Banff: o que fazer e melhores dicas da cidade no Canadá

Saiba o que fazer em Banff no Canadá – veja o mapa da região, os principais pontos turísticos, saiba onde ficar e muito mais. Neste post, você terá informações completas da cidade, descobrirá os lago mais bonitos, os melhores lugares para ver animais, além de dicas de ótimos restaurantes. Pronto para se apaixonar por Banff?

tudo sobre banff, Canadá

Banff é uma das principais paradas de quem pretende visitar as montanhas rochosas Canadenses, uma cidade repleta de lagos maravilhosos, muita natureza e opções de passeios que agradam dos mais aventureiros aos mais tranquilos. Banff tem um centrinho fofo, piscinas com águas termais, muitas coisa linda para ver e fazer. Neste post divido com você dicas caprichadas do que fazer em Banff. Vamos nessa?

E para te ajudar a organizar sua viagem, deixo aqui dois posts super úteis!

Abaixo, você tem um pequeno resumo do que encontrará neste texto. Se preferir, clique em cima de cada um deles para ir direto ao ponto.

Banff no mapa: Todas as dicas deste post no mapa

Para te ajudar a entender Banff e todas as dicas deste post, coloquei tudo neste mapinha.

Onde ficar em Banff?

Banff é uma cidade deliciosa e com uma rede hoteleira bem ampla. O centro da cidade é uma delícia e tem muitas opções e hotel, mas há regiões bem pertinho do centro que costumam ter preços bem atrativos, como a área da Tunnel Mountain. Abaixo algumas recomendações de hotel em Banff.

Tunnel Mountain Resort: testado e aprovado por nós

O Tunnel Mountain Resort é um hotel com quartos no estilo flat, equipados com cozinha completíssima, uma sala de TV e varanda. Além disso o hotel tem piscina, parquinho e churrasqueira. Amamos o hotel e a chance de, depois de tantos dias de viagem, poder cozinhar a nossa comida. O segundo ambiente também foi ótimo para deixar o baby dormindo enquanto curtíamos a noite. Amamos o hotel e adoraríamos ter ficados mais noites (ficamos 2 e acho teríamos ficado fácil 3 ou 4). Ah, para famílias grande, o sofá se transforma em cama e dá para acomodar mais duas pessoas no quarto! Veja aqui ofertas para o Tunnel Mountain Resort

o que fazer em banff
Quarto do Tunnel Mountain Resort
o que fazer em banff
Sala com sofa cama, lareira e TV de tela plana
o que fazer em banff
Cozinha

Bow View Lodge: testado e aprovado por nós

O Bow River Lodge é uma opção excelente em Banff, perto do centrinho e de frente para o Bow River. Quartos amplos e confortáveis, piscina coberta. Uma ótima pedida no centro de Banff. Veja aqui ofertas para o Bow View Lodge

Outras boas opções em Banff:

Se o Fairmont Banff Springs couber no seu orçamento, vale super a pena calcificar uma ou mais noites nesse hotel histórico e lindo. Dentre os Fairmonts da região, esse é o mais especial!

Outras boas opções de hotel em Banff são o Banff Inn, Banff Aspen Lodge e o charmoso Buffalo Mountain Lodge.

Dica: durante a alta temporada (junho, julho e agosto), os hotéis em Banff costumam se esgotar com bastante antecedência. A dica é reservar com bastante antecedência para encontrar bons preços e maior disponibilidade.

O que Fazer em Banff?

1. Se encantar pelos lagos da região

Quem visita a região das montanhas rochosas canadenses precisa incluir muitos lagos no roteiro. Os lagos mais famosos ficam na região de Lake Louise (58 Km de Banff), mas isso não quer dizer que os lagos de Banff não merecem uma visita, eles são lindos e vão render fotos maravilhosas. Banff tem duas estradas cênicas com lagos: a Lake Minnewanka Loop Drive, uma estrada maravilhosa de 24 Km e que passa pelos lagos mais lindos de Banff, e a Vermillion Lakes Drive, uma estrada pequenina e bem próxima ao centro de Banff

Minnewanka Loop Drive:

Este loop cênico de 24 km passa por alguns dos lagos mais lindos da região, o Two Jack Lake (que na época da nossa visita estava fechado devido a uma infestação de alga tóxica), o Johnson Lake (que é o meu lago preferido da região de Banff) e o lago Minnewanka de onde saem os passeios de barco pela região. Os lagos tem uma coloração sul maravilhosa e rendem fotos pra lá de especiais.

