Guia prático: O que fazer em Capri

4
Roteiro de 15 dias na Itália

Tudo o que você precisa saber para se dar bem em Capri! Saiba como chegar, o que fazer em Capri  e muito mais. Pronto para se encantar com uma das ilhas mais lindas da Itália?

Guia prático: O que fazer em Capri

Capri é um desses cantinho mágicos repleto de paisagens incríveis, um mar azul de doer e vistas de tirar o fôlego. Nesse post te ajudo a entender a ilha e descobrir o que fazer em Capri para aproveitar o seu tempo da melhor forma possível e curtir a ilha ao máximo!

que fazer em Capri

Il Faraglioni, um dos principais cartões postais de Capri

Como chegar?

Barcos e balsas fazem o percurso diario entre Napoli e Sorrento à Capri e durante o verão, há também saídas de Positano, Amalfi, Salerno e Ísquia.

Tempo de viagem e preço médio:

  • Nápoles -> Capri: 50 ~ 80 minutos dependendo da velocidade do Ferry escolhida | Preços de 12 à 19 Euros
  • Sorrento ->Capri: 23~ 80 minutos dependendo da velocidade do Ferry escolhida | Preços de 14,70 à 70 Euros

Dá para fazer um bate e volta de Nápoles ou da Costa Amalfitana

Capri é um lugar incrível e dá fácil para passar uma ou mais noites e curtir a ilha com a calma que ela merece. Para quem tem pouco tempo um bate-e-volta da Costa Amalfitano (seja Sorrento, Positano e etc…) é uma alternativa hiper viável, basta chegar cedo e voltar após o pôr do sol. Prepare-se para um dia cansativo e muito especial.

E de Roma?

Dá pra fazer e eu conheço algumas pessoas que fizeram, mas não recomendo porque é hiper cansativo.

Quer ver?
O trem mais rápido entre Roma e Nápoles leva 1 hora e 10 minutos, na sequencia você terá que tomar um táxi (mais dez minutos – peça tarifa prenotada para não levar um golpe) até o Porto Calata Porta Di Massa, e pra fechar você terá que pegar um ferry de ~60 minutos até Capri. Cada perna de viagem terá pelo menos 2:30 (deixando dez minutos de sobra para você fazer as trocas, o que é pouco!) se você coordenar muito bem os tempos de viagem. Serão 5 horas do seu dia perdidos em transporte.
Será que vale a pena com tanta coisa legal para ver pelas bandas de Roma? Eu acho que não.

Entendendo Capri

A ilha de Capri é dividida em duas cidades, Capri a mais turística e Ana Capri que fica na parte alta da ilha.
Para explorar as duas cidades bem, recomendo pelo menos uns 2 dias. Com 1 dia e uma noite – que foi o que tivemos, dá para conhecer Capri hiper bem, ou conhecer um pouquinho de cada uma das cidades na correria. Há uma linha de ônibus que conecta Capri a Ana Capri, o bilhete custa 1,80 Euros e o bilhete de ida e volta custa 2,70.

Quando visitar?

Capri é um desses lugares abençoados e com bom clima quase todo o ano, vale falar porém que entre o finalzinho de novembro e fevereiro é inverno e as chances de chuvas e neblina são mais altas. Inverno é baixíssima temporada e portanto grande parte dos hotéis e lojas estarão fechadas.

A alta temporada na ilha é de junho a agosto e os melhores meses para visitar são na meia estação de abril, maio, setembro e outubro.

Como se locomover em Capri

Capri é uma ilha relativamente pequena, porém a não ser que você tenha tempo de sobra e muita disposição para enfrentar as subidas da ilha recomendo fortemente que você use as linhas de ônibus e Funicular para se locomover por lá. O bilhete simples custa 1,80, o bilhete de ida e volta custa 2,70 e o bilhete de dia inteiro custa 8,60.

que fazer em Capri

Funicular de Capri

Quem chega com malas, ou quer um pouquinho mais de exclusividade pode contar com os táxis locais. Um táxi do Porto ao Centro custa em torno de 20 Euros.

