O centro de Barcelona

Antes de começar a escrever meus posts de Barcelona fui dar uma olhada no achados, o Blog da Dri Setti (que é demais), a Dri é super amiga da minha irmã mais velha, a Dri Forte que também é jornalista. A Dri Setti, além de expert em viagens (nesse quesito as duas DRIS me deixam no chinelo), é uma das pessoas mais engraçadas do planeta terra – chorei de rir de verdade com alguns dos posts do Achados. Foi a Dri quem me hospedou em minha curta passagem por Barcelona e garantiu minha viagem fosse IN – CRÍ – VEL!  Por isso, escrever sobre Barcelona sem consultar o ACHADOS seria uma MEGA heresia!

Mas não foi só ela quem me ajudou não, as dicas que você verá a seguir também passaram pelo crivo do Norton, um amigo que conhece Barcelona como a palma da mão dele e foram complementadas pelas super dicas do Hyam.

Cheguei em Barcelona e já era quase dia, a cidade estava deserta, mas já nos mostrou um pouco do seu belo charme. Como as meninas da faculdade (Linda e Ale – duas americanas figura) estavam hospedadas na zona mais turística (e na menos interessante) nosso primeiro Oi a cidade foi a las Ramblas, um calçadão de 1200 metros que liga a praça da Catalunha ao Porto da cidade.

Foi o único momento em que pude ver as Ramblas vazias e PARA TUDO, QUE ISSO MERECE DESTAQUE e caminhar sozinha sobre uma obra do Miró, sim você leu direito caminhar, tem um mosaico do Miró no chão do calçadão, e o mais surreal é que as pessoas pisam nele, sem mais nem menos, sem pedir licença, ou melhor, sem nem bem reparar, como se fosse mais um pedaço de calçada. Com o passar das horas as Ramblas ficam tão lotadas que o bonito Mosaico passa quase desapercebido em meio a multidão de turistas, palhaços, dançarinos, malabaristas e garçons que servem a pior e a mais cara comida de Barcelona. Para mim que já tinha ficado muito bem impressionada com um mosaico de Miró na fachada de uma casa de eventos de Madrid, ver um no chão então… quase tive um treco! É foi o melhor presente de Boas vindas e Barcelona podia me dar.

Mas voltando ao meu passeio pelo quase dia da cidade, tivemos a felicidade de cair dentro lo famoso mercado “mercat S Josep” ou la Boqueria, o mercado ainda não estava completamente aberto, mas deu para acompanhar a maravilhosa montagem de algumas das lojinhas enquanto frutas e verduras chegavam sem parar.

Eu que adoro mercados, podia fácil ter ficado umas duas horas ali dentro xeretando os quitutes e as excentricidades, mas a Ale tava desesperada para tomar um banho então tivemos que sair dalí meio rápido, mas ainda sim deu para olhar para a loja de sucos e a farta loja de balas de ursinho ou se você preferir guminolas, jujubas, e por ai vai…

Tem três estações de metro nas ramblas:

Uma bem no final, ao lado da grande estátua de Cristóvão Colombo – eu se você você tiraria uma foto sentado no leão –  a estação Drassanes.

A segunda fica no meio das Ramblas – e foi lá que descemos – a estação Liceu, que fica bem na porta do Bonito Teatro Liceu (o Teatro de Ópera da cidade).  Entre estas duas estações está o Palau Guell, uma das muitas obras de Gaudí espalhadas pela cidade, e é muito conhecida por suas incríveis chaminés. O Palau Guell não fica exatamente na Rambla, mas sim numa travessinha estreita, sentido Colón do lado direito da rua, e assim como muitas obras de Gaudí funciona como um museu aberto ao público. Além das chaminés, como toda e qualquer obra de Gaudí, a casa é repleta de detalhes fantásticos, vitrais, moveis e ornamentos especialmente planejados que valem a visita!

A última estação fica quase na praça da Catalunya e se chama: Catalunya.

