Chiang Mai: o Templo de prata

9
Chiang Mai - Templo de Prata

Um dos templos mais incríveis que visitei em Chiang Mai na Tailândia é o Wat Srisuphan (ou Wat Si Supan), um templo Budista prateado recheado de detalhes ornamentais impressionantes e de monges gente boa querendo bater papo.  Uma experiência profunda e bem diferente. Vem comigo?

Chiang Mai: Wat Srisuphan, o templo de prata

Depois de visitar trocentos templos no centro de Chiang Mai, na Tailândia, e o belíssimo Wat Do Suthep, perguntei para um amigo local que outras templos na cidade eu deveria visitar? Ele me falou do Wat Srisuphan, um templo lindo e todo prateado, um pouco longe do centro, mas que sem dúvida alguma valia a viagem. Não pensei duas vezes. Negociei um tuktuk na rua e dediquei minhas últimas horas em Chiang Mai a explorá-lo. Que escolha bacana!

Chiang Mai - Templo de Prata

O Wat Srisuphan (ou Wat Si Supan) é um desses lugares mágicos (e incrivelmente desconhecido). Um templo lindo, que transborda bons fluídos e detalhes arquitetônicos divinos, diferente de tudo o que já havia visto pela cidade.

Chiang Mai - Templo de Prata

Chiang Mai - Templo de Prata

Chiang Mai - Templo de Prata

Parede do templo de prata

Chiang Mai - Templo de Prata

O templo original data de 1501. E de lá para cá foram várias reconstruções e novas coberturas, tentando deixar a parte interna e a externa sempre brilhante e impecável. A cobertura atual é de 2004, e devido ao custo crescente do metal, somente as partes interiores e as estátuas de buda são feitas de prata de verdade. A parte exterior é feita de metais prateados maleáveis que imitam a prata.

Chiang Mai - Templo de Prata

Chiang Mai - Templo de Prata

Chão externo do templo

Paredes que contam histórias

Na Ásia é muito comum encontrar pinturas e desenhos de lendas budistas representados no interior dos templos budistas. No Wat Srisuphan, esses mitos estão esculpidos por toda a  parede do templo. Um trabalho surreal, e que beira o inacreditável.

Chiang Mai - Templo de Prata

Paredes do templo

Chiang Mai - Templo de Prata

E olha só a escada da entrada do templo

Manutenção do templo

Para assegurar a manutenção do templo, e que as peças de prata sejam feitas com o mesmo carinho e destreza de antigamente, o templo possui um campo de treinamento onde monges e cidadãos são treinados na arte do entalhe na prata. Os detalhes do templo são realmente espetaculares.

A parte chata da visita…

Infelizmente mulheres não podem entrar na parte de dentro do templo de prata. Cheguei bem perto da porta e pude olhar os detalhes, mas nada de entrar. Meu lado feminista ficou 5 minutinhos irritado, mas logo um monge sorridente e gente boa, deixou essa má impressão de lado…

Nem tudo é prateado

Chiang Mai - Templo de Prata

 

O Hall principal do templo, é avermelhado e muito bonito. Aqui, mulheres podem entrar e fotografar \o/

Chiang Mai - Templo de Prata

Chiang Mai - Templo de Prata

E olha só a parte de dentro que linda

Nos fundos do templo, há uma pagoda não reformada super bonita!

Chiang Mai - Templo de Prata

Bate Papo com os monges

O monge tinha um inglês excelente e estava super disposto a bater papo. O monge me abençoou, contou história, e até me deixou fotografa-lo. Foi bem especial! Saí do templo renovada e pronta para continuar minhas explorações pela Ásia.

Chiang Mai - Templo de Prata

Pra quem quiser ter uma experiência parecida, é só visitar o templo de quinta a domingo das 17:30 às 21:00.  Os monges falam inglês e estão abertos para bater papo, ou te orientar espiritualmente.

Outra experiência bacana que o templo oferece são cursos rápidos de 12 horas de meditação do tipo Vipasana.

Como chegar?

O Wat Srisuphan (ou Wat Si Supan) fica um pouquinho afastado do centrinho de Chiang Mai, no Mueang District. Para chegr lá, negociei um tuk tuk por 200 Bahts (que me esperou na porta e me levou para outro templo antes de me devolver no hostel. Caso você tenha paciencia em esperar uma van coletiva que tope de deixar lá, dá para conseguir por metade do preço.

Veja localização no Google Maps

E aí curtiu a dica?

Alguém aí já visitou o Wat Srisuphan e quer contar para nós o que achou?


Veja também:


Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Ideias na Mala? Siga nosso Instagram!

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

9 comments

  1. Gabi Pizzato 2 fevereiro, 2017 at 13:27 Responder

    Oi, Mari! Amei a dica!
    Também me interesso por saber o que há além do ‘turístico’. Neste caso, ainda chegarem um lugar lindo destes?!
    Sempre vale muito… Vamos ver se consigo dar uma passada por lá também!
    Bj

Post a new comment

Veja também