Escócia: Highlands e Ilha de Skye

2
Highlands e Ilha de Skye

Planejando uma viagem pelo interior da Escócia? Veja nesse post os highlights da viagem pelas Highlands e ilha de Skye: Lago Ness, Glencoe Vale, Eilean Donan Castle e muito mais!

Escócia: Highlands e Ilha de Skye

Os posts de Edimburgo fazem tanto sucesso aqui no Ideias na mala, que volta e meia recebo dúvidas de leitores querendo saber detalhes e possibilidades de vários outros cantinhos da Escócia como Highlands, , Ilha de Skye, Glasgow e etc. Cantinhos que eu não conheço e também sou louca para visitar.

Highlands e Ilha de Skye

Cervo em Highlands

E para botar um fim nessa onda de curiosidades, contei com a ajuda da Luciana Freitas do Blog Let’s Fly Away, que fez uma viagem linda pela região das Highlands e Ilha de Skye e conta muitos detalhes para nós. Vamos viajar com a Luciana?

Texto e imagens: Luciana Freitas

Quando pensamos em uma cidade da Escócia é claro que a primeira imagem é Edimburgo e sua beleza apaixonante. Assim, seja por falta de tempo ou até mesmo informações, muitos viajantes se limitam a visitar a capital do país.

Só que a Escócia tem muito mais a oferecer!

Em abril de 2015, fiz um giro pela Inglaterra, Escócia e Irlanda. Foi uma viagem incrível, partindo de Londres e terminando em Dublin. Muitas aventuras! Nesse post vou compartilhar um pouco da minha experiência no interior da Escócia, pela Highlands e Ilha de Skye.

Highlands e ilha de Skye

Trilha em Highlands

Highlands e ilha de Skye

Boi em Highlands

Paisagens do interior da Escócia

A paisagem natural do interior da Escócia é deslumbrante. Montanhas, lagos e vales, sendo a região menos povoada da Europa Ocidental. Como era início de abril, ainda haviam algumas montanhas com picos cobertos de neve, as flores começavam a reaparecer e a grama estava voltando a ficar verde.

Escócia: Highlands e ilha de Skye

Glencoe Vale no interior da Escócia

Highlands e ilha de Skye

Rio em Highlands

Escócia - Highlands

Caiaque em Highlands

Como visitar o interior da Escócia?

Quando estava organizando a viagem li vários relatos sobre a melhor forma de explorar a região. E fiquei com muitas dúvidas. Seria melhor viajar de carro? De ônibus? Fazer um tour? É melhor fazer um Bate-volta usando Edimburgo como base ou se hospedar na Highlands?

Todas as possibilidades são factíveis e tem prós e contras. Como estava sozinha e queria explorar o máximo possível achei mais econômico e prático optar pela excursão.

Highlands e ilha de Skye

Cervo em Highlands

Excursão pelas Highlands e ilha de Skye

Há dezenas de empresas que oferecem excursões pelas Highlands e Ilha de Skye, escolhi a Timberbush Tours, seguindo as reviews do Tripadvisor e a dica de um amigo. A compra pela internet foi simples, com um atendimento via e-mail eficiente para tirar dúvidas e ajudar na reserva de hotel.

A Timberbush oferece excursões de 1,2 ou 3 dias tendo como ponto de partida Edimburgo, Glasgow ou Inverness, a principal cidade da Highlands. (Os preços variam conforme a duração do tour e não incluem acomodação – que é oferecida a parte e tem preços bem razoáveis para o Reino Unido). Eu escolhi a excursão de 3 dias e 2 noites e abaixo contarei um pouco mais sobre o transporte, grupo de pessoas e acomodação.

Highlands e ilha de Skye

Ponte em Highlands

Aliás, a minha única frustração de toda a viagem é não ter conseguido conhecer Inverness. Bem, é um motivo para voltar para a Escócia!