o que fazer em banff
Johnson Lake em Banff
o que fazer em banff
Johnson Lake em Banff
o que fazer em banff
Lago Minnewanka: daqui partem os passeios de barco por Banff

Esse é um passeio tão maravilhoso que fiz duas vezes, uma de manhã (por volta das 10h) e outra no comecinho da noite (era por volta das 20h). Resolvi voltar porque peguei um tempo chuvoso de manhã e não tirei fotos tão lindas como gostaria. A noite o céu estava maravilhoso e de quebra vi muitos animais selvagens: três ursos grandes, uma cabra da montanha exibida e alguns alces. Foi bem especial!

o que fazer em banff
Urso preto na beira da estrada

A cidade fantasma de Bankhead
E, para quem quer fazer algo além do roteirão turista, a dica é fazer a trilha para Lower Bankhead (4,8 Km no total) uma cidade fantasma da época da mineiração de carvão na região (1904-1922). A trilha passa por um monte de ruínas interessantes, incluindo restos de uma locomotiva usada para transportar carvão. Veja detalhes dessa trilha (em inglês) aqui.

O passeio de barco pelo Lago Minnewanka

Uma forma gostosa de esticar a volta é fazer o passeio de barco pelo lago Minnewanka, o passeio dura cerca de 1 hora e narra fatos e curiosidades sobre a região. Com um pouco de sorte dá até para avistar ursos e cerdos durante o passeio.

Saídas de maio a outubro. Veja os horários e preços desse passeio aqui.

O pessoal do Felipe o Pequeno viajante fez este passeio e dividiu essa foto linda com a gente.

o que fazer em banff
Passeio de barco em Banff | Foto: Felipe o pequeno viajante

Vermillion Lake Drive

Esse é um passeio que pode ser feito a partir do centrinho de Banff. São 2,4 Km que podem ser feitos de carro ou a pé. Nos dias de sol, os lagos refletem as montanhas e deixam o cenário ainda mais especial. Os lagos Vermillion são um pouco mais escuros do que os lagos da região e, como pegamos um pouco de chuva, vimos a água ainda mais marrom que o normal, mas ainda assim achamos o cenário especial.

Que fazer em Banff
Vermillion Lakes em Banff

2. Ver muitos animais selvagens

Junho, julho e agosto são os melhores meses para ver animais selvagens em Banff. Com uma pouco de sorte e muita paciência você será presenteado com um verdadeiro espetáculo da natureza e muitos animais silvestres. Para aumentar suas chances de ver animais a dica é sair de manhã bem cedo (próximo ao horário do nascer do sol) ou bem no final da tarde (próximo ao horário do pôr do sol). Alguns dos melhores lugares para ver animais são:

Bow Valley Parkway

Essa estrada paralela a Trans-Canadá conecta Banff à Lake Louise e é um lugar espetacular para ver animais, dirija devagar e preste muita atenção na estrada para ver muitos animais lindos. Percorremos a Bow Valley Parkway duas vezes, na primeira estava nevando e ainda assim vimos um urso na beira da estrada. Na segunda vez, fomos presenteados por uma dezena de alces chifrudos, uma experiência pra lá de espetacular.

que fazer em Banff
Alce na Bow Valley Parkway

Minnewanka Loop Drive

Essa estrada cênica ao redor dos lagos de Banff é um lugar excelente para ver animais silvestres. Durante nossa passagem, vimos três ursos adultos, uma cabra da montanha e muitos alces. Foi hiper especial! Fiz o trajeto à noite e fiquei impressionada com tanta lindeza junta, isso sem falar nos lagos no final do dia. Valeu cada segundo.

Que fazer em Banff
Cabra da montanha no Minnewanka Lake Drive
Que fazer em Banff
Grizzly Bear – Urso pardo cruzando a estrada

Lembrete amigo:
Ainda que a vontade seja grande, NÃO desça do carro. Animais silvestres, especialmente ursos são perigosos. Quando o urso se acostuma com o contato humano, ele perde o medo e passa a procurar comida nos lugares onde não deve, tornando-se perigoso. Os ursos considerados perigosos acabam sendo mortos pelos rangers. Em resumo, aquela sua foto linda com um urso no longo prazo pode custar a vida dele. Guarde a vontade com você e observe-o do carro. Na maior parte das vezes dá para tirar fotos lindas sentado na janela e com toda a segurança do mundo!

