O que fazer em Estocolmo no inverno?

Saiba o que fazer em Estocolmo no inverno, um post repleto de boas dicas para você curtir o melhor de Estocolmo nos meses mais frios do ano. Vamos nessa?

O que fazer em Estocolmo no inverno

Fria? Fato. Mas não é que a capital da Suécia consegue manter o charme e ser um destino interessante e que vale muito a pena mesmo no inverno? A luz do dia dura pouco, mas com um pouco de planejamento e roupa quente você conseguirá aproveitar bastante a cidade e conhecer muita coisa legal. Aí vão nossas melhores dicas do que fazer em Estocolmo no inverno, mas antes de mais nada, daremos boas dicas para você planejar a viagem e se dar bem, vamos nessa?

Neste post você encontrará:

[Clique no item acima para ir direto no ponto, ou se preferir, leia o post todo]

Dicas para curtir o Inverno em Estocolmo:

Vá bem preparado para o frio: Temperatura média de Estocolmo no Inverno

Dezembro, janeiro e fevereiro são os meses mais frios do ano na Suécia. A temperatura média nesses meses varia entre dois graus positivos aos menos três graus negativos. Há boas chances de dias chuvosos, especialmente em dezembro. Durante a nossa estadia na cidade pegamos dias bem frios e com temperaturas abaixo dos dez graus negativos. Botas impermeáveis, roupas térmicas, luvas, gorros e cachecol serão seus melhores amigos nesses dias gelados.

O que fazer em Estocolmo
Temperatura média em Estocolmo | Imagem: NOAA

Eu, a pessoa mais sem preparação para o frio, sai toda encasacada no primeiro dia, mas só com uma calça fina, que não tinha proteção nenhuma. Resultado? Tivemos que voltar pro hotel pra eu colocar uma outra calça, ou eu teria congelado. Assim, deixo a dica: não subestime o frio!

Use bem as horas de luz

Não esqueça que durante o inverno, você tem pouco tempo de luz do dia, então planeje ir a museus no horário que ainda está escuro pela manhã ou mais no fim da tarde, assim você consegue aproveitar melhor o seu dia para passear pela cidade e curtir as áreas externas.

Aproveitamos para curtir a cidade com calma e também descansar. Nossas férias normalmente são uma correria, então dessa vez como viajamos no inverno, pra uma cidade onde amanhece tarde e escurece cedo (nos dias que estávamos lá, em média amanhecia depois das 9 da manhã e entardecia pelas 2:45 da tarde) aproveitamos para explorar a cidade com calma. Pra quem quer fazer turismo, mas também gostaria de descansar, ir para um lugar como Estocolmo nas férias é uma ótima ideia.

que fazer em Estocolmo no inverno
Estocolmo no inverno – Olhando assim parece noite, não? Esta foto foi tirada às 15:00

Abuse do café

O café sueco é maravilhoso, e quer saber o melhor? A cidade está repleta de cafeterias gostosas, assim para driblar aquele sono louco que bate só porque está escuro lá fora, a dica é se jogar no café!

Tenha um plano B para os dias mais gelados

Passear na rua com num frio de -10 não é para qualquer um, aliás, é para poucos. Aproveite que Estocolmo tem muitos lugares bacanas, e muitos museus incríveis. Vale deixar estes programas mais quentinhos para quando o frio apertar. Outra ideia bem legal de atividade do lado de dentro, é visitar as estações de metrô de Estocolmo, uma mais sensacional que a outra.

Quantos dias em Estocolmo?

No inverno as coisas andam mais devagar e ainda que seu ritmo seja dos mais apressados, o horário de funcionamento limitado das atrações vai atrapalhar seus planos de furacão. Para ver “tudo” e curtir cada pedacinho da cidade com a calma que ela merece, você precisaria de pelo menos uns 5 dias. Com três já dá para começar e aproveitar bastante, mas se tiver 4 ou sim, melhor.

Vai viajar no verão? ! Opa! Dá para fazer TANTA coisa em 3 dias, mas se você tiver 4 ou 5 melhor. Estocolmo é um desses cantinhos que merecem ser visitados com calma e acredite, você vai adorar!

Onde ficar em Estocolmo?

Estocolmo é uma cidade relativamente espalhada e embora hajam muitas atrações no centrinho histórico (Gamla Stan), para conhecer a cidade de verdade você tem que estar pronto para caminhar bastante ou investir no passe de metrô (o que durante o inverno é a melhor pedida, já já falarei mais sobre o assunto). Assim, independentemente do bairro que você escolher, você terá que deslocar bastante.

