San Francisco: Cervejas artesanais & passeio de bicicleta

7

Que tal dar uma voltinha de bicicleta por San Francisco com paradas estratégicas para degustar cervejas artesanais? Essa é a proposta do tour da Gears & Grapes que testei na semana passada. Um tour divertido e diferente, ideal para quem ama cervejas artesanais e já conhece San Francisco. Nesse post, divido todos os detalhes da experiência. Vem comigo?

San Francisco: Degustação de cervejas artesanais & passeio de bicicleta

Nosso Beer tour começou as 14:00, o ponto de encontro era no SOMA, um bairro que aos poucos começa a despontar no roteiro gastronômico e cultural de San Francisco. A guia, uma menina simpática e de sorrisão, super entendida de brejas e de bikes, nos recebeu com um sorrisão e tratou de nos descolar uma bike ideal para nossa altura. Depois de uma breve explicação sobre a bikes e coisas básicas porém importantes (como brecar, como trocar as marchas naquela bike e etc…) saímos para a primeira pedalada da tarde. Um trecho bem curtinho, e um bom aquecimento para todas as delícias que beberíamos naquela tarde.

Orientação do tour Foto: Mila Frohlich

Orientação do tour | Foto: Mila Frohlich

As Bikes:

Nossas bikes eram levinhas e fáceis de pedalar. Bem adequadas para o passeio. Levei uns 5 minutinhos para me acostumar com as diferenças dessa bike para minha bike pessoal, mas depois que acostumei foi só curtição.

Primeira parada: Local Brewing

Local Brewery

Local Brewery

Local Brewing Co. (69 Bluxome Street), nossa primeira parada, é uma cervejaria super jovem e bem descolada. Parede vermelha, chão de madeira e jeitão de galpão adaptado. Na parte de trás da cervejaria estão os tonéis (sei lá se é assim que chama, rs) de produção de cerveja, e um par de mesas comunitárias. Fomos recebidos por um atendente sorridente que tratou de tirar nossas dúvidas e nos contar sobre as cervejas da casa.

Beer Tour - San Francisco

Cervejaria Local Brewery em SF

Beer Tour - San Francisco

Local Brewery, olha só essa lâmpada que legal!

Eu gosto de cerveja mais fraca, e não entendo muito da coisa, já a Mila (minha companheira de tour & fotografa de mão cheia) é uma bebedora de cerveja de verdade, gosta de cerveja forte e marcante e não quer nem saber de Pilsen. Foi bacana fazer esse tour com ela, pois aprendi um montão de coisas e acabei bebendo (e gostando) de coisas que não me aventuraria em provar sozinha.

O que bebemos:

Eu tomei uma “Blackout Blond” e a Mila tomou a “Duboce Park I.P.A”. Ambas estavam deliciosas, perfumadas (olha aqui a bebedora de vinho tentando descrever cerveja), encorpadas. Confesso que não sou grande fã de I.P.A , costumo achar amarga, mas dessa vez gostei bastante viu?!

Segunda parada: Southern Pacific Brewing

Cervejaria Southern Pacific

Cervejaria Southern Pacific

Saindo da Local Brewing pedalamos um trecho mais cumprido, eu curti pedalar sem ter que me preocupar com o caminho e simplesmente seguir a guia. O trajeto era todo plano (uma boiada) e quase todo com ciclo faixa. A segunda parada do dia, a Southern Pacific Brewing (620 Treat Ave, San Francisco) foi a minha preferida. A cervejaria era linda, outro galpão adaptado, decorado com árvores e um pátio exterior fantástico. Um lugar bem bacana pra beber com os amigos. Isso sem falar nas cervejas…

Foto: Mila Frohlich

Foto: Mila Frohlich

Beer Tour - San Francisco 82

O que bebemos:

E já que a graça do tour é beber cerveja, para não ter que selecionar entre uma ou outra, pedimos logo uma degustação com as 7 cervejas da casa. A degustação veio servida em uma bandeja circular da mais fraca para a mais forte.

Cara de alegria da Mila ao receber nossa cerveja

Cara de alegria da Mila ao receber nossa cerveja

E nessa hora, os conhecimento cervejeiros da guia fizeram toda a diferença, ela foi nos explicando copo-a-copo os traços de sabor e aroma de cada uma das cervejas. Eu e a Mila gostamos de 6 das 7 cervejas, uma das escuras tinha muito aroma de café para o nosso gosto (tanto eu quanto a Mila detestamos café) e depois de uma bicadinha pequena acabamos passando. Nossa degustação com 7 cervejas diferentes custou 7 dólares, o que é uma verdadeira pechincha para San Francisco.

E pra acompanhar…

A Southern serve comida e pestiscos. Não estávamos com fome mas aproveitamos para pedir uma bola de sorvete de creme. E como em tour de cervejas nem a bola de sorvete escapa ilesa, por sugestão da guia, afogamos a bola em uma das cervejas escuras. O Resultado: uma versão cervejeira e deliciosa de “Vaca Preta”, ou “Afogatto”.

  Num tour de cervejas, nem a bola de sorvete de creme passa ilesa! #afogatto #icecream #cerveja #cervejas #tour #ap #ideiasnamala #California   A photo posted by Ideias na Mala by Mari (@marividigalb) on

Terceira parada: Cervecería de Mateveza

Cerveceria de Mateveza

Cerveceria de Mateveza

Outro trecho cumprido de bicicleta, o mais bonito do dia pois cruzamos o bairro de Mission e passamos por alguns murais de grafites, que nos levou até a Cervecería de Mateveza (3801 18th St, San Francisco), uma cervejaria pequena na esquina do Dolores Park (um dos parques preferidos dos locais em San Francisco) com a 18th street.

