O que fazer em Hiroshima

28
Hiroshima - Japão

Saiba o que fazer em Hiroshima, no Japão, uma cidade linda, cheia de história e com um dos museus de guerra mais impressionantes do mundo. Veja dicas de como chegar, onde ficar, o que comer e muito mais!

O que fazer em Hiroshima

Seis de Agosto de 1945, poucos segundos para que Hiroshima ficasse lembrada e relembrada por ser o alvo da primeira bomba nuclear do mundo. Hoje, 100% reconstruída, Hiroshima atrai viajantes do mundo todo para seu interessantíssimo museu da Paz, construído bem pertinho do epicentro da explosão. O local é uma verdadeira lição de vida e de reconstrução. Te convido a embarcar em uma viagem de realidade, de dor e finalmente de felicidade e com uma linda lição de paz.

O que fazer em Hiroshima

Genbaku Dome em Hiroshima

Como chegar:

Hiroshima está conectada a Kioto, Tóquio, Osaka e demais cidades Japonesas pela linha de trem bala (Shinkansen) JR Tokaido/Sanyo. Quem tem o Japan Rail Pass pode viajar  com os trens do tipo Hikari sem pagar nada adicional. Uma alternativa econômica para quem não tem o Japan Rail Pass são os ônibus noturnos que saem de Kioto, Osaka ou Tóquio.

Veja detalhes abaixo:

Como chegar a Hiroshima de trem Bala?

A viagem entre Kioto e Hiroshima de trem bala (tipo Hikari) leva cerca de duas horas e a freqüência aproximada dos trens é de hora em hora.

Dica: Alguns dias antes da viagem, confira os horários do trem e anote o número dele. Com o número em mãos fica mais fácil achar a plataforma e não errar o trem ;). Use este site para confirmar os horários.

Tempo de viagem (trem do tipo Hikari):

  • Kioto – Hiroshima: 2 horas
  • Tóquio – Hiroshima: 5 horas (com troca de trem em Shin-Osaka)

Como chegar a Hiroshima de ônibus

Uma companhia de ônibus que faz viagens diárias entre Tóquio, Kioto e Hiroshima é a Willer Express. A passagem entre Kioto e Hiroshima custa a partir de 3,360 yens. Há vários horários de ônibus disponíveis e uma opção noturna que sai de Kioto às 22:10 e de Osaka às 23:40 e chega em Hiroshima às 6:00 da manhã

Quem pretende viajar bastante de ônibus ainda pode comprar o Japan Bus Pass com duração de 3,5 ou 7 dias. Faça as contas e veja o que vale a pena para o seu roteiro.

Onde ficar em Hiroshima

Sempre que me perguntam se vale ou não a pena dormir em Hiroshima, a minha resposta é sim, sem dúvida. Hiroshima é uma cidade deliciosa e os preços de hotel costumam ser melhores que Kioto ou Osaka. Minha região preferida da cidade é Nagarekawa/ Hatchobori uma área bacana e bem perto do parque da paz. A região próxima a central de trem também é bem conveniente.

Dicas de hotel em Hiroshima

  • Granvia Hiroshima: A Granvia é uma rede de hotéis excelente e presente em muitas cidades do Japão. Quartos com padrão executivo e um ótimo tamanho. O Granvia de Hiroshima fica dentro da estação de trem e é uma bela opção para explorar a cidade. O café da manhã está incluído na diária e é super completo e delicioso! Testado e aprovado por nós!
  • Hotel Park Side Hiroshima: Quartos funcionais e no padrão de hospitalidade japonês (pequenos, limpos e com edredom japa bem macio), localização impecável do ladinho do parque da paz. Esse é um dos melhores custo-benefícios de Hiroshima e tem café da manhã grátis!
  • Mistsui Garden Hotel: Esse hotel moderninho, com quartos ótimos e café da manhã grátis é uma boa opçãoem Hiroshima. Apesar de não estar em frente ao parque da Paz, o hotel está em uma boa região e bem conectado ao trem. Me hospedaria nele fácil, fácil
  • Hotel Sunroute Hiroshima: Localização impecável e com vistas lindas para o parque da Paz, os quartos são um pouco antigos com banheiro pequeno, porém bem limpos. O café da manhã servido no 15° andar e com vistas lindas da cidade faz um super sucesso.
  • Daywa Roynet Hotel: Outra rede de hotéis japonesa muito boa com quartos padrão executivo, pequenos porém funcionais. Café da manhã grátis e boa localização.