3. Explorar o centrinho de Banff

O centrinho de Banff é uma graça e merece ser explorado. A rua principal, a Banff Avenue, está repleta de lojinhas coloridas, restaurantes e lanchonetes. A dica é estacionar o carro em uma das transversais (o estacionamento é gratuito) e sair pra caminhar sem medo de ser feliz. Ainda na rua principal, não deixe de visitar o centro de visitantes da cidade (Banff Visitor Center – 224 Banff Ave.) que é bem organizado e tem milhares de mapas gratuitos e boas dicas para te ajudar a explorar a região.

Que fazer em Banff
centrinho de Banff

Não deixe de atravessar a ponte do Bow River (as vistas são lindas dos dois lados) e caminhar até o prédio de administração dos parques (Park Administration Building), que é bem bonito e rende um par de fotos.

Para as formigas de plantão a dica é o sorvete do Cows (134 Banff Avenue). A fachada fofa, os copinhos malhados são uma fofura e o sorvete é bem gostoso. Para chocolate e trufas a dica é o The Fudgery (215 Banff Avenue)

E quem visita a cidade às quarta-feiras não pode deixar de visita o animado Banff Farmer’s Market (o animado mercadinho da cidade) que acontece entre junho e outubro das 10:00 às 18:00.

Para comer bem: dicas de restaurantes no centro de Banff

Restaurantes caprichados

  • The Mapple Leaf (137 Banff Ave): Comida espetacular, serviço excelente e um trio de creme brulees para ficar na memória. Nosso jantar no Mapple Leaf foi uma das melhores experiências da viagem. Recomendamos muito.
  • The Grizzly Bear (207 Banff Av): Essa disputada casa de Foudues vive lotada e faz o maior sucesso na região. Testamos a aprovamos os fondues de queijo, carne (que diferentemente do Brasil, vem numa pedra quente e você mesmo cozinha sua carne) e chocolate. As três estavam muito boas.

Restaurantes casuais

  • Eddie burger (137 Banff Ave #6): Um restaurante bem legal em que você monta o seu próprio hambúrguer.
  • Earls (299 Banff Ave): Um restaurante de rede com opções bem gostosas e uma deliciosa pegada asiática. Comemos hiper bem!
  • Balkan (120 Banff Ave): Um restaurante grego gostosinho e super animado. Não pedimos bem e não amamos a comida, mas todos os nossos amigos adoraram, por isso acho que vale a recomendação.

4. Fazer um passeio de caiaque, canoa ou SUP

Um passeio delicioso e que pode ser feito em Banff, Jasper ou Lake Louise é o passeio de canoa, caiaque ou stand up paddle. A sensação de remar naquelas águas maravilhosas é sempre especial. Nós fizemos o passeio de caiaque no Bow River (Banff Canoe Club) e só não repetimos a dose no Lake Louise porque não haviam mais horários disponíveis (como o baby Tom não pode fazer o passeio teríamos que fazer dois “Voyageurs Experiences” separados e infelizmente não haviam mais vagas).

Que fazer em Banff
Passeio de caiaque em Banff

5. Se encantar com as vistas da gôndola de Banff

Se você é do tipo que gosta de ver os lugares do alto, a gôndola de Banff não vai te decepcionar. São 2,281 metros de altura com vistas 360 graus de toda a cadeia montanhosa da região. A subida leva 8 minutos e lá no alto você terá acesso a uma plataforma de madeira que percorre toda a parte alta da Sulphur Mountain e tem vistas bem bonita da cidade de Banff – das curvas do Bow River e do lago Minnewanka lá no fundo. Um passeio bem especial.

Que fazer em Banff
gôndola de Banff
Que fazer em Banff
Banff vista do alto da Gôndola

Reserve pelo menos uma hora para curtir as paisagens com calma e caminhar por toda a plataforma de madeira.

Veja os horários de funcionamento e preço deste passeio aqui.

6. Se esbaldar nas águas termais de Banff

A descoberta das águas termais de Banff em 1883 foi um dos fatores que incentivaram a criação do parque nacional para a proteção da região. Hoje as águas termais de Banff podem ser encontradas em dois lugares diferentes: no Museu Cave & Basin, onde as piscinas termais estão protegidas e não podem ser mais usadas para banho (a visita é bem bacana e eu recomendo), e nas termas de Banff Upper Hot springs, uma piscina pública deliciosa e um programa super recomendado para descansar as pernas no final do dia.