Grafite em Mission

Grafite em Mission

Pedalando em direção ao Dolores Park

Pedalando em direção ao Dolores Park

A cervejaria tem uma pegada argentina, serve empanadas do El Portenho que é o melhor lugar de Empanadas da cidade, e é toda decorada com “copinhos” de mate. A Mila que é do Sul e não recusa um mate por nada nesse mundo, adorou a combinação e se apaixonou pelo lugar logo de cara ;). Eu também gostei muito, como a localização é ótima, fica bem fácil voltar outras vezes.

Menu da Cerveceria um direito a plaquinha em português

Menu da Cerveceria um direito a plaquinha em português

Empanadas argentinas

Empanadas argentinas

O que bebemos:

A experiência da degustação na Southern foi tão legal, que acabamos repetindo a sede e pedimos o “Flight de cervejas”. Pudemos escolher 4 diferentes, e como deixei a escolha para a Mila, a única que tenho certeza que escolhemos foi a tal da breja de Mate, e que estava bem gostosa. Gostei de 3 das 4 cervejas, a que não gostei era um tal de experimento que tinha um gosto danado de grape fruit, que eu odeio, o treco era laranja (e ruim!)

Beer Tour - San Francisco 09

Mila e eu fazendo a última degustação do dia. Foi muito legal!

Mila e eu fazendo a última degustação do dia. Foi muito legal!

Para acompanhar pedimos uma empanada de carne, que veio quentinha e no ponto. Com a empanadinha em mãos, a cerveja desceu ainda mais redonda.

E olha só nossa companheira de tour fazendo graça com as dela

E olha só nossa companheira de tour fazendo graça com as dela

Terminada a sessão cerveja descemos pedalando pela ciclovia da Market Street rumo ao ponto de início do tour. Saldo do dia: uma taça de cerveja, duas metades de degustação e um montão de histórias para contar. Adorei os três bares que visitamos e curti ir pedalando. Sem dúvida uma forma bacana de descobrir cervejarias em SF.


E como é essa história de cerveja & bicicleta?

Pra quem curte uma cervejinha e adora pedalar, taí uma combinando super legal e uma forma bem efetiva de visitar as cervejarias da cidade. Como San Francisco é uma cidade bem acostumada com o trânsito de bicicletas e 90% da rota que percorremos tinha ciclofaixas, achei o trajeto zero perigoso e o passeio bem divertido. Um único ponto importante que acho importante ressaltar é que o trajeto desse tour não passa por nenhum dos pontos turísticos de San Francisco. Não espere ver a Golden Gate, o Pier 39 ou a Alamo Square, mas pode esperar bastante cerveja boa.

Pedalando San Francisco com a Gears & Grapes

Pedalando San Francisco com a Gears & Grapes

Pra quem é legal?

Esse é um tour para amantes de uma boa cerveja, pessoas que já conhecem San Francisco ou pessoas que estão buscando algo diferente. Para quem faz questão de dar um check em todos os pontos turísticos da cidade, pode não ser a melhor opção. Mas, pra quem adora cerveja e faz questão de degustar algo local a cada viagem, taí uma bela combinação.

Cerveja deliciosa da Local Brewery Foto: Mila Frohlich

Cerveja deliciosa da Local Brewery
Foto: Mila Frohlich

Quanto tempo demora?

O tour leva cerva de 3 horas e o ritmo é bem relax. As pedaladas são bem moderadas e as paradas na cervejarias são bem boas. Deu tempo de beber todas as nossas cervejas, sem ruce e sem nenhum pingo de stress.

É preciso ter bom preparo físico?

Nop. A pedalada é uma boiada! Basta saber andar de bicicleta para poder curtir e aproveitar esse tour. E claro, precisa gostar de cervejas.

É preciso falar inglês?

Não. Taí um tour que dá para fazer e se divertir sem falar um pingo de inglês. Lógico que quem entende, leva uma vantagem ao poder perguntar e aprender sobre as cervejas, mas quem não entende nada, irá pedalar, beber e se divertir do mesmo jeito.

Beer Tour - San Francisco

Quanto Custa?

O tour custa $69,00 por pessoa e inclui aluguel de bicicleta, capacete e a primeira rodada de cervejas. A partir da segunda rodada, cada um paga a sua.

Como Reservar?

É só entrar no site da Gears & Grapes e selecionar o tour “Beers & Bikes SF”. Em seguida aperte o botão verde “Book the tour”

gears & grapes

Pronto, agora é só escolher o número de pessoas (guests), selecionar a data (Pick a date) e preencher seu nome e email. O próximo passo é uma tela de confirmação onde você deverá preencher os detalhes do eu cartão de crédito e conferir se a data e o número de pessoas bate com o que você quer.

Gears & Grapes


E aí, se animou para tomar um cervejinha?

Alguém aí já fez o tour e quer contar para nós o que achou?

 

 

Veja também:

 

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

7 comments

  1. Sinval 27 novembro, 2015 at 23:36 Responder

    Oi Mari! Me animei sim! Obrigado pelo post
    Para esclarecer o valor do tour inclui o primeiro pint apenas do 1o bar ou em todos (0 que totalizaria 3 pints) ?

    Um abraço

  2. Jennifer 19 agosto, 2015 at 18:10 Responder

    Adorei Mari! Legal que dá pra fazer tranquilo sem guia, ou também ir conhecer as cervejarias não necessariamente de bike 😉
    Bjuu

Post a new comment

Veja também

Viajando sozinha, e por que não?

Malas prontas, roteiro planejado e reservas feitas. Chegou a hora de cair na estrada, mais uma vez. Me despeço do meu marido com um abração apertado ...