Ryokan: Para quem quer dormir no estilo japonês

Independentemente da durações da sua viagem, eu sempre recomendo pelo menos uma noite em um Ryokan japonês para poder curtir refeições bem locais, um banho tradicional, dormir em um futon e curtir a hospitalidade japa. Uma experiência bem autêntica e que merece ser vivida.

  • Chizuru Ryokan: Bem tradicional, pequeno (são apenas 6 quartos) com chão de tatami e paredes de papel. Os preços costuma ser bons, mas o banheiro é compartilhado.

Hostel: pra quem procura algo bem enconômico

  • Hana Hostel: Bem pertinho da estação de trens de Hiroshima com quartos compartilhados ou quartos privados no estilo japa (Futon no Tatami) com banheiro privativo. O hostel tem uma sala de TV, cozinha, lockers individuais e aluguel de bicicletas. Uma boa escolha para quem viaja no estilo econômico.

Veja mais ofertas de hotel em Hiroshima aqui.

Chegada em Hiroshima

Chegando na estação de Hiroshima, pegue seu mapinha grátis no centro de informações ao turista. Agora você tem que decidir por onde quer começar: visitando o parque da paz (no centro da cidade) ou a ilha de Miyajima. Mas antes de decidir ao acaso, fique de olho nessa dica!

Miyajima ou Hiroshima: por onde começar?

Miyajima é uma ilha linda e que merece ser combinada com seu passeio por Hiroshima. Mas para ver a ilha no auge da sua beleza a dica é ir durante a maré alta. Na noite anterior ao passeio vale consultar no google ou neste site o regime das marés e programar seu dia em função dee.

Veja aqui um exemplo do calendário de marés:

Maré alta em Miyajima

Printscreen: http://www.tides4fishing.com/jp/hiroshima/itsukushima

Neste dia valeria a pena visitar Miyajima depois das 11:15 da manhã e antes das 17:30, sendo assim eu começaria pela ilha (que fica mais longe que o memorial da paz), daria uma boa volta por lá, e na volta visitaria o memorial da paz.

Quer ver a diferença?

Hiroshima na maré baixa:

Hiroshima: Bate-e-volta de Kioto

Templo Itsukushima em maré baixa

Hiroshima na maré alta

Hiroshima: Bate-e-volta de Kioto

Templo Itsukushima em maré alta

Como chegar em Miyajima?

Chegando na estação de trem de Hiroshima você poderá pegar um trem do tipo JR (JR Sanyo line sentido Iwakuni) ou o bondinho (Dendetsu, chamado de Hiroden) para Miyajima Guchi e de lá pegar um ferry rumo a Miyajima. O JR  e o ferry estão inclusos no JR Pass, mas o Hiroden deve ser pago a parte.

Veja os detalhes abaixo:

JR Sanyo line (sentido Iwakuni): 

O JR está incluso no JR pass e é mais rápido que o bondinho elétrico, mas a desvantagem é ter apenas um ou dois trens por hora.

  • Passagem: 410 yens | grátis com o JR Pass
  • Duração da viagem: 27 minutos
  • Frequência dos trens: 2 ou 3 por hora: dica – ao reservar seu lugar no trem bala para Hiroshima peça para a atendente consultar os horários dos trens para você e veja se algum deles bate com a sua chegada em Hiroshima.

De bondinho elétrico “Dentetsu” /Hiroden (sentido Miyajima Guchi )

  • Passagem: 260 yens
  • Duração da viagem: 69 minutos
  • Frequência dos trens: 9 minutos

Chegando em Miyajima Guchi

Chegando em Miyajima Guchi há duas ou três empresas diferentes que operam serviços de Ferry, uma delas faz parte do grupo JR e essa é grátis para quem tem o JR Pass.

  • Passagem: 180 yens | Crianças 90 Yens | Grátis com o JR Pass
  • Duração da viagem: 10 minutos
  • Frequência dos Ferrys: 10 minutos

Veja o que fazer em Miyajima neste post

Como chegar ao memorial da paz?

De bondinho elétrico “Dentetsu” /Hiroden (sentido Miyajima Guchi ou Eba ) desça em Genbakudomu-mae.