Aí vão 4 bairros excelentes para se hospedar em Estocolmo:

Gamla Stan (Centro histórico)

Gamla Stan é o centro histórico de Estocolmo, uma região que concentra algumas das principais atrações turísticas da cidade como o Palácio Real, a prancinha Storget e o Museu do Nobel. O centro é uma região bem animada durante o dia, mas que fica um pouquinho mais apagada a noite ( o que não é um problema já que o metrô te conecta facilmente com outras áreas da cidade). Em relação ao custo benefício, o centro oferece hotéis com um custo médio (é bem mais barato se hospedar no centro, do que em Norrmalm, por exemplo) e algumas opções de hostel econômico.

Para quem busca um hotel luxuoso o Collector’s Victory Hotel, Collector’s Lady Hamilton Hotel e o Scandic Gamla Stan são algumas das melhores pedidas da região

Para quem quer um hotel com bom custo x benefício vale conferir o Castle House Inn, Hotell Skeppsbron (atenção alguns quartos tem banheiro compartilhado), Collector’s Lord Nelson Hotel e o Mälardrottningen Yacht Hotel & Restaurant (um barco permanentemente atracado e muito bem avaliado pelos hóspedes.

Pra quem quer algo mais econômico no centrinho vale dar uma olhadinha no Old Town Lodge, Archipelago Hostel Old Town e Castanea Old Town Hostel.

Södermalm: a região mais descolada da cidade

Södermalm é a região mais descolada de Estocolmo, uma região repleta de cafés, brechós, barzinhos e muita coisa legal para fazer a noite. Södermalm é uma delícia de região, e um desses cantinhos que você vai amar passear, e fotografar. Quer mais um motivo para considerar Södermalm? A região oferece um dos melhores custo x benefício de Estocolmo no quesito hospedagem. Södermalm não fica super próxima das atrações turísticas da cidade, mas nada que um metrô não resolva, não é mesmo?

Durante a nossa estadia na cidade, passamos algumas noites no Hotel Scandic Malmen. O quarto que ficamos era bem simples e não era super espaçoso, mas a localização era ótima e o café da manhã era espetacular. #FICAADICA

Aí vão outras dicas bacanas em Södermalm:

Pra quem busca um hotel caprichado, minhas dicas são o Hilton Stockholm Slussen Hotel, Hotel Rival e o Hellstens Glashus

Para quem busca algo com bom custo x benefício, minhas dicas são o Hotel Hornsgatan, Långholmen Hotel (que fica numa antiga prisão e foi todinho restaurado, muito legal), o Hotel Hornsgatan (um hotel navio bem localizado e com vistas lindas) e o Park Inn by Radisson.

E pra quem quer algo mais econômico, minhas dicas são o Motel L (colorido e descolado! Lindo!) e o Hotel Tre Små Rum, o apartamento Biz Apartment Hammarby Sjöstad e os hostels Skanstulls e Långholmen Hostel

Norrmalm: Localização espetacular e ótimos hotéis

Norrmalm é uma das regiões mais espetaculares de Estocolmo, uma área maravilhosa repleta de bons museus e edifícios lindos. A região concentra os melhores hotéis da cidade e fica coladinha no centro histórico, e a uma distância relativamente curta das principais atrações turísticas da cidade, ou seja, dá pata fazer MUITA coisa a pé. Normalm é uma pedida certeira pra quem quer curtir Estocolmo com muito conforto!

Para quem busca um hotel luxuoso minhas dicas são o Grand Hôtel Stockholm, At Six e o Skeppsholmen.

Pra quem busca um hotel com bom custo benefício, vale conferir o Hobo, o sempre curinga Best Western Kom Hotel e o Generator Stockholm (que é um hostel, mas também oferece quartos individuais.)

E pra quem não abre mão de uma localização top, mas quer uma alternativa econômica de hospedagem, o hostel City Backpackers é muito bem avaliado (e ultra bem localizado), o STF af Chapman & Skeppsholmen (que fica dentro de um antigo navio histórico e é sem dúvida o hostel mais famoso da cidade. E como não é todo dia que e se hospeda em um barco, taí uma pedida bem interessante, não? E o Generator Stockholm que é um hostel ultra descolado.

Vasaparken: Para quem busca um bairro mais local

Para quem curte se hospedar em regiões menos turísticas e curte a pegada de viver uma cidade como local, a minha dica é a região do Vasaparken. Nós nos hospedamos em um apê incrível que eu adoraria indicar, porque amamos a localização, a vibe e a decoração, mas infelizmente o apartamento não está mais disponível para locação. De qualquer forma, eu recomendo a região (Nós estávamos pertinho da estação de trem Odenplan e nesta região há dois hotéis bem avaliados, o Ibis Styles e o Wasa Park Hotel.)

