Multonamah Falls & Columbia River Gorge (bate e volta de Portland)

0
Multonamah Falls

Esse é um passeio de um dia pelo Columbia River Gorge e suas principais cachoeiras – incluindo a Multonamah Falls, passando pela simpática Hood River, e voltando pela rodovia cénica do Mount Hood. Um passeio repleto de cachoeiras incríveis e paisagens de cair o queixo. Pronto para se encantar?

Multonamah Falls & Columbia River Gorge (bate e volta de Portland)

A desfiladeiro do rio Columbia (em inglês Columbia River Gorge) é uma região repleta de cachoeiras e mirantes há cerca de 25 minutos de Portland (Oregon). Uma dessas viagens de carro que cada curva apresenta uma surpresa e uma possibilidade. Minhas expectativas eram altas, havia visto centenas de fotos das cachoeiras (mesmo porque, com um só dia de passeio tive que selecionar BEM onde valia a pena parar para aproveitar o nosso dia ao máximo), lido dezenas de relatos em sites gringos e avaliações no Trip Advisor e ainda assim fiquei de queixo caído com a imensidão das cachoeiras e a força de suas águas. Nesse post darei várias dicas para você aproveitar o passeio ao máximo. Vem comigo?

Multonamah Falls

Multonamah Falls, um dos pontos altos desse passeio

Excursão ou fazer o passeio por conta própria?

Mas antes de mais nada, sempre pinta aquela dúvida. Será que vale a pena fazer uma excursão ou alugar um carro e ir pro conta própria? Existem dezenas de passeios com saídas diárias de Portland, desde passeios curtos de uma manhã, a roteiros mais caprichados que incluem degustações de vinho, paradas no Mount Wood e outras possibilidades. Estes passeios custam entre 60 e 150 dólares dependendo do roteiro, tamanho do grupo, e tempo de duração.

Por outro lado, alugar um carro em Portland é tão barato (o nosso alugado de última hora no RentalCars.com custou 23 dólares + 11 dólares de seguro opcional) e o benefício de montar nosso próprio roteiro e ter flexibilidade de parar todas as vezes que quiséssemos e pelo tempo que desejássemos fez com que nem cogitássemos a excursão. Alugamos um carro no centrinho de Portland – 7 minutos a pé do nosso hotel – e amamos a decisão.

Roteiro Resumido parada à parada

  • Mirante do Portland Womens Forum
  • Vista House
  • Latourell Falls
  • Shepherds Dell Falls
  • Bridal Veil Falls
  • Multonamah Falls
  • Horse Tail Falls
  • Almoço em River Hood
  • Volta pelo Mt. Hood Scenic Highway
  • Doughnuts no Voodoo
  • Jantar caprichado no Andina

Roteiro no Mapa

Se preferir, abra o mapa neste link.

Saída de Portland

Saímos de Portland pouco depois das 9:00 da manhã. A locadora abria as 8:00, mas decidimos dormir até um pouco mais tarde para não ficarmos exaustos durante o dia. A vantagem de sair cedo é pegar as primeiras cachoeiras mais vazias. Depois das 11 da manhã – especialmente durante os finais de semana – o parque lota e estacionar o carro fica mais complicado (especialmente na Multonamah Falls, que é de longe a cachoeira mais disputada do pedaço)

GPS

A locadora de carro forneceu um bom mapa de papel das cachoeiras da região, mas para garantir usamos o GPS do telefone. Vale falar que em algumas áreas do trajeto o sinal de celular é bem limitado, então baixar o mapa no dia anterior foi uma mão na roda!

A estrada

Sei que muitos viajantes tem receio em alugar carro fora do Brasil, mas já te adianto, se você é um bom motorista e está acostumado com nossas estradas, vai tirar de letra. As estradas da Costa Oeste americanas são ótimas, e não tivemos problema durante o trajeto.

No inverno: A região do Mount Hood é montanhosa e as chances de você pegar uma nevezinha na estrada são relativamente altas. Assim, antes de sair verifique a previsão do tempo e caso necessário. Alugue correntes.

