Um final de semana romântico em Napa Valley

10

Napa Valley é a região vinícola mais famosa da Califórnia, um conjunto de cidadezinhas pequeninas repletas de vinícolas bacanas e restaurantes ban-ban-bans. Napa é uma opção muito gostosa de bate-e-volta de San Francisco, e uma opção ainda mais gostosa para quem tem tempo de desfrutar o vale com calma e quer passar uns dias por lá. Nesse post dividirei com vocês nosso roteiro de 2 dias pela região. Vem com a gente?

Veja também: um guia completo para organizar sua viagem a Napa Valley

Um final de semana romântico em Napa Valley (e arredores)

Aproveitando o mês dos namorados, Gu eu eu resolvemos fazer uma trip romântica de dois dias em Napa Valley.  Saímos de San Francisco num sábado e voltamos no domingo depois do almoço (quem puder fazer esse passeio durante a semana, eu recomendo, você encontrará Napa bem mais vazia e hotéis bem mais baratos). Aproveitamos nosso final de semana no Vale para visitar duas vinícolas lindas (Hall e Beringer) e fazer o passeio com o Napa Train. Deixamos o domingo livre para acordar tarde e explorar a região de Santa Rosa, não reservamos nenhuma vinícola para esse dia, o que foi ótimo para finalmente conhecermos a cidade e o INCRÍVEL museu Charles Schultz (o criador do personagem Snoopy). [No final do post darei dicas para quem quer adaptar esse roteiro e aproveitar melhor o segundo dia].

Degustação de vinhos na Hall

Degustação de vinhos na Hall

Quer dormir em Napa Valley? Reserve seu hotel com antecedência.

E falando em Santa Rosa, deixo a primeira dica e a mais importante do post. Napa tem poucas opções de hotéis, se você quer dormir num hotel bonitinho ou num Airbnb bem localizado, reserve com antecedência. Eu demorei um pouco e fui parar em Santa Rosa, que é uma região linda e com MUITA coisa legal mas que fica um pouco longe do burburinho de Napa. #Ficaadica

Durante a viagem, fui postando fotos e comentários do passeio no meu perfil do Insta. E olha só nossa cara de alegria no caminho de Napa! Yeeey!

Napa Valley, aí vamos nós! #ontheroad #naestrada #napavalley #wines

A photo posted by Ideias na Mala by Mari (@marividigalb) on

Nossa programação:

  Dia 1 (Sábado): -Tour + degustação de vinhos na Hall   -Almoço no Redd Woods em Youthville -Degustação de vinhos na Beringer -Milk Shake rápido no Gott’s (centro de Napa) -Napa Train: Sunset tour & com late dinner (tour do pôr do sol com jantar mais tarde) -Dormimos em Santa Rosa   Dia 2 (Domingo): -Brunch no “Omelet Express” -Passeio rápido pelo centro histórico -Cafézinho no Flying Goat -Visita ao Charles Schultz Museum: Museu do criador do Snoopy -Patinação no gelo no Snoopy Ice Skating ring -Chocolate quente no Warm Puppy Café -Comprinhas fofas na lojinha do Snoopy

Roteiro detalhado:

 

Dia 1: Degustação de vinhos + Napa Wine Train

Tour + degustação de vinhos na Hall Wines Começamos nosso dia numa das minhas vinícolas preferidas do Vale, a Hall Wines (401 St Helena Hwy – St Helena, CA). Foi a minha terceira ida a Hall e continuo me surpreendendo com o atendimento e com todos os detalhes caprichados da vinícola. O Gu, que ainda não conhecia a Hall também ficou super bem impressionado. Além de vinhos divinos, a Hall tem uma coleção linda de obras de arte e uma das instalações mais modernas e bacanas de Napa Valley, um lugar delicioso pra passar a tarde.

