Roteiro de 1 dia em Lima

20

Esse é um roteiro pra quem tem apenas um dia em Lima e quer curtir as principais atrações da capital Peruana. Um roteiro bem diverso e que cobre algumas das principais atrações turísticas nos bairros mais interessantes de Lima: o centro da cidade, Miraflores e Barranco.

Miraflores - Lima

Começaremos nosso roteiro explorando o centro histórico, um lugar repleto de palácios coloniais, igrejas e monastérios. Em seguida, visitaremos Miraflores, um bairro super bacana e com lindas vistas para a orla da cidade. E para fechar com chave de ouro, percorremos as ruas do barranco, um dos bairros mais descolados da cidade.

DICA: no final do roteiro tem um link para você imprimir, ou baixar no seu celular/tablet, o roteiro completinho e sem as imagens.

Roteiro: 1 dia em Lima

Transporte: Como se locomover em Lima

Esse roteiro pode ser feito de duas formas:

Táxi + caminhada:

Essa é sem dúvida a opção mais eficiente de se transportar em Lima. O trânsito é caótico e barulhento, mas o táxi custa bem barato. Como não existe nem taxímetro e nem tabela, negocie o preço da corrida antes de entrar no táxi.

Preço médio dos táxis em Lima:

  • Dentro do centro: 5-7 Soles
  • Do centro a Miraflores: 12 – 15 Soles
  • Do centro a Barranco: 15- 18 Soles
  • [Caso o taxista te peça mais que isso, negocie e se ele não quiser, pode dispensar].

-Metropolitano + caminhada:

Metropolitano é uma linha de ônibus central que é relativamente fácil de usar e super segura. Com ele você pode se deslocar entre os bairros facilmente.

Como andar de metropolitano:

  1. Compre o cartão de 5 soles + 2 obrigatórios para começar (e que serão usados na sua primeira passagem). O cartão pode ser comprado e recarregado nas estações
  2. Cada passagem custa 2,00
  3. Com seu bilhete em mãos, é só checar se você precisa ir para o lado norte ou sul, o número da linha, e embarcar. Se tiver dúvidas, pergunte. Os Peruanos foram mega atenciosos comigo.

Estações de Metropolitano

  • Miraflores: Ricardo Palma
  • Centro: Colmena ou Jirón de la Unión
  • Barranco: Boulevard Station

[Dica: caso escolha essa opção, para evitar um ônibus insuportávelmente cheio, fuja dos horários de pico.]

Primeira parte o incrível centro histórico de Lima

Centro de Lima

Mapa do trajeto no google maps.

Começaremos o nosso passeio pela Plaza das Armas, ou Plaza Mayor, o coração do centro histórico de Lima. Ali estão o Palácio do Governo, a sede da prefeitura de Lima, a Catedral de Lima, o palácio do arcebispo e outros edifícios históricos. Em seguida faremos uma pequena caminhada por igrejas e museus locais. Como temos apenas uma manhã para visitar o centro (o que está longe de ser o tempo ideal, vou focar apenas no meu pedaço preferido, entrando apenas nos lugares que realmente valem a pena.

Prefeitura de Lima na Plaza Mayor

Plaza de Armas de Lima:

  • Palácio do Governo: o palácio do Governo está aberto para visitar, desde que a reserva seja feita com 48 horas de antecedência (ou no próprio palácio ou por telefone). Todos os dias as 12:00 ocorre uma pequena troca da guarda. Se você tiver por lá, não perca!

Palácio do governo de Lima - Peru

  • Palácio do arcebispo: Palácio antigo, bonito e bem decorado onde reside o bispo de Lima.
  • Sede da prefeitura de Lima: a prefeitura está aberta para visitas guiadas.

Catedral de Lima

Considerada uma das catedrais mais bonitas da América Latina, a Catedral de Lima. A catedral é repleta de altares, esculturas e obras de arte fantásticas.

Catedral de Lima

O tour Guiado pela Catedral de Lima

Como a catedral é super rica em detalhes, sugiro que você faça o tour guiado (que está incluso na entrada e é super explicativo). Caso você opte pelo tour, é esperado que você deixe alguma gorjeta para o Guia.

