Roteiro de 5 dias em Santiago

Planejando uma viagem ao Chile? Neste post, você encontrará um roteiro completo de 5 dias em Santiago e arredores. Passamos pelo centro de Santiago, Cajón del Maipo, Embalse el Yeso, Viña del Mar, Valparaíso, Valle de Colchagua e muito mais. A capital chilena guarda muitos lugares lindos, históricos e culturais – independente da época da sua viagem, no inverno ou verão. Aqui, dicas do que fazer na cidade, onde se hospedar e os passeios mais recomendados. Pronto para se apaixonar?

Roteiro de 5 dias em Santiago e arredores. Um post completo com dicas de onde ficar, que moeda levar e o que fazer em Santiago (com direito a bate-e-voltas espetaculares). Aqui, você vai encontrar todos os itens abaixo (se preferir, clique em cima de cada um deles para ir direto ao ponto):

Resumo: Roteiro de 5 dias em Santiago

E, para você já ir se preparando, o nosso roteiro de 5 dias em Santiago e arredores foi resumido da seguinte forma:

  • Dia 1: Chegada em Santiago
  • Dia 2: Excursão para Cajon del Maipo, Embalse el Yeso e Baños Colinas
  • Dia 3: Excursão para Viña del Mar e Valparaiso, Sky Costanera
  • Dia 4: Dia livre em Santiago
  • Dia 5: Ida para Valle de Colchagua
  • Dia 6: Dia livre em Santiago, passeio pelo centro da cidade

[Aqui também, se preferir ir direto para um dia específico e saber como ele foi detalhadamente, basta clicar em cima]

Onde ficar em Santiago

Essa é uma bela pergunta. Quando comecei a planejar minha viagem fui atrás de hotéis localizados em bairros diferentes para que eu pudesse ter uma experiência mais interessante – e pudesse passar isso aos leitores. E quer saber? Nem liguei de ter que me mudar a cada dois dias e acho que repetirei essa experiência itinerante nas próximas viagens!

Aí vão 3 hotéis em Santiago testados e aprovados por nós:

Providência: Hotel Diego de Velazquez

Nosso primeiro hotel foi o Diego de Velazquez em Providência, a região mais procurada por estrangeiros que vão morar no Chile e pelos turistas que querem estar “bem localizados” – coloquei entre aspas porque a cidade de Santiago como um todo é muito interessante, então ouso dizer que me senti bem localizada em todas as regiões que me hospedei.

A região é bem arborizada e limpa, isso me chamou bastante atenção. Além do mais, me senti segura para caminhar pelas ruas até mesmo a noite. Dos três locais onde me hospedei, Providência foi o que eu mais gostei. Reserve aqui.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Fachada do nosso hotel em Providencia – Hotel Diego de Velazquez

Os quartos do Hotel Diego Velazquez

O Hotel Diego Velazquez foi uma grata surpresa. Sua fachada bem iluminada é um convite para quem olha o hotel da rua. Nosso quarto era bem grande e confortável, com um janelão que dava vista para a rua – eu amo janelas.

O hotel conta com uma piscina coberta, academia, restaurante, sala de leitura com computadores, quartos de diferentes tamanhos (uns inclusive com mais de um ambiente, ideal para famílias) e uma recepção bem iluminada e bonita. Boa parte do hotel está sendo reestruturada para se preparar para a alta temporada e deve ficar ainda mais confortável.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Nosso quarto super aconchegante no Hotel Diego de Velazquez

O café da manhã é uma delícia, mas principalmente as frutas, que pareciam terem sido açucaradas propositalmente. E, como se isso tudo já não fosse suficiente para garantir uma boa estadia, ainda fomos extremamente bem tratados e recepcionados e pelo pessoal que trabalha no hotel, que se mostraram muito amáveis.

Confira promoções e faça sua reserva para o Hotel Diego de Velazquez

Las Condes: Icon Hotel

Nosso segundo hotel em Santiago foi o Icon Hotel em Las Condes, o centro financeiro de Santiago, uma região repleta de arranha céus espelhados e muito movimento. A região é super moderna e oferece bons hotéis com fachadas suntuosas e rooftops com vista para a cordilheira. Os hotéis em Las Condes não são muito mais caros que os hotéis mais centrais, porém exigem grandes deslocamentos para os principais pontos turísticos da cidade.

O prédio do Icon Hotel, seguindo os padrões do local, é muito alto e todo espelhado. As expectativas aumentaram a medida em que fomos entrando e observando o interior de mármore, sofás e poltronas modernas em tons fortes e uma escada bem sofisticada que dava acesso ao restaurante.

