Viagem de carro da Califórnia ao Canadá [Aceito Pitacos !!!]

14
Rochosas do Canadá

Conheça o roteiro da nossa viagem de carro da Califórnia ao Canadá, uma viagem de 30 dias passando por lugares incríveis como o Yellow Stone, Glacier National Park, Banff, Lake Louise, Jasper, Vancouver, Seattle e muito mais.

Viagem de carro da Califórnia ao Canadá

Nessa sexta feira embarcamos em uma viagem de 30 dias de carro saindo da Califórnia, passando por parques nacionais americanos incríveis como o Grand Teton, Yellow Stone e Glacier National Park, cruzando a fronteira do Canadá em direção as montanhas rochosas – Banff, Lake Louise e Jasper. Dali seguiremos para Vancouver, Victoria, Seattle e fecharemos o roteiro com o Mt. Rainier e o Crater Lake National Park. Tem dias para a nossa viagem? Pitacos são muito bem vindos!

Roteiro Resumido:

  • Dias 1-2: [Estrada!] Santa Clara -> Twin Falls
  • DIa 2: Twin Falls -> Jackson Hole
  • Dias 3-5: Jackson Hole & Great Teton NP
  • Dias 5-6: Jackson Hole ->West Yellow Stone
  • Dia 7: West Yellow Stone -> Bozeman
  • Dia 8: Bozeman -> Polson Lake -> Columbia Falls
  • Dia 9: Columbia Falls
  • Dia 10: [Glacier National Park] East Glacier
  • Dia 11: [Glacier National Park] West Glacier
  • Dia 12: Watertown National Park
  • Dia 13: Watertown -> Banff
  • Dia 14-15: Banff
  • Dia 16: Lake Louise
  • Dia 17: Emerald Lake
  • Dias 18-19: Jasper
  • Dias 20-21: Jasper -> Vancouver [Falta definir a estrada!]
  • Dias 22-25: Vancouver
  • Dia 26: Victoria
  • Dia 27: Victoria -> Seattle
  • Dia 28: Seattle
  • Dia 29: Seattle – Mt Rainier
  • Dia 30: [Estrada] Mt. Rainier – Bend
  • DIa 31: [Estrada] Bend – Crater Lake
  • Dia 32: Crater Lake -> Santa Clara

A medida que os posts dessa viagem forem publicados, vou atualizar este post com links e informações relevantes!

Highlights da viagem:

Quando começamos a planejar a viagem tínhamos duas grandes vontades: visitar on Yellow Stone National Park e conhecer a região das montanhas rochosas canadenses. E já que tínhamos tempo, porque não fazer tudo de carro e de quebra colocar Vancouver na jogada? E foi assim que a viagem foi tomando forma. Aí vão alguns dos cantinhos que estamos mais animados para visitar:

[E claro, se você tiver dicas e pitacos, deixe aqui na caixa de comentários que vamos adorar!]

Rochosas Canadenses

Lake Morraine – Canadá | Foto: Rafael Ayres

Parques Nacionais Americanos:

Somos fãs de natureza e amamos os parques nacionais. Neste roteiro incluímos um montão deles!

  • Grand Teton National Park
  • Yellow Stone National Park
  • Glacier National Park
  • Mt. Rainier National Park
  • Crater Lake National Park

Parques Nacionais Canadenses:

  • Waterton National Park
  • Banff National Park
  • Jasper National Park
  • Yoho National Park

Cidades incríveis:

E claro que nosso roteiro também inclui cidades grandes repletas de atrações bacanas!

  • Vancouver
  • Victoria
  • Seattle

[Quem fizer um roteiro parecido pode ainda parar em Portland. Como já conhecemos a cidade e temos o roteiro apertado, optamos por passar direto.]

Athabasca falls - Canadá

Athabasca falls no Canadá | Foto: Rafael Ayres

Os viajantes

Essa é uma viagem em família, viajaremos eu (Mari), o Gustavo (que vai me ajudar com fotos e a cuidar do Baby Tom enquanto a mamãe escreve tudo) e o Baby Tom que tem 11 meses e é um bebê super curioso e bem humorado.

