Dublin: O incrível Museu da Guinness

Uma das experiências mais autênticas e interessantes de Dublin na Irlanda, é visitar o museu Guinness, a Guinness Storehouse, um verdadeiro tributo a cerveja, e aos 250 anos de história da Guiness. A visita é divertida e interativa e termina com uma degustação de cerveja num dos salões mais caprichados da cidade, com direito a vistas 360 graus de Dublin

Uma história de mais de 250 anos

Há mais de 250 anos atrás Arthur Guinness assinou o primeiro contrato de aluguel do prédio da cervejaria Irlandesa, que começou pequenina, e aos poucos foi crescendo e encantando o mundo com sua cerveja forte e distinta.

Guinness - Dublin

O contrato desse aluguel é o ponto de início da visita pela antiga planta de fermentação da Guinness, a fábrica que operou neste prédio entre 1904 e 1988, hoje transformada em um dos museus cervejeiros mais bonitos e bem organizados que já visitei. São 7 andares repletos de experiências interativas, e pra lá de bem montadas. A visita termina em um salão de degustações fabuloso com vistas 360º graus de Dublin e um Pint de Guinness direto da fonte.

Visitando a Guinness Store House

Inspirado em um pint de chopp gigante, o prédio do Museu da Guiness, em Dublin, equivale a 14.3 milhões de Pints de chop, uma experiência sensorial que começa com uma homenagem aos 4 principais ingredientes da cerveja.

Cevada, água, lúpulo e Fermento: as estrelas do show

A primeira parte da visita explica parte da mágica por trás da produção da cerveja, e como a cevada local, combinada com milhões de litros de água pura das montanhas ao redor de Dublin, adicionados ao lúpulo e fermento, produzem a cerveja. Um pedaço bem educativo, e que eu gostei bastante de ver.

Guinness - Dublin
Cevada, o principal ingrediente da cerveja
Guinness - Dublin
Água pura vinda das montanhas de Dublin

Um passeio pelo maquinário antigo

Dali passeamos pelas antigas máquinas de produção de cerveja. Maquinários enormes e bem diferentes dos que estamos acostumados a ver nas plantas de cerveja atuais.

Guinness - Dublin
“Todo o equipamento ao seu redor, assim como o prédio em que você está pisando, vem de um outro tempo, tempo onde cada máquina era uma obra de arte”.

Adorei ver, e entrar no enorme barril de madeira, mas o grande espetáculo dessa parte do museu é esse antigo barril de cobre, com capacidade de 600 barrils de cerveja, o equivalente a 172,800 pints. Bonito não?

Guinness - Dublin
Antigo Barril de Cobre usado para produzir cerveja

Outro detalhe bacana é que além das frases e explicações impressas nas máquinas e ao redor do museu, vários recursos audiovisuais são usados para deixar as explicações mais viva e envolventes.

E claro, o prédio é todo espetacular

Já contei um pouco sobre o formato do prédio “de copo de chopp”, mas acho que vale a pena mostrar algumas fotos internas para ilustrar como a adaptação de “planta de produção cervejeira” para “um dos museus de marca” mais cools que já visitei.

A escada rolante principal é um show a parte, e olhar para cima e ver a estrutura de ferro com vidro se colorindo com as cores do dia, é sempre um espetáculo.

Guinness - Dublin
Escada rolante rumo a Guiness Storehouse
Guinness - Dublin
Detalhe da arquitetura do prédio

As famosas propagandas da Guinness

Outra parte bem interessante (especialmente para quem estuda ou se interessa por Marketing, Design ou construção de marcas) é acompanhar a trajetória de evolução da marca por meio de progandandas.

A primeira propaganda da Guinness foi publicada em 1929, uma espécie de artigo impresso em um jornal, contando como a Guinness “faz bem para você”, slogan que logo ficou famoso.

A série de cartazes usando animais como estrelas da cerveja, foram alguns dos meus preferidos do museu!