  • Passagem: 260 yens
  • Frequência dos trens: 9 minutos
  • Duração da viagem: 22 minutos

Como chegar de Miyajima ao Memorial da Paz e vice-versa

De bondinho elétrico “Dentetsu” /Hiroden

  • Passagem: 260 yens
  • Frequência dos trens: 9 minutos
  • Duração da viagem: 52 minutos

O que fazer em Hiroshima:

Visitar o Parque da Paz

Construído sobre as ruínas do antigo centro comercial e político de Hiroshima, o parque da paz é uma área verde bem gostosa repleta de monumentos cheios de significado. A dica é dar uma volta  despretensiosa pelo parque e em seguida visitar o museu. Aí vão algumas das principais paradas:

Genbaku Domu

O que fazer em Hiroshima

Genbaku Domu

O Genbaku Domu ou atomic Bomb Dome, a sede da antiga prefeitura de Hiroshima, um dos poucos edifícios que sobreviveram a explosão da bomba e foi a única estrutura preservada em memória do ocorrido. O domo cinzento destoa bastante do verde ao seu redor e  se tornou um dos cartões postais da cidade. Para os curiosos de plantão: O Genbaku Domu está a 160 metros do epicentro da explosão.

O que fazer em Hiroshima

Genbaku Domu e parque da Paz

The Bomb Cenotaph

O que fazer em Hiroshima

The Bomb Cenotaph – Parque da paz de Hiroshima

O parque da Paz de Hiroshima tem alguns monumentos em homenagem as vítimas bomba atômica, um desses monumentos é o Mausoléu (The Bomb Cenotaph), uma bonita escultura de formas arredondadas, lá estão os nomes de cada uma das pessoas que faleceram durante a tragédia.

O que fazer em Hiroshima

The Bomb Cenotaph

Chamas da Paz e Memorial das crianças

Ali pertinho estão as Chamas da paz, uma tocha que permanecerá acessa até que todas as armas nucleares do planeta sejam destruídas, e o Memorial das crianças uma homenagem aos pequenos que foram mobilizados para destruir as casas de madeira e assim reduzir a propagação dos incêndios. Muitas dessas crianças acabaram mortas durante os bombardeios.

O que fazer em Hiroshima

Memorial das crianças

O que fazer em Hiroshima

Detalhe do memorial

O que fazer em Hiroshima

Tsurus (a garça japonesa) no Memorial das crianças

Sino da Paz

O Parque da Paz de Hiroshima tem 3 sinos, o mais conhecido deles fica pertinho do monumento as crianças e tem o desenho de um mapa mundo com o símbolo atômico no meio. Os visitantes são incentivados a tocar esse sino – que pode ser ouvido de bem, longe – e assim propagar a lição de paz.

O que fazer em Hiroshima

Sino da Paz

Childrens Peace Memorial (Memorial da paz infantil)

E apara fechar, não deixe de dar uma passadinha no Childrens Peace Memorial, inspirado na triste história da menina Sadako, que foi exposta a radiação nuclear da bomba quando tinha apenas dois anos de idade, e desenvolveu leucemia aos 10 ano.

Sadako acreditava que se dobrasse 1000 passarinhos japoneses – os Tsurus – que são símbolo da felicidade e longevidade, ela ficaria curada. Pouco tempo depois e cerca de 600 passarinhos dobrados, a criança faleceu. Seus amigos de classe continuaram a dobrar os passarinhos e comoveram diversas escolas ao redor do Japão e de mais 9 países a doar fundos para a construção de um memorial em homenagem a Sadako e a todas as crianças que faleceram por causa da bomba. O monumento tem três crianças, uma no topo segurando um enorme tsuru e ao lado um menino e uma menina parecem dançar em volta da cápsula: lindo, triste e tocante.

O que fazer em Hiroshima

Childrens Peace Memorial

O que fazer em Hiroshima

Childrens Peace Memorial

E como o costume de dobrar Tsurus pela paz mundial pegou, ao lado do monumento há uma espécie de exposição com milhares de passarinhos de origami que são trazidos ou enviados a Hiroshima por crianças e adultos do mundo todo. Quem quiser pode levar a sua doação de passarinhos dobrados deixando seu nome, país e quantidade de passarinhos dobrados.