Viajando com bebês: nossas melhores dicas

Gustavo, Mari e Baby Tom

Acompanhe nossa viagem

Para ficar por dentro de cada instante da nossa viagem, siga o nosso Instagram @Ideiasnamala. Sempre que o sinal do celular ajudar estarei conectadíssima e compartilhando os melhores momentos da viagem no Stories. E para buscar as fotos da viagem use #IdeiasRoadtrip

Hotéis escolhidos:

Como a viagem é longa, não podíamos exagerar nos hotéis. Nosso budget diário para essa viagem foi $150 ~$200 dólares americanos por noite. Optei por alguns hotéis mais caros, e compensei com outros mais baratinhos sempre lendo bem as reviews pra selecionar o melhor hotel disponível para o meu budget. Demorei um pouco para fazer as reservas de Vancouver e Seattle e tive mais dificuldade em escolher. Aí vão as nossas escolhas.

 

Decisões do nosso roteiro:

A) Tempos de viagem: Como faremos a viagem com o baby Antonio tentamos reduzir nosso tempo de estrada e fazer a rota mais otimizada. Assim, abrimos mão de visitar os parques nacionais Canadenses Ravelstoke, Glacier National Park of Canada que parecem incríveis e as San Juan Islands. Ainda estamos considerando incluir a região vinícola de Kelowna no roteiro, mas tudo vai depender do bom humor do pequeno, então assumimos o risco de deixar esse pedacinho em aberto.

B) Flexibilidade x Segurança: Junho é alta temporada no Canadá, assim optamos por viajar com 90% dasreservas de hotéis feitas. Isso tira um pouco da nossa flexibilidade de mudar de ideia no último minuto e engessa um pouco o roteiro, mas nos dá a segurança de dormir em um lugar bacana e por um preço razoável.

C) Menos é mais: Quando comecei a desenhar esse roteiro tive MUITA dificuldade de selecionar o número de dias por cidade, era tanto lugar bonito (um mais lindo que o outro, para falar a verdade!) que tive que fazer algumas escolhas difíceis e eliminar pontos que adoraria conhecer. Meu critério para fechar a viagem foi  privilegiar os lugares mais longe e difíceis de chegar.

Quer exemplos? Adoraria ter 3 ou 4 dias em Seattle, visitar o Olimpic National Park e o North Cascades National Park. Mas Seattle é uma viagem bem fácil para fazer de avião saindo de San Francisco. Cortei os parques e diminui para 2 dias.

E uma passadinha em Portland? AMO a cidade e adoraria passar a noite por lá. Mas acabei cortando do roteiro. São escolhas difíceis, mas que no final das contas fazem todo o sentido.

Não, o ritmo da viagem não está tão tranquilo quanto eu gostaria, mas longe de ser algo insano.

D) Pernadas grandes = Viagem à noite: Viagens de mais de 3 horas de carro são um inferno para um bebezinho, e para que a viagem seja gostosa para o bebê Antonio, optamos por fazer as grandes pernadas da viagem (os 2 primeiros dias e os 2 últimos) à noite. Vamos nos revezar no volante e rodar o máximo possível enquanto ele dorme nem que tenhamos que descansar no hotel na manhã seguinte.

E claro, vamos aproveitar que ele ainda faz duas sonecas por dia para fazer as viagens mais longas enquanto ele dorme. De resto, vamos sem pressa e com muita paciência.

Blogs que nos ajudaram a programar essa viagem:

E pra fechar esse post uma listinha de blogs bacanas que me ajudou (e MUITO) a programar essa viagem. Muito obrigada pessoal!

  • Ideias na mala: O roteiro que os queridos Vera, Inez, Marcos e Roy fizeram pelas rochosas Canadenses foi nossa base para a viagem
  • Felipe o pequeno viajante: A Claudia é uma fofa e tirou até dúvida por WhatsApp. Tem muito post bacana pra quem pensa em fazer essa viagem por lá.
  • Trilhas e Cantos: A Lilian super me inspirou a fazer essa viagem! Obrigada querida.
  • Pegadas na estrada: Li bastante o blog deles e recomendo MUITO. Altas dicas para quem quer fazer essa viagem de carro!
  • Gaby no Canadá: Ainda não chequei a parte de Vancouver, mas suas dicas do Yellow Stone foram ótimas.
  • Mauoscar: Dicas afinadíssimas do Yellow Stone!

