Califórnia: Uma visita ao Castelo Hearst

3
Highway 1 - Castelo Hearst

O Castelo Hearst é uma das principais paradas da Highway 1, a incrível viagem de carro pela Costa da Califórnia, e é uma visita super interessante. Construído aos moldes europeus, o castelo é imponente e recheado de obras de arte e ornamentos antigos. A grande pergunta é, vale a pena visitar o Castelo? Nesse post responderemos esta pergunta e contaremos todos os detalhes dessa visita. Vem com a gente?

Califórnia: Uma visita ao Castelo Hearst

Neste post você encontrará:

[Clique no item desejado para ir direto ao ponto, ou se preferir, leia o post todo :)]

Sentiu falta de alguma informação? Deixe sua pergunta ou sua ideia na caixinha de comentários.


 

Um pouco de história

Quem foi Hearst?

Willian Hearst foi um milionário da indústria da comunicação. Seus negócios se expandiam pelos campos da mídia impressa, cinema, política e pecuária (Hearst chegou a se candidatar para o governo de NY, mas não obteve sucesso). Hearts foi um grande colecionador de arte (grande parte da sua coleção está exposta nas paredes do castelo)  e se relacionou com muitos artistas e esportistas do seu tempo.

Não é a toa que o castelo, durante seus anos de Glória, foi palco de muitos encontros informais, torneios de tênis, e jogos de bilhar de personalidades como Charlie Chaplin, Clark Gable, Greta Garbo, Winston Churchill, Joan Crawford, Dolores del Rio, Charles Lindbergh e muitos outros.

Um pouquinho mais sobre a história de Hearst nesse link. 

O Castelo Hearst

Construído nas montanhas de San Simeon, o Castelo de Hearst era chamado pelo seu proprietário de “Estado da Costa Encantada” e é  um verdadeiro elefante branco no meio da Califórnia. São mais de 165 salas e 127 acres de jardins que nos tempos de glória de Hearst chegaram a abrigar um zoológico.

Fachada do Castelo Hearst

Fachada do Castelo Hearst

Desde pequeno Hearst sonhava em ter um castelos nos moldes Europeus. Desejo que ficou ainda mais intenso depois de sua lua de mel na Europa. O castelo foi projetado pela arquiteta Julia Morgan, e a obra jamais foi terminada, pois Hearst não cansava de inventar novos detalhes e de incluir novos ornamentos no projeto. A construção foi iniciada em 1919, e só parou quando Hearst teve que deixar o Castelo em 1947 (28 anos depois) por motivos de saúde (naquela época, não havia hospitais e nem médicos na região).

Após a morte do Magnata em 1951, o castelo foi doado ao estado da Califórnia (com a condição que a família pudesse usar o castelo sempre que quisesse) e transformado em museu. Todos os aposentos mostrados no tour, foram mantidas da forma como Hearst os deixou.


 

Como funciona a visita?

O Castelo pode ser visitado somente através de tours guiados, e  devem ser agendados com antecedência, já que durante a alta temporada o Castelo costuma ter até duas horas de espera e os tours no final do dia costumam se esgotar com antecedência. Os tíckets são comprados com horário planejado, programe-se para chegar pelo menos 15 minutos antes. Para facilitar a compra, recomendo que você faça a visita no último horário, ou no primeiro horário (ideal para quem dorme em San Simeon, Cambria ou Paso Robles).

Fachada do Castelo

Fachada do Castelo

Quanto tempo demora?

As visitas guiadas levam entre 45 minutos e uma hora e 40 minutos. Calcule mais uma horinha para ter tempo de visitar os jardins (que é sem dúvida o pedaço mais espetacular do passeio) e para pode subir e descer o morro com calma. Assim, espere gastar pelo menos 2 horas do seu dia visitando o Castelo.

Horários de Funcionamento:

  • De março a setembro: das 8:00 às 18:00
  • De outubro a fevereiro: durante a semana das 9:00 às 17:00 e aos finais de semana das 9:00 às 15:00

Dá para ver o castelo da estrada?

Sim. Lá longe no alto do morro, mas com uma boa lente dá para fotografar. Para chegar ao castelo, você terá que fazer um pequeno desvio na estrada e seguir para o centro de visitantes de onde partem os tours rumo ao castelo.

Hearts Castle visto da estrada

Hearts Castle visto da estrada

Veja também: onde comer bem entre San Francisco e Los Angeles.