De volta ao banho da Ale, obviamente o hostel não quis deixar as meninas entrarem as 6 da matina, banho então, muito menos. Sem muita escolha saímos para nosso primeiro passeio por Barcelona.  Um visita ao incrível Barri Gòtic ou Bairro Gótico, um prato cheio para quem gosta de arquitetura antiga…

Tendo as Ramblas como referência o bairro gótico fica do lado esquerdo (sentido estátua do Colón) na altura do Metro Liceu, e é um verdadeiro labirinto, repleto de pequenas ruas e vielas. Um programa bem legal é passear por estas pequenas ruas meio sem rumo tendo em mente algumas parada obrigatórias:

– Catedral de Barcelona

http://www.catedralbcn.org/

Construída entre os séculos 13  e 15, é famosa por suas naves interiores, bem típicas em igrejas na Catalunha pelo Claustro exterior, e pela fonte no lado externo com direito a patos de verdade (acho que são patos, mas se não forem, deve ser algum primo, tipo Cisne, ganso, sei lá) e nas torneiras de água na parte externa.

 

– Palau de la Generalitat

http://www.gencat.cat/generalitat/eng/guia/palau/index.htm

Sede do atual governo da Catalunha, o histórico prédio já foi palco das cortes medievais e hoje é onde se toma grande parte das decisões importantes da região, conhecido como Comunidade Autônoma, equivalente aos Estados no Brasil.

O prédio tem uma fachada bem bonita, com um abobeda circular toda colorida do lado externo, e lindas estátuas na varanda de balaústres. O palácio é aberto ao público três vezes por ano: Dia de São Jorge (23 de Abril), 11 de setembro e  festival da Mercè  (24 de Setembro) e a visita realmente vale a pena pois o interior é maravilhoso. Para quem quer sentir um gostinho, é só entrar no site e clicar o tour virtual.

Depois de olhar a fachada, vire a direita na Carrer del Bisbe e veja e repare em uma pequena ponte que liga dos prédios, nos detalhesinhos de arquitetura dessa ponte, bem a moda antiga.

 

– Palau Reial e Museu d’Historia de la Ciutat

Fundado no século 13, era a residência oficial dos Condes e Reis de Barcelona e hoje abriga o museu, cuja a atração principal fica no subsolo de onde se pode observar por cima das passarelas as ruas e ruínas romanas da velha cidade de Barcino.

Entrada somente com horário  agendado:  (93) 315 11 11

 

Saindo do Bairro Gótico, mas ainda caminhando pela ciudad vieja você passará por dois lugares incríveis, o Museu de la Xocolata, é isso mesmo um museu de chocolate com réplicas de vários lugares famosos de Barcelona, todas feitas de chocolate e que claro conta um pouco da historia do chocolate, chegando até a momentos atuais como a influência da propaganda no mundo do chocolate. Depois do tour tem um lojinha onde é possível provar um pouco desses DELICIOSOS chocolates, e bota deliciosos nisso!

Salamandra do Gaudí de Chocolate

O segundo museu é ainda mais especial, o Museu Picasso, um dos mais importantes acervos da arte do pintor em todo mundo. Como adoro Picasso, percorrer as galerias do museu foi emocionante, destaque absoluto para as “Paródias”de Las Meninas, Picasso repintou a obra mestra de Vélazquéz algumas vezes sob diversos ponto de vista e claro o olhar maluco a moda Picasso de ver o mundo. Tem uma sala cheia de Meninas pintadas e repintadas por Picasso.

Depois desse passeio a la moda Las meninas, caminhe até a igreja de Santa Maria del Mar, esta é a igreja preferida dos habitantes de Barcelona pois ela foi construída pelos pescadores que voluntariamente ajudaram a erguer a igreja que hoje é um verdadeiro orgulho do Catalães. A construção levou 55 anos. O interior da igreja é super simples, mas destaque para os lindos vitrais.

