Roteiro de um dia em Luxemburgo

Luxemburgo

Este é um roteiro ideal para quem tem um dia para passear pela a Cidade de Luxemburgo, quer ver de tudo um pouco, conhecer o melhor da cidade e tirar lindas fotos. Começaremos pelo centro da cidade, faremos um passeio pelas Casamatas e descobriremos juntos alguns dos cantinhos mais incríveis de Luxemburgo. Pronto para começar?

IMG_5615

Este é um roteiro que não economiza passos, mas quem quiser dar uma encurtada, pode pular alguns pedaços.

Roteiro de um dia em Luxemburgo

IMG_5662

 Escultura de Willian II

 

Ponto de início do roteiro: Willian Square

Comece o passeio pela praça central da cidade, a William Square, onde estão:

  • Escritório de turismo de Luxembrugo: ali você pode descolar um mapinha grátis que tem um roteiro bem parecido com esse e deixar sua mala guardada grátis enquanto passeia sem peso :o))
  • Escultura de William II: rei da Holanda e o grão duque de Luxemburgo. Foi ele que pela primeira vez criou uma constituição para o Ducado.
  • A prefeitura da cidade | Hotel de Ville
  • Fonte de água potável onde você pode encher sua garrafinha com água fresca.

Faça um passeio pela praça, repare nos prédios charmosos e nas bandeiras do Ducado espalhadas pela praça. Terminado o passeio, siga para o Palácio dos Duques (Grand Ducal Palace).

IMG_5535Palácio do Duques visto da Willian Square

O Palácio dos Duques de Luxemburgo

Na frente da estátua do cavalo, só que do outro lado da rua está o Palácio dos Duques (bem menor que outros palácios europeus, mais muito bonito.) O palácio fica aberto para visitação apenas um mês por ano (entre julho e agosto) mas para quem não tiver a sorte de visitar nesse mês, o lado de fora já vale a pena.

A troca da guarda de Luxemburgo

Troca de guardas em Luxemburgo

Repare na varanda do segundo andar, uma graça, e nos bonitos relevos externos. De tempos em tempos rola uma mini troca da guarda (bem sem graça para quem já viu a troca inglesa ou espanhola, mas ainda sim é uma troca de guarda).

Ao lado do palácio, está a câmara dos deputados (o prédio também é bonito, com o brasão de Luxemburgo no centro e uma escultura feminina no topo.

Chocolate House: parada obrigatória para um chocolate

Exatamente na frente do palácio há uma chocolateria incrível chamada Chocolate House. Eles tem uns chocolates quentes de colher (basta escolher o seu sabor e jogar em um copo de leite quente) incríveis. Eu tomei o de Praliné Nougat e para acompanhar um bronwie com crocantes e cramberrys que estava divino. O pedaço do Brownie era tão gigante que acabei não conseguindo almoçar (quem estiver em mais de uma pessoa, peça algo para dividir) e tudo custou 8,80 euros (não é barato, mas vale a pena). Também experimentei as trufas que eram muito gostosas.

A Praça das Armas de Luxemburgo

Saindo dali suba e vire a esquerda na rue de Curé. Caminhe reto até chegar na praça das armas onde está o bonito Cercle Municipal (se entendi bem, é um prédio administrativo com algumas salas de teatro.) e do outro lado da praça, há uma escultura dedicada aos poetas Dicks e Lentz. Essa é uma praça bem gastronômica, repleta de restaurantes e lugares para comer.

A Praça da constituição

Deusa Nike em Luxemburgo

Depois de visitar a praça, volte um pouquinho e desça a rue Chimay. A rua termina na praça da constituição (também conhecida como praça da moça dourada) graças a linda escultura da deusa grega Nike que fica no topo de um obelisco, em homenagem aos mortos na primeira guerra mundial.

Uma vista maravilhosa e duas opções de passeio.

Essa praça tem uma vista MARAVILHOSA para o vale com as duas pontes (de costas para o obelisco a direita a Pont Adolphe, conhecida como ponte velha e do outro lado a direita Viaduc, conhecida como ponte nova, foi contruída para ligar a cidade a estação de trem) o lindo prédio do outro lado do parque é um banco (Banque d’Épargne de l’état).