Veja aqui mais opções perto do Vasaparken

que fazer em Estocolmo no inverno
Arredores de Vasaparken

O que levar na mala?

Tão importante quanto dividir as melhores dicas do que fazer em Estocolmo no inverno é te ajudar a preparar uma mala adequada para você não congelar por lá. Aí vão algumas dicas boas pra você pensar antes de arrumar a mala.

Vista-se em camadas para enfrentar o frio externo e o aquecedor das paradas

Para aguentar o choque térmico constante entre a temperatura negativa externa e o calor dos passeios (lojas, restaurantes, museus tudo tem aquecedor) a dica é se vestir em camadas. Esteja sempre pronto para tirar pelo menos o seu casaco mais grosso rapidamente, ou você vai começar a suar, e assim que você sair na rua ficará com mais frio.

Um look de sucesso para não passar frio por lá inclui: blusa segunda pele (é importante que essa peça seja justa e fique bem rente a pele, para que o calor do seu corpo seja mantido); blusão de lã, cashemere ou fleece; e por cima disso um casaco bem grosso e de preferência impermeável (no caso de estar nevando). Eu também usava sempre uma meia calça super grossa (que parece muito com as leggings apeluciadas que eu comprava no Brasil quando morava lá) e por cima uma calça jeans ou uma calça preta com um material mais grosso. Calças fininhas não vão funcionar, especialmente se você não está acostumado com o frio. E por fim, touca de lã, cachecol e luvas, são necessários sempre

que fazer em Estocolmo no inverno
Mila toda encapotada para aguentar a friaca da cidade

Para os pés, eu levei uma bota quentinha da Timberland e uma bota de chuva, porque tinha visto muita gente na neve com botas como a minha. A bota de chuva até funcionou, porque eu tenho uma meia que comprei junto com a bota para dias de mais frio, mas com certeza não é o ideal. Eu acabei usando minha botinha da Timberland muito mais, e foi um investimento feito para a viagem que valeu muito a pena. Outro detalhe importante é que a bota que você for levar tenha um solado de algum material que ofereça mais aderência, pois você pode escorregar com a neve.

Uma dica que acho legal falar, é que compramos meias de lã merino aqui onde moramos, e sei que é algo que se encontra no Brasil também. Essas meias eram fininhas mas seguravam a onda legal nos dias de super frio e, além de manter a temperatura, elas deixavam o pé respirar, sem ter perigo de suar o pé, e ficar com ele gelado. Essa meia e a minha botinha impermeável e com pêlo por dentro eram tudo que eu precisava, mesmo em temperaturas abaixo de zero.

Para cuidar da pele no frio

Além da roupa, cuidar da pele também é importante no frio. Minha pele é super sensível, então eu andava com um hidratante para o rosto e para os lábios comigo o tempo todo, porque o frio pode quiemar a sua pele tanto quanto o sol, ou até mais, se você não cuidar.

Confira o traje obrigatório nos restaurantes

Ao reservar um restaurante, confira o dress code antes de chegarem lá para comer. O pessoal na Suécia é todo trabalhado na elegância, o que pode significar que alguns lugares vão exigir de você um traje mais elaborado, como terno e gravata para os homens e salto alto e vestido para as mulheres. Digo isso porque se você for preparado, levando pelo menos um look para essas ocasiões, você não corre o risco de ter que cancelar o jantar, ou ainda de sair correndo para comprar uma roupa só para poder jantar num lugar que você queria conhecer.

Checklist para a mala de Estocolmo no inverno

  • Segunda pele;
  • Blusão/Moletom de lã ou outro material bem quente;
  • Casaco impermeável bem grosso;
  • Meia calça apeluciada por dentro;
  • Calça para colocar sobre a meia calça;
  • Bota impermeável;
  • Meia de lã;
  • Cachecol;
  • Gorro;
  • Luvas;
  • Hidratante para o rosto e para os lábios.

Transporte público:

O metrô funciona super bem em Estocolmo

O Transporte público funciona bem a beça em Estocolmo, e o metrô (além de lindo) será seu melhor amigo para visitar a cidade nos dias frios. Para facilitar nossa vida, nós compramos um passe de 7 dias de metrô ilimitado. O passe é vendido nas estações de metrô e custa 325 SEK + 2 SEK pelo cartão por 7 dias, o passe de 24 horas custa SEK 125 . Há opções de períodos mais curtos ou longos e assim, você poderá escolher o que faz mais sentido para a sua viagem. Veja preços e outros detalhes sobre o metrô de Estocolmo aqui.