Escultura de coelho na entrada da Hall

Escultura de coelho na entrada da Hall

Nós fizemos o HALLmark Tour & Tasting, que é um dos tours mais básicos e combina degustação de vinhos com um passeio bacana pelas instalações e obras de arte. Fomos servidos de doses generosas – meu copo não ficou vazio em nenhum momento. Saímos da Hall felizes da vida e prontos para almoçar. [Nosso tour começou às 11:00 da matina, e saímos de lá as 12:40.]  Veja todos os detalhes do tour da Hall aqui.

Jardim da Hall

Jardim da Hall

Almoço no Redd Wood em Yontville Almoçamos em Yontville, a cidade mais gastronômica de Napa Valley (e a concentração de estrelas Michelin por metro quadrado na região). O nosso critério de escolha? Já havíamos falado MUITO bem do chefe Richard Reddington, dono do popular Redd e também da abertura do Redd Wood (6755 Washington St -Yountville, CA), mais descolado e menos formal do que o Redd, e na real, nossa ideia era almoçar no Redd, só que passamos em frente ao Redd Woods antes, adoramos a cara e acabamos ficando por alí. Que sorte, porque ADORAMOS.

Redd Woods

Redd Woods

A especialidade do Redd Wood são as pizzas, então pedimos uma de 4 queijos & rúcula (que estaria perfeita se não fosse a ausência de molho de tomate), sou bem exigente para pizza, e gostei bastante da escolha. Também pedimos o especial do dia, um papardele (minha massa preferida) com osso bucco desfiado, molho na medida, massa ao dente e carne derretendo na boca. Ideal. Pizza - Redd Woods   De sobremesa pedimos uma torta de chocolate com caramelo (com um toque de sal marinho). A torta estava bem cremosa com textura de mousse na parte de cima e caramelo crocante com pedacinhos de nozes embaixo, o sal marinho trouxe um ar de novidade a torta. Gostei da combinação.

Torta de chocolate e caramelo

Torta de chocolate e caramelo

Logo logo farei um post sobre essa experiência.

Degustação de vinhos na Beringer

Depois do almoço partimos para a segunda degustação do dia, dessa vez o Gu (sempre entitulado como motorista da vez) ficou de castigo e só provou os meus preferidos. A Beringer (2000 Main St, St Helena, CA) é uma das vinícolas mais antigas do vale, e ainda que os vinhos não estejam entre meus preferidos, as instalações merecem uma visita.

Rhine House na vinícola Beringer

Rhine House na vinícola Beringer

A Beringer tem dois tipos de degustação a Reserve (feita na elegante Rhine house) que custa $35 por pessoa e a tradicional feita no Old Winery Room $25 por pessoa (e que pode ser combinada com degustação de chocolates ou queijos com custo adicional).  [Voltarei a Beringer pra provar a tal degustação do chocolate porque fiquei curiosa.] Beringer - Napa Valley Como fiquei encantada pela Rhine house optei pela degustação dos vinhos reserva. Provamos 3 vinhos diferentes, um Sauvignon Blanch e três Cabernets Sauvignons. Não achei a menor graça do Sauvignon que estava um pouco adocicado de mais para meu gosto, gostei de 2 dos três Cabernets, mas nenhum deles se equiparou aos Cabernets que provamos na Hall. Adoramos a experiência e o ambiente da Rhine house, degustar os vinhos sentada numa varanda linda e de frente para um jardim fantástico é sempre algo gostoso. Os vinhos não nos impressionaram.

Milk Shake rápido no Gott’s (centro de Napa)

Saindo da Beringer dirigimos até o ponto de saída do nosso trem – bem próximo ao centro de Napa. Como tínhamos uns minutinhos sobrando passeamos pelo Oxbow market (610 & 644 1st St – Napa, CA), uma mercado FANTÁSTICO, repleto de restaurantes gostosos, lojas de queijo e outros petiscos deliciosos. Oxbow Market - Napa Nossa escolha foi um Milk Shake (depois de tanto vinho, meu lado formiga falou bem alto) na lanchonete Gott’s (644 1st St, Napa), nunca comemos lá, mas tanto os burgers quanto as fritas de batata doce estavam com uma cara ótima.