  • Tempo de visita guiada: 1h
  • Preço: 10 soles

Alguns destaques do tour:

O tour pela catedral conta um pouco da história de Lima, descreve personagens importantes, os santos da cidade e algumas das obras de arte mais interessantes em exibição na igreja, que é cheia de detalhes lindos.

Sacrário - Museu da catedral de Lima

Um dos sacrários de ouro do museu da catedral de Lima

IMG_6151

Altar da catedral de Lima

IMG_6110

Esqueletos na cripta da catedral de Lima

Isso sem falar nos altares maravilhosos, coro de madeira impressionante e coleção do museu. Tem muita coisa bacana.

Casa de Literatura Peruana

Nossa próxima parada oficial é o convento de São Francisco, um dos conventos mais interessantes que eu já visitei, mas antes de chegar lá, passaremos por dois prédios históricos e merecem, pelo menos, uma olhadinha rápida.

Este museu literário funciona no prédio de uma antiga estação de trem. As instalações são lindas e merecem a visita. Pra quem se interessa pela lingua espanhola, o museu certamente merece uma atenção maior.

Casa de Literatura Peruana

Casa de Literatura Peruana

A poesia desce as escadas do museu

Casa de Literatura Peruana

 

E num lugar maravilhoso desses, tem como não curtir a leitura?

Museu Bodega y Quadra

Uma casa colonial que já passou por vários momentos históricos interessantes. Explore o segundo piso para saber mais sobre a casa, e o pátio externo para aprender sobre as origens do prédio em algumas escavações.

Museu Bodega y Quadra

Igreja e convento de São Francisco

O convento de São Francisco, também conhecido como igreja das catacumbas foi fundado em 1672 pela ordem dos Franciscanos. O museu tem uma coleção de arte impressionantes (duas das obras são atribuídas ao pintor espanhol Francisco Zubarán), uma das bibliotecas mais lindas da América do sul (pena que a coitada tá precisando de uma reforma URGENTE) e uma galeria de catacumbas surreal. São túneis e túneis repletos com mais de 25.000 ossos. A visita é guiada e super interessante.

Museu e igreja San Francisco

  • Tempo de visita: 1 hora
  • Preço: 7 Soles

Outros lugares que merecem uma parada se você tiver tempo | Opcional

  • Igreja e convento de Santo Domingo: A igreja é linda por fora, super bonitinha por dentro, e eu ouvi maravilhas do convento. Só que quando passei por lá a igreja tinha acabado de fechar. Como eu adoraria ter visitado, deixo a dica.

Igreja Santo Domingo - Lima

 

  • Palácio Torre Tagle: Um dos casarões coloniais mais lindos de Lima. A parte de baixo esta aberta para visitas e é realmente super bonito.

Palácio Torre Tagle

Dica: Na frente desse palácio, há uma segunda construção super linda. A construção é privada e não está aberta para visitas, mas o pátio repleto de estátuas merece uma espiada por trás das grades.

  • Museu del Banco Central de Reserva: Outro museu, que independentemente da exposição do momento, merece uma parada para visitar o prédio. Reparem nos ricos detalhes da porta e do prédio todo.
  • Plaza San Martin: Passe nessa praça ou de táxi ou no seu caminho para o Metrô Bus. A praça é bonitinha e em 5 minutinhos dá para espiar tudo.

Plaza San Martin

Parte II:Uma caminhada deliciosa por Miraflores

Lima - Miraflores

Veja o mapa aqui.

Praça Kenedy

Comece sua caminhada pela praça Kennedy, uma praça super florida e repleta de gatos. Aqui perto, tem um monte de restaurantes gostosos para almoçar. Como você tem pouco tempo, recomendo um sanduba rápido porém caprichado no La Lucha, acompanhado de um suco de frutas natural. De volta a praça, caminhe por dentro dela até chegar na igreja Virgen Milagrosa.

Praça Kenedy - Lima

A praça Kenedy, em Miraflores é repleta de gatos e de flores. Tudo muito colorido.

Praça Kennedy em Miraflores

Vaca vermelha na praça Kenedy em Lima

Na saída do parque, não deixe de reparar na fonte.