Os quartos do Icon Hotel

A nossa chegada, no entanto, foi um pouco confusa e check in demorou mais do que o esperado, já que o recepcionista não localizava a nossa reserva. Foi chatinho, mas nada que atrapalhou a nossa estadia no hotel, que eu aliás recomendo de olhos fechados.

A suíte do Icon Hotel  é impecável, toda em vidro e tem vistas lindas das montanhas. Passei um belo tempo admirando a vista deitada na minha cama.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Nossa bela suíte espelhada no Icon Hotel

Piscina espetacular e vista para a cordilheira

Destaque para a piscina aquecida, localizada no rooftop com direito a música eletrônica a todo vapor, drinks e comidinhas gostosos e a vista para a cordilheira!

Roteiro de 5 dias em Santiago
Essa vista para a cordilheira na piscina do Icon Hotel

O café da manhã do Icon Hotel é um show a parte. Dividido em três estações: bebidas quentes – destaque para os chás servidos por infusão, com ervas e coadores -, mesa com pães diversos, muffins, rechauds com ovos mexidos (com ou sem bacon), linguiças, vegetais, batata rosti e pratos de frios e do outro lado, bowls de frutas extremamente doces, mel em favo, iogurtes de diversos sabores, cereais e grãos.

Se você está viajando não apenas para curtir a cidade, mas também para curtir o hotel e na hora de “colocar na balança” o diferencial para você são instalações, o Icon Hotel não vai te decepcionar!

Confira promoções para o Icon Hotel

Centro: Hotel D’door

No nosso último dia nos hospedamos no centro da cidade, no Hotel D’door. A rua sem saída, no coração da cidade, revela uma porta bem discreta. Ao nos aproximarmos, nos deparamos com escadas que nos levavam à recepção. Do lado esquerdo, um simpático cafezinho e do lado direito, mesinhas confortáveis onde hóspedes repousavam: sabe aquela vibe gostosa? Logo de cara gostamos do lugar.

Os quartos D’door

Fomos levados até o nosso quarto, também muito amplo, com uma poltrona confortável e armários com cofre. A pia, super equipada com vários amenities, secador de cabelo e toalhas fica para fora do banheiro, o que eu achei super interessante.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Nosso quartinho no Hotel D’doors, no centro de Santiago

Nas redondezas muitos bares e alguns restaurantes mais simples, mas com um excelente custo benefício e um supermercado onde compramos algumas garrafas de vinho para presentear nossos familiares.

Gostamos muito desse cantinho também e tenho que dizer que me surpreendeu positivamente. Como nosso voo saía as 06h eu havia reservado um hotel ao lado do aeroporto, mas depois acabei cancelando minha reserva e apostando nesse, que prometia ser muito próximo à área que eu ainda não havia visitado.

Muito além de ser “baratinho”, o Hotel D’door é muito confortável, familiar e bem localizado, então se o que você procura é um hotel econômico sem abrir mão de uma boa localização, pode reservar sem medo!

Confira promoções para o Hotel D’door

Antes de viajar:

Qual moeda levar para o Chile

Para quem começa a viagem em Santiago, em geral, tanto faz levar dólares ou reais para trocar, desde que você chegue em dia de semana e consiga dedicar umas horas para trocar dinheiro nas casas de câmbio da avenida Pedro de Valdivia (Providencia) ou na calle Agustinas (Centro). Caso contrário, usar o cartão de crédito (mesmo com o Iof na jogada) é mais vantajoso do que trocar dinheiro nos shoppings ou no aeroporto (a pior cotação de todos os tempos!).

Não troque o seu dinheiro no aeroporto de Santiago, pois a cotação de lá é muito ruim e nem pense em comprar pesos chilenos no Brasil ou você perderá uma boa grana na jogada.

Lembre-se: Mais vale pagar um iof de 7% do que fazer uma troca de dinheiro com uma má cotação e perder de 10-15% na jogada!

Para obter isenção do IVA na diária do hotel: dólares

Uma das grandes sacadas do Chile (e outros países sul americanos) é a possibilidade de obter isenção de 19% de imposto sobre o Valor Agregado (IVA) nas diárias de hotel, mas para isso você precisa pagar a diária em dólares ou cartão de crédito internacional. Se você não tem cartão de crédito internacional, leve dólares pelo menos para pagar os hotéis (afinal, ninguém merece pagar 19% mais caro)!

O que levamos:

Nós levamos um pouco de dólares e reais, além de habilitar nossos cartões de crédito para uso internacional. Como chegamos no meio do feriado e não queríamos trocar nada no aeroporto, apenas conseguimos efetivamente trocar nosso dinheiro no terceiro dia, o que foi um pouco desconfortável.