Banff Upper Hot springs

A entrada é barata (CAD $8,30 para adultos | crianças de 6-17 anos $6,30) e quem quiser pode alugar um traje de banho (tem até um modelito retrô a disposição) por $1,90 e toalhas por $1,90. As águas são bem quentes, relaxantes e o programa vai encantar adultos e crianças. Recomendo e muito!

Endereço: 1 Mountain Ave, Banff

Que fazer em Banff
Piscina de águas termais de Banff

7. Se apaixonar pela Bow Valley Parkway

Já mencionei a Bow Valley Parkway quando falei dos animais, mas essa estrada cênica também merece uma menção. Com velocidade máxima de 60 Km por hora, essa rodovia repleta de oportunidades de parada é um lugar espetacular para ver animais e apreciar a vegetação da região. Duas paradas bacanas para quem percorre essa estrada são:

Johnston Canyon: cachoeiras e lagos coloridos

Esta trilha disputada e pra lá de fotogênica é uma parada certeira para quem curte natureza. Há duas opções de trilha: a parte baixa da cachoeira (Lower Falls), uma trilha relativamente plana que dá até para fazer empurrando carrinho de bebê – são 1,1 Km de caminhada e a dica é passar um pouquinho da cachoeira e entrar no túnel que leva a uma plataforma de observação. Pode ser que você se molhe um pouquinho.

A trilha para a parte alta da cachoeira é um pouco mais inclinada e leva entre 1 hora e meia e duas horas (são 2,6 Km e 120 metros de ganho de elevação). Há dois pontos de observação: um na parte baixa da cachoeira e outra lá no alto (yep, para chegar lá você terá que encarar mais uma subida).

Quem tem fôlego e quer uma caminhada mais solitária pode continuar por mais três 3Km e chegar aos Ink Pots, 7 piscinas bem coloridas em tons esverdeados e ultra fotogênicas.

Como chegar? O Johnston Canyon fica a cerca de 25 Km de Banff e 33 de Lake Louise na Bow Valley Highway.

Veja mais detalhes (em inglês) neste post.

Morant’s Curve: para tirar fotos especiais

A curva de Morant ficou conhecida graças ao fotografo Nicholas Morant que fez dezenas de fotos da ferrovia Canadian Pacific Railway e seus diversos trens neste local. A curva ficou tão famosa que fotógrafos da região (e de todos os cantos do mundo) fazem longas paradas nesse cantinho para esperar um trem passar. As melhores fotos são com luz da manhã.

Eu confesso que não fiquei esperando o trem passar, mas deixo o cantinho marcado no mapa para quem quiser fotografar. Com ou sem trem, a parada é bem bonita!

que fazer em Banff
Morant’s Curve na Bow Valley Parkway

8. Descobrir os museus de Banff

Banff tem 8 museus interessantes espalhados em seu centrinho. A dica é alternar um ou dois deles entre os passeios da cidade para aprender algo novo (ou simplesmente ver algo lindo) enquanto você passeia.

Durante a nossa estadia visitamos o Banff Park Museum National Historic Site, o Whyte Museum of the Canadian Rockies e adoraríamos ter visitado o Buffalo Nations Luxton Museum, mas acabamos passando por falta de tempo. Aí vai um resumão dos principais museus da cidade para você decidir o que tem mais a ver com você.

Cave & Basin National Historic Site

Se você só pretende visitar um museu em Banff, essa é minha recomendação. O Cave & Basin é um museu que preserva as fontes termais de Banff e conta um pouquinho como a descoberta das águas quentes motivaram a criação do primeiro parque nacional Canadense. O museu tem uma área externa com piscinas termais coloridas e uma área interna com uma caverna (onde boa parte dessas fontes desaguam formando uma piscina linda) e uma antiga piscina (antigamente usada para banho) que preserva essas águas tão especiais.

Que fazer em Banff
Termas do Cave & Basin National Historic Site
Que fazer em Banff
Caverna com águas termais do Cave & Basin National Historic Site

Buffalo Nations Luxton Museum

Este museu divertido conta a história dos índios nativos da região de forma ultra visual, com direito a ocas, muitas bonecos que demostram os costumes antigos e muitos animais empalhados. Um museu que vai divertir adultos e aguçar a curiosidade dos pequenos.

Banff Park Museum National Historic Site

Este edifício de madeira lindo é o museu de história natural mais antigo do Canadá e mostra os animais nativos do Banff National Park e curiosidades sobre o parque.