Linda fonte na Praça Kenedy - Lima

Igreja Matriz Virgen Milagrosa

Caminhe por dentro do parque. Na saída, aproveite para visitar a igreja Virgen Milagrosa, que é super bonita e fica lá em frente.

Igreja Matriz Virgen Milagrosa- Lima

As praias de Miraflores vistas de cima

Saindo da igreja caminhe reto pela Avenida do Larco (uma avenida comum sem grandes atrativos especiais), até chegar na costa onde esta o Lacomar Mall. Antes de entrar no shopping, aproveite e veja as lindas vistas da costa.

Costa de Lima vista do Lacomar

Shopping Lacomar Mall

Um dos principais shoppings da cidade, o Lacomar tem um monte de lojas bacanas e bons restaurantes. Mas como compras não é o foco do dia de hoje, simplesmente atravessaremos o shopping e aproveitando para olhar para o mar das duas diferentes pontas.

Praia em Miraflores -Lima

Olhando para o mar, do lado esquerdo está a praia de Barranqueiros e do lado direito está a Pebble Beach. (Se alguém tem vontade de fazer aulas de Surt, é ali no Makaha Surf que os iniciantes aprendem a surfar. Ainda olhando para baixo, repare numa construção de madeira (tipo um pier) branco de telhadinho azul. Esse é um dos bons (porém caros) restaurantes de Lima. Não tive a chance de provar, mas meu amigo Peruano recomendou muito bem.

Restaurante na costa de Lima

Saindo do shopping começa a minha caminhada preferida da cidade, um passeio super gostoso pelo calçadão de Lima. Para isso siga contornando o mar (Melecón de la Reserva). Nesse caminho passaremos por vários pequenos parques floridos. Dois deles merecem um destaque especial:

Shopping Lacomar

Shopping Lacomar em Lima: lojas de marca e bons restaurantes de frente para o mar

Parque del Amor

Um parque fofíssimo, repleto de Mosaiscos a la Gaudí estampados com frases de amor e formas coloridas. No centro da praça há uma escultura tamanho família.

Parque del amor - Lima

Escultura beijoqueira no parque del amor – Lima

Parque del Amor - Lima

Do parque do amor, você conseguirá avistar nossa próxima parada, o Farol Marina Náutica. Mas antes disso, que tal um suco de frutas?

Farol Marina Nautica - Lima

Do ladinho do parque do amor há um quiosque de sucos e smoothies. Tomei um smooth de manga DIVINO que custou 8 soles.

Farol Marina Nautica

Continuando caminhada pela Orla, nossa próxima parada é o farol Marina. O Farol pode ser visto desde a praça do amor, e conforme você se aproxima, a vista só melhora. Chegando a praça, då para tirar fotos lindas da frente do farol.

Farol Marina Nautica - Lima

Que tal um salto de Parapente?

Entre a praça do amor e o Farol Marina, há uma espaço para saltos de parapente. O salto filmado com duração de 10 minutos custa      . Pra quem gosta de coisas radicais, a vista vale a tentativa ).

Vale a pena descer até a praia?

Eu não desci e não me arrependo. O barranco é tão alto, que pesei o esforço e achei que não compensava. Meu amigo Peruano concordou comigo. Segundo ele, só vale a pena para quem quer fazer aulas de surf. Alguém ai se anima?

Passarinhos em Lima

Agora você tem duas opções: ou tomar um taxi até o barranco, ou fechar o circuito pelo Mirafores e pegar um ônibus até o barranco. Para tomar essa decisão, avalie seu tempo x esforço físico x custo. Eu pegaria um táxi.

Pra quem continuar a caminhada, basta retornar até a Praça do amor e subir pela Melecon 28 de Julho – que se transforma da Diagonal, e subir até a Ricardo de Palma onde está a estação de ônibus.

Terceira parte: Um drink no barranco.

Barranco - Lima

Mapa das paradas no Google Maps.

O Barranco é um bairro boêmio e descolado, que fica meio mortinho durante o dia, mas vai se animando no final da tarde. Além de lojinhas descoladas e barzinhos divertidos, o barranco tem duas atrações turísticas que valem a pena:

Praça central do Barranco

A praça central da cidade que é super fofinha repleta de prédios históricos bem conservados e uma bonita igreja.

