Santos: Conheça o Museu Pelé

Conheça o Museu Pelé em Santos, um museu dedicado a um dos maiores craques da história do futebol mundial, o Rei Pelé. Um passeio imperdível para fãs de futebol. Veja neste post todos os detalhes da experiência. Vamos nessa?

Instalado nos antigos Casarões do Valongo, próximo ao Porto de Santos, o Museu Pelé remonta toda a trajetória de Edison Arantes do Nascimento, o Pelé. O acervo conta com objetos pessoais desde bolas de meia, camisas, chuteiras, até faixas de condecorações e troféus. Se você curte futebol, taí um passeio que você não pode perder.

As instalações do museu Museu Pelé

O museu conta com 4.134m² de instalações, repletas de imagens, filmes, fotos e fones de ouvido com áudios montam uma linha do tempo com a trajetória de Pelé.

Museu Pelé
Foto de divulgação – O casarão do Museu Pelé em Santos

A experiência: visitando a museu Pelé

A exposição te transporta a 1940, quando Edson Arantes do Nascimento foi registrado no departamento de futebol juvenil da Liga Bauruense de Esportes, trazendo uma réplica da camisa do Bauru Atlético Clube (1975), o primeiro clube em que Pelé foi contratado para jogar bola. Pelé disputou 33 partidas pelo Bauru Atlético Clube e marcou 148 gols com a camisa do time. Ao lado da camiseta, fotos do time da época.

Museu Pelé
Réplica da camiseta do Bauru

Primeira calça comprida, primeira visão do mar – Pelé no Santos Futebol Clube

Um painel logo no início da linha do tempo remonta o dia em que Pelé e seu pai pegaram o trem em Bauru, rumo a São Paulo e em seguida, Santos. Naquela ocasião, o jogador vestia calças compridas pela primeira vez na vida. E as novidades não pararam por aí não, pouco depois Pelé veria o Mar pela primeira vez. Mal sabia ele que essa cidade litorânea faria parte de sua história para sempre.

A exposição continua falando de Pelé com a Camisa do Santos. O boleiro é homenageado por personalidades como Nelson Rodrigues, que faz menção ao jogo America x Santos, onde chama Pelé de “realeza” e demonstra sua surpresa com a pouca idade do jogador e seu desempenho nos campos:

“Ora, pra fazer um gol assim não basta apenas o simples e puro futebol. É preciso algo mais, ou seja, essa plenitude de confiança, de certeza, de otimismo, que faz de Pelé o craque imbatível.”

Os 1000 gols de Pelé

Avançando um pouquinho mais, chegamos em 1968. Alí está exposta a faixa de Bi e Tri-Campeão Paulista pelo Santos Futebol Clube, bolas de ouro e, em homenagem ao milésimo gol, uma coroa em forma de bola de futebol. Já dizia o poeta Carlos Drummond de Andrade: “Marcar mil gols como Pelé é fácil. Marcar um gol como Pelé é muito difícil.”

Museu Pelé
Em comemoração ao milésimo gol do boleiro, foto do campo com bolas de futebol estrategicamente posicionadas formando o numeral 1000, uma coroa em formato de bola de futebol e uma placa eternizando o feito.

Prêmios, troféus e uma foto no chuveiro

Ainda no primeiro piso do Museu Pelé, estão expostas estatuetas, troféus e medalhas, eternizando seus grandes feitos no futebol brasileiro, sendo chamado de “máquina de marcar gols” em um dos painéis, que fala comenta o fato de o jogador ser ambidestro, podendo driblar com maestria para qualquer lado, com impulsão impressionante e técnica perfeita.

Algumas imagens são particularmente engraçadas, como a visita de Robert Kennedy no chuveiro, em 21 de novembro de 1965, quando Pelé estava no chuveiro, ensaboado, após ter feito o segundo gol do empate de 2×2 no amistoso da Seleção Brasileira contra a União Soviética no Maracanã e recebeu a visita do então senador democrata norte-americano, assassinado dois anos e sete meses após a fotografia.

Museu Pelé
Ensaboado, recebendo os cumprimentos do senador democrata norte-americano

Continuando a exposição: andares superiores

Ao terminar de visitar a galeria do primeiro andar, o visitante é convidado a utilizar um elevador e descer no terceiro andar, onde se deparará com uma nova galeria, cuja parte de baixo se acessa por meio de uma rampa.

