Vale a pena visitar a Costa Amalfitana no inverno?

Dezembro, janeiro e fevereiro são baixa temporada na Costa Amalfitana, uma das regiões mais lindas da Itália e o destino escolhido para nossa viagem de final de ano. Enquanto planejávamos a viagem brincamos de por e tirar a Costa Amalfitana várias vezes do roteiro já que muita gente dizia não valia a pena visitá-la fora de temporada. Quanto mais pesquisávamos, mais dúvidas surgiam. Decidimos arriscar. Nesse post divido com vocês nossas impressões sobre a viagem, e o que faríamos diferente.

Respondendo a pergunta assim de bate e pronto, a resposta é não. Não, porque existem melhores épocas para visitar a Costa Amalfitana, e em Dezembro poderíamos ter feito melhor uso do nosso tempo em outras regiões da Itália. Mas ainda sim gostamos do que vimos e achamos que valeu a experiência. Abaixo justifico o porque do meu “não, não vale a pena” e divido com vocês tudo o que eu gostaria de saber antes de viajar.

Costa Amalfitana no inverno
Com a neblina as vistas lindas da serra ficam prejudicadas
Costa Amalfitana no inverno
Sorrento: Banho de Regina Giovanna completamente vazio

Nossa viagem:

Tivemos 5 dias para explorar a região: Passamos uma noite em Amalfi, duas em Positano, uma em Sorrento e 1 noite em Capri. Independente da estação do ano, gostamos no nosso roteiro e dos tempos dedicados a cada uma das cidades.

O troca-troca de hotéis foi um mal necessário, mas economizou várias indas-e-vindas por uma serra estreita onde ônibus e motoristas Italianos sem noção brincam incansavelmente de tirar finas do seu carro. Quer uma dica importante? Nem pense em economizar no seguro no carro. Não chegamos a precisar dele, mas juro que as chances são BEM ALTAS.

E valeu a pena alugar carro?

Sem dúvida. Apesar da emoção da direção na serra, alugar carro nos deu a liberdade de fazer tudo do nosso jeito numa estação que o tráfego e quantidade de ônibus são bem reduzidos. Não iria sem carro no inverno de jeito nenhum.

Por que decidimos visitar a Costa Amalfitana no inverno?

Itália, mais especificamente a Costa Amalfitana, era a viagem dos sonhos do Gustavo que raramente consegue tirar férias entre maio e setembro. Para minimizar os riscos da viagem fizemos um roteiro completão com direito a Roma, Florença + giro rápido pela Toscana e para fechar, 5 dias na Costa Amalfitana (veja nosso roteiro aqui). Sabíamos que poderia dar errado, mas estávamos dispostos a arriscar 1/3 da viagem em algo incerto sabendo que tínhamos 2/3 bem garantidos.

Empecilhos para visitar a Costa Amalfitana no Inverno:

1) O mal tempo: grande possibilidade de chuvas e neblina.

Um empecilho que sabíamos que poderíamos encontrar é o mal tempo. Novembro é o mês mais úmido do ano na Costa Amalfitana seguido de outubro e dezembro. E como viajamos bem no comecinho de dezembro, nossas chances de chuva eram relativamente altas.

Positano
Estrada da Costa Amalfitana

Neblina

Além das chuvas, o inverno é a temporada de neblina no Sul da Itália, e isso realmente pode atrapalhar uma viagem cujo objetivo é ver paisagens.

Chuva na Costa Amalfitana
Fonte: http://www.positano.com/en/when-to-go

Qual a Temperatura no inverno?

Comparada com outras regiões da Europa (e da própria Itália) os invernos na Costa Amalfitana são bem “quentinhos”. Em dezembro, por exemplo a temperatura varia entre 5 e 13 graus. Durante nossa viagem pegamos uma mínima de 8 e máxima de 18. [E 18 pra nós que moramos na Califórnia e estamos acostumados com frio, é bom a beça!  Não, não dá para sair de shorts, mas no dia mais quente até arriscamos um mergulho no mar.]

Temperatura na Costa Amalfitana
Fonte: http://www.positano.com/en/when-to-go

Nosso raciocínio: porque arriscamos.

Viajar para a Europa em Dezembro é sempre uma loteria, pode ser que o tempo colabore com vários dias de sol (como aconteceu durante minha viagem pela Suíça) ou pode ser que chova (ou dependendo da região, neve) o tempo todo. As chances de chuva na Costa Amalfitana não eram maiores e nem menores que o resto da Europa, e de fato atrapalhariam a viagem muito mais, mas essa era a viagem que o Gu queria fazer, e decidimos arriscar.

