Tailândia: o que fazer em Koh Lanta

Saiba o que fazer e conheça as principais atrações turísticas de Koh Lanta, uma ilha no sul da Tailândia que  é tudo de bom para quem quer curtir a praia, descansar e relaxar.

Tranquilidade e areia branquinha recebem os visitantes em Koh Lanta, uma ilha pacata repleta de praias bonitas e de restaurantes gostosos. Koh Lanta não tem a beleza de Koh Phi Phi ou de Railay Beach, mas ganha em simpatia e em originalidade. Um lugar para curtir e relaxar sem pressa!

Nesse post você encontrará:

[Clique no item acima para ir direto ao ponto, ou se preferir leia o post todo.]

Highlights de Koh Lanta

  • Parque Nacional de Koh Lanta
  • Mergulho de Cilindro em Koh Haa
  • Relax Beach
  • Bamboo Beach
Koh Lanta
Praia no Sul de Koh Lanta

Como chegar ?

Koh Lanta é uma ilha no sul da Tailândia na costa do mar de Andamão (Andaman Sea) e parte do distrito de Krabi. Koh Lanta é acessível de Krabi ou Phuket (ambas bem conectadas com Bangkok por via aérea, férrea ou terrestre) e também de Koh Phi Phi. Quem vem de Krabi pode optar por um ferry, van (consideravelmente mais barato e fora de temporada, com horários MUITO mais flexíveis) ou em alta temporada o Speed Boat – que é a forma mais e rápida, e também mais cara de chegar em Koh Lanta.

Preços médios:

  • Mini Van: entre 200-300 Baths (negocie!) – cerca de 2 horas / 2 horas e meia
  • Ferry:  400 Baths + transporte até o pier- cerca de 2 horas
  • Speed Boat: Cerca de 1 hora – 75 minutos (até a porta do hotel) – Preço é negociado de acordo com a estação.

Quem vai de mini van terá que cruzar o último trecho de balsa. Olha só nossas companheiras de balsa!

Koh Lanta
Grupo de Tailandesas a caminho de Koh Lanta

E o trajeto da balsa também é super bonito.

Koh Lanta
Balsa a caminho de Koh Lanta

Koh Lanta no mapa

Nossa experiência:

Nós viajamos em baixa temporada e fazia muito mais sentido pegar a mini van (com saída as 7:00 da manhã) do que esperar até as 11:00 para pegar o Ferry. Claro que tudo depende muito do horário de chegada do seu vôo/ trem/ avião. Ah, e antes de optar pelos ônibus de uma olhada nos preços dos vôos na Tailândia. São muito baratos! Minha passagem de ida custou pouco mais de 20 dólares, optei por sair bem tarde e aproveitar o dia todo em Bangkok, dormir uma noite no centro de Krabi e seguir no dia seguinte cedinho para Koh Lanta. Foi uma ótima decisão.

Quando ir para Koh Lanta?

A temporada em Koh Lanta – e nas outras ilhas da Costa Andamão (Andaman Coast) vai de novembro à março. Em abril começa a temporada de chuvas e a chance de você pegar um pé d’água com direito a enchente é alto. Caso queira viajar em outras datas, considere a costa do mar da Tailândia que também é linda e tem uma estação chuvosa oposta da Costa Andarão.

Como se locomover em Koh Lanta?

Koh Lanta é uma ilha grande e com um sistema de transporte público inexistente e sem nenhum sistema de táxis oficiais (é isso mesmo amigo, é na base do vire-se como der, salve-se quem puder). Assim, para desfrutar a ilha ao máximo você precisará alugar uma scooter, ou um carro.  (A Scooter – ainda que você alugue 2 delas é MUITO mais barata que o carro e custa entre 250-300 baths, o carro custa entre 1200 e 1500 baths por dia)

Dicas par se dar bem: 

  • Lembre-se que é mão inglesa e leve sua carteira de motorista – a Brasileira mesmo já vale.
  • Carros ou Scooters podem ser alugadas no seu hotel ou no centro de Sala Dam.
  • Se alugar um carro ou uma scotter não faz parte dos seus planos, Koh Lanta não é um lugar legal para você. Sem transporte você não conseguirá aproveitar o melhor da ilha.
Koh Lanta
Estrada principal de Koh Lanta

E quem nunca dirigiu uma scooter?

