Como funciona o Safari na África do Sul?

Leões na África do Sul

 

Tá indo para África do Sul, e está em dúvida de que Safari escolher? Conheça nesse post os diferentes tipos de Safari disponíveis (desde opções luxuosas, até Safaris para mochileiros) e escolha a opção que tem  mais a ver com você.

 Existem dois tipos de Safari, o Safari econômico eo Safari de Luxo. Conheça as diferenças.

Safari Econômico: o jeito mais barato de fazer um Safári.

Existem várias formas de fazer um safari mais em conta, na mais hoots delas, você alugará um carro em Johanesburgo e seguirá até uma reserva pública (O Krugger National Park é a mais famosa delas) de carro, ficará hospedado em um dos campings do complexo e fará seu próprio Safari com o carro que alugou.

De maneira menos radical, veja aqui o detalhemento de cada uma dessas medidas de economia e veja o que vale a pena para você.

 a)      Fazer o traslado Johanessburg – Safári de carro.

Os safáris mais famosos da África do sul ficam no nordeste do país, próximo as fronteiros do Zimbábue e Moçambique.

Dizem que as estradas são bem boas e sinalizadas, a viagem demora pelo menos duas horas e meia, isso depende do lugar que você escolher e do quanto você pisar – o úncio contra é que você terá que testar suas habilidades de motorista na mão inglesa. O Safári que eu escolhi fica há seis horas de JHB. (Vou abreviar ta?!  )

A boa noticia é que é uma viagem bonita, com vários lugares que merecem uma paradinha.

Os tipos de animais predominantes variam de região para região, portanto vale a pena perder dez minutinhos e pesquisar os animais que mais te interessam e suas regiões predominantes.

Dá também para pegar um vôo para Nelspruit (Krugger) ou Hoedsprut (Outros parques) e alugar um carro do aeroporto. Em Hoedsprut o aeroporto é muito micro, portanto você terá que alugar o seu carro ou garantir o transfer para o seu hotel antes de chegar lá. Caso contrario corre o risco de ficar solito no meio do nada

 b)      Optar pelos parque públicos de Safári.

Uma grande e famosa opção é o Parque Krugger. Bem acessível para chegar de carro por conta própria. As estradas são boas e você não precisará de um 4×4 para chegar até a sua hospedagem.

Os Parques público tem uma taxa de entrada mais barata que os parques privados e opções de acomodação com preços bem amigáveis.

 c) Optar por camping of Self Catering

Existem três classificações de acomodação: Campings, Self Caterng Lodges e Lodges de Luxo. Nos campings e Self Caterings, você mesmo terá que comprar e preparar suas comidas – pode esquecer serviço de quarto. O lado bom, é que desse jeito, com todos os passeios inclusos, sua viagem custará 1/10 do preço de uma viagem em um Lodge de Luxo. Vale a pena não?! Para você ter uma idéia de custo, enquanto estava buscando acomodações, uma viagem de três noites para duas pessoas no sistema de self catering – num lugar super legal – custava aproximadamente 1000 reais.  Se você quiser uma experiência mais natureba, tem um monte de Campings com tenda Fixa, ou seja com cama de verdade e tudo que você tem direito dentro da tenda. Conheço muitas pessoas que fizeram e adoraram!

No site do Kurgger tem algumas opções bem atrativas, com piscina e tudo.

 Se alguém tiver alguma dica de acomodação no Krugger, por favor me envie que eu publico.

 

c)      Fazer os passeios por conta própria

Essa é uma dica que eu não recomendo tanto, mas dá para fazer. Ao invés de contratar os passeios de 4X4 do seu Lodge/ Camping, você pode fazer os passeios com o seu próprio carro. Nesse caso, não se aproxime excessivamente dos animais mais ariscos, ou você corre o risco de ser atacado e dirija bem devagar. Quanto mais devagar você dirigir, maiores as chances de você avistar mais animais. A desvantagem dessa opção é tanto o quesito segurança, quanto ao quesito achar os animais. Os guias (Trackers e Rangers) estão super acostumados ao ambiente e conseguem seguir pegadas e outros vestígios aumentando sua chance de ver mais bichos. Além disso eles poderão te dizer os nomes e os costumes de cada um dos animais. 

 

Um Safari de Luxo

No Safari de Luxo, seja em uma reserva pública, ou privada, você ficará hospedado em bons Lodges com direito a comida de primeira e passeios inesquecíveis para ver animais duas vezes por dia.

Vantagens de optar por um Safári de luxo

 

a)      Ter todas as refeições (em alguns Safáris até o vinho) e passeios já inclusos no pacote. Preciso fazer um parêntesis aqui e contar que as refeições são verdadeiras delícias!

b)      As rangenrs – o Jipe que faz o passeio – se comunicam por radio, ou seja, isso aumenta bastante as suas chances de se deparar com os Big Five. Além disso, se tratando de um dos Big Five (Elefante, Leão, Leopardo, Búfalo e Rinoceronte) os Jipes podem sair das trilhas e se infiltrar em lugares mais fechado para encontrá-los. 

c)      Nas reservas privadas, as rangers que contém pelo menos dois profissionais. O motorista, geralmente com muita experiência e historia para contar. E o Tracker, um pessoa que fica sentada na frente do Jipe com o objetivo de seguir trilhas e pistas para achar uma grande quantidade de animais, incluindo pássaros e tartarugas pequeninos, que facilmente passariam desapercebidos por alguém sem muita experiência

 d)      Não ter que se preocupar com o traslado entre aeroporto e Hotel. Logo na saída você já terá alguém te esperando, com direita a plaquinha e nome!

 e)      Serviço de quarto com direito a alguns mimos. 

 

Planeje sua viagem

Deixe o seu comentário