Museu Pelé
Vista lateral da rampa no terceiro andar

Contexto histórico – A maior tristeza do nosso futebol

A linha do tempo no terceiro andar traz as Copas do Mundo no pós guerra e remonta um período trista na história do futebol onde a Europa, que se encontrava devastada, não apresentou nenhum candidato para sediar a quarta Copa do Mundo. Foi aí que o Brasil se prontificou a erguer o Maracanã, que se tornou o maior estádio da Terracom capacidade para 170 mil pessoas, e sediar a competição.

O Maracanaço

No momento da decisão da Copa contra o Uruguai, enquanto mais de 200 mil pessoas se apertavam em um Maracanã ainda inacabado, a Seleção Brasileira, que jogava pelo empate sofreu a maior decepção de sua história. Ao ver todos os brasileiros e inclusive seu pai chorar, Pelé prometeu que um dia seria campeão do mundo.

Museu Pelé
Promessa de Pelé ao seu pai, decepcionado com a derrota do Brasil na Copa do Maracanã

4 Copas e 1 Rei

A promessa feita ao pai pelo menino de 17 anos surpreendeu o mundo. Apesar dos percalços e de duas Copas tristes, no Chile e na Inglaterra, onde seu talento foi contestado, Pelé teve a última oportunidade de mostrar ao mundo quem era.

Eu, que não curto futebol nem nada, gostei bastante das frases espalhadas pela exposição. Algumas me deixavam arrepiada.

Museu Pelé
No mundo inteiro só se falava um nome: Pelé
Museu Pelé
Pelé existe? (rs)

E não é que ele cumpriu a promessa?

Museu Pelé
E olha que bacana essa imagem do Pelé junto aos painéis…

 

As camisetas do Pelé

A exposição traz réplicas de todas as camisetas usadas pelo rei Pelé e fala das 3 copas do mundo conquistadas pela seleção: 1958, 1962 e 1970. O Brasil se tornou então o País do Futebol.

Museu Pelé
Réplicas das camisetas usadas por Pelé

Museu Pelé
Promessa cumprida!

Após ver toda a exibição (o que pode levar algumas horas, dependendo do nível de entusiasmo com o acervo, há um simpático café, bem de frente para uma lojinha de conveniências e souvenir.

Há também um espaço interativo para as crianças, dentro de uma salinha, ao lado do café, muito bacana. Enquanto os pais imergem na história do rei Pelé, as crianças podem se divertir com tranquilidade.

E vale a pena visitar o Museu Pelé?

Opa! Especialmente pra quem curte futebol. A visita é super interessante e conta capítulos importantes da história do futebol nacional, e claro, da vida de Pelé. Se eu que não sou chegada no esporte gostei do que vi e aprendi, imagine só pra quem ama futebol. Recomendo a visita!

Planeje sua visita ao Museu Pelé

Museu Pelé

  • Endereço: Largo Marquês de Monte Alegre, s/n – Valongo, Santos – SP
  • Horário de funcionamento: Terças-feiras à domingos, das 11h às 17h
  • Ingressos:
    • Adultos: R$10,00
    • Estudantes & melhor idade: R$5,00
    • Crianças até 10 anos e estudantes da rede pública: grátis

Dica: Aos domingos, a entrada custa R$ 5,00 para todos os visitantes.

O casarões do Valongo

O conjunto arquitetônico ocupa os limites do terreno circunscrito pelas ruas do Comércio e São Bento, é conhecido como Casarões de Valongo. O primeiro casarão da região foi construído para abrigar a sede do governo de São Paulo que seria transferido para Santos, algo que nunca aconteceu. O edifício foi considerado o edifício civil de maior expressão na cidade de Santos no século XIX, fruto da riqueza gerada pelo comércio do café, havendo sofrido abandono e destruição plena, em decorrência dos incêndios sucedidos nas décadas de 1980 e 1990.

O histórico casarão – o maior edifício paulista da época de Pelé – foi recuperado em 2014 para hoje abrigar as instalações do Museu Pelé, resgatando sua importância cultural e o papel simbólico no cenário urbano em processo de revitalização. Legal né?

E aí, curtiu a dica?

Alguém aí já conhece o Museu Pelé e quer contar pra nós o que achou?

Este é um post da Série #Turistandonapropriacidade um convite para quem quer descobrir melhor onde mora!


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em Santos 

Faça seu seguro de viagens 


Veja também:

Santos:

Museu do Café: Um passeio delicioso em Santos

São Paulo

Dicas de Restaurantes em São Paulo


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

Planeje sua viagem

Comentários (2)

[…] há dois outros lugares que merecem a visita e que podem ser combinados com este passeio de bonde o Museu Pelé e o Santuário de Santo Antonio do […]

Deixe o seu comentário