O trajeto entre Edimburgo e Highlands

O trajeto foi feito em um micro-ônibus para cerca de 20 pessoas. Nosso motorista e guia (sim, ele os dois ao mesmo tempo, dirigia e tempo falava ao microfone enquanto estávamos na estrada) conhecia muito a região, cheio de curiosidades e histórias. Quem não fala inglês infelizmente perderá essa parte da viagem, embora aquela coisa comum em excursão de ficar um tempão dentro do ônibus tirando foto pela janela e ouvindo o guia não tenha acontecido. Milagre! Eram muitas e constantes paradas (algumas de poucos minutos, só para uma foto de uma paisagem bonita) e um roteiro bem diversificado. Foram 3 dias maravilhosos!

Highlands e ilha de Skye

Highlands Escócia

O grupo

Aliás, o grupo também era eclético. Uma pequena Torre de Babel. Tinha alemão, espanhol, chinês, coreano, americano e por aí vai. Uma divertida mistureba! No final todo mundo se entendia.

Onde dormimos

Durante duas noites dormimos em Portree, a única cidade propriamente dita da Ilha de Skye, com a enorme população de… 3.000 habitantes! Para quem planeja fazer essa viagem por conta própria, além de Portree, Inverness é outra alternativa interessante de base.

Highlands e ilha de Skye

Cidade de Portree na ilha de Skye

Escócia: Highlands e ilha de Skye

Fairy Pool na ilha de Skye

E dá para fazer este passeio de carro?

Sem dúvida!  Basta um bom GPS e usar Portree ou Inverness como base. As estradas são boas e mega tranquilas, com uma sinalização bilingue: inglês e gaélico.

Highlands e ilha de Skye: Highlights do passeio

Aqui vai uma listinha do que mais gostei, para você se animar em conhecer esse lindo país:

Veja os highlights da excursão no Google Maps

1. Glencoe Valley

É uma área da Highlands, que resume o cenário do interior da Escócia: montanhas, vales, rios e animais. Lindo de morrer!

Highlands e ilha de Skye

Glencoe vale em Higlands

Há alguns mirantes ao longo da estrada que corta o vale, perfeitos para fotos, sendo possível fazer trilhas no verão e sky e snowboard no inverno.

Imaginar que no passado o vale foi palco de batalhas sangrentas entre clãs ou pela independência da Escócia. O mundo dá voltas e agora Vale de Glencoe virou locação de cinema. Tiros e sangue só de mentira rsrs Foi cenário de filmes como “Coração Valente” e “007 Skyfall”.

2. Loch Ness (o famoso Lago Ness)

O interior da Escócia possui muitos lagos (loch em gaélico) e o Loch Ness tem que fazer parte da lista, claro! Ele não é só o mais importante lago escocês por conta de Nessi, apelido carinho do ilustre e famoso Mostro. É igualmente o maior lago (37km de extensão) e um dos mais profundos, tendo mais água que todos os lagos da Inglaterra juntos! A água do Loch Ness é bem escura, não dá para ver nada, embora limpa. Se tem um peixe ou um mostro ali dentro não tem como ver.

Trilha em Highlands

O famoso Lago NEss

Ali caminhamos ao longo da margem do Loch Ness, passeamos pelo vilarejo de Drumnadrochit (não deu tempo de ir no museu em homenagem a Nessie) e fizemos um passeio de barco.

Highlands e ilha de Skye

Escócia: Passeio de barco pelo Lago Ness

3. Eilean Donan Castle

O Eilean Donan Castle (Castelo de Eilean Donan) é o castelo mais famoso da Escócia. Olha que a Escócia tem um monte de castelos!

Highlands e ilha de Skye

Eilean Donan Castle

Esse castelo, que data do início do século XIII, é cartão-postal da Escócia e foi cenário de filmes (alguém ainda se lembra do “Highlander”?)

O Eilean Donan Castle fica sobre uma ilha à beira de um lago.Após ficar em ruínas por quase 200 anos, o castelo foi restaurado e aberto ao público em 1932, sendo um sucesso e orgulho para os escoceses.

