Lua de mel no sul da Bahia

2

O sul da Bahia é um destino super especial para quem quer passar a Lua de mel no Brasil. Praias bonitas, comida maravilhosa, noite agitada e aquele clima de romance sem fim. Nesse post Eveline e o Jesse, do blog Alô alô Marciano contam para nós todos os detalhes da lua de mel deles, uma jornada super divertida, romântica e econômica. Quem se anima?

Lua de mel no sul da Bahia: Itacaré, Arraial d’ajuda, Trancoso e Caraíva

Roteiro Resumido:

Um pouquinho sobre a viagem:

Com um estrangeiro nas costas, resolvi viver com ele algo muito brasileiro, muito das minhas raízes, além do Rio & samba. O Sul da Bahia foi meu primeiro destino como mochileira. E apesar de já ter dado uma volta ao mundo, o trecho da costa do descobrimento até a costa do dendê ainda está o topo da minha lista.

Caraíva - Bahia

Como precisávamos economizar bastante, usei minhas milhas para pagar o vôo ida e volta Guarulhos – Ilhéus, e aluguei um carro por 6 dias com um parceiro do meu programa de milhagens. E assim dirigimos de Itacaré para Arraial d’ajuda.

Roteiro Detalhado:

Itacaré:

Como meu marido é louco por surf, Começamos por Itacaré. Ficamos na Casa TIKI i, uma guest house de um Belga boa pinta e fluente em português, mais fluente que eu e possivelmente mais fluente que você. A casa é linda, bem localizada e os donos são bem simpáticos!

Casa Tiki, Itacaré

Jesse na Casa Tiki em Itacaré

Itacaré pode ser divida entre as praias urbanas e as praias mais afastadas. Eis os passeios que você não pode perder:

  • Visitar a Prainha;
  • Visitar Jeribucaçu (a minha favorita);
  • Fazer o passeio 4 praias + cachoeira de tijuipe;
  • Passar tardes entre o Resende e a Tiririca;
  • Ver o sol-se-pôr na ponta do lXaréu (tomando uma cerveja baratinha comprada no caminho);
  • Mergulhar em Barra grande.
    • Procure agências de mergulho na Rua da pituba que tem muitas delas!

Nossos restaurantes favoritos

  • PF da Dada;
  • Tapioca de camarão, maçã verde e gorgonzola da tapiocaria da praça do cachorro;
  • Acarajé da praça do cachorro;
  • Tapioca descolada do tio Gu (com atententes mais descolados ainda);
  • Manga rosa;
Crepe personalizado que o Tio Gu fez para o casal

Crepe personalizado que o Tio Gu fez para o casal

E não perca uns bons drinks feitos das frutas frescas e um bom forró nos vizinhos Jungle e Favela 🙂

Drinks caprichados no Favela em Itacaré

Drinks caprichados no Favela em Itacaré

Arraial d’ajuda

Chegando em Arraial batemos de porta em porta (coisas que a baixa temporada permite) até encontrarmos a pousada ideal. A campeã foi a Pousada Aloha. Simples, confortável, bem localizada e gracinha com bom preço para um casal.

Igrejinha em Arraial D'ajuda

Igrejinha em Arraial D’ajuda

A noite em Arraial

O forte de Arraial não são bem as praias, se comparadas com as vizinhas Caraíva e Trancoso, porém a noite é bem mais divertida. Pra mim principalmente por conta do Beco das cores e uma cachaçaria com uma infinidade de cachaças e licores com shots a 3 reais, perto do palquinho com apresentações dos músicos da região (que na real são de todas as parte do mundo). É meio que um mistério porque os músicos gostam tanto desse lugar. Depois do “esquenta”, sempre tem um ou dois lugares maiores com bandas ao vivo para esticar a noite.

Para comer

Fora as comidinhas da pracinha de Arraial, eu amo de coração o restaurante Morena Rosa. Tem uma árvore no meio dele, e as meninas vestindo roupas típicas da Bahia são uma graça!

Trancoso

Dia raiando e já pegamos o caminho para Trancoso, onde mais uma vez batemos de porta em porta até achar a pousada campeã, a Pousada Campestre, que nos deu um quarto lindo, varandinha com rede, o melhor quarto e o melhor café da manhã da viagem. Um dos melhores preços e excelente localização (o que em Trancoso significa estar perto do quadrado). Aquele tipo de achado que só mesmo estando no lugar para conseguir.

praia dos nativos - Trancoso

Praia dos nativos – Trancoso

O quadrado

O quadrado é um lugar desses raros no mundo. Não é atoa que a Beyoncé escolheu o Quadrado pra fazer seu clipe no Brasil. É um gramado cercado de casinhas coloridas sobreadas por árvores gigantes, que termina numa igrejinha de 1600 e alguma coisa e cai numa falésia coberta de coqueiros, desaguando num manguezal, que a gente atravessa através de palafitas e damos numa praia de mar calmo, e claro, lindo!