Guinness - Dublin

Guinness - Dublin

Guinness - Dublin
E olha só quem surgiu!!! Alguém aí reconhece o bichinho?

Guinness - Dublin

No museu você poderá acompanhar a evolução das propagandas de impressas, até a chegada da Televisão. Aparelhos que remetem as TVs usadas na época transmitem os comerciais. Bem legal.

TV antiga passando comercial da Guinness
TV antiga passando comercial da Guinness

E por fim, algo que aprendi no museu. Você sabia que o livro dos Records, o Guinness, foi criado pela cervejaria, como forma de apaziguar as disputas que surgiam nos pubs da Irlanda a do Reino Unido? Eu não fazia ideia!

The Brewers Dining Hall: Comida & Cerveja

Uma experiência que parece ser o máximo, mas que eu não testei, são os restaurantes do 5º andar cujo cardápio foi especialmente preparado para ser harmonizado com a cerveja Guinness. Tem desde Pub tradicional a restaurante arrumadinho. Achei bem legal!

Tire seu próprio chopp

Guinness - Dublin

Ainda no 5° andar, você pode aprender como e tirar seu próprio Pint perfeito de Guiness. Eu preferi subir até o 7° e ter um barista tirando o chopp para mim :).

Gravity Bar: Vistas 360º graus de Dublin

E por fim, a parte mais sensacional da visita, tomar um chopp Guiness perfeito (e olha que eu nem sou de tomar Guiness, mas lá na fábrica o chopp é tão fresco que desce redondinho) geladinho e com a quantidade de colarinho perfeita.

A barista tirando meu chopp, olha só o capricho.
A barista tirando meu chopp, olha só o capricho.

Meu Chopp veio caprichado e com direito a trevo de 4 folhas desenhado na espuma! Achei o máximo.

Meu pint de Guinness, com direito a trevo de 4 folhas desenhado na espuma
Meu pint de Guinness, com direito a trevo de 4 folhas desenhado na espuma
Guinness - Dublin
Balcão de degustação de cervejas. Repare que as paredes são todas de vidro

Vistas incríveis de Dublin

Além do Chopp na faixa (já incluso no preço da visita), quem sobe até o 7° andar terá vistas 360° graus da cidade.

Guinness - Dublin
Dublin vista do alto do prédio da Guinness

Eu fiz questão de fotografar o contraste dos prédios da cervejaria em relação a cidade, mas quem quiser, pode fotografar somente a paisagem de Dublin.

Guinness - Dublin
Dublin vista do alto do prédio da Guinness

The Store | A Lojinha da Guiness

Para encerrar a experiência, uma lojinha caprichada com tudo o que você pode sonhar da Guiness. Tem camisetas bacanas, vários copos super diferentes e vários itens dos sonhos dos cervejeiros de plantão.

Guiness - Dublin 95

Detalhes da visita:

  • Horário de abertura: Aberta todos os dias das 9:30 às 17:00 – em Julho e Agosto, aberta até às 19:00
  • Preço do ingresso: 16.20 Euros Online (ou 18.00 Euros) na hora | Dica: pra quem quer economizar – o ingresso online entre às 9:30 e 11:30 custa 14.20 Euros
  • Endereço: St James’s Gate – Dublin

Veja localização no Google Maps


E aí, curtiu a experiência?

Alguém aí já foi e quer dividir com a gente o que achou?

Veja também:

 

Comments (5)

Esse lugar é incrível. Beber uma Guinness no Gravity Bar é sensacional, pena que a entrada na Guinness Storehouse não é barata. De qualquer forma, vale cada centavo. Cheers.

[…] Guiness Store House: Imperdível mesmo pra quem não bebe cerveja. A antiga fábrica da Guinness, hoje convertida em museu, conta a história da marca e da cerveja preta mais famosa do mundo. […]

Sensacional ! Quem for a Dublin, não pode perder. Excelente reportagem

🙂 🙂 🙂 Obrigada

Leave a comment