Japão: Tudo o que você precisa saber para organizar sua viagem

Tá indo para o Japão pela primeira vez? Veja aqui um guia com informações super importantes para organizar a sua viagem passo-a-passo. Dicas sobre o visto, transporte, alimentação, dinheiro e muito mais.

Ponto-cho Kioto

Para onde voar?

Todo o roteiro pelo Japão que se preze tem pelo menos duas cidades obrigatórias: Tóquio e Kioto. É nessas cidades que você passará grande parte do tempo da sua viagem. Elas servirão como base para explorar outras cidades ao redor. Sendo assim, tanto faz se você voar para Kansai (Aeroporto de Osaka, o mais próximo de Kioto) ou Narita (Aeroporto internacional de Tóquio).

Portanto, minha primeira dica para quem está indo para o Japão é: compre sua passagem para o aeroporto mais barato e comece a planejar seu roteiro a partir dai.

Veja aqui um roteiro de 14 dias para o Japão.

Visto para o Japão:

O Japão exige visto de entrada para os Brasileiros. O visto é relativamente tranquilo de conseguir para quem apresenta TODOS os documentos necessários. Então já deixo aqui uma dica importante: nem pense em chegar lá com algo faltando porque você voltará para casa de mãos vazias.

O consulado do Japão em São Paulo fica na Rua Augusta 1642

Horários do Funcionamento: das 8:30 às 17:30 (segunda a sexta-feira), 9:00 às 12:00 (sábado)

Não é necessário agendar horário, mas vale a pena chegar cedo.

Veja aqui a lista de documentos necessários.

Vistos de trânsito:

Quem voa para o Japão via os Estados Unidos, ou Canadá precisa tirar um visto de trânsito. (Se você já tem um visto americano de turista válido, pode ir feliz.) Para não precisar de um visto de trânsito, prefira vôos com escala na Europa.

Quebre o fuso no meio:

Se seu tempo de viagem e roteiro permitirem, faça um stopover ao invés de escala. Parar uns três ou 4 dias no meio do caminho te ajuda a descansar do vôo e quebra o fuso em dois (12 horas de fuso na testa é muito ruim, juro que a escala ajuda muito).

Transporte: Como se locomover no Japão

Trem Bala - Japão

O Japão tem um dos melhores combos de transporte do mundo, um cartão chamado Japan Rail Pass que te dá direito a uma ou duas semanas de transporte ilimitado pelas linhas JR de todo o Japão. Este cartãozinho esperto inclui trens normais, trem bala (exceto Nozomi), ônibus, teleféricos e barcos. Uma beleza!

Existem dois tipos de cartão, o regular e o verde (que dá acesso aos carros especiais e custa bem mais caro). Eu sempre compro o normal, e acho que é uma ótima opção.

Atenção: O bilhete de troca para o Japan Rail pass (Exchange Order) tem que ser comprado ANTES da sua chegada no Japão.

Japan Rail Pass

Quanto custa o JR Pass (do tipo regular)

•Uma semana: 29,110 Yen

•Duas semanas: 46,390

•Três semanas: 59,350

Olhando assim parece caro, né? Só que uma passagem simples de trem bala entre Kioto e Tóquio custa uns 300 dólares, isso sem falar em todos os trens e metrôs que você terá que pegar no caminho. Na ponta do lápis, o JR pass vale sem dúvida!

Onde Comprar:

Em São Paulo:

  • MGSA Turismo: Av Paulista 326 – 5o andar | (11) 3145 2500
  • Tunibra Travel Turismo : Praça da Liberdade, 170 | (11) 3346 8200
  • Investur: Rua Barao de Itapetininga 124, 8 andar C.J. 81 | (11) 3258 2999
  • Caju Viagens: Praça Da Liberdade 61-1° Andar| (11) 3101 1966
  • Century Travel: Rua Vergueiro,981-1 andar-Sala 27 | (11) 3207 2644
  • Brana: Praça Da Liberdade, 1 -30 | (11) 2141-2121

Em Brasilia:

  • Century Viagens: Shis Q1 Conh.2 Casa 6-Lago Sul | (61) 3365 3400

Mais informações no site do Japan Rail Pass (em inglês) 

Como trocar o seu cartão:

Chegando no Japão apresente o seu bilhete do JR comprado no Brasil + seu passaporte em uma das estações de troca e troque seu cartão que começa a valer na data que você escolher.