Em pouco tempo você pegará o jeito das estações e conseguirá se guiar facilmente pela cidade. As estações são muito bem sinalizadas e o metrô é bem rápido. O dia que tivemos que esperar mais por um trem, foi na madrugada de ano novo, e acho q esperamos uns 10 minutos até o nosso trem chegar.

Como chegar do Aeroporto ao centro

Do aeroporto até a estação central, pegamos um trem (o Arlanda Express) que sai que conecta à cidade ao aeroporto numa viagem de cerca de 20 minutos com direito a Wifi!

que fazer em Estocolmo no inverno
Estação de metrô em Estocolmo

Moeda

A moeda na Suécia é Coroa Sueca e não o Euro, então atenção na hora de trocar o seu dinheiro. Para quem sai do Brasil é mais vantajoso viajar com Euros (com dólares você perderá muito dinheiro na troca) e trocar direto em Estocolmo. Evite o aeroporto que tem taxas de troca bem piores que o resto da cidade.

Quem prefere viajar com cartão vai adorar saber que a Suécia está no processo de se tornar um país que funciona exclusivamente com pagamentos via cartão de crédito ou aplicativos voltados a isso, e muitos lugares em Estocolmo já não aceitam mais dinheiro vivo. Então, para essa viagem, a dica é garantir que seu cartão de crédito (ou cartão internacional pré pago) estará com limite suficiente para os gastos que você pretende ter por lá. Nós levamos cerca de 1500 SEK e acabamos voltando com dinheiro pra casa.

Estocolmo no Mapa

Veja todas as dicas do que fazer em Estocolmo no inverno neste mapa!

O que fazer em Estocolmo no inverno

1) Se esbaldar com os cafés deliciosos da cidade

Vou começar essa listinha do que fazer em Estocolmo no inverno com uma dica boa para você se esquentar, e ao mesmo tempo driblar aquele soneira terrível que vem com os dias curtos. Como a luz do dia dura pouco nessa época do ano, o corpo de quem não está acostumado se engana, e acha que já é hora de dormir porque está escuro. Sorte nossa (do meu marido, porque eu nem tomo café) que a Suécia é conhecida por ter um café delicioso!

Como amanhecia tarde (pelas 9 da manhã), acordávamos sem pressa, tomávamos café da manhã em casa e quando saíamos para passear, em torno de 10 da manhã, faziamos um lanchinho em um dos cafés deliciosos de Estocolmo, alguns dos nossos preferidos são: o Kaffeverket que serve um dos melhores doces que comi nessas férias. Eles tem um bolo de chocolate com uma cobertura que parece uma cocada. É de cho-rar. Agora só não vale perguntar o nome do bolinho porque eu nunca descobri, eu simplesmente apontava para a vitrine e dizia que queria aquele.

O Systrarna Andersson um lugarzinho super fofo que serve docinhos deliciosos e um café ótimo. O Systrarna fica bem pertinho de onde estávamos hospedados e acabou virando nosso ponto de parada antes de voltar para casa;  e o Cafe Pascal que tem sanduíches bem gostosos, uma torradinha com abacate que eu tento repetir aqui em casa sempre que posso (mas nunca acertei) e um bolinho de maça delicioso.

que fazer em Estocolmo no inverno
Bolo delicioso do Café Pascal

E pra fechar a nossa lista de queridinhos, o Drop Coffee, aqui até eu, que não sou apreciadora, provei o café porque nas minhas pesquisas antes da viagem, descobri que esse era um café que já tinha sido premiado, e como o marido não vive sem café, inclui o passeio pra ele e tive que provar. Rs. Achei o lugar um pouco menos charmoso que os outros cafés que recomendei, mas o café vale a pena (e eles vendem o grão pra quem quiser levar pra casa).

2) Visitar Gamla Stan (o centro histórico de Estocolmo)

que fazer em Estocolmo no inverno
Gamla Stan, o centro histórico de Estocolmo

Gamla Stan, o centro histórico de Estocolmo é umas das maiores e mais bem preservadas regiões medievais da Europa e foi pra mim uma das regiões mais fofas da viagem. Foi em Gamla Stan que a cidade de Estocolmo foi fundada, em 1252 e uma curiosidade interessante é que até 1980, a ilha era chamada de Town Between Bridges -cidade entre pontes- (Staden mellan broarna), afinal nem sempre a cidade antiga foi considerada antiga, não é mesmo?

Cheia de lojinhas com lembrancinhas, restaurantes e cafés, essa região é um charme e é onde fica o Palácio Real,  a Stortorget que é a praça central da ilha e também a praça mais antiga da cidade, uma praça charmosa repleta de prédios fofos que vão deixar sua fotos ainda mais lindas, e para quem gosta de curiosidades é la que fica a Mårten Trotzigs gränd, a menor rua de Estocolmo (e que na real, nada mais é do que uma escadaria bem apertadinha)

Mercadinho de Natal em Stortorget

Quem visita Estocolmo nas semana que antecedem o natal encontrará um mercadinho de natal gostoso e animado na Stortorget. O mercadinho conta com expositores locais vendendo artesanato e comidas típicas, vinho quente e aquele clima  natalino delicioso.

