Cairns – Algumas dicas para quem quer mergulhar

Scuba Diving

-Se você ainda não é certificado, tire seu certificado no Brasil, até dá para tirar lá e não é tão caro assim, mas por outro lado você perderá alguns preciosos mergulhos na barreira fazendo exercícios ao invés de procurar peixes. E cá entre nós, não tem nada mais chato que exercício de mergulho.

-O mesmo vale para o batismo;

– Respeite os limites de profundidade ou você pode ser penalizado e ficar sem um dos mergulhos;

– Equipamentos: a não ser que o mergulho seja a principal razão da sua viagem e que você já tenha todos os seus equipamentos (colete, reguladores, e etc…) recomendo que você leve apenas sua mascara e snorkel. Como já tá tudo incluso no preço, não levar nadadeiras pode ser uma mega economia de espaço na sua mala.

-Em baixa temporada: se você chegar lá sem nada reservado, tem grandes chances de encontrar uma boa promoção e conseguir um belo desconto no passeio, afinal as operadoras querem fechar o passeio com o barco lotado;

– Lembre-se que você não pode voar – isso inclui pára-quedas – antes de 24 horas depois do seu ultimo mergulho.

– Na maioria dos barcos bebidas alcoólicas são BYO (Bring your Own), ou seja, caso queira tomar vinho ou cerveja, não se esqueça de levar.

Snorquel

– Se você não tem o certificado de mergulhador e nem pensa em tirar recomendo que você faça passeios diários para mergulhar ao invés de ficar hospedado em um barco. 11 mergulhos para quem faz snorquel é muita coisa ou melhor 9, porque os dois noturnos você não poderá fazer;

– Se você tem sua própria mascara e snorquel leve, mas alugue a nadadeira lá;

– Vale a pena pesquisar antes de ir a distancia de Cairns e a profundidade do lugar antes de fechar o passeio.

– Como grande parte das belezas da barreira de corais ficam em águas bem rasas, o Snorquel te dará uma ótima visão!

Planeje sua viagem

Deixe o seu comentário