Roteiro de 6 dias no Atacama

Roteiro de 6 dias no Atacama, um roteiro completinho para você curtir um dos desertos mais lindos do mundo. Um post repleto de fotos e vídeos para inspirar sua viagem. E aí, pronto para se apaixonar pelo Deserto do Atacama?

Roteiro de 6 dias no Atacama

A Lelê do Blog It Yourself fez uma viagem incrível pelo Chile. Ela explorou a região de Santiago, conheceu a Patagônia e fez um roteiro de 6 dias incrível no Atacama! Neste post, a Lelê dividirá com a gente todos os detalhe da viagem. Vamos nessa?

Roteiro Resumido:

  • Dia 1: Chegada: Santiago – Aeroporto de Calama  –  San Pedro de Atacama
  • Dia 2: Geysers El Tatio + Lagunas Escondidas
  • Dia 3: Termas de Puritama + Laguna Cejar
  • Dia 4: Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas + Valle de la Luna
  • Dia 5: Salar de Tara + Tour astronômico (noite)
  • Dia 6: Passeio pela cidade e volta para Santiago
Roteiro de 6 dias no Atacama
Lelê no Valle de la Luna

Hospedagem:

Ficamos em um hostel chamado Casa Flores. Pagamos cerca de $400 por toda a estadia.A grande maioria das pessoas que vai pro Atacama acaba ficando em hostels ou em locais mais simples.

Tivemos uma boa experiência onde ficamos, sendo que o local era limpo e o atendimento era bom. Tínhamos direito ao café da manhã e, nos dias em que os passeios saíam antes de amanhecer (por volta de 5h30 da madrugada), eles
preparavam um lanchinho pra viagem.

Considerando que estamos falando deste tipo de hospedagem, o Atacama acaba não sendo muito barato neste sentido… e se você quiser algo mais luxuoso, é simplesmente caríssimo!

Veja aqui mais dicas de onde ficar no Deserto do Atacama

Roteiro detalhado:

Dia 1: Chegada no Atacama

Voamos Santiago – Calama (que é a cidade com aeroporto mais próximo do deserto do Atacama). Chegando em Calama, pegamos o traslado para San Pedro de Atacama.

Vale falar que os traslados tem preços tabelados (20,000 pesos ida e volta) e podem ser reservados com antecedência ou comprados diretamente no aeroporto.

Chegando em San Pedro, deixamos as malas no hostel e visitamos duas das melhores agências do Atacama, a Ayllu e a Flaviabia Expediciones. Fechamos com a Ayllu que tinha uma agenda de passeios mais flexíveis, e onde conseguimos casar 2 passeios por dia na maioria dos dias.

Fechamos o dia com um jantar no Adobe, um dos mais badalados de San Pedro do Atacama.

Dia 2: Geysers El Tatio  + Lagunas Escondidas

Acordamos por volta das 04h40 da manhã para sairmos entre 05h00 e 05h30 rumo ao nosso primeiro passeio que foram os Geysers del Tatio, que ficam no Complejo Turistico Tatio Mallku.

Geysers El Tatio

O caminho de San Pedro até lá leva em torno de 1h30 e, durante o percurso, vimos o nascer do sol, que é lindo. Chegando no complexo, tivemos tempo para explorar o parque e aprender sobre a geologia local com as explicações do guia, que foram incríveis e tornaram o passeio ainda mais especial!

Roteiro de 6 dias no Atacama
Lelê no Geysers del Tatio
Roteiro de 6 dias no Atacama
Geysers del Tatio

Durante o retorno, o guia parou o carro para observarmos um pouco da fauna da região como vicuñas, lhamas e flamingos.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Lhamas no caminho de volta

Fizemos também uma parada num pequeno vilarejo chamado Machuca (uma aldeia indígena com cerca de 20 casas), em que eu experimentei o churrasco de lhama. Apesar do receio inicial, a carne é bem gostosa e lembra bastante a bovina.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Espetinho de Lhama

Antes de voltarmos para San Pedro, fizemos mais uma parada no Canyon Guatin que é sensacional e tem uma vista linda! Mostrei todos os detalhes deste passeio neste vídeo.

Lagunas Escondidas

O segundo passeio do dia foi nas Lagunas Escondidas, em que nós podemos nadar em 2 das 7 piscinas naturais existentes no parque. O nível de sal é tão intenso que nós simplesmente não conseguimos afundar, uma experiência, incrível muito parecida com o mar morto! O visual das lagunas também é impressionante, lindo de morrer!