Principais linhas de ônibus de Capri (frequência 15/20 Min)

  • Capri -> Ana Capri: 15 minutos de viagem
  • Capri -> Marina Piccola: 10 minutos de viagem
  • Capri -> Marina Grande: 10 minutos de viagem (pegue o Funicular!)

Aluguel de Scooter
Uma forma divertida de se locomover por Capri é alugar uma scooter . A Scooter pode ser alugada por algumas horas ou pelo dia inteiro e pode ser alugada na Marina Grande, Capri ou Ana Capri. Vale falar que as ruas são HIPER apertadas e que os ônibus vão dividir espaço com você. Ainda assim, pode ser uma opção.

Caminhada caprichado por Capri

Caminhando pela Via Tragara, uma das ruas charmosas de Capri

Tempos de caminhada

Caminhar é um dos programas mais deliciosos da ilha e as vistas são sempre lindas. Minha sugestão é que você faça os trajetos principais de ônibus e economize as pernas para descobrir e explorar as escadinhas, grutas e mirantes da ilha. Lugar lindo é o que não falta.

  • Marina Grande -> Centro de Capri: 45 minutos para subir (procure a sua que sobe na frente da na frente da “banchinella, onde os barcos atracam) ou 15 minutos para descer (a rua sai da pracinha de costas para o relógio, é só seguir as placas.
  • Capri -> Ana Capri: 1 hora de subida ou meia hora de descida. Procure as escadinhas.
  • Capri -> Marina Picola: 30 minutos de subida ou 15 de descida.

Principais pontos turísticos: o que fazer em Capri?

A volta a ilha: giro dell’isola

Um dos passeios mais deliciosos de Capri e dar a volta na ilha, passando por dentro do os Faraglioni e parando em uma serie de cantinhos fotogênicos, grutas escondidas, pequenas prainhas desertas e muito mais. Os tons de azul de Capri te acompanham durante todo o passeio e é tudo muito especial.

Roteiro de 15 dias na Itália

O giro da ilha de Capri

que fazer em Capri

Uma das grutas do trajeto

 

 

O passeio dura em torno de 3 horas e pode ser feito em barco coletivo (15 Euros por pessoa) ou barco privado (~170 Euros que podem ser divididos em um pequeno grupo de pessoas – tudo depende do tamanho do barco que você escolher). O Passeio também pode ser combinado com a gruta azul que é feita em mini barquinhos e custa 13 Euros por pessoa + Gorjeta.

Grotta Azzurra: a grota azul

A gruta azul, o ponto turistico mais famoso de Capri é desses lugares que dividem multidões, há quem ame, há quem ache uma furada, na dúvida vale ler alguns relatos, assistir alguns videos e decidir se é ou não uma experiência que você gostaria de viver. Uma coisa é fato: quem vê a gruta em plena luminosidade fica encantado com efeito azulado quase mágico.

O que você precisa saber:
Na teoria a gruta azul abre 365 dias por ano, desde que a maré esteja em condições para aguentar a entrada e saída dos barquinhos em segurança, e que haja um fluxo mínimo de turistas na ilha [no dia que visitei Capri, em baixíssima temporada, nosso barqueiro nos contou que durante dezembro e janeiro a gruta só abre quando há um grande grupo de turistas na ilha].

Os barquinhos são pequenos, vai todo mundo espremidinho e na hora de entrar na gruta é preciso abaixar.

A intensidade do azul da água varia conforme a luz do sol (o melhor horário para visita-la é entre as 11:00 e 13:00 e os meses com melhor luminosidade -quando o efeito fica realmente espetacular – são maio e junho.

Quanto custa?
O passeio a gruta azul custa 13,00 Euros por pessoa + gorjeta.

Como fazer o passeio?
Combinado com o passeio de volta a ilha (se o passeio for em grupo o barco já estaciona no local, se o passeio for privado, peça para seu barqueiro parar na gruta. Saiba que o tempo de espera e o tempo de passeio conta como parte do seu passeio): o barqueiro vem te buscar no seu barco e a taxa de 13,00 Euros por pessoa mais gorjeta é cobrada a parte.

Há uma linha de ônibus que conecta Ana Capri ao píer da gruta azul, ali os barqueiros pegam os passageiros para fazer o passeio.