As estradas de Koh Lanta são relativamente sossegadas em comparação ao restante da Ásia, pra quem nunca andou de scooter, taí uma chance de aprender sem grandes riscos. Há curvas fechadas, ladeiras inclinadas e alguns estrangeiros (e as vezes locais) apressadinhos, mas nada muito absurdo pra quem vem do Brasil.

Nós alugamos um carro, e nos arrependemos. O skill de dirigir a scooter fez falta em outros cantos da Ásia e Koh Lanta (estávamos fora de temporada) estava BEM vazia e relativamente fácil pra aprender.

Como é alugar um carro em Koh Lanta?

Fora a mão inglesa (quem nunca dirigiu vai levar uns dez minutos para se acostumar), achamos baba. Fácil e dirigir e relativamente fácil de estacionar. Fez toda a diferença na viagem. (Mas sim, fomos medrosos e hoje teríamos pego a scooter).

Onde se hospedar?

Centro da ilha & dica de lugares para se hospedar

Ban Saladan, onde chegam as balsas, é o centro de Koh Lanta. Uma cidade pequena repleta de lojinhas, restaurantes e hostels. Bacana pra visitar (especialmente comer e beber) mas – ao menos que você queira ficar o tempo todo “no agito” (e Koh Lanta definitivamente não é uma boa escolha para quem quer badalar) não é um lugar legal para se hospedar ou esteja bem curto de budget (nesse caso, alugar a moto é um must).

Koh Lanta - Tailândia
Porto de Ban Saladan em Koh Lanta

Minha sugestão: Fique na Long Beach ou Relax Beach (o legal é pegar um hotel de frente ou bem pertinho da praia para poder curtir a ilha sem ter que dirigir toda hora). Quem quer BASTANTE sossego pode ainda considerar o sul da ilha nas proximidades da Bamboo Beach (cerca de 20 Km de Ban Saladan e a estrada é pavimentada e está em boas condições). Ter a chance de curtir a ilha sem precisar dirigir toda hora é ótimo.

Dicas de hospedagem

Soontreya em Long Beach

Nós ficamos hospedados no Soontreya, um conjunto de chalés super bonitinho e com um bom custo benefício.

O que gostamos:

  • Instalações: Adoramos nosso chalezinho e curtimos muito a piscina.
  • Atendimento: O hotel é comandado por casal de espanhóis mega simpáticos e que sabem tudo da ilha. Eles nos deram várias dicas bacanas.
  • Localização: O Soontreya fica há poucos passos da Long Beach e a uma caminhadinha pequena da Relax Beach, assim só alugamos carro num dos dias. [Melhor que isso, só se fosse “pé na areia”.]

Instalações:

Koh Lanta
Piscina do Soontreya (as cabanas na parte de trás são de um outro hotel que fica do outro lado da rua)

Nosso chalé:

Koh Lanta
Entrada do nosso chalé
Koh Lanta
O quarto
Koh Lanta
Chuveiro
Koh Lanta
Banheiro

Veja aqui ofertas para o Soontreeya

Relax Bay Resort

O Relax Bay Resort tem um conjunto de chalés estilosos e fica na minha praia preferida da ilha, a Relax Bay. Os quartos são bem rústicos, mas ficam no meio da floresta e tem vistas lindas para o mar. Um lugar para quem ama natureza e quer ficar completamente fora do agito.

Ah, o restaurante do hotel é tão bom que fui duas vezes. 🙂

Pimalai Beach Resort em Kantiang

O Pimalai é um dos melhores resorts da ilha e tem uma proposta ambiental SUPER bacana. O hotel fica nas encostas da Kantiang (uma das melhores praias da ilha) tem uma piscina infinita com vistas lindas do mar e oferece todos os mimos que um bom resort poderia oferecer. Sem dúvida uma experiência bacana para quem quer curtir Koh Lanta de forma top.

Veja ofertas de hotéis em Koh Lanta

Quantos dias em Koh Lanta?