E voltando ao meu passeio com as meninas – dessa vez as da faculdade, e não as de Picasso ou de Velazquez, terminamos nosso dia no Parc de la ciutadella, um parque gracinha, no coração de Barcelona e bem pertinho do Museu do Picasso e da Igreja Santa Maria del Mar. O parque tem uma linda fonte, a Cascada que foi projetada por Josep Fontsère com a ajuda de António Gaudí que naquela época ainda era estudante. A fonte foi inspirada na Fontana de Trevi e tem lindos cavalos Alados. O legal é que da para subir os degraus da fonte e chegar lá no alto, e ver tudo de cima, numa perspectiva bem diferente!

Ao lado da fonte uma outra estátua bem divertida, um Mamute Gigantesco um belo convite para algumas fotos divertidas. O parque ainda abriga o jardim zoológico de Barcelona, o Parlamento da Catalunha e um museu.

Depois do passeio pelo parque, rapidamente passamos pelo arco do triunfo de Barcelona que foi construído em 1888 para exibição mundial e voltamos para a Las Ramblas para o hostel das meninas, que era bem bem ruim e por isso não vou recomendar não.

Já no primeiro dia Barcelona revelou-se um surpresa incrível e que superou todas as nossas expectativas, mas mal sabíamos que o melhor ainda estava por vir!!!

 

Localize-se:

Las Ramblas

Metro: Drassanes, Liceu, Catalunya

 

La Boqueria

http://www.boqueria.info

Metro: Liceu

 

Palau Guell

http://www.palauguell.cat/fitxa.php?idm=12&idsm=0&idioma=Eng

Metro: Drassanes, Liceu

Nou de la Rambla, 3-5

Atenção: A casa está fechada para restauração/ reforma até pelo menos abril de 2011

 

Catedral de Barcelona

Metro: Jaume I

Aberta das 08:00 as 19:30

Plaça de laa Seu

 

Igreja de Santa Maria del Mar

Entrada Grátis!

Metro: Jaume I

Plaza de Sta Maria, 1

Das 09:00 as 13:00 ~16:30 as 20:00

 

Museu de la Xocolata

http://www.pastisseria.com/ct/PortadaMuseu

Metro: Liceu ou Jaume I

Comerç, 36 – Barcelona

De segunda a sabado das 10:00 às 19:00

Entrada: 4,5 Euros

 

Museu Picasso

http://www.museupicasso.bcn.es/en/

Metro: Arc de Triomf , Liceu ou Jaume I

Montcada 15-23

Entrada: 9 euros | Menores de 25 ou maiores de 65 anos: 6 euros

De terça a domingo das 10:00 as 20:00

 

Parc de la ciutadella

Metro: Arc de Triomf

Entrada Grátis!

 

Planeje sua viagem

Comentários (10)

Olá, tudo bem?
Acabei de descobrir seu site, ele é incrível!
Por favor, uma opinião: nunca estive na Europa e irei com meu marido ano que vem, em setembro de 2018.
Para um período de 5 dias na Espanha, onde devo ir: a Madri ou a Barcelona? Estou muito em dúvida sobre isso…
Gratidão.
Fernanda

Oi Fernanda,
AMO as duas cidades, e mesmo tendo morado em Madri, acho que se tivesse que escolher uma delas para visitar por 5 dias iria pra Barcelona.
Beijos

[…] visitar: Casas de Gaudí (Pedreira, Bartló), Sagrada família, Parc Guell, Parc de la Ciudadella, Centro Gótico de Barcelona, Catedral de Barcelona, Barceloneta, […]

[…] Barcelona: https://ideiasnamala.com/2011/01/15/barcelona/ […]

[…] Barcelona: https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/01/15/barcelona/ […]

[…] Desvendando Barcelona: https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/01/15/barcelona/ […]

Queridíssima! Obrigada pela homenagem… 🙂 Bacanésimo o blog!!!!!

Oi Dri,
Que bom que você gostou!!!! Fiquei feliz!!!

Beijos
PS: A drica tá gigoles, tudo indica que vou virar Tia ainda essa semana!!!

Deixe o seu comentário