O que fazer em Gamla Stan

Visitar o Palácio Real de Estocolmo

Projetado por Nicodemus Tessin e construído no estilo Barroco, o Palácio Real de Estocolmo é um dos maiores palácios da Europa, com 600 quartos, e é a residência oficial do rei e da rainha da Suécia.  O palácio foi construído no local onde havia uma antiga fortaleza, que com o tempo se transformou no Castelo das Três Coroas (Tre Kronor), e que foi destruído pelo fogo num incêndio em 1697. O Palácio atual data do século XVIII.

Apesar de ser a residência oficial da coroa sueca, o rei e a rainha na verdade moram no Palácio Drottningholm que também pode ser visitado por meio de tours.

que fazer em Estocolmo no inverno
Fachada do Palácio Real de Estocolmo

De volta ao Palácio Real de Estocolmo, nós fizemos o tour pelo interior do Palácio e eu achei muito legal. No dia que visitamos, havia uma exposição linda dos vestidos de noiva das mulheres da família real, e eu achei lindo ver eles de pertinho. Durante a visita, aprendemos mais sobre o incêndio que destruiu o castelo que um dia esteve neste mesmo lugar, no museu das Três coroas, e me senti minúscula na grandiosidade dos salões de recepção e dos aposentos reais.

O ingresso para o tour custa  160 SEK e nele estão incluídos o tour pelos aposentos reais e salões de recepção e do trono, e também a admissão aos museus que ficam dentro do palácio (o museu das Três Coroas, o museu do Tesouro, e o museu de Antiguidades de Gustav III, que abre apenas durante o verão).

que fazer em Estocolmo no inverno

A troca da guarda sueca

A troca da Guarda sueca acontece diariamente às 12: 15 (13:15 aos domingo) e dura cerca de 40 minutos. No verão a cerimônia de troca é acompanhada por uma banda. Veja mais detalhes aqui

Museu do Nobel

Outra parada interessante no centro e Estocolmo é o Museu do Nobel, começando pela localização,  o museu fica bem de frente para a Stortorget, então você certamente vai passar por lá!

que fazer em Estocolmo no inverno
Museu do Nobel | Foto: Divulgação

Quanto ao museu, eu só recomendo se você se realmente se interessa pelo prêmio Nobel, e se você tiver com tempo, porque o museu é pequeno e o preço é meio salgado, 120 Coroas Suecas (mas o bom é que menores de 18 anos não pagam, e eles têm uma pequena área para crianças, então é um lugar legal para ir com os pequenos). E quanto ao premio, o local de premiação não é o museu e sim o City Hall (já já falo mais dele)

Catedral Medieval de Estocolmo

Construída em 1279, a Catedral de Stockholm abriga alguns objetos únicos, como a estátua de madeira de São Jorge e o Dragão. Eventos oficiais relacionados a Família Real também acontecem aqui, como o casamento da Princesa Victoria com o Príncipe Daniel, em 2010. Você pode visitar a catedral, com admissão no valor no valor de 60 SEK + 20 SEK se você quiser o audio tour ou, se escolher ir a um dos cultos (essa é uma igreja Luterana), a admissão é de graça. Fique atento aos horários de abertura limitados no inverno.

Science Fiction Bokhandeln

Se você gosta de ficção científica, fantasia, horror e manga, você vai adorar a Science Fiction BokhandelnMeu marido sempre se interessou por essas coisas, e nós perdemos um bom tempo nessa loja, olhando tudo que eles tinham por lá. Pra ele, o que mais chamou a atenção foram itens ligados a RPG e World Of Warcraft, um jogo que ele gosta muito (e que eu acabei começando a jogar também, por causa dele). Pra mim, que sou fã de Harry Potter, tinha muito coisa legal da saga por lá (não só livros, mas itens de colecionador).

3) Ver fotos incríveis no Fotografiska: O museu da fotografia

O Fotografiska, o museu da Fotografia de Estocolmo, era um lugar que eu estava muito afim de ir. Adoro fotografia, e um museu dedicado a isso só podia deixar a minha viagem ainda melhor.

