Ritual matinal dos Monges laranjas – Luang Prabang, Laos

Texto e imagens: KAREN ROZENBAUM

No Laos existem 3 religiões. Todas acreditam no Buda. Turistas europeus e alguns locais levantam-se às 5h30 da manhã para o ritual de doar comida aos monges. Tudo acontece em uma grande rua, talvez na mais comprida da cidade de Luang Prabang. Ainda é madrugada. E, como todas as madrugadas, faz frio.

A tradição funciona assim:

1o. Compra-se uma cesta de arroz

2o. Veste-se um lenço típico.

3o. Senta-se sobre um lindo tapete artesanal e espera-se a chegada dos monges.

Comerciantes locais abordam os turistas para vender bananas e uma espécie de gelatina coberta com folha de bananeira. Alguns compram. Afinal, 1 pote de arroz não é suficiente para abastecer o arsenal de tantos monges.

Amanhece. Lá para as 6h20 eles aparecem. São cerca de 3mil. Monges com trajes alegres. Laranjas.

Em fila indiana, eles vão passando. Uma colherada de arroz (ou uma banana ou algum outro alimento) é depositada nas cucumbas que carregam.

Andam descalços. Sentem a energia da terra pelo corpo. Acho bonito isso.

Muitos locais, budistas, se agacham enquanto eles passam. Uma forma de reverência ao divino.

Diz-se que não se pode olhar nos olhos deles. Mas olho nos de alguns. Não resisti. Há meninos. Há curiosos. Há mais velhos também.

Há crianças que se metem entre um turista e outro com uma cesta de plástico vazia. Alguns monges depositam um pouco do alimento que receberam nessas cestas. São meninos locais, pobres, que esperam receber doações das doações feitas aos monges para alimentar suas famílias.

O ritual termina. Vejo-os dobrando a esquina. Caminham até seus mosteiros, com potes cheios de comida. Uma mistura de arroz + bananas + gelatinas. Alguns locais ainda vão até a porta desses locais fazer mais doações. Outros ajoelham-se na frente e rezam, pedem bênção. E, da mesma maneira como chegaram, vão embora. Adeus monges com trajes laranjas. Alegres. Boa refeição.

Este post faz parte do projeto

M U L T I R Ã O  D E  I D E I A S

saiba mais sobre o projeto e os autores no

https://ideiasnamala.wordpress.com/mutirao-de-ideias/

Outros Posts de Karen Rozenbaum:

– DIÁRIO DE VIAGEM DA KAREN: O que vem a seguir https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/04/08/diario-de-viagem-da-karen-o-que-vem-a-seguir/

– Aproveitando o tempo entre uma conexão e outra: Amsterdã e Bangkok: https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/04/21/aproveitando-o-tempo-entre-uma-conexao-e-outra-amsterda-e-bangkok/

 – O Ócio em uma das capitais mais agitadas da ásia: https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/05/04/bangkok-o-ocio-em-uma-das-capitais-mais-agitadas-da-asia/

-Bangkok: Taxis alegres: https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/04/28/bangkok-taxis-alegres/

Planeje sua viagem

Comentários (6)

[…] de Luang Prabang: A Karen Rozenbaum contou um pouquinho da experiência dela nesse ritual aqui nesse post e a Camila do Viaggiando recentemente escreveu um reflexão bem interessante sobre este momento […]

[…] de elefante, no Rio Mekong, no Wiskey village, comemos comida típica com vista privilegiada. Adeus monges com trajes alegres. Laranjas. Aqui se vive da agricultura. Da plantação do arroz. Da simpatia e do turismo. Um […]

[…] – Laos: O ritual dos Monges Laranjas https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/05/14/ritual-matinal-dos-monges-laranjas-luang-prabang-laos/ […]

[…] – Laos: O ritual dos Monges Laranjas https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/05/14/ritual-matinal-dos-monges-laranjas-luang-prabang-laos/ […]

[…] – Laos: O ritual dos Monges Laranjas https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/05/14/ritual-matinal-dos-monges-laranjas-luang-prabang-laos/ […]

[…] Laos: O ritual dos Monges Laranjas https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/05/14/ritual-matinal-dos-monges-laranjas-luang-prabang-laos/ Share this:EmailImprimirDiggGostar disso:GosteiSeja o primeiro a gostar disso. Esta entrada foi […]

Deixe o seu comentário