Praça central do Barranco

Antiga biblioteca na praça central do barranco

Pracinha do Barranco

O Parque do Barranco

A segunda atração é o parque do Barranco que tem uma ponte famosa e alguns prédios antigos bem mal conservados. O parque é bonitinho, mas a situação das construções históricas deixa muito a desejar. Não deixe de visitar a recém reformada Ponte do Suspiro (obrigada Fernanda pela dica), também em Barranco.
Segundo a tradição local, que atravessa a ponte sem respirar pode fazer um pedido e ele será realizado. Não custa nada tentar, certo?! 😉

Ponte dos Suspiros - Barranco

Terminado o passeio, escolha um barzinho cheio e animal para tomar o tradicional drink peruano: O Pisco.

Pisco com Maracujá

Maracuya Sour – Uma bebida com pisco que eu adoro

Dédalo – Uma lojinha super bacana

E para quem quer lembrancinhas típicas super originais, a loja Dédalo, é uma ótima opção. Veja aqui o post do Sunday Cooks sobre a lojinha.

Para jantar em Lima

Terminado o passeio no Barranco, tenho duas sugestões de restaurante bem caprichados para o jantar:

El Mercado:

Um lugar ideal para provar comidas peruanas contemporâneas. Os pratos são lindos e maravilhosos.

O que provar: Eu comi um ceviche (foto), uma causa e um Tacu Tacu. Pedimos três pratinhos e dividinhos em dois. Tudo impecavelmente maravilhoso.

Ceviche do El Mercado

Endereço: Avenida Hipólito Unanue 203, Miraflores – Endereço no Google Maps

Panchita:

Uma churrascaria peruana deliciosa e super descolada. O restaurante vive cheio, e é melhor você reservar.

O que provar: pedi um pisco de maracujá que foi de longe o melhor da viagem, e um antucho de peito de frango. Antucho é um churrasco marinado no espeto e que veio acompanhado de milho cozido e batatas. Uma delícia!

Antucho-panchita-Lima

Endereço: Av Dos de Mayo 298, Miraflores | Endereço no Google Maps

Guarde este post no Pinterest!

Um dia em Lima

Roteiro

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

20 comments

  1. MARCIA KERTSCHER 3 novembro, 2017 at 13:29 Responder

    Olá,

    é necessário trocar pela moeda local, ou eles recebem dólares nas ruas? Se si, isso vale a pena?
    o que vc recomenda fazer?

    • mari vidigal 4 novembro, 2017 at 16:43 Responder

      Oi Márcia,
      Sim você precisa trocar por moeda local. Eu levei alguns dólares e saquei o resto, eu prefiro sacar e encarar o Iof do que ficar andando com muito dinheiro, mas aí é uma decisão ultra pessoal.
      Beijos

    • Karine 14 novembro, 2017 at 17:55 Responder

      Tranquila. Em quase todos os comércios se aceita dólares, aqui as contas bancarias são em dólares e soles. Em função disso é muito dificil quem não aceite o dolar. Moro em Lima ha mais de um ano. Lugar espetacular, a unica coisa que “traumatiza” é o transito, a falta de respeito no transito é muito grande. Melhor opção são os taxis, não vale a pena alugar carros, estres desnecessario.

  2. Lais 25 julho, 2017 at 11:35 Responder

    Mari, tudo bem? Parabéns pelo blog! Esse roteiro de 1 dia me ajudou demais! Em outubro faremos escala em Lima por cerca de 10hs e como chegaremos de férias, pensamos em aproveitar somente Miraflores e o centro histórico, além de dar uma passadinha rápida pelo Hard Rock de Lima. É muito abuso se eu te perguntar sobre uma estimatica de valores para serem gastos nessas poucas horas? Estaremos com dólares, e trocaremos por nuevos soles no próprio aeroporto, mas não tenho noção de quanto trocar para essas poucas horas! Obrigada!

