10 coisas que eu aprendi viajando

Neste post reuni dez dicas que fui aprendendo ao longo desses anos de viajante e que podem te livrar de muitas roubadas!!! Quer ver?

1) Menos é mais

Prefiro passar mais tempo em uma cidade do que visitar 8 cidades e não ver nada em nenhuma delas.

Porque?

  • Deslocamento demora: seja de carro, trem ou avião esse pinga-pinga de cidade em cidade demora e faz com que você perca mais tempo se deslocando do que conhecendo a cidade a fundo.
  • Conhecer o desconhecido: Sempre que posso, gosto de desbravar a cidade e ir além dos principais pontos turísticos. Sem tempo, fugir do tradicional é praticamente impossível.

2) Mala pequena = viagem feliz

Tem coisa pior do que carregar peso atoa, ou voltar pra casa com a mala cheia de roupa limpa? Com o tempo percebi que a mala grande me incomoda muito e que meu negócio é viajar leve.

Estilo de viagens
Minha mala para três meses de ásia. Juro que dá!

Porque?

  • Facilidade de carregar: detesto carregar peso desnecessário.
  • Flexibilidade de mudar de planos a qualquer minuto sem ter que me preocupar com malas

Mas claro que para conseguir viajar de mala pequena você terá que maneirar na quantidade de sapatos, e escolher entre aqueles 4 jeans que você ama, quais os dois que você vai levar (um na mala e outro no corpo).

3) Conferir reservar & documentos

Esquecer reservar os documentos podem detonar seus planos de viagem no último minuto. Não tem coisa pior do que não embarcar pra tão esperada viagem por causa de uma besteira.

Porque?

  • Validade: Muitos países não te deixam embarcar com um passaporte com validade menor que 6 meses.
  • Vacinas necessárias: Como alguns países exigem vacinas e vistos, vale sempre a pena conferir os vistos e vacinas necessárias bem antes da data da viagem ou você nem embarca.
  • Tempo de acionar o plano B: Antes de sair de casa, confira os documentos e as reservas dos hotéis, caso você tenha reservado algo pra data errada é ótimo perceber antes e ter algum tempo pra acionar o plano B

4) Ter o básico na mala de mão

A viagem era grande e você teve que despachar, então prepare-se para um eventual atraso na chegada da sua mala, e incluia na sua mão um kit de primeiros socorros. Se estiver indo pra praia, leve o bikini, se estive indo pra neve, leve as luvas e assim por diante. Poder sobreviver com a mala de mão pelo menos uns dois dias ajuda pra caramba!

Porque?

Se tudo der errado, você não vai perder tempo da sua férias lamentado a falta do bikini ou correndo para comprar outro.

5) Baixar os mapas antes de sair de casa

Essa dica básica já me salvou de várias roubas, especialmente quando pousei em lugares que eu não falava a lingua e de madrugada.

Porque?

  • Mostrar pro taxista que você “conhece” a cidade, afinal não tem golpe mais certeiro do que levar turista de primeira viagem pra dar volta. Eu geralmente falo, quero ir para o lugar tal e por favor faça tal caminho. Pronto, mostrei conhecimento!
  • Chegar no hotel / hostel sem ter que perguntar na rua
  • Conhecer as opções de transporte para evitar o taxi e economizar uma grana

Ideias na mala

Pra quem viaja de carro para lugares remotos como o Death Valley (foto), baixar os mapas com antecedência pode te ajudar a encontrar suas paradas sem perrengues.

 

6) O melhor hostel é sempre melhor que o pior hotel

Essa regra é batata, mas na dúvida entre um e outro leia as reviews!

Porque?

  • Já tive experiências péssimas em hotéis baratos e experiências incríveis em bons hostels, e na maior parte das vezes, vale a pena dividir o quarto e o banheiro do que ter um quarto nojento só pra você.
  • Tá viajando sozinho? Nem pense, hostel na certa. Bem mais economico e você ainda conhece gente.
  • Quer algo mais exclusivo em uma cidade famosa por ter hotéis ruins? AIrbnb.

7) Hostel: Quartos maiores costumam ter viajantes mais educados.

Sei que essa parece ser difícil de acreditar, mas geralmente os quartos maiores nos hostels tem viajantes mais experientes e mais acostumados a dividir.

Porque?

  • Viajantes mais experientes (e que topam dividir quartos com uma galera), raramente vão te acender a luz no meio da noite ou entrar no quarto batendo aquele papo.
  • Sua chance de pegar um grupo grande de amigos no mesmo quarto é menor (uma turma de 5 raramente se hospeda em um quarto de 12, eles preferem um quarto de 6 e você não quer ser o ultimo elemento da história e ter que aguentar a rotina deles).

Vale lembrar que ler as reviews e escolher bem o hostel te ajuda e muito a evitar roubadas. Na dúvida, leve seu kit sobrevivência: sua própria roupa de cama, toalha,cadeado,tampão de olho e de ouvido e chinelos.

8) Viajar em alta temporada só com reservas antecipadas

Detesto queimar minhas férias em filas gigantescas e por isso uso e abuso dos ingressos antecipados e reservas nos restaurantes. Outra dica que me ajuda bastante é começar o meu dia mais cedo, saio do hotel bem cedinho e aproveito para curtir os lugares mais pop da cidade antes da galera acordar. Acabo o dia cansada, porém feliz da vida!

Porque?

  • Aproveitar bem seu tempo
  • Não desperdiçar horas na fila
  • Fazer o que você gosta ao invés de esperar

 

Chicago durante o feriado de 4 de Julho fica insuportável, mas formos espertos, acordamos cedo e ficamos com o feijão quase que só para nós.

9) Ter sempre baterias reserva e cartão de memória novo e gigante

Depois de deixar de fotografar alguns lugares impressionantes por falta de bateria e perder todas as minhas fotos da Suíça por que o cartão de memória deu pau ao transferir as fotos para o computador, aprendi a minha lição. Tenho 3 baterias para a minha camera e costumo andar com pelo menos uma cheia na bolsa e um cartão de memória tão grande que posso fotografar quanto eu quiser e sem dó (e um cartão de memórias reserva just in case ;))

Porque?

  • Amor tirar fotos
  • Perder fotos dói muito

10) Não dar bobeira

Fique de olho na sua bolsa e em seus bolsos, deixe o passaporte trancado no hotel (e ande com cópia + carteira de motorista) ou na bolsinha secreta e evite andar com muito dinheiro.

Porque?

  • Perder o passaporte no meio da viagem da um trabalhão e um montão de dor de cabeça.
  • Ser furtado também é chato e com atenção você consegue evitar as armadilhas dos mãos leves.

E você, o que achou das dicas?
Alguma outra dica para esta listinha?

Planeje sua viagem

Deixe o seu comentário