Napa Valley Wine Train: Sunset tour & com late dinner (tour do pôr do sol com jantar mais tarde)

Nossa última parada do dia foi um programa que eu já vinha sondando faz tempo, o Napa Valley Wine Train, um trem histórico que percorre as vinícolas do vale oferecendo degustações e refeições. Confesso que tinha um pé atrás achando que o programa seria turístico demais, mas me enganei. A experiência é o máximo. O trem é lindo, super romântico (tudo a ver com a nossa proposta do final de semana). Não acho que o trem de Napa substitua a experiência de degustação nas vinícolas, mas é um complemento super bacana e uma forma de encerrar o dia com chave de ouro. O passeio dura cerca de três horas. Napa Valley Wine TrainNo trajeto de ida fomos sentado num vagão bar com poltronas confortáveis (todas as poltronas dão de frente para a janela), tomamos um vinho de boas vindas e provamos uma entradinha bem caprichada. IMG_3807Na volta sentamos em um vagão super bonito repleto de mesas (cada mesa tem uma janela própria) bem decoradas com estilo vintage. Jantamos assistindo o sol se pôr entre os vinhedos (que experiência linda), e antes que você me pergunte, tanto a comida quanto a sobremesa estavam ótimas. Adoramos!

Sentada na mesa de jantar do trem de Napa

Sentada na mesa de jantar do trem de Napa

Veja todos os detalhe dessa experiência neste post.

 Dia 2: Passeio pelo centro de Santa Rosa + Museu do Snoopy

Dormir em Santa Rosa nunca esteve nos nossos planos, mas na falta de um hotel/ Airbnb bacana em Napa foi ali que fomos parar. E que experiência bacana! Havíamos deixado o domingo livre para fazer algo diferente, uma caminhada num parque, passear pela cidade, ou degustar mais vinhos. Ao perceber que Santa Rosa é a cidade de Charles Schutz, o criador do Snoopy, e que a cidade tinha várias atrações temáticas bacanas, rapidamente incluímos todo o roteiro do Snoopy no nosso programa: tirar foto com os personagens no centro histórico, visitar o museu e a pista de patinação do Snoopy.

Turma do Snoopy em Santa Rosa #wines #California #snoopy #cartoon #museu A photo posted by Ideias na Mala by Mari (@marividigalb) on

Brunch no centro histórico de Santa Rosa “Omelet Express”

Começamos o dia com um brunch caprichado no Omelet Express (112 4th St – Santa Rosa, CA)  um dos cafés mais bonitinhos e movimentados da Railroad Square. O Omelet Express é uma gracinha visto de fora, e ainda mais legal do lado de dentro. Dezenas de frentes de carros antigos decoram as paredes, a cozinha é toda aberta. Bem legal.

Pedi uma omelete de queijo suíço, abacate (sim, depois que me mudei pra Califórnia como abacate com tudo e adoro ;)) e tomate e o Gu pediu ovos pochê que vieram servidos numa bagel com uma fatia de presunto canadense em molho holandês. Ambos os pratos estavam deliciosos, mas o meu era bem mais pesado que o dele.

Omelete Express - Santa Rosa

E olha só o tamanho do meu omelete!

Ah, tanto eu quanto o Gu fomos espertos de trocar nossas batatas fritas por uma saladinha de frutas que estava divina.

Passeio rápido pelo centro histórico Railroad Square

O centro histórico de Santa Rosa, o Railroad Square, é uma gracinha. Fachadas históricas reformadas, restaurantes bacanas, salões de degustação de vinho e lojinhas fofas. Infelizmente o centro acorda bem tarde no domingo, então não visitamos as lojinhas mas tomamos um brunch delicioso, um cafézinho no descolado Flying Goat e fotografamos todos os personagens do Peanuts (turma do Snoopy) que surgiram na nossa frente.

Rail Road Square - Santa Rosa

Rail Road Square – Santa Rosa

PS: A única parte chata do centrinho de Santa Rosa é a quantidade de mendigos na região próxima a faixa do trem… muita gente dormindo na rua. Bem triste.