Mt. Hood - Oregon

Mt. Hood, uma das paisagens do caminho

Mirante do Portland Womens Forum

A primeira parada do dia é o mirante do “Portland Women’s Fórum”, para chegar lá você terá que sair da estrada principal e entrar na Hwy 30. É nessa estrada que ficam as cachoeiras da região e boa parte das paradas que faremos hoje.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Trechinho da Hwy 30 – Columbia River Gorge

Esse primeiro mirante é uma parada muito bonita e que mostra bastante o relevo da região e o contraste das montanhas e do rio. Repare que esta parada fica de frente para a próxima parada só que alguns Km adiante, repare como a vista muda nesse curto espaço de tempo.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Mirante do Portland Womens Forum

Tempo nublado: As manhãs de primavera, outono e inverno tanto em Oregon quanto no Norte da Califórnia costumam ser nubladas, e essa é a única desvantagem de sair cedo. Ao parar nesses dois primeiros mirantes do dia, suas chances de ver muita névoa, como aconteceu comigo, são altas. Mas ainda assim vale a pena sair cedo.

Vista House

A segunda parada, poucos quilómetros adiante é a  “Vista House”, um mirante/museu construído em 1918 uma uma arquitetura bem bonita e vistas 360 graus da região.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Vista House

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Parte interna do edifício

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Assim, vale a pena curtir os detalhes da arquitetura da casa, e as vistas. O espaço tem um pequeno museu no subsolo, mas acabamos passando direto para dedicar mais tempo nas cachoeiras, e eu se fosse você faria o mesmo.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

E finalmente: a vista

Latourell Falls

Passada a vista House começa um impressionante corredor de cachoeiras, uma mais linda e mais interessante que a outra. Em um dia não dá para parar em todas as cachoeiras e nem percorrer todas as trilhas da região, assim priorizei os lugares mais bonitos e mais fáceis de acessar. (Outro fator importante nas minhas decisões, foi o fato de eu estar grávida de 6 meses e não querer me arriscar em trilhas super difíceis ou escorregadias, mas deixarei aqui sugestões de lugares bonitos que não visitei, mas gostaria de ter visitado. Combinado?)

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Essas plaquinhas indicam cada uma das cachoeiras e mirantes. Fique de olho nelas 🙂

A primeira cachoeira da estrada é a Latourell Falls, visível da estrada (e por isso super disputada). A Latourell Falls é bem bonita e com uma pequena trilha cerca de 100-150 metros, você terá acesso a um segundo mirante com uma visão bem linda da cachoeira.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Latourell Falls

Trilha da Latourell Falls

Quem quer ver a parte alta da cachoeira – que pelas fotos parece ser bem bonita – pode optar pela trilha da Latourell Falls. Vá de tênis e leve água! (Eu fiquei feliz em ver a cachoeira da estrada e fui direto para a próxima parada ;))

  • Distância total: 3,9 Km
  • Ganho de elevação: 160 metros
  • Nível de dificuldade: Moderada

Veja todos os detalhes da trilha nesse post (em inglês)

Sheppherds Dell Falls

Dalí seguimos para a Shepherd’s Dell Falls uma cachoeira completamente escondida pela estrada e quase sem opções de estacionamento. Aqui vale a pena dar uma paradinha no acostamento e caminhar 300 metros até a cachoeira. Que é linda, e apesar de não tão alta e imponente como as outras, foi uma dos cantinhos que mais gostei. Talvez pelo silêncio e serenidade do lugar.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Vista da estrada: nada de cachoeira

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Mas é só caminhar um pouquinho que ela aparece

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

E olha só que linda!

Trilha da Shepherd’s Dell

Fácil, rápida e indolor. Uma caminhadinha de nada de presenteia com vistas lindas da cachoeira e da ponte onde ela se encontra. Super recomendo!

