Angkor National Museum em Siem Reap

34
Templo Bayon  - Angkor

O Angkor National Museum em Siem Reap é um museu que revela em detalhes a história e os mitos que compõem um dos complexos de templos mais fabulosos do mundo: o Angkor no Camboja. Nesse post, que faz parte da blogagem coletiva da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem (RBBV) em homenagem ao #MuseumWeek , contarei um pouquinho sobre o museu e porque você deve incluí-lo no seu roteiro de viagem. Pronto para descobrir os mistérios do Angkor?

Angkor National Museum em Siem Reap

O Angkor National Museum é interativo, explicativo e super bem organizado. O acervo é dividido em diferentes salas muito bem separadas por temas. Além das explicações escritas em inglês, cada sala tem pelo menos um projetor que conta uma história, ou explica algo diferente. Se você odeia ler e não alugou o Audio Guia, assista os videos com atenção e terá uma boa ideia do conteúdo museu.

Angkor Wat

Como não é permitido fotografar dentro do museu, vou ilustrar o post com imagens dos templo de Angkor, combinado?

Visitando o museu do Angkor

The Briefing Hall

Um filminho introdutório faz um propaganda deslavada do museu e do shopping ao lado. Não aprendi nada interessante e perdi 15 minutos do meu dia. #PerdiMeuTempo

Eu se fosse você, passava batido sem dó.

A Galeria dos 1000 Budas

Essa galeria LINDA e super iluminada foi meu primeiro UAU do dia. São centenas de Budas, bem distribuídos e bem iluminados. Um mais lindo que o outro e que vão encantar mesmo quem já viu milhões de Budas na vida.

Terminada a galeria dos Budas, começa a exibição de verdade, são 7 galerias nomeadas de A a G que contam de forma quase poética a história do Camboja e suas crenças e Religiões até chegar no Angkor Wat.

Galeria A: As origens do império Khmer

Esse é um pedaço legal para quem curte história e quer entender as origens do império – que antigamente era bem maior e mais poderoso – e abrangia parte da China e do Laos.

Um dos templos de Angkor

Galeria B: Crenças e religiões

Nesse pedaço há uma boa introdução sobre hinduismo e Budismo, suas principais divindades e como reconhecer cada uma delas. A galeria tem alguns bons videos curtos e mostra de madeira visual como Lord Vishu (o Deus Hinduísta da preservação) muitas vezes sentado em pose meditativa é facilmente confundido com Buda. A galeria também conta a história das serpentes nagas, e de outros animais que aparecem de forma recorrente nos templos. Na minha opinião, essa é uma das galerias mais importantes para quem quer entender o Angkor.

Galeria C: Os grandes reis Khmers

Essa galeria traça o histórico dos reis Khmers e dos templos e estilos arquitetônicos desenvolvidos por cada um deles. Uma parte fundamente para quem curte arquitetura ou história.

Galeria D: Angkor Wat

O pedaço mais importante e interessante do museu descreve – em detalhes e de forma interativa – o templo Angkor Wat. Num salão principal um audio visual descreve cada uma das paredes do templo e as lendas sobre cada conjunto de murais. Meu pedaço preferido mostra conta a lenda de criação do mundo e como Vishnu extraiu o leite do oceano. Pra lá de interessante.

Criação do universo no Angkor

Quem tem pouco tempo ou paciência deve, sem dúvida nenhuma, focar nesse pedaço do museu!

Galeria E: Angkor Thom

Angkor Thom

Angkor Thom é um complexo de templos posterior ao Angkor Wat e que tem um estilo arquitetônico pra lá de rebuscado e fantástico. O templo Bayon, composto por 54 torres com quatro cabeças esculpidas em cada uma delas é o principal templo desse complexo e um dos mais incríveis de todo o Angkor. Nesse pedaço do museu, você entenderá uma pouco mais da história desse templo e de seus detalhes mirabolantes

Angkor Thom

Galeria F: A história escrita nas pedras

Diversas pedras (a la Roseta stone) revelam traços de história e costumes do império Khmer. As pedras são um prato cheio para estudiosos de linguistas de plantão e foram traduzidas para a lingua “Cambojana” contemporânea. Pequenos po

Galeria G: Vestuarios ancestrais

Divindade feminina no Angkor

Uma galeria que analiza as roupas e vestimentas antigas por meio das estátua. Pra quem curte moda e história da moda, bem interessante. Confesso que cheguei aqui exausta e passei batido.

