Shibuya: o bairro mais cool de Tóquio

22
O cruzamento de Shibuya - Japão

Cruzamento de Shibuya

Conheça Shibuya, um dos bairros mais agitados e cools de Tóquio. Shibuya tem lojas incríveis, pessoas descoladas (Japas hispsters e modernosos) e o cruzamento mais lotado que você já viu. Shibuya é um dos lugares mais legais que você já visitou.

Primeira vez no Japão? Veja aqui um roteiro de 14 dias.

Shibuya: o bairro mais cool de Tóquio

O cruzamento mais lotado do mundo

Um dos meus lugares preferidos de Tóquio é um grande cruzamento de ruas. Não, não pense que estou falando de um cruzamento, qualquer, estou falando “do” famoso cruzamento de Shibuya.

São 8 semáforos que fecham ao mesmo tempo e formam um dos lugares mais caóticos do mundo. É só atravessar a rua um par de vezes para entender porque Tóquio é famosa por ser tão lotada. É um mar de gente de todo o tipo e de todo jeito. Um show antropológico que acontece várias vezes por dia, e que você precisa experimentar.

A estação de trem e metro de Shibuya, que fica bem em frente ao cruzamento, contribui bastante para o fluxo do local, de minutos em minutos trens abastecidos até a boca trazem centenas de novos pedestres. E o show recomeça num cruza e descruza genial.

Shibuya Japão

Propaganda 3D em Shibuya

(Propaganda 3D no meio do cruzamento)

Repare na diversidade

Pode parecer maluquice, mas gosto muito de ver este sinal abrindo e fechando algumas vezes e ver como as pessoas se movimentam, o legal é ver a diversidade de pessoas que passam por alí: tem japonês loiro, japonês careca, gringo, velho, gente fantasiada, gente de Kimono, gente que anda rápido, gente que corre, gente que empurra. No mínimo, no mínimo divertido.

Um Café Panorâmico: como ver a “confusão” do alto

Depois de umas três vezes você vai se cansar um pouco da brincadeira, mas não saia dali sem antes tomar um café do segundo andar da Starbucks que fica bem em frente ao cruzamento.

Pegue o café,  e sente em um dos disputados lugares de frente para a janela de vidro. E pronto, você terá uma privilegiada visão panorâmica de um dos maiores caos organizados do planeta, fotos são proibidas, mas olhar a bagunça toda de cima, não tem preço!

Repare que quase todas as emissoras de TV japas tem câmeras fixas nesse ponto, ele é como um termômetro da cidade, é aqui que se comemoram as vitórias esportivas. Na última copa do mundo, quando o Japão avançou para as oitavas, os japas cruzavam a avenida gritando e tocando as mãos… da janela dá bem para imaginar tudo isso!

O que ver e fazer em Shibuya

Além do cruzamento, não deixe de passear por Shibuya e brincar de se perder nesse labirinto muito louco de ruas apertadas e lojas coloridas. Algumas paradas curiosas:

Hachiko, Shibuya

Hachiko

De frente para a estação de metro de Shibuya, além do aglomerado de gente, você verá  uma estátua de um pequeno cachorro. (É pequeno mesmo, então pode ser que você demore um pouco para encontrar)

Diz a lenda ele, Hachiko vinha todos os dias para este ponto encontrar seu dono e continuou fazendo isso mesmo depois da morte do dono durante 11 anos. (Tem até um filme que conta esta história)

A história de lealdade ficou tão famosa nas redondezas que o cachorro ganhou uma estátua em sua homenagem. Hoje a estátua de Hachiko continua sendo um ponto de encontro de pessoas, principalmente de gente que se conhece pela internet, e combina de se encontrar pela primeira vez.

O Cachorro ficou tão famoso que virou nome de ônibus:

Ônibus Hachiko

[Pra quem já achou o Manneken Pis na Belgica pequeno, prepare-se para um Hachiko da minusculo :O) ]

lojas cool em Shibuya

Shibuya

Terminada a sessão cruzamento, saia andando aleatoriamente pelas mini ruas de Shibuya. Se for um final de semana, as ruas estarão cheias de pessoas de todos os tipos e estilos. Garantia de umas boas fotos! (É só elogiar e pedir uma foto, que a grande maioria não vai recusar… muito pelo contrario, ficará honradíssima!)

Além de pessoas exóticas, você encontrará um monte de lojas bacanas e lojas malucas. Tem uma famosa: A Condomania que vende não sei quantos mil tipos diferentes de camisinhas, como ela é engraçada costuma ser spot de fotos de turistas.

Além da Condomania, tem um monte de outros lugares interessantes para você visitar: tem loja de correntes com armaduras de soldado na frente, lojas trendy, lojas de celulares que parecem ter saído do desenho Os Jacksons, cabeleireiros hiper mega fashion e etc etc…

Condomania ShibuyaShibuyaShibuyaShibuyaShibuyaShibuyaShibuya

Deixe seu comentário

Conte para nós o que achou de Shibuya e deixe suas dicas para outros leitores

Sua foto neste post

 

Quer se sua foto nesta galeria? Mande um email para nós: [email protected]

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

22 comments

  1. Joao 5 novembro, 2016 at 20:03 Responder

    Olá Mari, tudo bem?
    Muito obrigado por todas as postagens, fotos e comentários que você vai postando!
    Estamos planejando uma viagem para Janeiro de 2018 (minha filha e eu) e tenho lido muitos sites com postagens sobre o Japão para definir um roteiro, estimar custos e todas as demandas que uma viagem tão peculiar merece. Suas postagens são minhas principais fontes de pesquisa, anoto as coisas em paralelo… tem sido de uma ajuda inestimável!
    Que Deus lhe abençoe e conceda muitas viagens em sua vida!
    Grande abraço!

  2. Alberto 16 julho, 2015 at 13:42 Responder

    Mt legal suas informações, pretendo visitar Tokyio vc tem alguma dica de hospedagem com bom preço naquela area, (shibuya) tipo hostel? brigaduuu abraços…

    • mari vidigal 16 julho, 2015 at 17:58 Responder

      Oi Alberto, na minha última ida a Tóquio quebrei a cabeça tentando achar um hostel legal e com bom preço em Shibuya. Não encontrei. Mas fiquei em dois hostels super bonitinhos na área de Asakusa. Serviria?
      Beijos

  3. Lucas 16 abril, 2014 at 14:29 Responder

    Por que você não aprende a escrever corretamente antes de postar qualquer coisa?
    Eu perdi o encanto logo no primeiro parágrafo. e.e

  4. Luiz Ronaldo 31 outubro, 2013 at 09:25 Responder

    Vale e muito ganhar tempo na estátua desse enorme cachorro. Seu feito foi fabuloso, grande, maravilhoso. Foi para mim emocionante me aproximar e tocar nessa GRANDE estátua. Quanto ao cruzamento……foi interessante!

Post a new comment

Veja também