Cidade de Luxemburgo

Nessa praça você tem a opção de fazer dois dois outros passeios que vão deixar o roteiro mais comprido, mas para quem tempo tempo e pernas, acho que vale a pena:

 As Casamatas Pétrusse (Pétrusse Casemates)

Canais subterrâneos de defesa. (Pelo que vi nas fotos parece bem bonito, infelizmente não consegui visitar porque os canais estavam inundados). Ah, vale lembrar que estes não são os únicos da cidade, há também as Casematas Bock, um dos lugares que mais amei na cidade e quem tem uma vista absolutamente fantástica.

 O Parque Pétrusse:

Parque Petrusse visto de cima

Um parque é bem bonito, repleto de mirantes para a muralhas e casamatas e pequenas pontes. Gostei do passeio, mas só recomendo para quem está disposto a subir todas as escadas que desceu. [Gosta de andar? Não pense duas vezes]

A Catedral de Luxemburgo 

Catedral de Luxemburgo

De volta ao roteiro, siga reto pela Bd. D. Roosevelt (atravesse a rua assim que der pois entraremos na Catedral). A Catedral de Notredame é linda e tem dois pedaços um pouco diferentes: a parte antiga decorada com lindas colunas com relevo, e ao lado do bonito órgão há detalhes bem interessantes. Já a parte onde está o altar é mais recente (estilo gótico). A escultura do centro do altar, uma pequena virgem Maria, tem dezenas de vestidos diferentes que são trocados de tempos em tempos.

Praça Clairefontaine

Saindo da Catedral vire a esquerda na rue da Congrégation, e siga até chegar na Praça Clairefontaine (que na minha opinião é uma das mais lindas da cidade). A praça tem uma bonita escultura da Duquesa Charlote no centro, e atrás dela estão os ministérios da cidade (não se assuste se encontrar o primeiro ministro caminhando por ali. Nesse dia, cruzei com ele duas vezes).

Corniche: a Varanda mais linda do mundo

Luxemburgo - vista da Corniche

Aqui faremos uma caminhada um pouquinho mais longa, desceremos pelo chemin de la Corniche. Esse é um dos pedaços mais lindos do roteiro, com vários pontos legais para fotos. A nossa próxima parada é a Corniche, conhecida como a varanda mais linda do mundo. Você saberá que chegou lá

De lá você consegue ver toda a cidade baixa* cortada pelo rio e com bonitas pontes. Repare na pequena horta ao lado do rio. Essa horta tem algumas vinhas que produzem 200 garrafas de vinho por ano e que são exclusivamente usadas pelo primeiro ministro em suas recepções. Repare nas fortificações com pequenas janelas, essas são as Bock Casemates e serão nossa próxima parada. (Lindas, não?!)

Luxemburgo vista do alto

As Casamatas Bock

Casamatas Bock

Quem quiser fazer esta parada tem que se preparar para uma caminhada de um ou dois quilómetros dentro das passagens subterrâneas (com direito há algumas escadas), mas juro que vale MUUUITO a pena! Na entrada, pegue o mini guia em inglês e siga as instruções letra por letra para não se perder muito. As Casemates foram o auge do meu dia em Luxemburgo e sinceramente espero que você goste tanto quanto eu gostei!

Casamatas Bock

Na saída, não deixe de passar pela esplanada das Casemates (dos dois lados da rua) e tirar fotos MARAVILHOSAS do vale. Esse foi um dos momentos que abri a minha boca bem grande e pensei… UAU! Que cidade fotogênica!

Igreja de St. Michael

Para fechar o passeio retorne passando em frente a igreja de St. Michael (quem quiser entrar, a igreja até que é bonitinha, mas nada perto da catedral) e ao lado da igreja, um dos cantinhos mais especiais da cidade, vielinhas onde funcionavam o antigo mercado de peixes com detalhes com direito a um belo arco romano.

Cidade de Luxemburgo

Aqui termina o passeio, bem pertinho de onde começamos já que em poucos metros você estará de volta a praça Willian (Willian Square)

E para quem quer esticar o passeio…

A cidade baixa – lembra daquela vista linda do alto das Casemates?

Cidade baixa - Luxemburgo

Para chegar lá, vá até o Cité Judiciaire, ali além de tirar fotos com os vasos bonitos e estilosos, você pode pegar um elevador para o St. Espirito (ou para quem como eu prefere caminhar – a caminhada é íngreme, mas as vistas belíssimas). Dali desça barranco abaixo seguindo o rio. Eu caminhei até a ponte medieval, babei um pouco na horta e na paisagem e tornei a subir para a cidade alta.

Cidade Baixa Luxemburgo

 

Guarde este post no Pinterest!

Luxemburgo

 

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

Veja também