  • Distância total: 320 metros
  • Ganho de elevação: irrelevante
  • Nível de dificuldade: Bem fácil

Veja todos os detalhes da trilha nesse post (em inglês)

 

Bridal Veil Falls

A terceira cachoeira é a Bridal Veil, ela tem um estacionamento parrudo porém disputado, e exige uma caminhadinha fácil de cerca de 950 metros. Gostei da Bridal Veil e acho que vale a parada por ser fácil, mas não foi a minha preferida do dia não.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Trilha rumo a Bridal Veil Falls

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Bridal Veil Falls

A trilha da Bridal Veil Falls

  • Distância total: 950 metros
  • Ganho de elevação: 20 metros
  • Nível de dificuldade: Fácil

Veja todos os detalhes da trilha nesse post (em inglês)

Entre a Bridal Veil e a Waakenah Falls há uma de pontos de início de trilhas. Uma das mais famosas e como as vistas mias lindas da região é a Angel’s Rest. Pela quantidade de carros no estacionamento dá para ver que é um ponto bem disputado. A trilha tem 6,5 Km só de ida (total 13 Km e não é um loop). Com o tempo apertado e a hora da fome se aproximando, seguimos direto para a Waakenah Falls.

Waakenah Falls

A Waakenah é uma cachoeira cumprida e bonita na beira da estrada. Nada muito incrível perto do que já vimos, mas… a grande sacada aqui é usar o estacionamento da Waakenah (ou do parque que fica do outro lado da estrada e tem muitas vagas – cuidado na hora de atravessa) e daqui caminhar cerca de 900 metros até a Multonamah Falls. Acredite, essa caminhada de 900 metros – uma reta, nada de belezas naturais, e nada de desafios. Fácil mesmo – vai te poupar uma dor de cabeça incrível para estacionar o carro, já que as vagas na Multonamah são hiper disputadas. Esse se fosse você seguiria esta dica!

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Waakenah Falls (Juro que ao vivo é bem mais bonita que na foto. Rs)

Multonamah Falls

E finalmente chegamos ao ponto alto do passeio: a incrível cachoeira Multonamah. Ela fica pertinho da estrada e tem uma estrutura bacana com direito a restaurante, banheiros, lanchonete, lojinha (claro! Estamos nos Estados Unidos) e centro de informações.  A Multonamah Falls tem 189 metros de altura divididos em duas quedas d’água e é a segunda cachoeira mais alta dos Estados Unidos perdendo apenas para a Yosemite Falls.

Multonamah Falls

Multonamah Falls

O cenário ficou ainda mais lindo com a ponte arqueada construída na segunda queda d’água.  Para chegar até a ponte são 300 metros de uma caminhada bem fácil, mas confesso que gostei mais da vista com a ponte no meio.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Parte alta da Multonamah Falls

Multonamah Falls

E a vista para o vale é BEM bonita

A trilha da Multonamah Falls

E quem quiser subir até o topo da cachoeira pode continuar a Hike seguindo pela trilha – com a opção de fazer um loop inteiro e terminar na Waakenah Falls (prepare-se para caminha 8,6 Km e subir 490 metros), vá com sapatos adequados pois pelo que li a trilha pode ser escorregadia. Antes de subir, cheque as condições na trilha no centro de informações.

  • Distância total: 3,5 Km (até o alto da Multonamah)
  • Ganho de elevação: 213 metros
  • Nível de dificuldade: Moderado (ou difícil para quem for até a Waakenah)

Veja todos os detalhes da trilha nesse post (em inglês)

Desfiladeiro Oneonta

E sabe quando eu falei no comecinho do post que devido a gravidez não pude visitar todos os cantinho que gostaria. O Desfiladeiro Oneonta (entre as cachoeiras Horse Tail e a Multonamah Falls) é um desses lugares que me pareceu incríveis mas que tive que deixar passar. Dê um Google nesse lugar e veja só que coisa mais linda! A trilha é feita na água (leve bons sapatos e prepare-se para se molhar) e por isso tem um nível difícil, mas em termos de distância é apenas 1 Km (cada perna). Nós passamos reto, mas eu se fosse você me aventuraria.