Cafézinho no Flying Goat

Antes de sair do centro, o Gu aproveitou para tomar um café expresso no Flying Goat (10th south st. – Santa Rosa, Ca). O café é super estiloso e tem uma decoração com elementos modernos pretos, brancos ou amarelos. O chão é todo estilizado com azulejos pretos e brancos e os móveis modernos são lindos. Ele não amou o expresso ( O gu é mega exigente com café) mas curtiu a experiência.

Flying Goat Café - Santa Rosa

Visita ao Charles Schultz Museum: Museu do criador do Snoopy

Dalí seguimos para a parte mais esperado do dia, o Museu de Charles Schultz, apelidado pelos locais de museu do Snoopy. E que lugar legal! O prédio é lindo, todo moderno, repleto de peças de arte bacanas, tirinhas originais do Peanuts, e na parte de cima, o antigo estúdio de Charles (montado dentro do museu da forma mais original possível) junto com outras peças e fatos interessantes da vida do desenhista. O jardim (com direito a uma Redwood gigante no centro) também é o máximo!

Museu do Snoopy - Santa Rosa

Pra quem é do tempo que Snoopy passava na TV ou fã dos quadrinhos, mergulhar no universo do autor (e ter a oportunidade de ler dezenas de quadrinhos originais) é uma experiência pra lá de especial. Curti cada segundo e farei um post exclusivo sobre o assunto logo logo. Mas já adianto, a experiência é o máximo e um must pra quem tá na região de Santa Rosa.

Charles Schutz museum - Santa Rosa

Mosaico gigante de quadrinhos

Charles Schutz museum - Santa Rosa

Tirinha original do Snoopy

Patinação no gelo no Snoopy Ice Skating ring

Ao lado do museu do Snoopy há uma pista de patinação no gelo espetacular, o Snoopy’s Home Ice (1667 West Steele Lane – Santa Rosa, Ca) . Charles Schultz era jogador e fã de hockey e para popularizar o esporte na cidade, criou essa pista enorme que continua aberta e faz o maior sucesso entre os locais. Durante os finais de semana a pista fica aberta para visitas, é só ver os horários certinhos no site, alugar seu patins no próprio local e patinar. Gu e eu nos divertimos horrores patinando. Quem vier pra Santa Rosa não pode perder essa atração!

Patinando na pista do Snoopy

Patinando na pista do Snoopy

Chocolate quente no Warm Puppy Café

Dentro da pista de patinação está o Warm Puppy Café, um café temático do Snoopy onde Charles tomava café da manhã e almoçava todos os dias. Tomei um Paty Pepper mint Hot chocolate (chocolate quente de menta) que estava divino. O chocolate veio servido com muito chantilly e num copo todo fofinho do Snoopy. Me apaixonei.

Meu chocolate quente MARAVILHOSO!

Meu chocolate quente MARAVILHOSO!

Comprinhas fofas na lojinha do Snoopy

E pra fechar a sessão Snoopy com chave de outro, visitamos a mega loja temática do Snoopy que fica ao lado da pista de patinação. Além de dezenas de produtos fofos dos personagens do Peanuts a loja tem vários móveis e objetos temáticos e uma pequena exposição de Snoopys de pelúcia no segundo andar. Gu eu eu compramos camisetas novas lindas.

Lojinha da turma do Snoopy

Dirigindo a Golden Gate Bridge

Encerramos nosso final de semana Romântico dirigindo pela Golden Gate Bridge. #AMOEssaPonte

Ponte Golden Gate

Voltamos felizes da vida e cheios de posts para preparar! Foi muito especial!

Dicas para quem quer aproveitar melhor o segundo dia, ou passar o segundo dia em Napa.

Pra quem pensa em fazer um roteiro parecido com o nosso dá para fazer de duas formas:

A) Substituir o dia em Santa Rosa por mais um dia em Napa

No primeiro dia substitua a Beringer pela Mondavi (o vinho é ok, mas o tour é um dos melhores de Napa). E no segundo dia visite a Frog’s Leap, a Joseph Phelps (reserve degustação com mesa de picnic e leve seu picnic) e se ter tempo, encerre seu passeio pelo vale com degustando os pro secos da Mumm.