[Espero não ter esquecido de ninguém, mas se eu esqueci me avisem que eu adiciono!

Apoios & Parcerias

Essa é uma viagem 100% idealizada pelo Ideas na mala e que conta com o apoio de:

  • Visit Idaho
  • Jackson Hole Chamber
  • Visit Glacier Park
  • Visit Banff & Lake Louise
  • Visit Vancouver
  • Visit Seattle

Obrigada pelo carinho e é uma delícia visitar os destinos de vocês!

Dicas & Pitacos?

Estamos animados com a viagem e ansiosos pelas dicas de vocês!

Beijos e até logo,

Mari


Veja também:


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

14 comments

  1. Helo 21 junho, 2017 at 20:00 Responder

    Mari, que sonho de viagem! Estava acompanhando pelo insta e tive que vir aqui conferir o roteiro! Algum dia farei esta viagem e tenho certeza que seu blog será meu guia! Em 2015 eu ia, mas o período que eu podia era abril e pelo que percebi não era uma época muito boa para as montanhas rochosas do Canadá! Não vejo a hora de ler os posts! Bom restinho de viagem! Beijão

  2. Cristina Ferreira Rocha 23 maio, 2017 at 01:19 Responder

    Mari, essa viagem vai ser linda!!! Ficamos super felizes de saber que o nosso blog a ajudou a organizar o roteiro. Por falar nisso, aí vai um pitaco, já que vc ainda não decidiu a estrada de Jasper para Vancouver:
    Nós amamos conhecer o Whells Gray Provincial Park. Por isso, fizemos o primeiro trajeto de Jasper a Lillooet, passando pelo Wells Gray. No outro dia, fizemos o trajeto Lillooet a Whistler (você pode ir direto para Vancouver).
    Dê uma olhada nos posts abaixo, pode ser que ajude!
    Dia 1: De Jasper a Lilooet
    Dia 2: Whistler
    Atrações entre Whistler e Vancouver: Roteiro em Vancouver

    No mais, se precisar de qualquer ajuda, só nos enviar uma mensagem, ok?
    Ah, e poste muitas fotos do Baby Tom, ele está cada dia mais lindo!
    Bjs
    Cristina

    • mari vidigal 23 maio, 2017 at 02:46 Responder

      Que fofa Cristina,
      Obrigada pelas dicas!
      Sabe que vi esses seus posts e fiquei com vontade, mas acho que vamos acabar fazendo a rota mais curta por causa do Tom.
      Beijos e obrigada

  3. Paula 22 maio, 2017 at 18:14 Responder

    Mari, não tenho pitacos ainda porque farei um pedaço do seu roteiro ano que vem (Banff, Jasper, Lake Louise…). Ou seja, estarei aqui na sua cola! 🙂 Boa viagem!

  4. Liliane Inglez 22 maio, 2017 at 17:41 Responder

    Tô aqui babando no seu roteiro e super feliz por ter ajudado a inspirar essa viagem! O que mais amei nas Rochosas foram o Moraine, Peyto Lake e o passeio de barco pelo Maligne Lake, em Jasper. Achei o roteiro fantástico e vou acompanhar tudinho!!! Boa viagem pra vcs! Beijocas!

  5. Gus 22 maio, 2017 at 09:01 Responder

    Mari, fiz Calgary a Seattle ano passado e a rota é linda. O Lake Moraine é muito mais bonito que o Louise e me ks cheio. Eu parei dois dias em Kelowna que tem vinícolas incríveis e é uma cidade com um clima excelente. Eles produzem cerejas e pêssegos também! Fuja de Harrison Hot Springs, é a maior furada.

    • mari vidigal 23 maio, 2017 at 02:38 Responder

      Oi Gus,
      Acabei tirando Kellowna do roteiro ontem 🙁 – Como aumenta um pouco a distância para Vancouver achamos que seria um pouco pesado de mais com o Baby Tom. Que pena! Obrigada pelas dicas

Post a new comment

Veja também