Restaurantes do Quadrado - Trancoso

Restaurantes do Quadrado – Trancoso

Para comer em Trancoso

Trancoso tem uma atmosfera glamurosa, digamos, gourmet. Até a moça da tapioca da praça usa ingredientes cheios de requinte (e tem uma barraquinha decorada com chita e florzinhas naturais que eu morri de amores).

Mas o nosso preferido ainda estava por vir e atende por CARAIVA

Caraíva

Saindo de Trancoso, 1 hora de estrada de chão nos levaram até a margem oposta do rio Caraíva, o qual você atravessará nas canoas da comunidade local.

Casinhas simples e super coloridas, ruas de areia, de um lado rio e do outro mar. A lua de caraíva é mais cheia, as ruas não tem luz, só as que vem das casas. O lado rio tem bares que colocam bancos pendurados na beira da margem, onde dá pra sentar e balançar as pernas. Dá pra ver na cara dos turistas nas ruas a cara de “que sorte a minha” de estar vagando por lá. As praias não tem cadeiras e mesas de plástico. Tem tendas de tecido amarradas em estacas de madeiras, esteiras de palha estendidas no chão, crianças indígenas correndo entre a gente com seus totós.

Praia de Caraiva - Bahia

Praia de Caraiva – Bahia

Mais uma vez, de porta em porta, a campeã foi a pousada Aiuruoca, com jeito bem relax de casa de amigo. Conseguimos um preço muito bom por aceitarmos ficar num quarto “em obra”, que no final só não tinha o acabamento do banheiro completo, mas era grande, tinha ar condicionado,  varanda grande com rede e um cajueiro despencando na frente. Não precisava de mais nada :).

Eveline em Caraíva

Comida & Arte em Caraíva

Caraíva tem a Duca, o restaurante que me fez vegetariana na época que eu odiava vegetarianismo. Preciso dizer que ela faz uma nega-maluca que é preciso reservar pra conseguir, até mesmo na baixa temporada porque com os infinitos casamentos que acontecem todo final de semana em Trancoso, Caraiva acaba sempre tendo um burburinho dos convidados que esticam a estadia no paraíso.

​Restaurante da Duca - Caraiva

​Restaurante da Duca – Caraiva

A Duca também é a artista que faz os quadros pendurados em todos os lugares de caraíva. Chegou lá nos anos 70 e lá está, de um modo que é difícil saber quem é Duca, quem é Caraíva. Já sabe: se entrar em um lugar que não tiver um quadro da Duca, sai correndo!

Uma rotina em caraíva é fácil: De manhã praia, almoço na Duca, de tarde uma cerveja com pastel de arraia na beira do rio no bar do Pará, de noite um chorinho na pizzaria caraivana, ou uma cachaça frozen no bar da cachaça, ou um som ao vivo no bar da lagoa. Todos pra ir de chinelo. Todos à meia luz. Todos com uma música mágica que nem Caraíva.

Caraíva - Bahia

Corumbau: um pedacinho do Caribe na Bahia

Mas Caraíva ainda é vizinha de Corumbau: uma ponta do continente que na maré baixa forma uma ponte de areia mar cor caribenha a dentro . Ainda que mais rústica que Caraíva, achamos os preços do bar bem salgados, mas foi atravessar a rua que achamos mercearias com algumas besteirinhas a preço justo, com o plus de meia hora de papo com o dono do local. Uma tarde me sentindo na varanda do meu tio avô que mora em um paraíso escondido. Dá pra ir pra lá de bugy desde Caraíva, e passar o dia todo lagarteando pela ponte de areia enquanto a mar deixar.

Praia do Espelho, a bonitona do pedaço

Ainda tem a Praia do Espelho que fica ali perto. Se você não tiver disposição de andar por 2 horas pela praia para chegar lá, pode ir de carro. Só que o estacionamento custa 25 reais, e não tem escolha. A praia vale a pena no final. Motivo? Tá sempre disputando com Fernando de Noronha o título de praia mais bonita do Brasil.

Jesse na Praia do Espelho

Sente só a cor da praia

Um destino para todas as idades

Caraíva é linda para todas as idades. Ser criança lá é lindo, ser solteiro, namorado, apaixonado, casado, bodas de ouro. Não vejo a hora de arrumar outra desculpa pra voltar!

Perguntas & Respostas com Eveline & Jesse

Vocês montaram o roteiro sozinhos ou com agência?

O roteiro eu montei sozinha baseada nas minhas idas e vindas na região ao longo de 3 anos. É a minha área favorita do Brasil e era pintar uma promoção de passagem aérea que já tava eu chuchando as roupas no mochilão e correndo para o aeroporto.