Veja aqui os relatos do Ric Freire do Viaje na Viagem.

Curtir as praias e Beach Clubs de Capri

Capri não tem praias de areia branquinha como as nossas do Brasil, suas praias são de pedrinhas ou rochedos com um mar profundamente azul. E não se engane, elas são deliciosas.

Capri

Praia na Marina Piccola

Praias públicas: onde nadar grátis
Capri tem praias públicas há poucos metros da Marina Grande, na Marina Picola (a desvantagem dessas duas praias é que o sol se vai no início da tarde) e no Farol de Punta Carena. Há também uma serie de Beach Clubs privados (a entrada + aluguel de espreguiçadeira custa em média 20 Euros. O Guarda sol é cobrado a parte).

Além disso há uma serie de pequenas prainhas acessíveis apenas para quem faz o passeio de barco pela ilha.

Beach Clubs: As praias badaladas de Capri
Há Beach Clubs nas duas Marinas, próximo a gruta azul, ao lado do Faraglioni e em Punta Carena.

Veja mais sobre as praias e Beach Clubs de Capri aqui.

Piazzeta de Capri

A pracinha central de Capri tem um relógio charmoso, uma igrejinha fofa, uma serie de cafés, e o que eu mais gosto: uma vista hiper caprichada do Oceano. A piazetta é um ponto de passagem obrigatório para quem visita a ilha, e quer saber? Vale dar uma paradinha.

Capri

Ilha de Capri vista da pracinha central

Via Camerelle

A Via Camerelle é rua mais chique de Capri e que concentra a maior quantidade de lojas de grife. Tem Armani, Louis Vuitton, Hèrmes, lojas de jóias, relojoarias e muito mais. Para quem curte namorar vitrines, taí um lugar bacana.

Jardim de Augusto e Via Krupp

O jardim de Augusto é um dos meus cantinhos preferidos de Capri. Um jardim bonitão repleto de canteiros floridos e vistas espetaculares para o oceano. Lá do alto você verá as curvas da Via Krupp (ruazinha tortuosa construída por um milionário para embelezar o caminho entre a Marina Picolla e o centro de Capri) que rendem fotos lindas. Do outro lado do jardim você terá vistas para as formações rochosas Il Faraglioni, um dos cartões postais da ilha.

Capri

Via Krupp vista dos jardins de Augusto

Caminhada caprichado por Capri

Sempre que o oceano aparecer, vale parar, admirar e quem sabe fotografar!

Capri

Il Faraglioni visto do jardim de Augusto

*No momento a Via Krupp esta fechada para reforma.

Visitar a Certosa di Giacomo

Ao lado do Jardim de Augusto está a Certosa de Giacomo, um convento lindo debruçado nas encostas de Capri. O convento começou a ser construído em 1371 e até o renascimento Italiano0 novas partes foram sendo acrescentadas. Destaque para os afrescos da igreja principal e para o claustro renascentista fotogênico.

Trilha de Pizzolungo

Para quem curte caminhadas, a dica é percorrer a Via Tragara até o acesso a Trilha de Pizzolungo, e caminhar por ela até o Arco Natural passando por alguns dos mirantes mais lindos de Capri. A trilha tem pouco mais de 3Km, e as vistas são espetaculares com direito a Villas Caprichadas, vistas de cair o queixo, uma passadinha pela gruta Matermania, sobe e desce por escadarias fotogênicas (atenção, são 750 degraus). O bacana dessa trilha é caminhar por uma Capri mais local, repleta de natureza e distantes dos holofotes turísticos da ilha. Veja mais detalhes sobre essa caminhada fotográfica por Capri aqui.

Capri

Villa Malaparte vista da trilha

Capri

Mirante do Il Faraglioni

Ana Capri

Três quilómetros de curvas tortuosas separam a badalada cidade de Capri, da sua irmã menos conhecida Ana Capri, uma cidade charmosa repleta de ruas labirínticas e com um jeitão bem local. Reza a lenda que Ana Capri é hoje o que Capri já foi antes de cair no gostosos turistas, uma cidade simpática e pra lá de charmosa.