Dá para fotografar o Castelo de fora sem fazer o tour?

Volta e meia recebo essa pergunta, então resolvi incluir no post. Dá estrada você verá o castelo, mas o mais perto que conseguirá chegar dele é o centro de visitantes de onde saem o tour. Para quem não fará o tour, recomendo seguir viagem e parar em outros lugares.

Conheça as diferentes opções de tour.

Veja abaixo as 4 opções de tour disponíveis. No site do castelo, você pode ver fotos dos aposentos antes de fazer sua escolha.

Grand Rooms Tour:  Este é o tour básico do castelo e o mais indicado para uma primeira visita.

Estão incluídos nesse tour: Sala de visitas, salão de jantar, Sala de bilhar e sala de cinema. Após o tour guiado você poderá caminhar pelo jardim e pelas piscinas por contra própria.

  • Duração: 45 minutos
  • Preços: $25 adultos | Crianças de 5 a 12 anos pagam $12
  • Acessível para cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção

Upstairs Suites tour: Este é um tour pelo segundo andar do castelo (e que pela fotos parece bem interessante). É recomendado para quem já fez o tour pelo Grand Rooms.

Estão incluídos nesse tour: Dodge’s suite (inspirada no palácio Dodge de Veneza), biblioteca do castelo, a suíte Gótica e a suíte Duplex. Após o tour guiado você poderá caminhar pelo jardim e pelas piscinas por contra própria.

  • Duração: 45 minutos
  • Preços: $25 adultos | Crianças de 5 a 12 anos pagam $12

Cottages & Kitchen Tour: Para quem já conhece tanto a parte de baixo quanto o segundo andar, esse é um tour que explora os Cotages do castelo e a nada modesta adega de Hearst.

Estão incluídos nesse tour: Adega do castelo, Casa A (Casa del mar), Casa B (Casa del monte) e a cozinha do castelo. Após o tour guiado você poderá caminhar pelo jardim e pelas piscinas por contra própria.

  • Duração: 45 minutos
  • Preços: $25 adultos | Crianças de 5 a 12 anos pagam $12

Evening tour: Esse tour é uma combinação dos principais aposentos do castelo, e uma “mistura de todos os outros tours e umaopcão bem legal para quem quer conhecer um pouco de tudo. É ideal para quem chega na região na parte da tarde e vai dormir alí perto: San Simeon, Cambria, Paso Robles e San Luis o Bispo (que fica um pouco mais longe) são opções de hospedagem mais viáveis para quem planeja fazer este tour.

Estão incluídos nesse tour: Casa A (Casa del mar), Sala de visitas, salão de jantar, a cozinha do castelo, biblioteca do castelo, a suíte Gótica, o salão de bilhar e o cinema. Após o tour guiado você poderá caminhar pelo jardim e pelas piscinas por contra própria.

  • Duração: 1 hora e 40 minutos
  • Preços: $36 adultos | Crianças de 5 a 12 anos pagam $18
  • Disponível apenas no outono e na primavera

Como foi nossa experiência pelo Hearst Castle

Uma das coisas que me frustrou foi saber que a única forma de visitar o castelo “inteiro” é fazer o tour noturno, e que só está disponível durante a primavera e outono. Fazer dois tours no mesmo dia, não nos pareceu um uso inteligente do nosso tempo na estrada (já falei que a viagem é linda, não falei? Repito.) assim, escolhemos o tour mais recomendado para principiantes “Grand Rooms Tour”, achamos bem interessante, e gostamos de conhecer o castelo, mas saímos com um pouco de peso por não ter visitado os quartos. Fazer o que, né?! Abaixo descreverei nossa experiência em detalhes.

Ponto de partida do tour: o centro de visitantes

O passeio começa no centro de visitante onde há um grande estacionamento, bilheteria, uma sala que passa vídeos do castelo e que serve de sala de espera e uma lanchonete. Como não há comida ( e nem água) lá em cima, recomendo que você coma algo e leve uma garrafinha de água. (Eu sempre levo barrinhas de cereal na bolsa durante minhas viagens. Afinal, passear com fome, ninguém merece! )

Viagem de ônibus para chegar ao castelo

Dali sentamos num mini ônibus que fez uma viagem bem bonita (e repleta de curvas) pelos pastos da fazenda Hearst. Quem sentar na janela poderá tirar fotos bonitas e acompanhar o castelo ganhando forma e tamanho.

