Blogagem Coletiva: Volte Sempre ou nunca mais

Hoje foi um dia de blogagem simultânea . Tudo começou num papo por Twitter entre a Claudia Beatriz, a Natalie, a Carina, a Patricia, a Carmem e a Marcie. As meninas começaram a conversar sobre lugares em que uma vez só basta; lugares “viu-tá-visto”. Logo a coisa evoluiu para lugares onde nunca se vai o suficiente; lugares para voltar sempre. E então pensaram: por que não convocar todo mundo para fazer suas listas?

E foi assim que fiquei sabendo da MEGA postagem e resolvi participar…

Começo então mais um post para esta blogagem coletiva:

Confesso… tenho um problema com repetição, ou melhor não tenho o menor problema em repetir, adoro mostrar as pessoas lugares incríveis, nem que isso me “custe” uma segunda  ou terceira visita. E foi esse vai e vem, somado a vontade  de mostrar e revisitar os lugares que amo uma das razões que me motivou em criar o Idéias na mala.

Parto da teoria que existem lugares e lugares, viagens e viagens …

Tem cidades que são tão especiais, que uma única visita só serve para te deixar com gostinho de quero mais… sabe aquele que pena que não deu tempo? Quem é que nunca saiu de Paris dizendo “nossa, queria tanto ter ido/ ter feito/ ter comido”. 

Consegui essa proeza quatro vezes, e terei o prazer de conseguir outras 57, 78, ou quantas vezes a vida me levar. É engraçado, que nunca fui a Paris por escolha própria, o problema é que os vôos conspiram para haja uma escala em Paris antes do meu destino final. E óbvio, essa não é uma escala que se recuse, certo?! Eu nunca recusei!

Mas outras cidades além de Paris também merecem minha menção honrosa:

– Kioto (foto) e Hiroshima no Japão:

Kyoto pela cultura milenar, pelo jeito educado e receptivo das pessoas. Pelas tradições milenares que passam de geração para geração. Pelos milhares de templos espalhados pela cidade. E pela beleza das quatro estações. Primavera das cerejeiras, verão do sol de rachar, outonos das folhas coloridas e inverno do frio de verdade.

Hiroshima pela história de superação pós guerra, o museu da bomba nuclear vale mais de uma visita. E a ilha de Miajima… ah, essa vale pelo menos umas oito!

– Bordeaux e Saint Emilion na França pelo bom vinho e pela arquitetura de cair o queixo.

– Sidney e a Grande barreira de corais na Australia:

Sidney por ser uma das cidades mais legais que já visitei. Legal pelas pessoas, pela praia, pela energia, pela vida ao ar livre. Pela mistura culinária com influencias asiaticas e aborígenes.

A Grande Barreira de Corais por que os 11 mergulhos que fiz só serviram para me deixar com mais vontade de mergulhar em outros pontos.

Madrid, Barcelona, Salamanca, Segóvia e toda a Andaluzia na Espanha:

Ah Espanã…adoro tudo, a comida, a lingua, o mal humor, as maluquisses de Gaudí. A geníalidade de Alhambra. Museus como o Reina Sofia e o Prado merecem pelo menos umas 50 visitas!

– Roma e Florença na Itália:

Com sorte meu próximo repeteco, cidades tão românticas que merecem uma segunda visita!

– Bath e Londres na Inglaterra.

Bath pela Arquitetura e Londres, simplesmente porque é Londres e isso já é d+!

– Boston e Nova Yorque no Estados Unidos:

(Apesar do frio de lascar no inverno). As duas cidades são um máximo e me deixaram ótimas lembranças. Adoria revisitar os museus de NY, caminhar no central Parque e ver o belíssimo entardecer em Boston.

Agora pensando em viu-tá-visto, essa é uma tarefa super complicada para uma repetidora de carteirinha, mas dado o dasafío colocaria:

-Nantes e La Rochelle na França

-Delft na Holanda

-Alice Springs, Brisbane e Gold  Coast na Austrália

-Auckland na Nova Zelândia

Acho que essa cidades conseguem contar um boa história em uma única visita. Viu tá visto, e pronto!

E você que lugares estão na sua lista?

Planeje sua viagem

Comentários (4)

Quero muito ir a Australia!! Conhecer Sidney. E o Japão já está na minha lista faz tempo.

Oi Luciana…
Os dois são lugares que valem mais de uma visita…rs!
Abraços

Boa lista, e certamente a sensação de incompletude fica ainda maior em metrópoles. Mas Roma (e Paris, NY, SP etc etc) não foram feitas em um dia…
Abs!

Concordo e completo. Nem forão feitas em um dia e nem para um dia.
Abraços

Deixe o seu comentário