Durante a minha visita, estava rolando uma exposição incrível chamada  “Nós Temos um Sonho: Sobre coragem, compaixão e direitos humanos”.  Nessa exposição, eu pude ver fotografias, e aprender mais sobre a história de pessoas que tentam fazer do mundo um lugar melhor. Amei tanto que fiquei completamente imersa na exposição e esqueci completamente de tirar fotos. Minhas únicas fotos do dia são essa foto da Malala (uma ativista que luta pela educação) e uma foto minha do lado de fora do museu.

que fazer em Estocolmo no inverno
Malala no Fotografiska

Essa sou eu do lado de fora do Fotografiska, fazendo pose, pq eu vejo uma vista linda dessas e quero fazer pose.

que fazer em Estocolmo no inverno
Posando em frente ao Fotografiska, o museu da fotografia

Para comer nessa região, minha dica é o Kvarnen, um restaurante típico Suéco delicioso. Nós fomos na noite de ano novo e adoramos o menu fechado preparado para a ocasião.

4) Fazer o tour pelo City Hall de Estocolmo (e ver de pertinho onde acontece a premiação do Nobel)

que fazer em Estocolmo no inverno
City Hal de Estocolmo

O City Hall foi uma bela surpresa. Não me lembro bem porque, mas não pesquisei muito sobre o City Hall antes de irmos, e quando cheguei, me apaixonei. A vista é linda, o prédio é um charme, e ainda é de frente para a água, o que deixa o passeio ainda mais especial.

que fazer em Estocolmo no inverno
City Hal de Estocolmo

Para conhecer o City Hall  fizemos o tour (infelizmente não tem opção em Português) que é obrigatório para quem quer conhecer o interior do prédio. Durante o tour aprendi que o jantar do Prêmio Nobel é oferecido no City Hall e durante a visita tivemos a oportunidade de visitar este salão (OBA).

Foi bem especial pra estar no mesmo salão onde tantas pessoas importantes e que trabalham para mudar o mundo são reconhecidas pelo seu trabalho. No tour, você aprenderá, entre outras coisas, sobre curiosidades envolvendo a construção do prédio e outros eventos sediados lá.

que fazer em Estocolmo no inverno
Parte interna do City Hall

5) Visitar as Estações de metrô de Estocolmo

que fazer em Estocolmo no inverno
Estação Stadion do metrô

No roteiro eu coloquei um tempo reservado para estações de trem, e gente, parece estranho, mas foi um passeio divertido, e que salvou a gente num dia em que estava fazendo -18 graus celsius e ficar na rua não era uma opção.

Muitas das estações de trem de Estocolmo são verdadeiras galerias de arte. Não passamos por todas, mas fomos em algumas, e eu, que adoro arte, me diverti. Algumas das estações que achei mais legais foram : T-Centralen, Stadion, Kungsträdgården e Tekniska Högskolan.

Na T-Centralen (que é a estação central da cidade e têm conexão para as outras linhas) você deve procurar a plataforma para a linha azul, para encontrar paredes cheias de videiras azuis, criadas com a inspiração de ajudar os passageiros que por ali passam a relaxar; a Stadion tem paredes azuis, muita cor e um arco-íris gigante, que vai te possibilitar lindas fotos; a Kungsträdgården têm uma mistura de pintura e artefatos bem carregada, tudo inspirado no palácio (e seu jardim Francês) que foram parte daquela região antes da construção da estação; e por fim, a Tekniska Högskolan é uma estação com uma atmosfera mais sombria, inspirada em avanços tencológicos e elementos naturais como água e fogo, alguns dos seus elementos te fazem lembrar de um laboratório.

6) Comer num restaurante Viking

que fazer em Estocolmo no inverno
Restaurante Viking Aifur

Um programa super divertido e diferente é visitar um restaurante com temática Viking, nós visitamos Aifur (Västerlånggatan 68) que fica no centro de Estocolmo Gamla Stan e adoramos. Além do clima medieval, a comida tava uma delícia, e eles têm hidromel (Mead), uma bebida bem conhecida dos fãs de séries como Game of Thrones e Vikings. Tivemos que esperar um pouco pra sentar, e quando chegou a nossa hora de sentar na mesa, o host do restaurante (todos estão vestidos à caráter) pediu algumas informações nossas, e anunciou a nossa chegada (gritando bem alto).  Assim falando parece estranho (e dá aquela vergonha só de imaginar, não?) mas podem acreditar, todo mundo lá se diverte.

E antes que você se pergunte…

Tanto a conversa com o host quanto o anúncio da sua chegada são feitos em inglês, então não se preocupe em aprender Suéco (aliás, você não vai passar perrengue algum em Estocolmo falando Inglês, pois em geral, os suecos falam muito bem inglês).