Castelo visto de dentro do ônibus

Castelo visto de dentro do ônibus

Lago bonito no caminho do castelo.

Lago bonito no caminho do castelo.

O tour pelos Grand Rooms do Hearst Castle

Nosso tour começou na escadaria que liga ao Castelo, onde os ônibus desembarcam. Depois de subir as escadas ouvirmos uma introdução sobre o castelo – cuja fachada foi inspiradas em uma igreja do Sul da Espanha – e sobre os jardins, piscinas e quadras de tênis que poderíamos visitar após o termino do tour.

A Guia tinha um script bem definidinho, e falou bastante sobre o Hearst, suas manias, seus convidados e de como as peças para a construção e ornamentação do castelo foram tradizadas da europa. Uma bela introdução para o que veríamos a seguir.

 A Sala de visitas
O primeiro aposento que visitamos foi a sala de visitas. Uma sala de madeira decorada com tapeçarias barrocas e renascentistas e ornamentada com esculturas neoclassicas. A sala é uma verdadeira farofa de estilos arquitetônicos. Tem peças bonitas? Sem dúvida. Mas a junção de tudo e um único espaço fechado, é um verdadeiro exagero. E falando em exageros, não poderíamos esperar nada diferente em um castelo de mais de 160 cômodos, poderíamos?

Sala de visitar do castelo

Sala de visitar do castelo

Detalhes da sala de visitas

Detalhes da sala de visitas

Era nessa sala, cujas paredes de madeira rementem a altares de igrejas com banquinhos de madeira que ele recepcionava seus convidados.

A sala de jantar
A sala de jantar, carinhosamente apelidada pelo milionário de “salão de jantar de mosteiro” tem uma porta com jeitão de igreja e uma mesa de madeira imensa onde Hearst recebia os convidados. A sala tem janelas altas, castiçais de prata e um teto de madeira todo esculpido com relevos.

Mesa enorme da sala de jantar

Mesa enorme da sala de jantar

Um pedaço da mesa está decorado da maneira como Hearts gostava de receber seus convidados, louça fina, copos de cristal, e garrafas de Ketchup e mostarda! A sala de jantar contextualiza o clima das recepções no castelo e a forma como Hearst recebia os convidados, uma mistura de formalidade com um climão descontraído.

Detalhe: bandeiras medievais no teto

Detalhe: bandeiras medievais no teto

Mesa pronta para receber visitas

Mesa pronta para receber visitas

O salão de bilhar/ sala de jogos de Hearst
A sala de jogos está decorada com o tema jogos, tapeçarias européias de 1500 e um teto pintado no estilo espanhol. Era aqui que os convidados mais íntimos eram recebidos para uma noite de jogo e rodadas de bilhar.

Sala de bilhar

Sala de bilhar

Durante o tour a guia is nos contando mais histórias e curiosidades sobre o palácio. Tive dificuldade de fotografar as salas, porque o grupo do tour era meio grande e o castelo é bem escuro.

 A Sala de cinema
A sala de cinema de Hearts, modesta se comparada ao restante do castelo, mas um verdadeiro luxo para a época,  exibe um vídeo do castelo e seus convidados ilustres. No video o ator Charles Chaplin aparece num torneiro de tênis. Acabei não fotografando esta sala.

Um passeio pelos jardins e piscinas do Castelo Hearst

Terminada a visita guiada, fomos para o meu pedaço preferido da visita. Os jardins. O Castelo tem jardins enormes e maravilhosos, decorados com árvores, flores e esculturas de diferentes épocas e estilos. Dos jardins você conseguirá fotografar o castelo, e ver a região de San Simeon do alto com o mar lá no fundo.

Castelo de Hearst visto do jardim

Castelo de Hearst visto do jardim

 

Dá para ver não foi a toa que Hearst escolheu este lugar para realizar seu sonho de menino e construir um castelo europeu em plena costa da Califórnia!

Vista do Castelo Hearst

Vista do Castelo Hearst

Vista do castelo e detalhe da estátua

Vista do castelo e detalhe da estátua

A piscina de Netuno.

O castelo tem duas piscinas, a piscina de Netuno, uma piscina gigante externa, decorada com ornamentos greco romanos e que já serviu de palco para muitas festas e recepções. A piscina de Netuno, é divina e rende excelentes fotos.