Praia da Tiririca - Itacaré

Praia da Tiririca – Itacaré

Porque vocês escolheram o sul da Bahia

Quis fazer uma despedida do meu Brasil antes de nos mudarmos para a Autrália, e ao mesmo tempo queria mostrar para o meu amado gringo o melhor do meu amado Brasil.

Qual foi o lugar que vocês mais gostaram?

Caraíva foi a nossa pérola, pois foi o lugar que cumpriu mais com o propósito “lua de mel no paraíso”. Era baixíssima temporada, semana de lua cheia e ruas com alguns turistas, somente o suficiente para nos entreter. Caraíva é simples, poucas ruas, meia luz, agua doce e salgada, música brasileira e tudo colorido!

Qual foi a experiência mais incrível?

Eita pergunta difícil e injusta! Que os outros lugares tapem os ouvidos, mas as noites de lua cheia de Caraíva são mais que sensacionais. De diferente eu diria que foi pegar carona de Itacaré até a praia da engenhoca para não ter que esperar 2 horas pelo próximo ônibus que nos levaria por 15 km apenas.

Praia do Espelho - Bahia

Praia do Espelho – Bahia

Alguma furada, ou algo que vocês detestaram?

Nossa grande furada foi seguir o GPS no caminho de Itacaré para Arraial d’ajuda. Acabamos numa estradinha de chão que no final virou uma aventura Jipeira no meio de plantações de cacau, barrancos e ribanceiras, sendo guiado por um gringo acostumado a dirigir na mão oposta no seu país de origem. Tudo isso dentro de de um Golzinho 1.0, alugado.

Pôr do sol na ponta do Xaréu em Itacaré

Pôr do sol na ponta do Xaréu em Itacaré

Vocês mudariam algo diferente no roteiro?

Fora mudar as configurações do GPS de “caminho mais rápido” para “melhores estradas”, eu queria muito ter mais tempo ainda que os 12 dias. Fora isso, pude fazer um roteiro perfeito por ja conhecer bastante a área anteriormente.

Você recomendaria esse roteiro para outros casais de lua de mel?

Eu recomendaria de olhos fechados, para os meus melhores amigos, para os meus filhos. Todas as vezes que um estrangeiro me diz que está vindo para o Brasil, na mesma hora eu digo “vá ao sul da Bahia”. É constantemente um cenário de filme, você se sente dentro de um livro de Jorge Amado. Tudo por lá me lembra não exatamente romantismo, mas paixões intensas, desejo, encantamento, tudo o que uma lua de mel deveria ter de sobra :).

​Quadrado - trancoso

​Casinha rosa no Quadrado – Trancoso

Que dicas você deixaria para outros casais que pensam em fazer uma viagem parecida com a sua?

Esses são lugares mágicos, mas para uma lua de mel dê preferência para a baixa temporada, a mais baixa que tiver. Por serem lugares com tantas qualidades, não é de se espantar que a alta temporada traga muita gente, e tire um pouco da magia que falei acima. Grupos grandes de pessoas barulhentas, pessoas passando da conta no álcool, gente demais nas praias, gente demais nos restaurantes, gente demais na rua. Fora os preços que facilmente dobram com o tamanho da procura. Quando tudo está vazio, você tem tempo para bater papo com o dono da pousada. Tem muito freqüentemente uma praia de filme só para vocês dois. Com os preços mais baixos dá pra ficar mais um tempinho por lá. Não tem fila, não tem aperto, só tem vocês dois, que estão ali para celebrar o começo de uma vida inteira juntos 🙂

Cachoeira do Tijuípe, Itacaré

Cachoeira do Tijuípe, Itacaré

Sobre o Casal
A Eveline é fluminense de Volta Redonda, Oficial da Marinha Mercante Brasileira que de uns tempos para cá largou tudo e começou a viajar pelo mundo. Ela conheceu o Jesse, Australiano que nunca teve um trabalho fixo, e para matar de inveja, viaja quase sem parar há quase 10 anos. Resolveram que queremos a vida assim: indo onde quer que seja, vendo tudo e todos até que a cabeça mude de idéia. Casa é onde quer que esteja a mochila deles.

O casal escreve o blog Alô alô marciano, que segundo Eveline é o caminho pra quem quer achar água em marte 😉 – Dá uma passadinha lá!

Roteiro

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

2 comments

    • mari vidigal 7 outubro, 2016 at 18:21 Responder

      Oi Pamela,
      No site Viaje na Viagem eles tem uma mapa bem legal de onde é baixa temporada e o que vale a pena visitar em cada época do ano. Eu me guiaria por isso.

Post a new comment

Veja também

Dublin: do aeroporto ao centro

Dublin, Irlanda Voar para a Irlanda via Londres é fácil, rápido e barato (nosso voo Ryan Air custou 35 euros ida e volta) e como ...