7) Visitar o Museu Vasa

que fazer em Estocolmo no inverno
Museu Vasa

Vasa é o nome de um navio que naufragou quando deixava o porto de Estocolmo, na sua primeira viagem e é um museu bem interessante pra quem gosta de história. O navio foi recuperado muito tempo depois, num estado incrível de conservação e é a peça central do museu. Não é permitida a entrada no navio, mas pode-se chegar bem perto, e como o museu tem vários andares, dá pra ver vários ângulos (o que possibilita também que a gente veja um pouco do trabalho das equipes que fazem a recuperação e manutenção do navio e dos artefatos encontrados com ele). Você pode, entre outras coisas, assistir a um pequeno documentário sobre o navio (recomendo para quem quer entender melhor a história), entrar em uma réplica de um dos espaços do navio, ler sobre os artefatos encontrados e a história por trás deles, e ver uma miniatura bem legal de um exemplo de como era a vida a bordo do navio.

8) Cantarolar música boa no Abba Museum

Foto “com o ABBA” na entrada do Museu

O ABBA Museum foi um dos mais divertidos. Pra quem não sabe, o ABBA é uma banda Sueca, e é um dos orgulhos do país. Tem muitas fotos, a história dos integrantes antes da formação e depois, figurinos antigos, e a chance de cantar em um karaokê, onde eu obviamente soltei a voz. Você fica num espaço onde cabem umas 3 pessoas apertadinhas, e pode fechar a cortina, pra ninguém ver. Como tem mais de um, as pessoas se soltam mesmo e não tem vergonha nenhuma de cantar. Foi MUITO legal.

que fazer em Estocolmo no inverno
Parte interna coloridíssima

Duas das minhas melhores amigas e eu sempre paramos o que estamos fazendo e cantamos como loucas quando escutamos a música “Dancing Queen” (em homenagem às muitas noites de Karaoke que tivemos quando éramos mais novas) então pra mim, foi um dos lugares que mais me fez sorrir.

que fazer em Estocolmo no inverno
Soltando a voz no Museu do ABBA

9) Visitar o Skansen: O museu a céu aberto mais antigo do mundo

Skansen é o museu a céu aberto mais antigo do mundo, o museu conta um pouco da história da Suécia e é do lado do museu do ABBA. Eu achei um passeio bem legal (tem uma vista legal da cidade de lá) porque mostra como as coisas funcionavam antigamente na Suécia, com pessoas interpretando personagens de época vestidos a caráter.

Você vai caminhando e conhecendo os lugares no seu tempo, e tem vários animais espalhados por lá. O museu também têm também um espaço com lojinhas bacanas e comidinhas deliciosas. Vale dar uma espiadinha.

Vai viajar com crianças? Taí um passeio que agrada adultos e crianças, vá feliz!

que fazer em Estocolmo no inverno
Museu Skansen

10) Ver arte boa sem gastar um centavo no Museu de Arte de Estocolmo

Pra quem curte arte da boa, aí vai uma dica ótima, o Museu de Arte Moderna de Estocolmo tem um acervo bem legal com direito a obras de Picasso, Matisse e Dali, e um espaço kids para entreter os pequenos. Uma coisa legal, é que o museu tem entrada grátis para a coleção permanente deles e para a maioria das exposições temporárias também, então, a não ser que você esteja muito interessado em ver uma exposição especial, você não vai precisar desembolsar nenhum centavo para esse passeio. Yaay!

O museu têm uma loja com lembrançinhas bem legal, um cafézinho logo na entrada, pra quem quiser um café ou um chocolate quente para se aquecer, e têm restaurante com vista para o Djurgården, a ilha onde você encontra museus como o Vasa e um parque lindo, que no inverno é uma imensidão branca de neve, e é citada por muitos como o Central Park de Estocolmo.

Alí pertinho está o STF af Chapman & Skeppsholmen, um hostel bem famoso que divide espaço entre este barco e casinhas do antigo quartel general. Para quem procura uma alternativa diferente de hospedagem, taí uma dica diferente e bem localizada.

que fazer em Estocolmo no inverno
Hostel STF af Chapman & Skeppsholmen

Quem quiser esticar o passeio pode ainda visitar o Museu de Arquitetura e design  e o Museu de Arte Asiática, ambos são grátis.

11) Södermalm: Comilança boa, parques e vistas lindas da cidade

que fazer em Estocolmo no inverno
Estocolmo vista do Monteliusvägen

Södermalm é um dos bairro mais descolados e divertidos de Estocolmo, um luar repleto de lojinhas descoladas, brechós coloridos e alguns dos parques mais gostosos de Estocolmo. Achou o nome conhecido?  É… você acertou, é alí que se passa a trilogia Millenium de Stieg Larsson, e para os fãs de plantão, há até tours dedicados a série.