Costa Amalfitana no inverno
O Dia cinzento não atrapalhou nosso passeio de barco em Capri. Claro que com sol teria sido BEM mais bonito

Choque de realidade: o que encontramos

Recém chegados da Toscana ficamos bem felizes com a média da temperatura e encantados com a possibilidade de sair do hotel sem casacão. O tempo estava um pouco mais feio do que gostaríamos mas não chegou a chover (UFA!). Pegamos 1 dia de neblina intensa, 2 dias de pouca neblina e 2 dias de tempo aberto sendo que um deles parecia verão.

Costa Amalfitana no inverno
Dia nublado em Ravello
Costa Amalfitana no inverno
Neblina no caminho para Positano

O tempo sem dúvida nenhuma prejudicou – e muito – a experiência. A cor das águas da Costa Amalfitana, um dos pontos que mais nos impressionou na viagem se transforma com os raios de sol, e teria sido muito especial ver as paisagens ensolaradas todos os dias. Isso sem falar que um pinguinho mais de vida, e de cor teria sido bem positivo a experiência.

Positano
Dia de Sol em Positano

[E vale dizer que tivemos MUITA SORTE com o tempo. Vi muitas fotos na internet de dias que a neblina era tão densa que mal dava para enxergar o mar.]

2) “A Costa Amalfitana no inverno é completamente morta”.

Para mim essa era a grande questão da viagem, será que valia a pena visitar a região numa época em que grande parte dos hotéis, lojas e restaurantes estariam fechados? Depois de discutir muito o assunto, decidimos arriscar. Para nós que detestamos muvuca e não viajamos em alta temporada em hipótese alguma, a ideia de encontrar praias paradisíacas quase vazias não parecia tão ruim assim. Imaginávamos algo vazio como Guaeca (no Litoral Norte de São Paulo) durante as férias de julho, e erramos feio. O choque de realidade foi mais duro e mais intenso que nossas expectativas.

Positano
Spiaggia Grande na baixa temporada: quase um deserto!

Choque de realidade: O que encontramos

Encontramos cidades desertas e com uma sensação brava de abandono. A sensação é que o fim da temporada na Costa Amalfitana é como sinal de recreio de escola. Bate o sino e todo mundo sai correndo e larga “os brinquedos e a sujeira” do jeito que estão. Os brinquedos são placas e barcos, zero elegantes que ficam ao relento acumulando água da chuva (zero de preocupação com Dengue por lá ;)) e a sujeira é uma grande pena. A sensação de abandono apagou um pouco do brilho e da beleza das praias. E foi assim que descobrimos que a Costa Amalfitana, mais especificamente Ravello e Positano não ficam “parada” no inverno, elas ficam abandonadas.

Conversando com um senhor Italiano aprendemos que antes da chegada da crise na Europa a Costa Amalfitana era visitada por famílias locais mesmo durante o inverno, e que havia muito mais coisa aberta na cidade, mas que com a chegada da crise passar o final de semana na praia se tornou algo caro e quase impraticável para as famílias de classe média. Não é de se estranhar: hotéis caros e restaurantes caríssimos comparados a média Italiana.

Mas antes de espinafrar a região inteira preciso dizer que a viagem não foi perdida e que cidades como Sorrento, Amalfi e Capri (que tem uma população local mais numerosa) continuam interessantes mesmo durante o inverno. Não, eu não repetiria a viagem nessa época e nem recomendo para ninguém, mas não posso deixar de dividir nossas impressões com vocês.

Como ficam as cidades durante a baixa temporada?

Sorrento

Sorrento é a maior e mais populosa cidade da Costa Amalfitana, uma bem viva. Ainda que a baixa temporada tire um pouco do brilho e do potencial centrinho estava em pleno funcionamento. Sorrento pode não ser tão linda ou fotogênica quanto Positano, mas é sem dúvida uma melhor opção para o inverno.

Roteiro de 15 dias na Itália
Sorrento

Positano

Positano é sem dúvida a cidade mais linda da Costa Amalfitana e também mais turística e mais impactada pela baixa temporada. Em Dezembro haviam somente 3 ou 4 hotéis abertos, e apenas 3 ou 4 restaurantes funcionando (dois deles caros e ruins 🙁  e dois caros e gostosos). Haviam muitos hotéis reformando e se preparando para a chegada da temporada e algumas obras nas calçadas e escadarias, mas as praias estavam completamente largadas e o ar de abandono pairava pelo ar.