Cansado de vinho? Volte para San Francisco mais cedo e assista um pôr do sol especial em Marin Headlands

B) Incluir vinícolas na sua visita a Santa Rosa

Além da programação Snoopy, você pode aproveitar sua visita em Santa Rosa para conhecer a excelente vinícola de Francis Coppola (em Geyselville, cerca de 20 min de Santa Rosa) que é linda e tem vinhos ótimos, um restaurante incrível e uma das decorações mais legais com Vale.

Também dá para voltar para San Francisco mais cedo (como nós fizemos) e parar em Marin Headlands na volta. As vistas da Golden Gate Bridge são espetaculares.

E ai, se animou para visitar Napa Valley?

Alguém aí já teve alguma dessas experiências e quer contar para gente como foi?

Veja também:

A Mari fez a viagem com apoio do Visit Napa.

 

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

10 comments

  1. JULIANA BELLINI 4 maio, 2017 at 15:23 Responder

    Mari,

    Estou adorando passear com você por aqui!
    Vamos para San Francisco em Junho e gostariamos de fazer um tour em Napa. Você conhece alguem para nos indicar? Pensamos em ir de carro para Napa e pegar um tour privativo lá, ou se você conhecer pode ser até um que sai de San Francisco.
    Consegue nos ajudar?

    Obrigada!
    Bjs

    • mari vidigal 21 maio, 2017 at 05:04 Responder

      Oi Juliana,
      Acho que deixei seu comentário escapar, desculpe!
      Passei seu contato pra Mary mas acho que agora ficou tarde.
      Desculpe!
      Beijos

  2. Marcella 7 fevereiro, 2017 at 21:26 Responder

    Mari, seus posts são ótimos! Em abril vou para a Califórnia, vou ficar 6 dias em SF, alugar um carro passar 1 dia em Napa (onde vou passar uma noite) e depois seguir para LA pela highway 1. Apesar de ir para Napa de carro gostaria de ir para as vinícolas de tour para poder degustar os vinhos, você me indica algum tour privativo q sai de Napa mesmo? Vamos no domingo, você sabe me falar se as vinícolas abrem normalmente?
    Parabéns pelos blog, estou usando ele na íntegra para montar meu roteiro. ?

    • mari vidigal 10 fevereiro, 2017 at 18:43 Responder

      Oi Marcella,
      Feliz que o ideias na mala está te ajudando na viagem!
      As vinícolas abrem sim no domingo! Pode ficar tranquila!
      Vou encaminhar seus contatos para uma amiga que organiza tours e ela vai te contactar por email. Tá?
      beijos

  3. Rebeca 28 julho, 2016 at 00:33 Responder

    Mari senti falta da opção de fazer o passeio de balão na região. Amigos disseram que eh fantástico e pretendo incluir na minha viagem em setembro! Adoro o seu blog e dicas! Bjss

  4. Fernanda Del Giudice 14 junho, 2016 at 17:22 Responder

    Adorei o post Mari!!! Não conheço Napa ainda, mas sou louca para conhecer! Imagina se todo esse roteiro lindo não me deixou com vontade de correr para lá agora? Salvo no Pocket para consultas futuras (e espero que em breve).

    Descobri o blog faz pouco tempo e estou adorando os artigos. Completíssimos!

    Abraços !

    • mari vidigal 15 junho, 2016 at 21:58 Responder

      Oi Fernanda,
      Obrigada pela visita!
      Sou fã de Napa e suspeita para falar. Rs!
      Quando vier para essas bandas me avise, quem sabe ag marca um café (ou um passeio em Napa) juntas.
      Beijos

      PS: Tbm não conhecia seu blog e achei lindo, olhei rapidinho e não tive tempo de comentar nada, mas já favoritei para acompanhar.

Post a new comment

Veja também