Nós tivemos 3 dias em Koh Lanta e foi o suficiente para conhecer tudo o que queríamos. Com 4 ou 5 dias, teríamos passado mais tempo “de boa” curtindo uma praia sem pressa. Dividimos nossos dias da seguinte maneira:

  • Dia 1: Chegada em Lanta bem cedinho: Long Beach e Relax Beach
  • Dia 2: Mergulho de cilindro em Koh Haa
  • Dia 3: Passeio pelo parque nacional e praias do sul da ilha

Tá em dúvida entre Koh Phi e Koh Lanta? Leia este post!

O que fazer em Koh Lanta?

Relaxar nas praias de Koh Lanta

Koh Lanta é uma ilha bem relax e recheada de praias bonitas e tranquilas. As praias mais bonitas  e mais desertas ficam no sul da ilha.

Koh Lanta
Espreguiçadeiras em Bamboo Bay

Long Beach

Long Beach é a maior praia da ilha e tem uma estrutura bem completinha. Hotéis pé na areia, quiosques que servem águas de coco, bebidinhas, pad thais e outras comilanças gostosas. Assim como grande parte das praias na Tailandia a Long Beach tem muitas pedras nas extremidades (cuidado para não machucar o pé) e uma parte central deliciosa para nadar.

Koh Lanta
Pontinha cheia de pedras da Long Beach
Koh Lanta
E olha só o centro da praia que delícia!

A Long Beach é uma região legal para se hospedar e que tem várias opções de hotéis, chalés e até camping para quem quiser/topar uma esquema mais econômico.

Relax Bay

Relax Beach - Koh Lanta
Relax Beach

Como o nome bem indica a Relax bay é um “relax” total. Uma praia pequena, repleta de árvores que fazem uma sombra gostosa e um hotel gostoso com um dos restaurantes mais gostosos da ilha e aulas de Yoga no meio da natureza.

Koh Phi Phi ou Koh Lanta
Relax Beach

Para chegar na Relax Beach você terá que fazer uma pequena caminhada – com direito a uma subidinha leve – mas juro que vale mega a pena. Esse foi meu cantinho preferido em Koh Lanta.

Kantiang Bay

A maior praia da Costa Sul de Koh Lanta é bem parecida com a Bamboo Bay. Um lugar gostoso para passar o dia sem pressa e com muito sossego. A Kantiang tem um ou dois restaurantes ripongos coladinhos na praia. Ao sul de Kantiang há uma praia pequenina e escondida conhecida como Waterfall Beach (Khlong Jak), quem se animar pode fazer a trilha e ir até a cachoeira.

Koh Lanta
Kantiang Bay

Adjacente a Kantiag há uma pequena vila com pousadas e mercadinhos. Quem está de carro terá um pouco de dificuldade de achar vagas.

Bamboo Bay (Ao Mai Pai))

A Bamboo Bay é um das queridinhas da ilha e uma das preferidas dos Europeus, uma praia bem ao sul, e até um pouco escondida que tem apenas um restaurante. Essa é a última praia antes do parque nacional e tem um pouco mais de pedras que Kantiang mas ainda assim é perfeita para nadar.

Koh Lanta
Bamboo Bay

A Bamboo Bay tem uma barraca/restaurante com estrutura do lado direito da praia, por uma consumação mínima você pode sentar nas mesas ou nas espreguiçadeiras caprichadas com guarda-sol.

Visitar o parque nacional de Koh Lanta

A ponta sul da Ilha de Koh Lanta é um parque nacional com duas praias desertas – uma praia de pedras e outra de areias branquinhas, e um antigo farol abandonado. O parque também tem uma cachoeira – que infelizmente seca nas épocas mais quentes do ano. Quando visitei o parque, no finalzinho de fevereiro já não havia mais água, e assim nem perdemos tempo para visitar a cachoeira.

Koh Lanta
Praia deserta no parque nacional de Koh Lanta
Koh Lanta - Tailândia
Parque Nacional de Koh Lanta

Além das praias bonitas e da cachoeira, o parque nacional de Koh Lanta abriga uma série de macacos brincalhões – nem pense em dar comida para eles ou eles correm o risco de ficar tão bravos e pouco sociais como os macacos da África do Sul, pássaros e animais marinhos.