Comece pelo Museu

Pra quem tem três dias ou mais dias disponíveis em Siem Reap, uma dica legal é começar pelo museu. Dessa forma, você aprenderá um pouco de história e como reconhecer Deuses e divindades antes de visitar os templos. Chegando nos templos, fica muito mais fácil entender as ruínas e o porque de cada coisa.

Quanto tempo demora?

Essa é uma pergunta relativa que depende muito do seu cansaço e nível de interesse no museu. Uma visita detalhada (e não apressada) deve levar entre 3 e 4 horas, mas é claro que tem gente que faz bem mais rápido.

Tem pouco tempo?

Pule o briefing e vá direto para a sala dos 1000 budas. Em seguida, pule a parte da história do Camboja e vá para a sala que fala das religiões para entender a base sobre Budismo, Hinduismo e reconhecer as divindades mais importantes. Pra fechar, vá até a última parte que descreve em detalhes o que é o Angkor.

Ta Prohm - Em Angkor

Sobre a visita:

  • Aberto todos os dias das 8:00 às 18:00
  • Entrada: 12 dólares | Audio Guia: 3 dólares
  • Não é permitido entrar no museu nem com bolsa nem com camera, mas há um serviço gratuito e super eficiente de lockers.

Outros participantes da blogagem coletiva #MuseumWeek

E pra você que curte um museu, que tal aproveitar esse #MuseumWeek para descobrir museus pra lá de interessantes? Veja aqui mais participantes dessa blogagem coletiva:

MUSEUS NO BRASIL: 

Museu de Ciência e Tecnologia da PUC (Porto Alegre – RS) | Felipe, O Pequeno Viajante
Museu Histórico de Veranópolis (Veranópolis -RS) | Do RS para o Mundo
Museu Nacional da História Natural da Quinta da Boa Vista(Rio de Janeiro – RJ) | Sonhando em Viajar!
Inhotim (Brumadinho – MG) | Blog Meu Destino
Museu de Arte Sacra (São João Del Rey – MG) |  Retrip Viagens
Memorial da Resistência de São Paulo (São Paulo – SP) | Marola com Carambola
Museu do Futebol (São Paulo – SP) | O que vi do Mundo
Pinacoteca, Estação Pinacoteca, Dops e Museu da Língua Portuguesa (São Paulo – SP) | Me Deixa Ser Turista
Museu de Ciências Naturais do Bosque da Ciência – INPA (Manaus – AM) | Pequeno Grande Mundo
Museu do Ceará, MAUC e Museu do Humor (Ceará) |  Rascunhos de Fotografia
Instituto Ricardo Brennand (Recife – PE) | Cantinho de Ná
Os Museus de Arte de Brasília (Distrito Federal) | Colecionando Ímãs

BUENOS AIRES:

Museo del Holocausto  |  Quebrei a Bússola
MALBA |Vida de Turista

BOGOTÁ:

Museu do Ouro (Bogotá) | Uzi Por Aí

PERU:

Tumbas Reales de Sipan (Chiclayo – Lambayeque) | O Melhor Mês do Ano

CHILE:

Museu Chileno de Arte Pre Colombino (Santiago ) | Trilhas e Cantos

ESTADOS UNIDOS

Malas e Panelas – Vizcaya Museum and Gardens (Miami)
Viagens que Sonhamos – Field Museum (Chicago)
Mosaicos do Sul – Museu Dalí (Saint Petersburg)
E aí, Férias  – American Museum of Natural History (Nova Iorque)