O que fazer em Hiroshima

Mais Tsurus são bem vindos, mas não deixe de registrar

O que fazer em Hiroshima

Tsurus em exposição no Childrens Peace Memorial: milhares deles e de todas as cores

O que fazer em Hiroshima

Childrens Peace Memorial: árvores de Tsurus

O que fazer em HiroshimaDesenhos de Tsuru

Visitar o Museu da Bomba Atômica ( Hiroshima Peace Memorial Museum)

Depois de passear pelo parque da paz, prepare-se para uma parte mais profunda do passeio: a visita ao Museu e memorial da paz de Hiroshima (Hiroshima Peace Memorial Museum) que é imperdível.

 

A entrada dá direito a um áudio guia em português e a narração é excelente. A visita conta Tim tim por tim tim a história de Hiroshima antes durante e depois da bomba deixando um bonita mensagem de paz mundial no final. Uma visita bem tocante e que vai sem dúvida nenhuma mexer com seus sentimentos

O que fazer em Hiroshima

Hiroshima antes e o depois da Bomba atômica em maquetes

O museu não tem tantas cenas fortes, pois o único fotografo contratado para fotografar os desastres ficou tão impressionado com o que viu que só conseguiu bater três fotos, porém tem muitos objetos que sobreviveram a explosão e que estão ali a mostrando um pouquinho do impacto da bomba.

O que fazer em Hiroshima

Hiroshima após a queda da bomba

O museu também traça um panorama de onde estão as armas nucleares existentes no mundo e quais os perigos dessas armas. É uma visita densa, mas muito real e que te faz parar e pensar muito na vida, nas pessoas e nas guerras. Recomendo muito.

Detalhes da visita:

  • Horários de funcionamento: todos os dias 8:30 às 18:00 (Em agosto aberto até às 19:00 | Até às 17:00 de dezembro a fevereiro). Bilheteria fecha 30 minutos antes
  • Passeio audio guiado em português
  • Ingresso: 200 Yens
  • Museu parcialmente fechado para reformas até março de 2017

Conhecer o Castelo de Hiroshima

O Castelo de Hiroshima é uma réplica do Castelo destruído pela bomba atômica, ele se diferencia de outros castelos do Japão por estar construído no plano e não no alto de uma montanha. O castelo de 5 andares e vistas lindas da cidade.

O que fazer em Hiroshima

Castelo de Hiroshima

Caminhando até o Castelo

O Castelo de Hiroshima fica há 15 minutos de caminhada do parque da Paz. O Caminho é super gostoso e passa por esculturas interessantes.

O que fazer em Hiroshima

Escultura em Hiroshima

E vale a pena visitar o Castelo de Hiroshima?

Se você já visitou outros castelos japoneses como Himeji ou Hikone, eu diria que não. Achei as vistas interessantes, mas o interior é bem sem graça. Agora se é sua única chance de visitar uma castelo no Japão, talvez valha a pena sim.

O que fazer em Hiroshima

Portão de entrada do Castelo de Hiroshima

O que fazer em Hiroshima

Vista do alto do Castelo de Hiroshima

O que fazer em Hiroshima

Detalhes da visita:

  • Horários de funcionamento:
    • 9:00 to 18:00 de março a novembro
    • 9:00 to 17:00 Dezembro a fevereiro
    • Fechado dias 29,30 e 31 de dezembro
  • Ingresso: 370 Yens (a entrada da parte exterior do castelo é grátis)

Passear pelos jardins dos Shukkeien Garden

Para quem curte jardins japoneses, uma parada bacana é o Shukkein garden, um jardim japonês bem tradicional com canteiros que representam montanhas, vales e florestas. O Jardim original data de 1620, mas o atual é uma reconstrução pós bomba atômica.

Detalhes da visita:

  • Horários de funcionamento:
    • 9:00 to 18:00 de abril a setembro
    • 9:00 to 17:00 Outubro a março
    • Fechado dias 29,30 e 31 de dezembro
  • Ingresso: 260 Yens (a entrada da parte exterior do castelo é grátis)

O Museu da Mazda

O que fazer em Hiroshima

Crédito da imagem: http://www.mazda.com/en/about/museum/guide/

A Mazda foi fundada em Hiroshima em 1920, e a sede da companhia conta com um museu (aberto para visitas apenas com reservas antecipadas) bem interessante para quem curte carros e que mostra a história da marca, componentes de um carro, detalhes de uma linha de montagem e uma exibição com alguns dos carros mais legais da companhia. Os tour em inglês começam às 10:00 am e duram uma hora.