Reserve seu lugar nos trem-balas

Tem suas viagens definidas? Vá até uma grande estação de trem, escolha o horário do trem que você quer pegar e peça para reservar seu assento. Assim você garante onde sentar e pode até cochilar sossegado.

Dá para se virar 100% com o JR pass?

Eu diria que o JR pass cobre 90% do transporte que você irá usar. Em Tóquio, dependendo do seu pic e disposição para caminhar, você precisará comprar algumas viagens, ou um ticket de dia inteiro do metrô (faça as contas para ver o que vale a pena para você). Em geral, se você pesquisar um pouco, dá para se virar bem.

Lingua: Quais os perrengues?

Menu de restaurante - Japão

Os japoneses são mega receptivos, carinhosos e bem educados, mas queira ou não, fora de Tóquio a lingua é uma barreira e você terá que superar. Os japoneses falam mal inglês mas entendem mais do que falam, especialmente se você falar pausado e devagar. Use e abuse das mímicas. Para quem só fala português, o desafio é ainda maior. Mas com força de vontade e criatividade, dá para se virar.

Para o transporte:

Estação de Kioto

Grande parte das estações de trem tem placas e nomes escritos em inglês, mas você possivelmente passará por algumas 100% em japa, minha dica é: na hora de comprar o bilhete fotografe o nome da estação em Japonês e assim você pode apontar para essa foto para perguntar :O).

Na hora de comprar bilhetes, escolha as máquinas em inglês tem sempre um ou duas perdidas no meio das máquinas em Japa. As máquinas modernas já tem opção de idioma.

E claro, cidades mais modernas estão mais preparadas para receber turistas… Olha só o mapa interativo do metrô de Tóquio. Tudo em letras ocidentais.
Metrô Tóquio

Mas o normal é encontrar algo mais ou menos assim: Japonês escrito grande em inglês pequenininho.

Metrô de Tóquio

Para a comida:

Prefira os restaurantes que tem um display das comidas na vitrine. Para pedir, basta apontar! A vantagem da vitrine é ter uma noção um pouco melhor do que você irá comer.

Comida: O que comer no Japão?

A comida Japonesa é maravilhosa e um pouco diferente do que você imagina. Prepare-se para comer muito peixe, frutos do mar e muito arroz. Para quem odeia peixe, dá fácil para encontrar outras opções de carne, especialmente frango e porco. A carne bovina no Japão é cara, porém deliciosa.

Comida japonesa

Veja nesses posts:

A) O que os japoneses comem no dia-a-dia

B) Comidas de restaurante no Japão

Vegetarianos e Veganos:

O Japão é um país extremamente difícil para quem não come carne, muitas das comidas que se dizem vegetarianas contém caldo de frango, porco ou peixe. Use e abuse do arroz branco, vegetais  e saladas sem molho. Pra quem come peixe, opções não vão faltar.

Melhores épocas para visitar o Japão

Outono no Japão

O Japão tem 4 estações super bem definidas, um inverno muito frio, um verão muito quente e uma primavera e um outono maravilhosos. Sendo assim, prefira visitar o Japão entre abril – maio  ou setembro – outubro. E claro, quem for na primavera, leva de bonus a possibilidade de ver a floração do Sakura, um dos espetáculos naturais mais lindos que eu já vi. E no outono, as folhas de Momiji darão um tom pra lá de especial.

Roupas: o que vestir

  • Primavera e Outono: Calça jeans com casaco leve.
  • Verão: Roupas leves, dê preferência a roupas mais conservadoras.
  • Inverno: prepare o casaco, você vai precisar dele.
  • Dinheiro:

Dinheiro: Quanto vale o Yen?

De maneira bem meia boca, 100 yens equivalem a 1 dólar. O cambio varia um pouco para cima ou para baixo, e no momento está alto. Hoje, 17 de Novembro de 2014, a cotação do Yen está em 116 para 1 dólar

Como fazer com dinheiro no Japão

Eu costumo trocar uma quantia pequena de dinheiro aqui no Brasil, e chegando no Japão, saco o restante de um caixa eletrônico (encontrados em bancos, correios e lojas de conveniência).  Como o uso de cartão de crédito no Japão é super limitado, chegar com um pouco de dinheiro em espécie te ajuda a dar os primeiros passos sem a pressão de trocar dinheiro no aeroporto.

Caso prefira levar papel moeda, prefira os dólares.

Custo de vida:

O Japão é um país caro para os padrões brasileiros. Prepare-se para gastar pelo menos uns 90-150 dólares por noite de hospedagem em Tóquio e 100-150 em Kioto para opções de hotel econômico ou 20-30 dólares para um bom hostel.