Veja aqui um guia completo para explorar Positano.

Positano
Positano

Amalfi

Amalfi é um encanto, adorei a cidade e a forma como o turístico e o local se misturam e se harmonizam. Sim havia muita coisa fechada, mas longe de ser um empecilho. Encontramos bons restaurantes abertos, nos deparamos com uma queima de fogos + fanfarra inesperados em homenagem a Santa Padroeira da cidade, e adoramos passear pelas ruas charmosas do centro e pela simpática Catedral. É uma boa pedida para o inverno.

Roteiro de 15 dias na Itália
Amalfi

Ravello

Ravello disputou com Positano o troféu cidade fantasma da viagem. Achamos a cidade morta e hiper mal cuidada. Ficamos irritados ao pagar entrada completa para um dos jardins e não poder visitar 2/3 dele que estava fechado sem nenhum motivo aparente, um dos símbolos da cidade, o novíssimo teatro Niemeyer foi claramente construído com materiais meia boca e já está repleto de infiltrações. Ravello não nos despertou a magia com que a cidade é descrita em guias e blogs de viagem. Muito pelo contrário, saímos de lá desapontados e em bem menos tempo do que havíamos planejado. [Mas não dá pra negar que as vistas da cidade – ainda que intimidadas pela neblina de Dezembro – estão entre as mais lindas da Costa Amalfitana. Não me hospedaria lá de jeito nenhum, mas curti as vistas.]

Roteiro de 15 dias na Itália
Ravello vista do alto

Capri

A grande surpresa da viagem. Eu não sabia bem o que esperar de uma das ilhas mais turísticas da Itália em pleno inverno. Tinha escutado MIL opiniões controversas e até reduzi o número de noites na cidade de 2 para 1 com medo de ser uma grande furada. E não foi.

Roteiro de 15 dias na Itália
Capri vista do alto

Fora a parte gastronômica da viagem que foi de longe a mais pobre e sem graça (acho que todos os restaurantes bacanas da ilha estavam fechados) da Itália, Capri me encantou pelas paisagens, cor da águas e até pelo movimento. Capri tem uma população local bem ativa e que depende do turismo como principal fonte de renda, e com isso a cidade não fica nem descuidada com Ravello ou morta como Positano. Sim as lojas chiques e os principais hotéis da ilhas estavam fechados, mas isso não atrapalhou nossa estada, muito pelo contrario. Adoramos curtir os cantinhos mais lindos de Capri vazios, caminhar sem pressa pelas ruas fotogênicas na cidade e nos aventurar pelas ruelas labirínticas do centro. Capri no inverno é o que eu esperava encontrar em Positano ou Ravello. Gostei muito do que vi, e volto numa estação mais quente para mergulhar nas águas lindas da ilha.

Roteiro de 15 dias na Itália
Uma das grutas de Capri

E aí, curtiu as dicas?

Alguém aí já visitou a Costa Amalfitana no inverno e quer dividir a experiência com a gente?

Contrate um seguro viagem!

O seguro, além de obrigatório para quem viaja para a Europa é indispensável para o viajante. Um seguro com boa cobertura te tira de enrascadas no caso de atraso no voo (ou mesmo cancelamento), extravio de bagagem, emergências hospitalares, entre tantas outras possibilidades de serviço (o céu é o limite).

Eu não viajo sem e recomendo que meus leitores também não se aventurem a toa. E para evitar aquela busca chata pelo melhor preço, aqui vai uma bela dica: entre no site da Seguros Promo e faça sua cotação por lá. A Real é uma empresa brasileira que funciona como um comparador de apólices, apresentando uma listagem dos melhores seguros disponíveis no mercado de acordo com o seu estilo de viagem e bolso. Não perca tempo, clique aqui e faça sua cotação inserindo nosso cupom IDEIASNAMALA5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.

Veja também – Outros posts do Ideias na Mala na Itália

Milão:

Florença & Toscana

Costa Amalfitana

Roma


Viaje sem stress:

Faça seu seguro de viagens


E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.

 

Guarde este post no Pinterest!

costa amalfitana

Planeje sua viagem

Comentários (22)

[…] Vale a pena ir para a Costa Amalfitana no inverno? […]

Oii!! Estou planejando uma viagem à Itália para final de fevereiro, será que o clima é semelhante ao que vcs pegaram em dez?

Um pouco mais frio.
Não iria pra Costa Amalfitana em fevereiro, mas iria 20 vezes para a toscana!