Castelo Hearst - Califórnia 60

Mari Vidigal na Piscina do Hearst Castle

Castelo Hearst - Califórnia 83

Atenção: A piscina está passando por reformas e no momento você verá ela vazia. 🙁

Piscina Romana

E pra fechar a visita com chave de ouro, mais um piscina maravilhosa. A piscina Romana é uma piscina coberta decorada do chão ao teto com mosaicos coloridos e ornamentada com motivos greco romanos. Na época de Hearst essa piscina era aquecida.

E olha só que sensacional essa piscina!

E olha só que sensacional essa piscina!

Castelo Hearst - Califórnia 38

Piscina Romana – Hearst Castle

Castelo Hearst - Califórnia 42

Estátuas na borda da piscina

As zebras do Hearst: o que restou do zoológico do castelo.

Na sua época de glória o Castelo de Hearst chegou a ter um zoológico completo e “equipado” com dezenas de animais exóticos (reza a lenda que tinha até urso polar). Após a morte de Hearst, todos os animais foram doados a zoológicos, e sobrou apenas um plantel de zebras que podem ser vistas do acostamento da Highway 1. Dirija devagar e fique de olho onde os caros estão encostados (no acostamento, sem a menor cerimônia) para não perder as zebrinhas!

Zebras do Hearst Castle


Vale a pena visitar o Hearst Castle?

Apesar da quantidade inimaginável de ornamentos, quadros e tapeçarias misturados, o castelo é um ícone e que merece ser visitado. Gostei da visita, teria ficado mais satisfeita se pudesse visitar o castelo inteiro, pois achei essa história de visitar apenas 4 aposentos muito incompleta, mas valeu a pena.

Escultura no jardim do Castelo

Escultura no jardim do Castelo

Do ponto de vista artístico, o castelo tem muita coisa boa, mas é tanta coisa junta que saí meio zonza com o excesso de informações. Gostei mesmo dos jardins e me apaixonei pela piscina. Tenho vontade de voltar para conhecer os quartos e a biblioteca, mas confesso que mesmo morando na Califórnia, tenho preguiça de planejar a viagem com horários exatos, tendo obrigatoriamente que chegar no castelo na hora x. (Imagino que você leitor tenha a mesma dificuldade que eu, certo?!)

De qualquer forma, vale a pena sim.

Para quem eu recomendo?

Recomendo essa visita para quem está fazendo a Highway 1 pela segunda vez, ou tem mais de três dias para fazer o trajeto. Para quem planeja sair de Carmel e ir até Santa Barbara no mesmo dia, não recomendo a parada já que para chegar no castelo por volta das 5:00 da tarde você terá que se apressar no trecho mais lindo da estrada que é Big Sur.

Detalhe no jardim do castelo

Detalhe no jardim do castelo

Como encaixar o Hearst Castle no seu roteiro:

Para quem sai de San Francisco:

Depois de dormir 1 ou duas noites em Carmel, siga por Big Sur até chegar em San Simeon. O ideal é fazer o tour no último horário para não precisar voltar no dia seguinte. Durma em Paso Robles, Cambria ou no máximo São Luis Obispo. Como o castelo abre cedo, você pode optar por voltar um pouquinho na estrada e começar seu dia com o castelo. Nesse dia você pode dormir em Santa Barbara (ou Solvang para curtir a região vinícola de Los Olivas)

Para quem sai de Los Angeles:

Durma uma noite em San Luis o Bispo, Cambria ou Paso Robles e visite o castelo no primeiro horário do dia seguinte. Depois do castelo, continue o passeio por Big Sur até chegar em Carmel.

Como chegar no Castelo Hearst? | Principais distâncias e localização

O Hearst Castle fica mais ou menos na metade do caminho entre San Francisco e Los Angeles.

Principais distâncias:

  • San Francisco – Hearst Castle: 340 Km (pela Highway 1)
  • Carmel – Hearst Castle: 246 Km
  • Cambria – Hearst Castle: 15 Km
  • Paso Robles – Hearst Castle: 64 Km
  • Sao Luis Obispo – Hearst Castle: 67 Km
  • Santa Barbara – Hearst Castle: 220 Km (por dentro)
  • Los Angeles – Hearst Castle: 370 Km (pelo caminho mais curto)

Mapa: de San Francisco a Los Angeles passando pelo Hearst Castle


E aí, curtiu o post?

Alguém aí já visitou o castelo e quer dividir com a gente o que achou?


 

Outros posts sobre o Castelo Hearst:


Veja também:

 

 

 

 

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

3 comments

Post a new comment

Veja também