Para quem quer provar a experiência de dormir em uma capsula, dá para encontrar a partir de 30 dólares.

Hospedagem no Japão

O Japão tem tanto hotéis do tipo ocidental, semelhantes aos que você já conhece, quanto hotéis do tipo tradicional japonês (Ryokan).  Os Ryokans são mais caros que os hotéis do tipo ocidental, mas costumam incluir na diária café da manhã e jantar típico. Prepare-se para comer uma comida linda e super bem servida, dormir no tatami em camas do tipo futon e, se você quiser, provar uma banho no estilo japonês. Uma experiência única que eu recomendo e muito!

Hotéis em Tóquio:

Tóquio é famosa por ter alguns dos menores quartos de hotel do mundo. E devido a essa fama, muitos lugares colocam a medida da cama no site de reserva. Pra quem faz questão de espaço, e de cama gigante, fique esperto nesse detalhe!

O que visitar no Japão

Miyajima - Japão

Lista das cidades imperdíveis

Roteiro de 14 dias no Japão

Sentiu falta de alguma informação? Tem alguma dica para acrescentar?! Deixe seu comentário!

Planeje sua viagem

Comentários (33)

Oi Mari adorei o seu post…Estou indo para o Japão, em março, e ficarei 20 dias apenas em Tóquio…
Precisarei de internet durante esse tempo… Qual a melhor opção? Devo comprar o wi de bolso OU chip de uma operadora local? aguardo sua resposta beijinho

Oi Katy,
No Jp, recomendo alugar um moden! Uma amiga comparou bem as opções e fez isso recentemente, disse que foi incrível!
Beijos

[…] Pass, um ticket que te dá direito a transporte ilimitado no Japão por uma, duas ou três semanas. Nesse post, explico tim-tim por tim-tim como o passe […]

Oi Mari, boa noite! Primeiramente parabéns pelo blog, tem ajudado bastante a organizar as ideias 🙂 Estou planejando ir ao Japão com minha esposa em Novembro deste ano, será nossa primeira vez lá. Eu gostaria de conhecer o Japão inteeeeeiro, mas não vai ser desta vez rsrs Pelo medo do idioma, apesar de ter conhecimentos básicos, e de visitar um país tão diferente, estamos pensando em um roteiro mais conservador. A ideia seria a seguinte.

Dia 01 – saída do Brasil
Dia 02 – Chegada no Japão em Tokyo
Dia 03 – Tokyo
Dia 04 – Tokyo
Dia 05 – Tokyo (Disney Sea – desejo da esposa, n tem como tirar rsrs)
Dia 06 – Tokyo (algum passeio bate e volta – Nikko ou Yokohama ou Monte Fuji)
Dia 07 – Tokyo
Dia 08 – Partida para Kyoto
Dia 09 – Kyoto
Dia 10 – Kyoto (bate e volta – Nara)
Dia 11 – Kyoto
Dia 12 – Kyoto (bate e volta – Hiroshima)
Dia 13 – Partida para Osaka
Dia 14 – Osaka (Universal)
Dia 15 – Osaka (conhecer a cidade) ou pegar o vôo de volta (ainda vou para Dubai)

Acha que está legal? Fiquei triste, mas acho que vai ficar muito corrido se eu incluir Takayama, né? O que acha de na última noite em Kyoto mudar de hotel e dormir em um ryokan?

Desculpe o longo texto, mas é que estou na fase de definir o roteiro =s

Muito obrigado,
Daniel Oliveira

Oi Daniel,
Seu roteiro tá redondinho, e sim, super d´∑a para dormir um noite em Ryokan!
Beijos e curtam muito a viagem

Muito obrigado pelo retorno 🙂 Bom saber que estamos no caminho certo haha

ELIZABETH SANT'ANA FRANCO DA SILVA

Oi, boa noite, estou tentando viajar em fevereiro sozinha para o Japão fazendo conexão em Frankfurt e Zurique e em Tokyo me encontrar com meu namorado. Você tem alguma experiência em viajar sozinha?
Essa será minha primeira viagem sozinha e primeira vez para fora do país!
Muito obrigada!

Oi Elizabeth,
Eu sempre viajo sozinha e amo! Vá feliz porque será incrível!
Aqui no blog está cheio de conteúdos sobre viagem solo, dê uma olhada!
Beijos

Oi Mari, tudo beleza?
Vou para Tóquio em janeiro 2019 com minhas duas filhas, pretendo ficar só em Tóquio recomendaria comprar o JR?