Whyte Museum of the Canadian Rockies

Um museu que promove arte, cultura e as belezas naturais da região das montanhas rochosas canadenses. O museu tem pinturas bacanas, uma exibição com casas antigas, livros e artefatos. Fiquei um pouco incomodada com o atendimento e com o fato de não nos deixarem entrar com carrinho de bebê (o museu é bem amplo, e de verdade nõ entendi como o carrinho poderia atrapalhar), então fiquei bem pouco tempo.

Outros museus em Banff:

E vale dizer que os museus de Banff são um alternativa espetacular para um dia de chuva.

Que fazer em Banff
Whyte Museum of the Canadian Rockies

9. Passear pelo Fairmont de Banff

O Fairmont Banff Springs é um dos melhores hotéis de Banff e certamente o mais imponente. O Hotel fica em uma localização privilegiada e tem vistas maravilhosas da cidade. Durante sua estadia na cidade, vale visitar o hotel, passear pelos jardins e salões imponentes e bem decorados.

Que fazer em Banff
Fairmont Banff Springs

Aproveite o passeio para dar uma passadinha na Bow Falls, uma cachoeira pequenina que fica ao lado do hotel e no Surprise Point, um mirante de fácil acesso que tem uma vista linda para o hotel.

Que fazer em Banff
Surprise Point em Banff

10. Tunnel Drive: trilha dos Hoodos

Um dos passeios mais especiais de Banff é percorrer a Tunnel Drive (uma das estradas da cidade) no final da tarde parando nos mirantes. Um dos cantinhos mais especiais da Tunnel Drive é a trilha dos Hoodos, uma trilha de 5 Km com vistas lindas das montanhas, do Bow River e dos Hoodos (formações rochosas lindas).

Que fazer em Banff
Vista da trilha dos Hoodos
Que fazer em Banff
Vista da trilha dos Hoodos

Como fiz este passeio bem no finalzinho da tarde, não pude caminhar tanto, mas com pouco menos de 5 minutos de caminhada tive algumas das vistas mais especiais da viagem e amei tanto a experiência que recomendo muito. Não vi os Hoodos (que são bem fáceis de acessar, mas o acesso mais próximo estava reformando na data da minha viagem), mas adorei o que vi.

11. Se apaixonar por Lake Louise

Deixei a região de Lake Louise para o final pois acho que Lake Louise é uma região grande, repleta de atrações e que merece pelo menos um dia todo do seu roteiro, mas deixou aqui alguns pontos imperdíveis do passeio:

  • Conhecer o Lake Louise: quem tiver pique a dica é fazer a caminhada até o Lake Agnes e em seguida subir ao Little Beehive, são quase 9 Km de subida com algumas das vistas mais lindas da viagem;
  • Visitar o Lake Morraine: não deixe de fazer a pequena trilha até o morro de pedras que tem as vistas mais lindas do lago;
  • Fazer um passeio de caiaque/barco pela região: tanto o Lake Louise como o Lake Morraine alugam botes e esses lagos são tão maravilhosos que vale mega a pena;
  • Subir a gôndola de Lake Louise: um dos melhores lugares da região para avistar ursos;
  • Percorrer a Icefields Parkway: a estrada liga Lake Louise à Jasper e é repleta de lagos cristianos e geleiras. Sem dúvida é um dos destaques pelas montanhas rochosas canadenses;
o que fazer em banff
Lake Louise
o que fazer em banff
Lake Louise e Lake Agnes vistos do Little Beehive

Seguro viagem no Canadá

Tudo o que você não quer em meio a um cenário paradisíaco desses é dor de cabeça, certo? Portanto, não esqueça do seguro viagem! Imprevistos sempre acontecem e você não pode estar despreparado! Recomendamos que você faça um seguro com boa cobertura, adequado para o seu estilo de viagem e que não pese no orçamento, claro. Com uma boa apólice você terá garantia de tranquilidade em caso da malas extraviadas, voos cancelados e até mesmo uma eventualidade médica.

Por aqui, indicamos a Seguros Promo, pois ela funciona como um comparador de apólices, te apresentando uma listagem do que há de melhor no mercado em termos de seguro. Clicando aqui você ganha 5% de desconto na compra do seu seguro viagem ao inserir o nosso cupom IDEIASNAMALA5.