Nós ficamos hospedados em Sodermalm por alguns dias, e foi por lá que começamos nosso passeio por Estocolmo! A região é linda e por isso passamos algumas horas andando sem destino mesmo, felizes de estarmos na Suécia, e nos acostumando com o frio.

Para vistas privilegiadas de Estocolmo, visite o Monteliusvägen um trajeto de cerca de 500 metros que fica especialmente fotogênico durante o nascer e o pôr do sol. Para um fazer um lanchinho e comer um cinnamon bun (bolinho de canela) a dica é o Fabrique. O bolinho é um dos melhores da cidade, e é uma delícia mesmo, doce na medida, sabe? Há várias filiais da Fabrique espalhadas pela cidade!

E para provar as famosas almôndegas, uma das comidas típicas da Suécia, visitamos o Meatball for the People e valeu muito a pena. Gostamos tanto que até repetimos a pedida. O Meatball for People é um desses cantinhos informais onde você pede a comida no caixa e depois senta pra comer em um das poucas meses. A casa vive lotada, mas não se desespere, ela normalmente anda rápido.

Também em Sodermalm fica o Himlen, um restaurante com uma vista linda da cidade, e que foi muito bem recomendado por nossos amigos. Chegamos a reservar, mas acabamos desistindo na última hora ao receber o convite de um amigo querido. De qualquer forma, o restaurante está muito bem avaliado e vale a pena visitar. Faça reserva antecipada, porque o restaurante é bem concorrido.

Veja mais dicas para explorar e se encantar pelo Sodermalm no Janelas Abertas

12) Brincar com a neve (e tirar fotos branquinhas!)

Não dá pra falar do que fazer em Estocolmo no inverno e não falar da neve, né?! Neve é sempre linda, especialmente logo depois de cair. A neve rende fotos espetaculares (e infelizmente também rende bons escorregões para quem não olha por onde anda), para os mais empolgados dá até para fazer boneco de neve! O dia mais frio que pegamos em Estocolmo, -18º C, foi um dia lindo para caminhar, fotografar e fotografar.  E o meu marido que ama frio, não se opôs a ideia!

que fazer em Estocolmo no inverno
Gamla Stan o centrinho de Estocolmo no inverno

Patinação no gelo

Se você curte (ou em vontade de) patinar no gelo, taí um programa pra incluir no seu roteiro. As pistas de patinação geralmente funcionam entre Novembro e Março, e abrem as 9 da manhã durante a semana e as 10 da manhã durante o final de semana e fecham às 21:00, ou seja, taí uma boa pedida de programa para incluir no final da tarde (assim que anoitecer e que as outras atrações já tiverem fechadas).

As pistas de patinação que me chamaram mais a atenção foram a de Kungsträdgården, uma praça localizada próximo a estação central de metrô (T-Centralen) com aluguel de patins disponível ali mesmo, por 30 SEK; e a a pista de patinação do Vasaparken,  pertinho de onde estávamos hospedados.

13) Fazer compras que são a cara da cidade

Decoração

Se você gosta de decoração, separe um dia para conhecer lojas de decoração pela cidade (Svenskt Tenn é uma delas). O design Escandinavo é conhecido pela simplicidade e bom gosto. O que não falta em Estocolmo, são lojas cheias de ítens lindos para deixar a sua casa mais bonita.

Roupas

Acne Studios é uma loja local incrível com roupas lindas. O preço é meio salgado, mas vale dar uma olhadinha. Outra boa pedida é a Åhlens , uma loja de departamentos cheia de coisas lindas, inclusive pra casa.

Brechós

Minha gente, isso tem muito por lá. Eu infelizmente não gravei o nome de nenhum especificamente, mas entrei em vários enquanto caminhava sem rumo por Södermalm. Um ponto alto dos brechós suecos é que vários deles tem também itens para decoração da casa.

Lojas de marca internacional

Pertinho da estação central de trem (T- centralen) têm uma região cheia de lojas  de marcas internacionais (Mango e H&M são algumas delas). Aliás, você sabia que a H&M é Sueca?

Bebidas alcólicas

Bebidas alcólicas com teor alcoólico superior a 3.5%, são vendidos apenas nas lojas “Systembolaget”. Elas estão bem espalhadas pela cidade, mas não abrem no domingo!

E aí, curtiu nossas dicas do que fazer em Estocolmo?

Guarde esta dica no Pinterest!

Saiba o que fazer em Estocolmo no inverno, dicas completas para uma viagem inesquecível pela capital da Suécia

Veja também:


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em Estocolmo 

Faça seu seguro de viagens 


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!
[instagram-feed]

Planeje sua viagem

Deixe o seu comentário