Roteiro de 6 dias no Atacama
E olha só o visual das Lagunas Escondidas que sensacional

Veja detalhes do passeios pelas Lagunas Escondidas neste vídeo:

Veja também: Guia completo do deserto do Atacama

Dia 3: Termas de Puritama (manhã) + Laguna Cejar, Laguna Piedras, Laguna
Tebinquinche e Ojos del Salar

Termas de Puritama

Saímos cedo para conhecer as famosas Termas de Puritama, um lugar espetacular, perfeito para relaxarmos. O parque possui 7 piscinas naturais com a água super quentinha e é muito gostoso agradável. O almoço foi preparado pelo guia e contou com um menu super especial com ceviche, camarão e outras delícias locais.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Termas de Puritama

Veja também: Guia do deserto do Atacama

Laguna Cejar

À tarde, fizemos outro passeio, o da Laguna Cejar, com direito a várias explicações científicas de como o local se formou.
Este passeio é composto não só por esta Laguna, mas também por outros 3 locais lindos de morrer.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Curtindo o visual da Laguna Cejar

Primeiro, fomos nadar na Laguna Piedra, que possui um nível de sal bem elevado e faz com que a gente flutue, assim como vocês viram nas Lagunas Escondidas de Baltinache.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Nadadando na Laguna Piedras
Roteiro de 6 dias no Atacama
Visual da Laguna Piedras

Depois, passamos pelos Ojos del Salar, um lugar muito curioso em que a água é meia salgada e meia doce e podemos mergulhar.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Ojos del Salar

Por fim, fomos até um dos lugares mais lindos que eu já vi na vida, a Laguna Tebinquinche, onde tomamos um coquetel e vimos o por do sol. Que demais!

Roteiro de 6 dias no Atacama
Pôr do sol na Laguna Tebinquinche

Veja detalhes do passeio pela Laguna Cesar neste vídeo:

Dia 4: Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas (manhã) + Valle de la Luna e
Valle de la Muerte (tarde)

Lagunas Altiplânicas

Acordamos as 5h da manhã para fazer o passeio das Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas . É importante chegar cedinho em Piedras Rojas para pegarmos o clima sem vento e conseguirmos fazer as fotinhos com a lagoa “espelhada”. Caso comece a ventar, apesar do local continuar sendo lindo, este efeito das fotos não fica o mesmo. O caminho é difícil e pegamos uma estrada bem “rústica”… nos sentimos como numa montanha russa de madeira, sabe?! Antes de ir embora, tomamos o café da manhã com uma vista mais do que especial.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Piedras Rojas, uma das vistas mais espetaculares do passeio

A próxima parada foram as Lagunas Altiplânicas, que também são maravilhosas. Elas têm este nome por serem planícies com mais de 3.700 metros de altura e são compostas pela Laguna Miscanti e pela Laguna Miñiques.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Laguna Miscanti

Já seguindo para a parte final deste primeiro passeio, paramos na estrada para ver uma espécie de flor linda que nasce no deserto e também o famosíssimo Trópico de Capricórnio.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Flores do deserto do Atacama

Valle de La Luna

Retornamos para a Ayllu (nossa agência) para almoçarmos lá e já nos preparamos para o segundo passeio do dia, que foi com destino ao Valle de la Luna e ao Valle de la Muerte.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Valle de La Luna

Chegando ao Vale da Lua, fizemos a trilha até o topo, na Duna Maior, onde tivemos uma vista privilegiada do Anfiteatro, uma das formações mais famosas do passeio.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Anfiteatro no Valle de la Luna

A próxima parada foram as Três Marias, um conjunto de formações naturais muito interessantes. Depois, fomos para a Caverna de Sal, onde fizemos uma trilha muiiiiito legal mesmo, repleta de aventura! Amei e me senti num filme do Indiana Jones!

Roteiro de 6 dias no Atacama
Caverna de Sal no Valle de la Luna

Para o final da expedição, fomos direto para o Vale da Morte, onde fizemos um lanche da tarde e aproveitamos um por do sol simplesmente divino. Que dia delicioso!

[E pra quem quer ver detalhes destes dois passeios lindos, aí vai o vídeo que a Lelê preparou!]