Koh Lanta
Macacos no parque nacional de Koh Lanta

Para entrar é preciso pagar uma taxa de 100 Bahts por veículo. E pra quem assim como nós não fará a trilha da cachoeira, 1-2 horas dá para visitar o parque todo,

Mergulho de Cilindro em Koh Haa

Se você é mergulhador certificado, taí uma experiência imperdível. Koh Haa é um pequeno arquipélago pertinho de Koh Lanta que tem águas absurdamente azuis e uma vida marinha maravilhosa. Um mergulho muito lindo com direito a cavernas submarinas, corais coloridos e muitos peixes.

Nós mergulhamos com o pessoal do Blue Planet Divers e gostamos muito da experiência.

Mergulho Koh Haa - Tailandia
Nós mergulhando

Mergulho Koh Haa - Tailandia

Quer aprender a mergulhar na Tailândia?

Koh Lanta não é a meca do mergulho e nem o lugar mais barato da Tailândia para fazer cursos, mas os preços são infinitamente melhores que os do Brasil. Pra quem tem tempo, taí uma dica boa! E claro, com o certificado em mãos, você vai aproveitar ainda mais sua viagem pela Ásia!

Fazer massagem tailandesa

É claro que a massagem tailandesa não poderia ficar de fora da minha lista, elas são baratas, e se você souber escolher bem, são ótimas! A massagem nas costas (ou corpo inteiro) pode ser um pouquinho dolorida, mas a massagem nós pés é quase sempre ótima. Minhas melhores massagens foram dentro dos hotéis, e nos hotéis menos chiques não precisa nem reservar, é só aparecer e curtir.

Passeios de Barco

Quem tem mais dias em Koh Lanta pode fazer um passeio de um dia pelas ilhas próximas. Koh Rok (nas mediações do parque nacional de Koh Lanta) e o passeio das 4 ilhas (Koh Cheok, Koh Mook, Koh Kradan e Koh Ma) são duas alternativas muito bem avaliadas na internet. Os passeios incluem paradas para snorkel em lugares paradisíacos e tempo livre nas praias das ilhas. Preço médio dos passeios 1800-1500 Bahts (Negocie!)

Tem também as excursões ou ferrys com saídas diária para ilhas maiores como Koh Phi Phi. Koh Phi Phi é maravilhosa e vale muito a pena a visita, mas eu se fosse você dormiria pelo menos uma noite por lá. Isso porque durante o dia a ilha fica infestada de lanchas rápidas e barcos que vem passar o dia, é muito mais gente do que a ilha comporta e nem é tão gostoso. Mas dormir lá e aproveitar Phi Phi fora dos horários de pico, é ótimo!

Outras possibilidades que não testamos:

A) Passeio pela Old Town: A parte mais antiga da ilha acabou não se desenvolvendo como Ban Saladan e é um lugar repleto de casinhas fofas e restaurantes baratos para comer peixes e frutos do mar. Indiscutivelmente o cantinho mais local – e possivelmente o menos explorado de Koh Lanta.

B) Passeio pelas cavernas de Koh Lanta

Koh Lanta tem três cavernas, a mais visitada delas “Khlong Chak Cave” é uma caverna pequenina descrita como caverna de morcegos que fica no caminho da cachoeira “Khlong Chak” dentro do parque nacional de Koh Lanta. A descrição não me emocionou, então nem cogitei visitar.

A segunda caverna “Tham Seua” fica ao sul de Khlong Nin – numa estradinha meia boca e esburacada – e é acessível por uma trilha fácil de 30 minutos. A graça dessa caverna é a lenda que antigamente ela era ocupada por tigres. Essa é uma alternativa fácil para quem não consegue visitar a “Tham Mai Kaew Cave” e não quer sair de Lanta sem pisar numa caverna.

Tham Mai Kaew Cave: Placas sinalizam o caminho dessa caverna descrita como “grande e impressionante” que fica um pouco ao norte do parque nacional. Para entrar na caverna, você precisará contratar um guia por 300 Baht (ligue e organize seu passeio com antecedência) e contar com uma boa forma física para encarar uma trilha inclinada, degraus de bamboo e trechinhos de corda que precisam ser escalados. Pode ser uma boa para quem curte aventuras. Vá preparado com um tênis (luvas de pano ajudam!) e lanternas (obrigatórias para entrar na caverna).

