San Francisco: Os tesouros de Teotihuacan no Museu De Young

0
Teotihuacan no Museu De Young

Confira detalhes da exposição sobre Teotihuacan no Museu De Young em San Francisco. A mostra Teotihuacan : City of Water, City of Fire (em cartaz até 11 de fevereiro de 2018) revela segredos de um dos complexos de pirâmides mais lindos do México.

San Francisco: Os tesouros de Teotihuacan no museu De Young

Um dos pontos altos da minha viagem ao México foi visitar o complexo de pirâmides de Teotihuacan (cerca de 1 hora da cidade do México), uma verdadeira viagem ao México ancestral e ao universo tão impressionante de uma das civilizações pré-colombianas mais evoluídas. Durante a viagem tive a chance de aprender alguns detalhes básicos sobre o complexo arqueológico, de subir ao topo das pirâmides e contemplar aquela vista linda, mas saí de lá sentindo que podia e gostaria de aprender MUITO mais. E não é que poucos meses depois da visita essa chance de aprender mais sobre Teotihuacan bateu na minha porta, e é claro que eu não ia perder a chance, não é mesmo?

Teotihuacan

Mari nas pirâmides de Teotihuacan

A exibição: Teotihuacan no museu De Young

A mostra Teotihuacan : City of Water, City of Fire (Cidade da água, cidade do fogo) em cartaz até 11 de fevereiro de 2018 no Museu De Young em San Francisco conta um pouquinho da história de Teotihuacan, a primeira cidade das Américas, formada por imigrantes vindos de todos os cantos do México e que em seu apogeu chegou a abrigar mais de 100,000 habitantes de diferentes classes sociais. E tenta revelar parte dos mistérios de Teotihuacan por meio de escavações recentes realizadas em todo o complexo.

Teotihuacan no Museu De Young

Cartaz da exibição da Fachada do De Young

E como toda a exibição no De Young, a mostra começa do lado de fora com uma ambientação linda e cuidadosamente preparada:

Teotihuacan no museu De Young

Adesivo gigante da exposição na fachada do De Young

Os Deuses de Teotihuacan

Durante a exibição, tive a chance de aprender um pouco mais sobre os quatro deuses mais importantes para os Teotihuacanos (o Deus das Tormentas, o Velho deus do Fogo, o Deus do Milho e a Serpente alada) e entender como o culto a esses deuses permeava o dia a dia destas sociedades.

Teotihuacan no Museu De Young

O Deus das tormentas, um dos deuses mais importantes de Teotihuacan

Teotihuacan no Museu De Young

Conchas – possívelmente trazidas da região do Golfo do México encontradas na escavação. Repare nos desenhos

No Complexo de Teotihuacan, há três pirâmides principais: A pirâmide do sol (a mais alta), a pirâmide da Lua (a que tem as melhores vistas) e a pirâmide da serpente Alada (que é a menor, menos visitada e a mais linda do complexo), a exposição no De Young detalha cada um desses espaços e mostra o que foi descoberto sobre eles durante as escavações.

A Pirâmide da Serpente Alada

Pequena porém surpreendente a pirâmide da serpente alada fica dentro um pequeno complexo fechado – chamado de Ciudadela. Estudos indicam que a Ciudela era inundada de tempos em tempos e que a pirâmide era usada para simular o antigo mito do mar primordial e da criação da Meso América representando a montanha primordial. Pra quem visitou a Ciudadela e viu o tamanho do espaço, é surreal saber que os caras inundavam aquilo, em tempos em que nem a roda e que nem o uso de animais para o trabalho havia siso descoberto. Surreal!

Teotihuacan

Ciudadela e a pirâmide da serpente Alada no fundo: dá pra acreditar que inundavam tudo isso?

A pirâmide tem este nome pois possui figuras de serpentes onduladas esculpidas em toda a sua lateral, durante a visita ao complexo lembro de ter ficado bem impressionada com as serpentes (quem visita o museu de arqueologia na Cidade do México, vê mais serpentes como essas encontradas em escavações presentes em outros cantos do México), mas não reparei nas conchas – símbolo da água e bem importante para os astecas – esculpidas junto as serpentes.

Teotihuacan

Esculturas na pirâmide da serpente Alada

Teotihuacan

Uma das esculturas na pirâmide da serpente Alada

A mostra destaca um túnel sob a pirâmide (chamado de Tlalocan) construído antes da pirâmide, aberto e fechado diversas vezes ao longo dos anos, e aberto pela última vez pouco antes da construção da pirâmide, o interessante é que a galeria final deste túnel coincide com o centro exato da pirâmide. Há teorias que indicam que o túnel era a “caverna sagrada” presente no mito do mar primordial, e portanto diretamente alinhada com a montanha primordial freqüentemente representada pela pirâmide. Essa teoria é sustentada pelo fato das paredes do túnel adornadas de piritas – mineral que produz um efeito brilhante – e de seu interior conter mais de 50,000 objetos como oferenda, e uma galeria principal com um pilar simbólico representando a conexão entre os três mundos: céu, terra e subterrâneo. Nessa galeria foram encontradas 4 esculturas enigmiticas – duas delas em exibição no De Young – rodeadas por objetos de pedras verdes e que possivelemente representam o nascimento dos tempos. Adorei aprender tudo isso e ver estas duas esculturas lindas de perto.

