: não deixe de verificar a programação cultural da cidade, acabamos pegando um concerto de música clássica da orquestra sinfônica de Malta, que valeu mto a pena! Adoramos!

Mdina

Pegamos o ônibus 202 na parada de sempre, a “Ross”, próxima ao nosso hostel e seguimos para Mdina. A viagem é um pouco demorada, quase 1h, mas o lugar parece uma cidade cinematográfica.

Mdina é uma cidade murada no oeste de Malta e foi capital do país até 1570  quando a substituíram para Valeta. Mdina é o ponto mais alto de Malta, e de lá pode-se ver boa parte da ilha. Além disso, a cidade é cheia de ruas estreitas, com portas e janelas fofas!

Férias em Malta

Mdina em Malta

Férias em Malta

O principal ponto turístico de Mdina é a Catedral, que foi construída sobre os restos da primeira catedral que foi edificada em tempos medievais e destruída por um terremoto em 1693, mas tem outras atrações.

Para almoçar

Almoçamos no restaurante Bacchus, no jardim secreto, uma graça e a comida deliciosa. Eu escolhi um prato de comida típica maltesa, excelente opção para quem gosta de petiscos, e a Ju escolheu uma lasanha de creme branco com frango que também estava divina. O meu prato tinha um pouco de tudo:
 patê de lentilha
, Brusqueta
, Polvo
, Azeitonas Recheadas
, Queijo Temperado
 e carne de porco.

Férias em Malta

Restaurante Bacchus

Restaurante Bacchus

Para um lanchinho rápido

Pra quem preferir um lanche tem um lugar fora da cidade de Mdina, logo em frente, que chama Crystal Palace (pastizzeria) e lá vende o melhor “champs” que eu comi em Malta. Champs é tipo um salgado folhado com recheio de queijo, absurdamente barato, custa apenas 30 centavos, tem que experimentar!!!!

Dingli Cliffs

Pra quem gosta de tirar fotos aqui o lugar é perfeito e imperdível, tem um visual incrível, se for no pôr-do-sol então, sem palavras!

Férias em Malta

Dingli Cliffs em Malta

É um passeio no calçadão para apreciar a vista. O único ônibus que passa por esta parada é o de número 201, ou sentido aeroporto ou rabat. Tem que tomar cuidado porque passa uma vez a cada hora e se perder é só depois de uma hora…

Casino de Malta

Pra quem gosta de jogar é interessante, como eu amo jogar, me diverti mto!!!

Onde comer comida típica Maltesa?

Um dos nossos preferidos da viagem foi o Maltese Mama (19, Paceville Avenue, St Julian’s ), um restaurante bem perto do hostal e deliciooosoooo. Recomendamos muito este lugar.

Férias em Malta

Restaurante Maltese Mama

É um restaurante pequeno com algumas mesas dentro e outras na calçada, a especialidade é comida maltesa, que se assemelha muito à outras culinárias do mediterrêneo. O Maltese Mama não é dos mais baratos, mas vale super a pena!!!  Nossa conta saiu 18 euros por pessoa, sendo que nossa escolha foi um prato de lagostas com risoto de tomates deliciosos, acompanhado de batatas e salada! O prato é individual, mas bem servido, tendo em vista os acompanhamentos.

Depois de jantar fomos até a beira mar passear para fazer a digestão! Rs!

Bares e baladas em Malta

Passei meu aniversário em Malta, como caiu numa sexta-feira, nada como comemorar em grande estilo. Não é mesmo?! Um amigo maltês que fez a escolha dos lugares, não poderia ter sido melhor!!
Primeiro, fomos para um Bar, chamado The Thirsty Barber (Ball Street, St. Julian’s), tomar drinks e fazer um “esquenta”! Quem nos conhece sabe que não bebemos muito, mas tem datas que foram feitas para serem exceções. Além disso, confesso que tenho uma quedinha por Gin e lá foram os melhores drinks que tomamos na vida! Rs! Realmente são incríveis! SUPER RECOMENDO.

O drink escolhido foi  o“HANKY PANKY”, nem sei dizer ao certo o que tinha…mas era D E L I C I O S O. Ah! Uma coisa, prepare o bolso, porque embora sejam muito bons os drinks, os preços são salgados. Cada copo sai em torno de 9 euros, mas vale a pena!

Saindo de lá, fomos para uma baladinha “Bedouin”, bem estilo brasileiro, na beira da praia e num deck. Esse lugar se diferencia das demais festas de St. Julian…é um lugar realmente bacana, fica dentro do hotel The Westin e é bem arrumadinho. Também não pagamos para entrar. Para escutar um pouco de música comercial e dançar, foi a melhor opção que vimos por lá!

Perguntas & Respostas com Carol e Ju

Porque vocês escolheram ir para Malta?

Escolhemos ir para Malta, porque queriamos escolher um lugar novo/diferente, que fugisse um pouco do típico verão europeu e ainda tivesse calor no meio de setembro para que fosse possível curtir a praia.
Ah! Escolhemos também porque a passagem foi super barata, viajando de low cost. Yay!

Férias em Malta

Pôr do sol em Dingli Cliffs

O que você gostaria de saber antes de chegar em Malta, que só descobriu durante a viagem?

Descobrimos que Malta tem muita história. Se puderem dar uma pesquisada nisso antes da viagem vai facilitar o entendimento da importância do país na época da guerras.

Quais foram os lugares que vocês mais gostaram?

Malta supreendeu como um todo. No início parece tudo meio amarelo demais e aos poucos você percebe a identidade de cada lugar. Sem dúvidas, os melhores lugares foram St. Peters Pool, Janela Azul (Gozo) e Coral Lagoon.

Já reservou hotel para Malta? Veja aqui ofertas nos melhores hotéis de Saint Julian

E aí, curtiu as dicas?

Alguém aí já conhece Malta e quer compartilhar dicas com a gente?

E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

No comments

Veja também

Um dia em Sacramento

Sacramento, a capital da California fica a 135 Km (cerca de 1:30h) de São Francisco e no caminho de Lake Tahoe. Depois de passar muitas ...