  • Distância total: 1 Km
  • Ganho de elevação: 120 metros
  • Nível de dificuldade: Difícil

Veja todos os detalhes da trilha nesse post (em inglês)

Horse Tail Falls

E a última cachoeira do dia é a Horse Tail Fails (claro que se você quiser pode pesquisar e fazer algumas outras paradas nesse percurso, mas para um dia de viagem, essas são minhas recomendações). A Horse Tail fica do lado da estrada e é uma das preferidas dos locais, porque em dias quentes, dá até para nadar na piscininha dela.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Horse Tail Falls

Trilha Da Horse Tail Falls

Em termos de trilha, taí uma das mais recomendados do dia. O circuito que dá a volta na cachoeira tem 3,7 Km, é tranquilo e tem vistas muito lindas. Escutei falar muito bem desse passeio

  • Distância total: 3,7 Km
  • Ganho de elevação: 134 metros
  • Nível de dificuldade: Fácil

Veja todos os detalhes da trilha nesse post (em inglês)

Daqui você pode seguir direto para Hood River (como o Gu e eu fizemos) o parar em dois outros pontos que são bem recomendados: A  Becon Rock (com vistas lindas do rio Columbia) ou a trilha pelo antigo túnel do Mitchell Point (4km)

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Vista do mirante do Mitchell Point

Almoço em Hood River

River Hood é uma cidade charmosa repleta de pequenos restaurantes, cervejarias e algumas casas de degustação de vinho. A cidade é point para prática de Wind Surf e Kite Surf e serve de base para quem quer esquiar na região do Mt. Wood, ou explorar as cachoeiras do Columbia Gorge. Achei a cidade uma graça e adoraria ter passado um par de dias por lá.

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Prefeitura de Hood River

Multonamah Falls & Columbia River Gorge

Dica de cervejaria para almoçar

Depois de rodar a cidade um bocado e pesquisar online opções de lugares gostosos (e sem fila, porque estávamos famintos) escolhemos a cervejaria Double Mountain (8 Fourth Street). O lugar é super descolado, as cervejas são ótimas e a pizza de pizza de muçarela e queijo de cabra que provamos estava ótima.

Hood River - Oregon

Pizza e cerveja na Double Mountain

Volta pelo Mt. Hood Scenic Highway

Saindo de Hood River vale a pena dar uma paradinha no Panorama Point, um mirante com vistas lindas do Mount Wood e do Mt. Adams. Esse é um dos poucos lugares de onde você conseguirá avistar as duas montanhas. (O Gu passou reto e eu quase matei!!! Rs)

Agora você tem duas decisões: voltar pela estrada rápida e ir direto para Portland ou fazer a volta pelo Mt. Hood Scenic Highway, uma estrada linda que passa pelos pés do Mount Hood.

Mt. Hood - Oregon

Vistas da Mt. Hood Scenic Highway

Vale falar que o Mt. Hood é a montanha mais alta da região (3,400 de altura), e é o resort de esqui com a estação mais longa de todo os EUA, são 12 estações de esqui diferentes espalhadas pela montanha . Caso queira subir na montanha, leve casaco.

Mt. Hood - Oregon

Mt. Hood

Um dos lugares mais interessantes para ver o vulcão do alto é o Timberline Lodge, e essa é a minha sugestão de parada na estrada. (Nós havíamos planejado parar por lá, mas mudamos de ideia e seguimos para Portland para devolver o carro antes do estacionamento fechar e evitar dores de cabeça. Mas ainda sem nenhuma parada a volta cênica valeu e MUITO a pena, o Mout Hood é muito lindo e a transformação da paisagem também é muito legal.

Passado do trecho do Mount Wood, tocamos para Portland pela via mais rápida seguindo as dicas do nosso amigo GPS. Chegamos as 5:55, exatos 5 minutos antes do estacionamento fechar. Amamos o dia e voltaremos em breve para explorar o que faltou!

Portland - Oregon

Chegada em Portland

E você, curtiu o roteirinho?

Alguém aí conhece a região e quer deixar dicas para os leitores (adoro atualizar os posts com dicas de vcs 🙂 )

 

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

No comments

Veja também

Nitrogênio virando sorvete

Bangkok: o sorvete da Milk Solid

Quem acompanha o blog já deve ter percebido que eu ADORO sorvete. Gosto muito mesmo, tanto que raramente consigo passar por uma sorveteria bonitinha durante ...