Teotihuacan no Museu De Young

Duas das esculturas mais importantes encontradas no túnel sob a pirâmide da serpente alada

A Pirâmide do sol

Durante a visita ao México aprendi que boa parte do complexo de Teotihuacan foi reconstruído como parte dos esforços turísticos que antecederam as olimpíadas de 1968. Durante a reconstrução ocorreram alguns errinhos de projeto, um dos mais notáveis são os 5 níveis da pirâmide do sol, que originalmente continha apenas 4 níveis. Deixando os erros de lado a pirâmide é impressionante e gigantesca, uma das maiores estruturas construídas no mundo antigo. Linda mesmo.

Teotihuacan

Pirâmide do Sol (lá no fundo) vista do alto da Pirâmide da Lua

A Pirâmide do sol, combinada com a pirâmide da lua, simboliza a dualidade perfeita e representa elementos como o fogo, a estação das secas, masculinidade e o sol. Enquanto a pirâmide da lua simboliza a água, estação das chuvas, fertilidade e a femininidade.

A mostra destaca um pouco da grandiosidade da pirâmide – são 63 metros de altura – conta como ela foi construída para se tornar a grande obra e o centro do complexo, e revela parte do simbolismo contido na pirâmide como esculturas do velho Deus do Fogo (geralmente feitas com pedras de origem vulcânica já que este Deus também representava os vulcões) e esculturas de felinos (tidos como seres super poderosos, protetores dos sacerdotes e dos guerreiros).

Teotihuacan no museu De Young

Uma das esculturas encontradas na região da pirâmide do sol

 

Teotihuacan no museu De Young

Esculturas de Felinos – vistos como seres sobre himnos e protetores dos sacerdotes

A pirâmide da Lua

A segunda maior pirâmide do complexo de Teoticuacan foi a minha parte preferida da visita no México e coincidentemente a parte que mais gostei da exibição. Menor e mais delicada que a pirâmide do sol, a Pirâmide da Lua tem as vistas mais lindas de Teotihuacan.

Teotihuacan

Pirâmide da Lua

Na exposição aprendi que a pirâmide da lua não era atribuída a um Deus especifico, mas um lugar dedicado a rituais complexos. Durante as escavações foram encontrados dezenas de corpos, animais e objetos enterrados, cada um deste sítios é atribuído a uma das diferentes fases da construção da pirâmide que foi sendo expandida ao longo dos anos. Fiquei encantada com as esculturas minuciosamente rodeadas por obsidiaras expostas neste pedacinho da mostra.

Teotihuacan no museu De Young2

Figura rodeada por obsidianas: uma das peças mais lindas da exposição

Teotihuacan no museu De Young2

Essa figura verde com brincos imponentes também me chamou muito a atenção

Teotihuacan no Museu De Young

Par de figuras sentadas

E não é só isso não…

A mostra também fala um pouco da parte residencial de Teotihuacan, e expõe objetos lindos e murais super detalhados e bem preservados que foram encontrados nesta parte do complexo.

Teotihuacan no Museu De Young

Murais de Teotihuacan

Teotihuacan no Museu De Young

Teotihuacan no Museu De Young

Incensário detalhado encontrado em uma das residências

Teotihuacan no Museu De Young

Espelho com imagem de felino

Vale a pena ver a mostra Teotihuacan no museu De Young?

Se você curte arte antiga ou se interessa por pirâmides e ruínas, você vai AMAR o passeio e vai aprender um bocado! Para os mais curiosos, super indico o audio-guia da exibição (cobrado a parte) ou o pequeno catálogo ilustrado (USD16,95) que está repleto de fotos bacanas e muitas explicações interessantes.

Teotihuacan no Museu De Young

E pra fechar a mostra com chave de ouro, esta peça linda!

Com o que combinar:  Acervo do De Young & Golden Gate Park

Aproveite sua visita a mostra do Teotihuacan para conhecer o acervo do Museu De Young (incluso no valor do ingresso) que é lindo e está cheio de obras bacanas e não deixe de visitar o observatório do De Young no topo do museu que tem vistas lindas para a cidade de San Francisco.

Torre De Young - San Francisco

Vista do Observatório do Museu De Young

E claro…

Aproveite que você já está no Golden Gate Park para visitar várias outras atrações bacanas como o Jardim & Casa de chá Japonês, Academy of Science, Conservatório de Flores, Jardim Botânico de San Francisco, e pra quem quer fazer um exercíciozinho, vale visitar o Stow Lake e o Strawberry Hill.

Jardim Japonês - Golden Gate Park

Jardim Japonês – Golden Gate Park

Informações importantes

Museu De Young

  • Sitehttps://deyoung.famsf.org
  • Aberto de terça à domingo das 9:30 às 17:15
  • Ingresso Teotihuacan + Acervo De Young: $28 | Estudantes: $19 | Crianças e jovens de 6-17 anos: $13 | Menores de 6 anos grátis
  • Endereço: 50 Hagiwara Tea Garden Dr

Dica da Mari: Chegue cedo! Cheguei por volta das 10:00 da manhã e tive a chance de curtir a exibição quase vazia, quando saí, por volta das 12:30 estava começando a encher.

Teotihuacan no Museu De Young

Incensário encontrado em Teotihuacan

A Mari fez a visita a convite do Museu De Young e com o apoio do San Francisco Travel. Todas as informações contidas neste post relatam a real experiência dela.


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em San Francisco


Veja também:


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

No comments

Veja também

Capri

Costa Amalfitana: Ilha de Capri

Rochedos fotogênicos, grutas encantadas e um mar em 1000 tons de azul. A ilha de Capri na Costa Amalfitana é um desses lugares que vai te ...