Highlands e ilha de Skye

Eilean Donan Castle visto de longe

Passeamos por todo interior do castelo, seus cômodos que recontam a história e costumes da Highlands. Foram muitas e muitas fotos!

4. Dunvegan Castle

Na Ilha de Skye encontramos o Dunvegan Castle (Castelo de Dunvegan), um dos mais preservados da Escócia. É um castelo privado, de propriedade do Clã MacLeod desde a Idade Média e ainda hoje usado pela família. Por isso existe uma ala aberta ao público para visitação e outra privada.

Highlands e ilha de Skye

Castelo de Dunvegan

É proibido tirar fotografias no interior do castelo, que lembra a casa de campo de uma família aristocrata, sem elementos históricos à exceção da estrutura da construção em si e de obras que contam o passado do clã.

O melhor do passeio é o jardim do castelo, extremamente agradável.

Highlands e ilha de Skye

Jardins do castelo de Dunvegan

Ali é possível pegar um barquinho para um passeio de 25 minutos pelo Loch Dunvegan (daí vem o nome do castelo) para ver uma colônia de focas marinhas. Essa parte eu pulei porque estava um frio danado.

Highlands e ilha de Skye

Loch Dunvengan

5. Kilt Rock

Localizada na Ilha de Skye, Kilt Rock é o penhasco com uma cachoeira chamada Mealt Waterfall, uma queda de 60 metros de altura direto sobre o mar.

Highlands e ilha de Skye

Cachoeira na Kilt Rock

O nome do penhasco é em homenagem ao kilt, pois sua formação lembraria essa roupa escocesa.

Lá tem um mirante onde podemos admirar a beleza do local. Uma pena estar chuviscando e ventando muito porque atrapalhou um tiquinho as fotos.

Highlands e ilha de Skye

Perto do Kilt Rock

E aí, curtiu as dicas da Luciana? 

Veja outros posts do Lets Fly Away sobre o interior da Escócia

Pra quem ver aproveitar Edimburgo ao máximo, aí vão as dicas do Ideias na mala.

Obrigada Luciana pelo SUPER post e pelas fotos lindas. Foi um prazer ter você no Ideias na mala.

E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

Sobre a Luciana:

Carioca apaixonada por viajar. Adoro conhecer novas pessoas, culturas e lugares. Meu lema é “vivo para viajar, viajo para viver”. Blogueira desde 2015 para compartilhar um pouco das histórias e experiências vividas pelo mundo.

E para quem curtiu o post da Luciana, fica a dica, no Blog Let’s Fly Away tem vários textos bacanas e dicas da Escócia e do mundo.

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

2 comments

  1. Bruna 6 abril, 2016 at 04:32 Responder

    Que legal esse post!!!!

    Fiz exatamente essa mesma viagem (mas incluindo uma semana em Glasgow e uma rapida passagem pelo extremo norte da Escócia), em setembro de 2014. Apesar de ter morado em Edimburgo, muitas coisas não consegui conhecer. .. Adoro ler todos os posts sobre Edimburgo e a Escócia em geral, uma forma de matar a saudade, ja que essa conversao da libra nao anda ajudando muito ultimamente.

    Adorei as fotos!!!

    • mari vidigal 6 abril, 2016 at 19:38 Responder

      Oi Bruna,
      A Luciana arrasou nas fotos e me deixou com uma MEGA vontade de voltar para a Escócia. Infelizmente só conheci Edimburgo – e já amei!
      A conversão da libra tá ruim mesmo – sempre foi né?! Lembro da primeira vez que fui para Londres e troquei meus dólares pro libras. Quase chorei com a conversão. Rs
      Beijos e super obrigada pela visita

Post a new comment

Veja também

A casa de Monet em Giverny

Tinha ouvido falar muito bem da casa de Monet em Giverny, mas como lindo, incrível e maravilhoso são adjetivos muito usados em Paris, confesso que ...