A nossa Costa Amalfitana é linda em qualquer época.
Sendo um destino para se aproveitar melhor o mar e o sol, logo a melhor época é sempre o verão. Agosto é altissima temporada e lota bastante.
Mas valeu muito ler a aventura de voces. E deu tudo certo! Adorei!

Olá!
Fora Capri, fazer a Costa Amalfitana, com Positano, Amalfi, Ravello e dormir em Salerno, em um dia, vc acha que dá?

Acho que não, eu fiz em 4! Acho muita cidade pra pouco tempo, e na verdade uma loucura.
Abraços

Um dos lugares mais bonitos do mundo, vale a pena passar nem que seja um dia para visita rapida (tenho varios amigos que fizeram em um dia : Comecaram em Atrani, depois a refinada cidade de Ravello, com uma visita à Villa Rufolo, cuja beleza inspirou, no passado, Richard Wagner. Alguns chegaram a ir até à Villa Cimbrone, a cerca de 600 metros da Piazza del Duomo. Transformada em hotel de luxo, o seu “Terrazzo dell’Infinito” também oferece vistas incríveis do Golfo de Salerno. Depois Amalfi e Positano) e em dois dias com certeza tera tempo de curtir tudo e ainda , entre Amalfi e Sorrento poderá visitar Praiano, uma antiga vila pesqueira transformada num agradável refúgio de veraneio, e Conca dei Marini, onde se pode visitar a Gruta da Esmeralda. Esta no meu roteiro em Maio/2018 em 2 dias.

Um dia em Capri, vale a pena?

Vamos para a Itália em janeiro e estamos considerando pegar a balsa em Nápoles para passar um dia em Capri. Mas estamos na dúvida.

Gostei de Capri no inverno. Muita coisa estará fechada, mas se o dia estiver bonito, vale a pena!

Aiiii, eu vou em Janeiro e estou com receio!
Mas tenho muita vontade de conhecer a Costa Amalfitana…não ligo para o frio, ligo em pegar os dias cinzas e chuvosos!!!
Vou arriscar 😀

Eu achei bem caído Sabrina.
Mas siga seu coração.

Beijos

Olá Mari, olha eu aqui de novo! 😀
Tudo bem?

Menina, eu sigo na dúvida CRUEL!!, estou como vc estava, tirando e pondo a Costa Amalfitana do roteiro.
Não sei quando terei outra oportunidade de ir à Europa, pode ser que demorem anos rsrs, então estou na dúvida de ir ou não Na Costa essa época.
Medo de fazer frio e eu perder meus dias e o encanto com esse lugar que eu tanto sonho.
Vc disse que poderia ter usado seus dias em outro lugar da Itália, quais ???
Em Sorrento e Amalfi tinham algumas coisas abertas no centrinho ne´?
Bjs e muito obrigada 😀

Olá, parabéns pelo blog, sensacional as dicas.
Eu e minha estamos planejando passar 5 dias na Costa em Março e o que estou encontrando dificuldades é para ir de Positano onde vamos estar para Capri. Como vc fez? Eu mandei msg para alguns lugares e todos disseram q só começam a operar a ida pra lá em Abril.

Agradeço a ajuda.
Thadeu

Oi Thadeu,
Conferi os horários no dia anterior e comprei a balsa na hora. Só que saí de Sorrento e não de Positano!

Beijos

luiza dalle zotte carvalho

Oi!! Fui no verão e adorei conhecer Pompeia! Acho que seria um programa muito interessante para inverno, apesar de não saber exatamente sobre horários e disponibilidade… Mas achei um local totalmente incrível, uma cidade de 2 mil anos muito preservada, muito grande, onde é possível ter uma ótima visualização do que eram as cidades romanas! =*

Oi Luiza,
Nós fizemos Pompeia na ida para a Costa Amalfitana e AMAMOS.
Vale super o passeio mesmo no inverno! Concordo super com você!
BEijos

[…] Vale a pena ir para a Costa Amalfitana no inverno? […]

Olá! Sua postagem caiu feito uma luva. Estou pensando em fazer um bate volta de Napoles a Capri. Você sabe dizer se nesse período tem barcos pra lá, o porto funciona normalmente ? Já li que no frio os rios congelam e dificultam a viagem. Chego em Capri dia 07/12. O que fazer para aproveitar a ilha no inverno?
Abraços!

Oi Bruna,
Tem alguns posts de Capri saindo nos próximos dias. Fique ligada!! Acho que eles vão te ajudar.
Tem sim barcos para Capri nesse período.
Abraços

Deixe o seu comentário