  3. Mimi 20 junho, 2016 at 02:53 Responder

    Oi Mari
    Estou planejando visitar o Peru, fazendo o trajeto Lima – Cusco – Machu Picchu. Fechei um pacote com a CVC e irei sozinha.

    Como nunca viajei sozinha, confesso que estou com certo receio. É um lugar seguro? É necessário algum cuidado especial, principalmente ao sair à noite? Qual foi tua percepção?

    Obrigado.

    • mari vidigal 20 junho, 2016 at 05:06 Responder

      Oi Mimi,
      O Perú não foi o lugar que me senti mais segura viajando sozinha, mas longe de ser um lugar perigoso. A melhor dica: não faça nada que te tire da sua zona de conforto! Siga seu coração e vá fundo pq será o máximo!!!
      Aproveite e na volta passe aqui para contar como foi!
      Beijos

  4. Fernanda Faleiro 2 junho, 2016 at 14:22 Responder

    Oii Mari.
    Tudo bem?

    Muito legal ler esse seu post, porém, conheci o site depois de ter voltado da minha viagem. rs
    Tenho certeza que se tivesse conhecido antes, teria aproveitado um pouco mais de Lima.
    Também fiquei um dia e a noite fui para Barranco… Achei o clima do bairro bem jovial e cheio de restaurantes/baladas.
    Uma dica legal a acrescentar é a Ponte do Suspiro, também em Barranco.
    Segundo tradição local, que quem consegue atravessar a ponte sem respirar e faz um pedido, ele realizará.
    Claro que nós fizemos e foi MUITO divertido.

    Parabéns pelo site.
    Já está favoritado.

    Bjs

    • mari vidigal 2 junho, 2016 at 16:03 Responder

      Obrigada Fernanda,
      Bom saber que a ponte já foi reaberta, quando visitei o barranco a ponte estava passando por uma reforma brava.
      Vou acrescentar a dica no post e espero te ver por aqui mais vezes!
      Beijos

  5. Arthur 1 março, 2016 at 13:37 Responder

    Bom dia Mari, gostei muito das suas dicas.

    Estarei chegado em Lima as 09h am, vindo de Cuzco e só embarcarei para o Brasil as 21:30h, pretendo
    fazer este roteiro.
    Todavia, minha dúvida consiste em saber se reservo uma pousada (para tomar banho e descansar antes de embarcar), em Miraflores ou pelo Centro?
    Sera que pego muito transito de Miraflores para o Aeroporto? Ou fico pelo Centro que já é mais proximo ao aeroporto?

    Abs

    • mari vidigal 9 março, 2016 at 21:03 Responder

      Oi Arthur,
      O Trânsito em Lima é um INFERNO e um mal inevitável. Fique o mais perto do aeroporto e saia com antecedência para não perder o vôo.
      Beijos

  6. Fabiano 26 maio, 2015 at 00:15 Responder

    Boa noite! Tudo bem? Gostei muito do post e queria abusar um pouco mais se não for incomodar. Chegarei com minha esposa em Lima dia 8 de julho as 13 hs creio que ja no hotel. E nosso voo de volta para o Brasil será dia 10 as 21:55hs. Temos 2 dias e meio praticamente. Poderia me auxiliar a traçar um roteito legal? Gostamos de tudo…talvez isso dificulte esse roteiro. Mas o sitio arqueologico que fica a 40km da cidade gostariamos de 8ncluir. um abraco e muito obrigado

    • mari vidigal 29 maio, 2015 at 04:31 Responder

      Oi Fabiano,
      Infelizmente não conseguirei te ajudar a traçar um roteiro personalizado, mas caso você queira, posso te indicar profissionais que trabalham com isso. 🙂
      O que eu faria se fosse você:
      Dia 1: Faça o roteiro por Miraflores pela manhã, e na parte da tarde visite este sitio Arquioelógico que quer visitar.
      Dia 2: Passe o dia no centro. No final da tarde visite o barranco com direito a um Happy Hour caprichadop
      E na metade do dia que sobrou? Volte para Miraflores e aproveite para curtir a vista, comer tapas em um lugar legal, ou fazer compras naquele shopping sensacional!

      Espero ter ajudado,
      Abraços,
      Mari

Post a new comment

Veja também