O centro histórico de Ana Capri  é uma graça e tem algumas construções bem charmosas como a Casa Rossa (casa vermelha) uma mistura interessante de estilos arquitetônicos, a Igreja de San Michele (uma igrejinha barroca em formato de Cruz Romana famosa por seu mosaico de Adão e Eva) a praça Armando Diaz, um dos cantinhos preferidos dos locais, com seus bancos mosaicos pintados a mão e a igreja de Santa Sofia, uma das mias lindas da ilha.

Da  Piazza Vittoria, você poderá tomar o teleférico rumo ao Monte Solaro ou seguir para o Museu Villa de San Michelle.

Monte Solaro

O ponto mais alto da Ilha, na região de Ana Capri, é acessível tanto por trilha quanto por teleférico (parte da praça principal de Ana Capri e a subida leva 12 minutos). As vistas são lindas e num dia sem neblina você verá até o monte Vesuvio em Nápoles.

E falando em neblina…

Durante as manhãs, e também durante as tarde de outono a diferença de temperatura entre o mar e as rochas da ilha forma uma coroa de nuvem branca que envolve a montanha, por isso o Monte Solaro  foi apelidados pelos locais de  “Acchiappanuvole” (pega-nuvens). A coroa rende fotos bem charmosas, mas quem pretende evitá-la deve ficar ligado aos horários

Horários de funcionamento do teleférico:

  • De março a outubro: 9:30 – 17:30
  • De novembro a fevereiro: 10:30 – 15:00

Ingresso: 11 Euros (ida e volta) ou 8 Euros (apenas ida)

Conhecer a Villa San Michele

A antiga villa do médico sueco Axel Munthe foi convertida um dos museus mais lindos da ilha de Capri, uma casa construída em vários níveis decorada com estátuas e peças arqueológicas vindas de Capri e de vários outros cantos do mundo. A casa foi construída sob os restos da antiga capela de San Michelle e por isso ganhou esse nome, sua construção foi documentada por Axel e se tornou um dos livros mais vendidos da época.

A Villa tem vistas incríveis do oceano, um pátio caprichado e um jardim hiper bem cuidado. De todas as vilas de Capri, foi a que mais me deu vontade de visitar.

Horarios de funcionamento:

Aberta todos os dias do ano das 9:00 até uma hora antes do pôr do sol

Ingresso: 7 euros

Veja mais detalhes no site oficial da Villa

Ver as vistas do alto da Villa Jovis

A Villa Jovis foi o cantinho escolhido pelo imperador Tibério para descansar de seus afazeres Romanos e curtir o ócio com uma vista caprichadíssima, a Villa fica na parte alta de Capri e chegar lá requer um certo esforço, são 45 minutos de caminhada com direito a uma subida brava.  As ruínas mostram uma vila elaborada com caixas d’água, fontes de água fresca e muitos cômodos.

Horarios de funcionamento:

Aberta de terça a domingo

  • Maio: 10:00 às 18:00
  • Junho – Agosto 10:00 às 19:00
  • Setembro e Outubro 10:00 às 17:00
  • Novembro e Dezembro das 10:00 às 16:00

Ingresso: 2 euros

Punta Carena e o farol

Punta Carena tem um dos melhores pores do sol da ilha e é um dos melhores lugares de Capri para curtir um banho de mar, já que o sol é constante o dia todo. Punta Carena é famosa pelo seu farol que desde 1866 orienta os barcos a navegarem pela região.

Para chegar lá pegue um ônibus até o terminal de Ana Capri e em seguida um ônibus rumo ao farol.

E aí, curtiu as dicas do que fazer em  Capri?

Alguém aí já visitou ilha e quer compartilhar umas dicas?

E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

 

Guarde este post no Pinterest!

Itália, Capri

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

4 comments

  1. Marcelle Garrido 4 agosto, 2017 at 17:55 Responder

    Oi Mari,
    Achei excelente o seu post… gostaria de saber em média quanto tempo leva esse passeio de barco pela ilha e o passeio da gruta azul. Vamos em lua de mel e passaremos só duas noites em Capri… to tentando fazer um roteirinho e as suas dicas me ajudaram bastante, obrigada. Bjs

Post a new comment

Veja também