C) Aula de culinária

As aulas de culinária de Koh Lanta não são tão populares quanto as de Chiang Mai ou Bangkok, mas definitivamente são uma alternativa pra quem quer aprender a cozinhar algo gostoso antes de sair da Tailândia. Infelizmente não tenho nenhuma recomendação de escola

D) Passeio de elefante:

Não fiz e não recomendo nenhum passeio de elefante na Tailândia (veja meus motivos MUITO bem explicados pela querida Camila do Viaggiando) e todos os elefantes que vi em Koh Lanta tinham uma cara terrível de mal cuidados. Não cogitei e não recomendo.

[Agora se você vai para Chiang Mai, minha dica é o Elephant Nature Park, uma das experiências mais lindas que vivi na Tailândia. Recomendo MUITO.]

Banho - Elephant Nature Park
Elefante tomando banho em Chiang Mai

Onde comer em Koh Lanta?

Cheguei em Koh Lanta com as expectativas gastronômicas BEM baixas. Havia comido muito bem em Bangkok e jurava que nas ilhas tailandesas eu só conseguiria comer em lugares turísticos mais ou menos ou que teria que apelar para a Street Food (que na Tailândia é bem boa e barata) todo santo dia. E não é que me surpreendi positivamente. Comi MUITO bem em Koh Lanta e por preços bem razoáveis.

Restaurante da Relax Bay

O restaurante do Relax Bay Resort é bem bonitinho, todo estiloso e serve comida Tailandesa e comida ocidental (custa três vezes o preço da comida Thai, e estava com uma cara ótima, mas como sou louca por comida Thai, não pensei duas vezes).

O ambiente é muito gostoso, um chalé de madeira decorado com balões coloridos e uma vista linda da praia.

Koh Lanta - Tailândia
Restaurante do Relax Bay Resort
Koh Lanta - Tailândia
Vista do Restaurante da Relax Bay

Durante nossa estada na ilha comemos lá duas vezes a adoramos tudo:

Na nossa primeira visita, eu comi um panang curry (hiper apimentado, porém delicioso) acompanhado de arroz branco e o Gu foi de arroz frito. Para beber pedi um suco de manga natural delicioso!

Koh Lanta - Tailândia
Panang Cury
Koh Lanta - Tailândia
Arroz Frito
Koh Lanta - Tailândia
Suco de manga

Na segunda visita, o Gu foi de stir fry de frango com legumes e castanha de caju e eu fui de Massaman Cury (já deu pra ver que gosto de cury né?!)

Koh Lanta - Tailândia
Massaman Cury
Koh Lanta - Tailândia
Stir Fry de frango com castanha de caju

Red Snapper

O Red Snapper fica em Long Beach e é um restaurante Fusion de comida Europeia com comida Tailandesa. Um restaurante/bar bem estiloso com mesinhas lindas no meio da mata (leve um BOM repelente de insetos para não ser devorado!)

Nós pedimos uma salada (que veio bem engraçada – se é que se pode descrever comida dessa forma), um peixe e uma massa. Tudo estava gostosinho, mas nada estava assim “UAU”. De qualquer forma, curtimos a experiência.

Koh Lanta - Tailândia
Peixe
Koh Lanta - Tailândia
Massa
Koh Lanta - Tailândia
Salada

Endereço: 176 Moo 2, Ko Lanta

Cook-Kai

O Cook-Kai fica entre Long Beach e Ban Saladan, e tem uma VIBE bem especial. Não tirei fotos das nossas comidas, mas lembro que gostamos bastante e nos divertidos muito.

Endereço: Klong Nin Road – Koh Lanta

Mercado noturno no centrinho de Ban Saladan

E pra quem quer comer algo gostoso, bem local e BEM barato a dica são as baraquinhas de comida do mercadinho noturno de Ban Saladan. A comida custa 1/5 do preço de um restaurante e costuma ser tão gostosa quanto.

E claro, a ilha tem vários mercadinhos e vendinhas para quem quiser se abastecer e cozinhar por conta própria.

Koh Lanta
Mercadinho Local e Monge fazendo a ronda matinal nas proximidades de Long Beach

O que levar na mala?