Não. Só para Tóquio compre o ingresso de 24 horas do metrô.
Abraços

[…] Japão: tudo o que você precisa saber para planejar sua viagem […]

Oi Mari.
Parabens pelo blog, excelentes dicas, tentei ler o maximo de seus links e respostas para nao ser repetitivo nas perguntas ja feitas.
Viajo em julho para o Japao om minha esposa e filho de 7 anos. Iremos ficar 21 dias inteiros no Japao.
Chegamos por Osaka as 15:45 do dia 05. Procurei varios relatos, mas percebi que muita gente deixa Osaka de fora, vale a pena?
Pensei neste roteiro:
Osaka –
05 – chegada
06 – Osaka
07 – Osaka – ( Kobe talvez?)
08- Osaka ( Universal talvez)
09 – Ida a Hiroshima ( comecar a usar o JR)
10 – Hiroshima
11- Kyoto
12 – Kyoto
13 – Kyoto
14 – Kyoto ( bate e volta a Nara)
15 – Takayama
16 – Takayama ( Shirakawa)
17 – Takayama ( Kanazawa)
18 – Toquio
19 – Toquio
20 – Toquio – Disney
21- Toquio ( Hakone – se estiver tempo bom)
22- Toquio ( Yokohama)
23 – Toquio ( Kamakura)
24 – Toquio –
25 – LIVRE ???? ( Nikko talvez)
26 – LIVRE ???? ( ISE talvez)
27 – Retorno a Osaka ( voo sai as 17:00)

Faz sentido este roteiro?
Estou com estes dois dias livres que gostaria de mais alguma dica do que poderia incluir de cidade a mais ou aumentar o numero em algum lugar. Consigo encaixar um JR de 14 dias?

Agradeco desde ja.
Caso tenha alguma indicacao de lugar legal com crianca.
Grande abraco

Oi Carlos,
Osaka é uma cidade bem interessante e cheia de coisa pra fazer, se for pra conhece-la. Passaria os dois dias por lá. Kobe é bonita e interessante, mas tenho dúvidas se vale a pena como destino turístico. Fui várias vezes quando morava no Japão, mas acho que pra quem tem só um mês que há alternativas mais interessantes.
Acho que seu roteiro está redondinho, talvez ISE fique um pouco de mão, mas é linda e vale mega a pena! Adoro o Universal Studios e com criança consideraria dois dias na Disney, um dia pra cada parque.
No caminho de Hiroshima, não deixe de adicionar o castelo de Himeji.
Respondi tudo?
Abraços,
Mari

Oi Mari
Muito obrigado pela resposta.
Acha que vale a pena alugar em carro no Japão?
Pensei em inverter, fazer, Osaka, Kyoto e Takayama nessa ordem, utilizando carro, para não precisar iniciar o JR.
E somente dar inicio aos 14 dias do JR voltando de Takayama, ou nao vale a pena ficar de carro em Osaka e Kyoto?
Acha que nesse roteiro consigo encaixar de alguma forma um JR de 14 dias, ou teria que ser mesmo o de 21?
Que outros locais sugeriria ao inves de Kobe e para os dias sobrando?
Abraço

Oi Carlos,
Sei que existem companhias que alugam carros no Japão, mas não é a coisa mais simples do mundo (vale pesquisar eww fóruns e ver as restrições). Se você conseguir alugar o carro, pode sim ser uma boa ideia. Eu não ficaria de carro nem em Kyoto e nem em Osaka, o transporte publico funciona muito bem, e sem ler em Japonês vc terá problemas para estacionar.
Abraços,
Mari

Muito obrigado, Mari!! Não esperava uma resposta tão rápida! Me aliviou bastante a sua matéria, porque era a maior preocupação! Você tem algum post sobre que tipos de moeda se deve levar numa viagem extensa pelo Japão? O que devo levar mais, iene, dolar, cartão de crédito… Desde já agradeço pelo seu incrível empenho em dividir suas experiências!

Oi Carlos,
Eu levaria dólar e cartão de crédito. Nunca pesquisei isso super a fundo, mas foi o que fiz nas minhas três últimas viagens e funcionou hiper bem!!
Abraços,
Mari

Oi, Mari, vou percorrer o Japão quase todo em out/nov 2018, sozinho, estilo mochileiro. Acha que uma mochila grande daria conta de tudo que preciso durante trinta dias? E o gasto total, de quanto seria? Pretendo hospedagens baratas e refeições idem. Obrigado!!