Dia 5: Salar de Tara + Tour astronômico (noite)

O passeio do dia era ir conhecer o maravilhoso Salar de Tara. Durante o percurso, paramos para ver o vulcão Licancabur de um ponto que tem uma vista mais do que privilegiada. Lá, alguns burrinhos master fofos vieram nos fazer companhia e receber carinho.

Antes de chegar ao Salar, fizemos várias outras paradas para observar as formações rochosas e para caminhar pelo deserto. Entre estas paradas estão o Mirante San Pedro de Atacama, o Paso de Jama, a Laguna de Quepiaco, os Monges de la Pakara e as Catedrais de Tara.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Monges de la Pakara

Ao chegar no Salar de Tara, temos uma visão panorâmica incrível (sensacional mesmo!) e o guia recomenda uma caminhada do topo até a área em que encontramos muitos flamingos lindos. Após a caminhada, desfrutamos de um almoço delicioso!

Roteiro de 6 dias no Atacama
Flamingos no Salar de Tara

Antes de ir embora, aproveitei para comprar alguns artesanatos dos moradores locais.

Voltamos para San Pedro por volta das 18h e fomos agendar nosso tour astronômico na Space Obs . O tour só é realizado se as condições do céu estiverem perfeitas, então tivemos que esperar até a noite para confirmar o passeio.

Neste meio tempo, aproveitei para dar uma voltinha pela Rua Caracoles (a via principal de San Pedro) e fazer umas comprinhas de souvenirs.

Depois de jantar, o céu estava lindo e fomos fazer o nosso tour astronômico por volta das 21h. O tour é bem legal, repleto de informações sobre o céu, as estrelas, as galáxias e com direito a um chocolate quente bem gostoso.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Tour Astronômico da Space Obs

Uma super dica: peça para o pessoal do staff da Space Obs tirar um foto de vocês pegando o céu… fica maravilhoso! Amei o passeio, que vai até quase 1h da manhã e é, culturalmente, super rico.

Dia 6: Passeio por San Pedro e volta pra Santiago

Este dia era o nosso último no Atacama e só tínhamos até as 13h antes de irmos embora. Então, aproveitamos para conhecer melhor a cidade de San Pedro.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Iglesia de San Pedro de Atacama

Passeamos pela Plaza de San Pedro de Atacama, a Iglesia de San Pedro de Atacama e curtimos uma parada em homenagem a um feriado local que é feita para a padroeira do Chile.

Veja detalhes da expedição pelo Salar de Tara neste vídeo:

Perguntas e respostas e respostas com Lelê Gianetti

O que vocês gostariam de saber antes de viajar que só descobriram quando chegaram no Atacama?

Com as maravilhas da internet, boa vontade e muita pesquisa, foi possível planejar uma viagem sem grandes surpresas. Uma das poucas coisas que eu mudaria seria a empresa do transfer que achei muito incerta. Fomos com a empresa Licancabur e eles não enviaram confirmação por e-mail, porém quando chegamos lá, eles tinham feito nossa reserva. Além desta questão, houve uma demora enorme para partir e quase não coube nossa bagagem no micro ônibus da empresa .

Pelo relato de outros amigos que fizemos na viagem, a empresa Pampa Express foi mais segura neste sentido. E lembre-se, o primeiro dia é meio “perdido”, pois você chegará em Calama e terá mais de 1 hora de viagem até San Pedro…não é que é impossível fazer passeio neste dia, mas dependendo do horário do voo, fica inviável. Se você chegar já no fim do dia (nosso caso), corra para as agências e feche os passeios dos dias seguintes!

PASSEIOS PELO ATACAMA

Como vocês escolheram os passeios?

Eu escolhi os passeios antes da viagem, principalmente pesquisando em blogs de viagem para saber o que mais me interessava e também vendo muitas fotos e vídeos. Porém, acabei optando por fazer todos os principais passeios recomendados. Nossa estadia no Atacama permitiu essa abrangência, porém tivemos que fazer dois passeios por dia, o que, de maneira geral, apesar de valer a pena, é bem puxado.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Pôr do sol no Valle de la Muerte

Vocês fecharam tudo no Brasil ou no Atacama?

No Atacama, pois queríamos comparar preços e agendas entre as agências que estávamos em dúvida (Ayllu e a Flaviabia Expediciones).

Qual foi a experiência mais incrível?