Koh Lanta – e as ilhas tailandesas em geral – são bem mais caras que Bangkok, assim vale a pena se estocar de protetor solar, repelente e hidratante pós sol (você vai precisar dele) ainda em Bangkok. Lanchinhos e comidinhas para a praia que couberam na sua mala também te economizarão uns dinheirinhos.

Aí vai minha sugestão do que levar:

  • Roupas leves
  • Traje de banho
  • Canga ou toalha para sentar na areia
  • Chapéu
  • Pijama
  • Necessarie completa
  • um tenis para caminhar
  • Chinelo de dedo
  • Um casaquinho (para o avião!)

Esqueci algo?

Koh Lanta
Aproveite Koh Lanta e Relaxe bastante!

E o seguro viagem? Contratou?

O seguro viagem é imprescindível para que sua viagem aconteça conforme o planejado. Nem pense em economizar na compra do seguro porque ouviu falar que não é obrigatório, pois de fato não é, mas não se pode contar com a sorte, muito menos em se tratando de uma viagem para um lugar tão diferente do que estamos acostumados.

Já pensou se você por acaso come algo que não cai bem, entre tantos temperos e sabores exóticos? Ou se você tem sua mala extraviada, seu voo cancelado…esses imprevistos são até que bem previstos, não é? Mas calma, tudo está sob controle se você contratou seu seguro, afinal você terá toda a assistência e não ficará na mão!

Recomendamos que você entre no site da Seguros Promo, descomplicada, que funciona como um comparador de apólices e traz para você as melhores opções disponíveis no mercado, mostrando os valores e tipos de cobertura, simples, rápido e fácil (legal né?) Quer mais vantagem? Clique aqui e faça sua cotação inserindo o nosso código IDEIASNAMALA5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.

E aí, curtiu as dicas de Koh Lanta?

Alguém aí já esteve na ilha e quer dividir opiniões com a gente?

que fazer Koh Lnta


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em Koh Lanta
Faça seu seguro de viagens


Outros blogs que viajaram para Koh Lanta:

Veja também:

E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.

 

Guarde este post no Pinterest!

koh lanta

Planeje sua viagem

Comentários (7)

[…] Veja aqui um post completo sobre o que ver e fazer em Koh Lanta. […]

Ola , Bom dia, Gostaria de uma ajuda 🙂

Dando uma passada por informacoes sobre tailandia

Gostaria de saber sobre o acesso para ir em Koh Lanta

irei estar em abril na taliandia
E ate entao o roteiro tem sido Ao nang > railay > phi phi , e de phi phi terei mais 3 dias de praia aonde posso voltar para ao nang ou da um pulo em koh lanta,,

Gostaria de saber se vale a pena , e se é tranquilo chegar ao local ,

Desde ja agradeco
Obrigado

Encaminhei essa mensagem tambem no perfil de voces do facebook

Oi Rafael,
Geralmente não respondo perguntar por facebook, ams vc me pegou num dia de saudades pela Tailândia e acabei respondendo tudo, né?! Rs
Minha dica foi: Vale sim dar um pulo em Koh Lanta, mas o lugar que eu fiquei com vontade de conhecer foi Koh Lipe.
Koh Phi phi é uma ilha muito bem conectada e de lá você consegue ferry para muitas outras ilhas. O trajeto é tranquilíssimo
Beijos

Mari,
Adorei as dicas e gostaria de pedir mais algumas rsrs…
Planejo ir para Tailandia em março/2017 e estou indecisa quanto aos destinos, sei que Phi Phi não pode faltar. Encontrei seu blog nas minhas pesquisas sobre Koh Lanta… Qual das praias você indica para a hospedagem? Prefiro mais sossego do que agitação, mas não quero ficar numa praia onde não tenha nada para fazer.
Meu noivo está bem na dúvida quanto a locomoção, está com receio de ter que dirigir por la, você pode me dar mais detalhes?

Oi Larissa,
Você precisa dirigir ou alugar uma moto, se não nem compensa ir para Koh Lanta. Eu ficaria em Long Beach mesmo.
Quer uma sugestão de lugar maravilhoso (e que me arrependo de não ter ido” Koh Lipe”)
Beijos

[…] o Ideias na Mala tem um ótimo relato com dicas do que fazer em Ko Lanta, que mostra o clima mais calmo da […]

Muito obrigada 😉

Deixe o seu comentário