Aluguel de carro

Ter um carro 100% a sua disposição faz muita diferença em uma viagem como essa. A saída é alugar um carro e cair na estrada sem preocupações com horários ou itinerário fixo. A minha dica por aqui – para garantir boas opções e preços justos – é reservar o seu veículo com antecedência. Especialmente em alta temporada (julho e agosto) é indispensável deixar tudo organizado.

Nós indicamos fazer o aluguel pelo Rent Cars. No site, você tem um comparativo completo entre as opções oferecidas, consegue pagar em reais e parcelar o valor em até 12 vezes sem juros (e sem IOF).

E aí, curtiu as dicas? Pronto para se apaixonar pelo Canadá? Deixe seus comentário!


Viaje sem stress

✅ Reserve seu hotel em Banff


Veja também:

Montanhas Rochosas Canadenses

Região de Vancouver

Costa Leste do Canadá

Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!


Guarde esta dica no Pinterest!

Que fazer em Banff

Planeje sua viagem

Comentários (16)

[…] fica pertíssimo de Banff, por isso escolhemos chegar por essa cidade. Tomamos o café da manhã no hotel, padrão executivo […]

Gostei muito da leitura e das dicas. O que indicaria para uma pessoa mais idosa, esse programa é viável? Obrigada por uma resposta. Célia-Brasil

Suuuuuuper. Vá feliz que a viagem é maravilhosa!
Beijos

[…] National Park e se você tiver mais tempo, os parques nacionais do Canadá: Waterton, Jasper e Banff. Nós fizemos essa viagem todinha de carro saindo da Califórnia, veja aqui o nosso roteiro da […]

Boa noite Vanessa,
Vc poderia compartilhar o link com o mapa de Banff, Jasper e Hoho park?
Queria tirar uma dúvida, irei com minhas filhas no final de Julho. Conseguiremos nadar nos lagos? Pois não consegui achar nenhum blog falando à respeito disso. Mesmo no verão é frio para quem mora no Rio de Janeiro?
Meu email é: luisaaraujo30@gmail.com
Obrigada.

Oi Luisa,
Mesmo no verão a temperatura pode esfriar bem a noite, então vale sim levar um casaco mais grossinho. Ano passado, em meados de junho, ainda pegamos um dia nevando.
Quanto a nadar nos lagos, imagino que seja permitido nadar em alguns deles, mas é água de degelo com temperatura muito próxima aos 0 graus (quando visitei ainda havia gelo no Lake Louise, por exemplo), ou seja, não é atoa que ninguém nada.
Beijos

Boa noite,
Irei com minhas filhas em final de Julho para Banff e Jasper. Gostaria de saber se faz calor e se as pessoas geralmente entram nos lagos essa época ou se é muito fria e ninguém consegue entrar mesmo estando no verão?
Obrigada Luisa

Oi Luisa,
A água dos lagos, é água de degelo, ou seja, fria pra dedéu. Não sei se nos dias mais quentes dá pra cair. Eu fui em junho, e na verdade não deu nem pra cogitar!
Beijos

Ola Boa noite! Vou para Vancouver e Montanhas Rochosas em maio 2018. Estou pesquisando compra de chip de celular. Gostaria de saber se voces compraram aqui ou la. Qual operadora é a melhor. Obrigada e aproveitando a oportunidade, adorei seu site.

Oi Camila,
Eu usei meu chip Americano, meu plano vale no Canadá então não pesquisei isso.
Como não sei responder sua pergunta de bate-pronto te recomendo o blog Mikix, a Mirella além de ser muito fofa mora no Canadá há anos.
(E cá entre nós, raramente comprar um chio no Brasil sai mais barato do que comprar no destino. Só acho que vale a pena pra quem vai mudar muito de país e não quer comprar vários chips :P)

Oi Mari!
Eu vou fazer a trilha do Glacier National Park e aquela trilha da Casa do Chá em junho/18. Você precisou usar o spray no urso? Foi tranquilo ou passou aperto?
Obrigado e parabéns pelo site… é incrível!!!
Alexandre

Precisei – E USEI – o spray de urso no Glacier National PArk. Eu não economizaria nisso não. Rs

[…] Veja aqui dicas do que fazer e onde ficar em Banff. […]

Esses posts sobre o Canadá estão demais! Fiquei c medo dos ursos!rs. Como assim spray d pimenta? onde vcs compraram? e em que momento usaram? rs. Obrigada, Mariana

Compramos no Yellow Stone e usamos em uma trilha no Glacier National Park 🙂
Feliz que os posts do Canadá estão ajudando e vem muito mais pro aí!
Beijos

Deixe o seu comentário