Oi Carlos,
Infelizmente não consigo te ajudar com os custos já que isso varia MUITO de pessoa por pessoa, mas posso te dar dicas para a mochila!
Eu passei 3 meses na Ásia com uma mochila pequena (nem pensei em despachar!) e a minha dica para uma viagem de qq duração é levar menos coisas e lavar! No Japão é facil achar lavanderias de moeda e em duas horas vc lava e seca todas as suas roupas e evita carregar um SUPER peso desnecessário.
Veja aqui algumas dicas pra viajar leve!
Abraços e aproveite MUUUITO o JP!

[…] Japão: tudo o que você precisa saber para planejar sua viagem […]

[…] Japão: tudo o que você precisa saber para planejar sua viagem […]

Olá! Gostaria de saber se é necessário agendar tours antes de chegar no Japão ou é possível reservar durante a viagem. Vocês recomendariam algum tour específico?

Oi Ligia,
Que tours você gostaria? Japão é um lugar bem seguro de viajar por conta própria, a lingua é uma barreira mais nada que um pouquinho de mímica não resolva. O ingresso para a maior parte das atrações pode ser comprado na hora. O que sim você precisa fazer é comprar o Japan Rail Pass antes de sair do Brasil.
Beijos

Olá Mari, gostei das sua dicas e gostaria de saber se pode nos ajudar.
Vou para o Japão com meu marido em julho deste ano .A ideia é ir para Tokyo e Kioto, como nos disseram que as estações são enormes é facil se perder, estamos precisando de uma ajudinha!
Chego por Narita e gostaria de saber qual o nome da estação e possivel nome da saida da estação que devemos chegar em Tokyo para partir direto para Kyoto.
Pretendemos comprar passe de trem assim que fizer o visto. Vc pode nos ajudar, obrigado Viviane

Oi Viviane,
De Narita vá até Tóquio Central e de Lá de trem bala até Kyoto.
Não se assuste, o sistema de transporte do Jp é organizado e você vai se acostumar hiper rápido!
Beijo

Boa tarde Mari
Ja estou a horas lendo seu blog, muito util
Estou indo pra Tokyo no carnavel/16 com minha esposa
Chegaremos na segunda por volta da hora do almoco e voltamos no sabado por volta das 19 hrs em Narita, ou seja 5 noites
O que vc recomendaria de roteiro pelos dias que temos?
Tokyo e Kyoto?
Será que dava pra dar uma esticada em Hiroshima?
Eu estava pensando em hospedar em Shibuya em Tokyo, mas os preços estão bem salgados, o que vc recomendaria?
Somos um casal de 34 anos, toparia pagar um pouco mais pra ficar em um lugar mais “agitado” do que ficar longe e ter q ficar dependendo de trem e caminhando muito todo dia
Em Kyoto ficariamos em um Ryokan
Eu queria ter acesso a internet o tempo todo, o que vc indicaria? Nossos celulares funcionam la?
Desculpa o excesso. Obrigado e parabens pelo site

Oi Leandro,
Com 5 dias eu ficaria somente em Tóquio e Kioto mesmo.
Meu bairro preferido é Roppongi, mas Asakusa tbm é bo e costuma ter bons preços.
Quanto a internet, precisa checar qual a melhor forma. Meu celular da Claro, já pegava bem no Japão em 2012.
Beijos

Olá Mari, muito obrigado por todas essas informações. O Japão está nos meus planos para 2015 e há tantas opções que o difícil mesmo é escolher onde ir! 🙂
Abraço desde Portugal.

Obrigada pela visita Filipe! Vai sim que vc vai amar!

Oi, Mari. Tudo bem? 🙂

Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

Até mais,
Boia – Natalie

Ebaaaaaaaaaaaa!!! Super presente de natal ;o)
Obrigada Naty

Bom dia,

Estou preparando a documentação para tirar o visto e no formulário eles pedem a informação do garantidor ou referência no Japão – eu estou indo a turismo e não conheço ninguém no país; sabe se esse campo é de preenchimento obrigatório?

Obrigada,

Marina Romano

Coloque o endereço + cópia de reserva de um dos hotéis que pretende se hospedar + cartinha explicando que vai a turismo, não conhece ninguém e se hospedará no lugar x. Como eles são exigentes, melhor pecar pelo excesso, não acha? 🙂

Deixe o seu comentário