LONDRES
No Mundo da Paula – Museu Tate Modern
Aprendiz de Viajante – 5 museus não tão conhecidos para visitar em Londres
Londres com crianças – Museum of London
Segredos de Londres – National Gallery

ALEMANHA: BERLIM & COLÔNIA
Tá indo pra onde? – Deutsches Historiches Museum (Berlim )
Agenda Berlim – 03 museus para visitar na primeira vez em Berlim (Berlim)
Brasileiros Mundo Afora – Deutsches Technik Museum (Berlim)
Ziga da Zuca – Museu Judaico (Berlim)

Descobrindo a Alemanha – EL-DE-Haus – Centro de documentacao do Nazismo (Colônia)

PARIS
Direto de Paris – Hôtel de Soubise – o palacete que virou arquivo e museu – (Paris )

ESPANHA: 
Estrangeira – Museu Picasso (Barcelona )
Territórios – Museu Dalí (Barcelona – Espanha)
Esto es Madrid, Madrid – Reina Sofía (Madri )
Meu Mundo Por Aí – Museo Del Prado (Madri )
Comendo Chucrute e Salsicha – Museu de Belas Artes de Sevilha (Sevilha)

ITÁLIA

ITALIAna – Galleria degli Uffizi Florença (Florença)
Passeios na Toscana – Museu Cappella Brancacci (Florença )
O Guia de Milão – Casa Museu Boschi di Stefano (Milão)
Turismo em Roma – Museu da Emigração Italiana (Roma)

HOLANDA:

Mil e Uma Viagens – Mauritshuis (Haia – Holanda)
Solange Spiess – No Mundo com a Gente – Museu Casa de Rembrandt (Amsterdam)

GRÉCIA:

Uma Brasileira na Grécia – Museu Acrópoles (Atenas )
A Fragata Surprise – Museu da Acrópole (Atenas)
OUTROS DESTINOS:

Viajoteca – #Museumweek – 4 Museus pelo Mundo – Te Papa (Wellington – Nova Zelândia), Vizcaya Museum & Gardens (Miami – EUA), Pergamonmuseum (Alemanha – Berlin), Belgian Comic Strip Center (Bruxelas – Bélgica)
Viagem com a Thathá – Auckland Museum – (Auckland – Nova Zelândia)
Viagens Invisíveis – 5 Museus Palácios no Marrocos (Marrakech e Fez – Marrocos)
Da Porta Pra Fora – Museu DOX (Praga – República Checa)
Embarque Portão 5 – Museo de Las Casas Reales (Santo Domingo – República Dominicana)

Sobre o Autor

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

Deixe seu Comentario

34 Comentarios

    • mari vidigal 1 April, 2015 at 17:50 Reply

      Oi Nívia,
      Obrigada pela visita e que bom que você gostou do post
      Vi que tinha em línguas orientais (Japa e Chinês), mas não reparei se havia em espanhol. Francês deve ter (tem tanto guia falando em francês por lá, que eu ficaria super surpresa se não tivesse).

  1. Martinha 30 March, 2015 at 09:39 Reply

    Lindo post Mari. Desde os posts do Camboja que o Oscar escreveu eu ando pensando em me aventurar por lá. O seu post só veio reforçar a minha vontade. 😉

    • mari vidigal 1 April, 2015 at 17:47 Reply

      Obrigada Martinha.
      Amei o Camboja e super recomendo a viagem.
      Graças a uma dica do Oscar, visitei o Bang Malea e AMEEEI!
      Beijos

    • mari vidigal 1 April, 2015 at 17:48 Reply

      Oi Claudia,
      Super obrigada pela visita!
      Assim que voltar de viagem darei uma passadinha no seu blog.
      Abraços (do Vietnã)
      Mari

  2. Titi Brandileone 27 March, 2015 at 21:51 Reply

    Muito boa reportagem. Fiquei curiosa com os 1000 Budas. Também impressionada com as 54 torres com 4 faces. Bárbaro !

Postar um Novo Comentario

Veja também