Veja detalhes sobre as reservas aqui.

Explorar Miyajima

Hiroshima: Bate-e-volta de Kioto

Miyajima

A ilha de Miyajima fica bem pertinho de Hiroshima e é um parada imperdível! A ilha tem o emblemático tori (portal) aquático, o templo Utsukushima, um centrinho histórico fofo e vistas caprichadas do alto do Monte Missen.

Veja  aqui todos os detalhes desse passeio lindo e o que fazer em Miyajima.

O que comer em Hiroshima

Para um turista Japonês, nenhuma visita a Hiroshima fica completa sem comer a comida típica da cidade. Hiroshima tem dois pratos bem famosos:

Okonomiyaki de Hiroshima

Okonomiyaki é uma espécie de uma panqueca bem recheada (os japoneses insistem em chamar de Pizza japonesa, mas juro que de pizza não tem nada). O okonomiyake  de Hiroshima geralmente vem com porções generosas de repolho e noodles por cima dos recheios que podem ser carne de porco, lula e até mesmo ostras ,cobertos por uma cama de vegetais, molho agridoce e lascas de bonito. Uma mistura aparentemente estranha, porém BEM gostosa.

Você pode provar um Okonomiyaki local nos restaurantes da estação de trem de Hiroshima no bairro de Okomimura (centro da cidade).

O que fazer em Hiroshima

Okonomiyake de Hiroshima sendo feito

O que fazer em Hiroshima

Okonomiyaki de Hiroshima

Tsukemen

Noodles gelados com molho bem apimentado (você geralmente pode escolher a pimenta do nível 1-5). Os noodles são servidos com carne fatiada, ovos, alho poró e repolho.

Quer saber mais sobre a culinária do Japão? Veja o que comer no Japão nesse post.

E aí, curtiu nossas dicas do que fazer em Hiroshima?

Alguém aí já foi para Hiroshima e quer dividir com a gente o que achou?

Salve este post no seu Pinterest!

Hiroshima


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em Hiroshima


Veja também:

Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

Post originalmente postado em dezembro de 2014 e atualizado em março de 2017

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

28 comments

  1. Mariangela 6 março, 2017 at 21:43 Responder

    Oi Mari estou indo pro Japão. Achei suas dicas ótimas. Vou segui- las.Depois qdo voltar te falo Embarco dia 15 /3 /17 . Obrigado

  2. Paulo A. Kanashiro 15 outubro, 2013 at 04:15 Responder

    Oi Mari ! Vim aqui agradecer as dicas que vc posta aqui no blog ! Muito show de bola mesmo! Engraçado que moro aqui a 20 ano estudei aqui tbm mas muitos dos lugares que vc posta aqui nunca tinha ido ! Bom ja estava com vontade de conhecer hiroshima! Mas depois que vi suas dicas acabei indo la agr nesse sanrenkyu que teve agr ! Segui a risca suas dicas hahaha
    Monte missen e muito belo mesmo! Miyajima entao nem se fala adorei o passeio ! Valeu pelas dicas bjos!

  3. Luiz Antonio Bruno 3 dezembro, 2011 at 22:32 Responder

    Oi Mari

    Desculpe-me, sobre fotos do museu, faltou aquela da bicicleta infantil,que ficou toda torcida…….acho que espelha bem o que foi a malfadada bomba, não é mesmo?????
    Belos comentarios vc fez, parabéns.
    Bruno

  4. Lucyana França 16 outubro, 2011 at 14:12 Responder

    oi Mari,
    planejo uma viajemcom meu esposo e meu filho de 11 anos para o Japao.
    Gostaria de umas dicas e sugestoes de pacotes, já que é minha primeira vez em Tóquio.
    Parabéns pelo blog.
    Lucyana

  5. Maria José Arantes 14 outubro, 2011 at 23:46 Responder

    Oi, Mari
    Não posso deixar de postar as minhas impressões sobre essa matéria. FANTÁSTICA!
    Por que parece que vc sempre atiça a vontade de viajar? Parabéns, a leitura do seu blog é sempre uma viagem.
    um grande beijo
    Zezé Arantes

Post a new comment

Veja também

Lua de mel: um cruzeiro no Havaí

Já pensou conhecer o Havaí e curtir algumas das praias mais lindas do mundo?Nesse post entrevistei Renata Betti que conta para nós sua incrível Lua ...