Todos os passeios e paisagens são incríveis e eu não deixaria nada de fora, porém, em termos aventura, eu amei fazer a trilha pelas cavernas de sal no Vale da Lua e da Morte. Já em termos de relaxamento em meio à tantas aventuras, eu escolheria as Lagunas de Baltinache. Pela paisagem mais bela, sem dúvidas, temos a Laguna Tebinquiche, especialmente no pôr do sol!

Roteiro de 6 dias no Atacama
Lelê flutuando nas Lagunas de Baltinache

Algum passeio que vocês não curtiram tanto?

De maneira nenhuma, todos os passeios que fizemos foram especiais e cada local tem sua peculiaridade, eu não tiraria nenhum passeio. Mas claro, para isso deve-se ter pelo menos de 4 a 5 dias por lá. Caso contrário, você terá que priorizar, não tem jeito.

 

E a altitude? Foi tranquilo? Alguma dica?

A altitude foi muito tranquila para a gente, com exceção de sentir mais cansaço ao andar. Porém, isso é muito individual e peculiar de cada um, pois presenciamos pessoas que até precisaram de oxigênio.

Creio que ter seguido uma alimentação leve e sem comidas pesadas pode ter ajudado. Algo que não fizemos (pois não cabia no itinerário) e a agência recomenda, foi fazer os passeios da menor para a maior altitude… é o mais indicado, pois assim o corpo vai se adaptando gradativamente.Na verdade, acabamos fazendo o passeio com mais altitude no primeiro dia, mas não tivemos grandes inconvenientes.

Pitaco da Mari: Se você nunca experienciou altitude, deixe os passeios mais pesados para fazer após a aclimatização. Tem gente que passa mal a beça!

DICAS DA LELÊ

Que dicas vocês deixariam para alguém que pensa em fazer esta viagem?

Invista nas melhores agências

Uma dica geral é você fechar os passeios com agências confiáveis e “melhores”. Apesar da diferença de preço ser meio grande, vale muito a pena! colegas que fizeram passeios mais em conta passaram perrengues épicos. As distâncias de San Pedro para os passeios podem ser relativamente longas e envolverem altitude, então as agências têm que ter um preparo especial, pois nunca se sabe se você vai precisar de algum cuidado… é melhor se prevenir para garantir que seu passeio não se torne um grande pesadelo.

Roteiro de 6 dias no Atacama
Drink no tour pela Laguna a Cesar, taí uma das vantagens de escolher uma boa agência!

Além disso, a questão do atendimento das agências mais premium são insuperáveis. Como eu falei, as melhores são a Ayllu e a Flavia Bia, e eles oferecem guias mega simpáticos com ótimo nível de português (especializado no público brasileiro), além de cafés da manhã, almoços e coquetéis deliciosos. Adorei!

Capriche no Hidratante

Fora isso, não se esqueçam que o deserto é super seco! Então, leve um hidratante bem pesado para o rosto e os lábios, tipo b-pantol, além de um analgésico para possíveis dores de cabeça por conta altitude e um sorinho para o nariz (que também é de grande valia, pois respira-se muito pó/areia por lá).

Falando em dicas, deixo aqui o link para o vídeo com dicas gerais do Atacama que a Lelê gravou.

E aí, curtiu este Roteiro de 6 dias no Atacama?

Sentiu falta de alguma informação? (Deixe sua pergunta que responderemos rapidinho!)

Sobre a Lelê:

Caçula e geminiana a Lelê Gianetti tem um gosto mega eclético:

“Amo fotografia, moda, viajar, chocolate, queijos, aprender coisas novas, uma boa conversa, cinema, artes marciais (principalmente Taekwondo, fui campeã paulista), ballet, desenhar, pintar, culinária, yoga, maquiagem, e claro, escrever e me manter antenada sobre tudo o que acontece ao meu redor”.

No It Yourself, a Lelê escreve sobre assuntos variados e dá várias dicas de moda e looks do dia super legais. Corre lá!


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em San Pedro do Atacama

Faça seu seguro de viagens 


Veja também:

Deserto do Atacama no Ideias na mala

Mais posts do Chile

Planeje sua viagem

Matérias Relacionadas

Comentários (3)

[…] Como vocês já sabem, eu simplesmente me apaixonei pelo Chile e pelo Deserto do Atacama. A viagem foi tão especial que eu compartilhei todas as dicas e detalhes no Ideias na Mala. […]

Deixe o seu comentário