Recomendo que você troque um pouco de dinheiro em pesos, o suficiente para pagar passeios, comprar garrafas de água (item indispensável) e usar o banheiro nos locais públicos (a maioria é paga). No mais, acreditamos que o cartão de crédito acabou sendo bem vantajoso e muito mais cômodo.

Apenas utilizamos dólares para pagar nossa estadia no Valle do Colchagua, enquanto nossos reais voltaram praticamente intactos.

(O Rick Freire fez uma análise bem feitinha da melhor moeda para levar ao chile, leia neste post do VnV).

Seguro viagem

Contrate um seguro viagem e viaje sem stress

E, para viajar tranquilamente, curtindo cada minuto dessa viagem dinâmica e super gostosa, não pensei duas vezes antes de contratar um seguro viagem. Isso porque um seguro com uma boa cobertura te dá a garantia que você estará coberto no caso de extravio de bagagem, cancelamento de voo, emergência hospitalar, entre tantas outras coisas.

Contratei uma boa apólice, com um excelente custo x benefício com a Seguros Promo e consegui de fato relaxar, sabendo que se houvesse qualquer problema eu conseguiria resolver sem ter que me preocupar com a questão financeira. Sabe aquela história de “pagar pelo sossego”? Pois é!

A Seguros Promo funciona como um comparador de apólices, oferecendo o que há de melhor no mercado em termos de seguros. É muito simples e rápido de mexer, eu mesmo acabei fazendo algumas horas antes de ir para o aeroporto. Clique aqui e faça sua cotação com a Seguros Promo inserindo nosso cupom IDEIASNAMALA5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.

Chegando em Santiago

Transporte em Santiago: como se deslocar pela cidade

Metrô: funciona super bem

Santiago tem a malha de metrô mais completa da América Latina. É super seguro e fácil de usar, são 7 linhas que te levam para quase todos os pontos da cidade (digo quase porque o aeroporto infelizmente não está conectado). As atrações turísticas da cidade estão concentradas na linha vermelha.

Uber e Cabify: para quem quer praticidade

Uber e Cabify ainda não foram autorizados em Santiago, mas funcionam super bem. Nós optamos por usar Uber e não tivemos problemas – para não chamar a atenção de quem via de fora, meu noivo ia no banco da frente e eu sentava atrás. O importante é não dar bandeira para evitar algum probleminha desnecessário (e quem acompanhou a chegada do Uber em São Paulo, sabe que passamos por algo bem parecido).

Encontramos wi-fi fácil praticamente na cidade inteira e como estávamos sem pesos, deixávamos selecionada a opção de pagar as corridas pelo cartão de crédito – simples e prático.

Táxi: evite sempre que puder

Os taxistas em Santiago tem péssima fama e, na real, nem precisei testar para não gostar. Ao chegar no Hotel Diego de Velazquez nos orientaram a não utilizar os táxis s de forma alguma (muito menos os pretos e amarelos), pois os motoristas costumam alterar o taxímetro ou mesmo cobrar valores exorbitantes por uma corrida. Pegar táxi na rua então, nem pensar!

E o fato foi depois comprovado quando conhecemos um casal de paraenses em Valparaíso e eles nos contaram que haviam pago em um táxi R$70 por uma corrida que nos custou aproximadamente R$20 de Uber – absurdo!

Internet no Chile: compre um chip local

No nosso segundo dia no Chile comprei um chip de internet local da Claro. Paguei em torno de R$20 e sinceramente não estava apostando muito nele não, mas acabei mordendo a língua. Esse chip pode ser encontrado em bancas de jornais e lojas de conveniências e é uma mão na roda!

Este chip baratinho me garantiu internet durante toda a minha estadia no Chile e ainda consegui compartilhar a conexão com o meu noivo através do acesso pessoal, de modo que nós dois ficávamos conectados praticamente 100% do tempo – recomendo!

Roteiro detalhado: 5 dias em Santiago e arredores

Dia 1: chegada em Santiago

O voo entre São Paulo e Santiago leva 3h30 e é bem especial. Quem senta na janela (recomendo muito) ganha vistas super especiais da Cordilheira dos Andes na chegada em Santiago.

Roteiro de 5 dias em Santiago
A inesquecível (e inconfundível) chegada a Santiago

A imigração no Chile é tranquila e, como o Chile faz parte do Mercosul, você pode entrar com seu RG (desde que ele esteja em bom estado e tenha menos de 10 anos) ou passaporte. O que sim pega é a alfândega

Dica para se dar bem: preencha a declaração com cuidado

Eu, que costumo viajar com comida na bols, passei um belo sufoco na chegada em Santiago. Isso porque estava um pouco sonolenta no avião na hora em que as aeromoças passaram entregando aquele formulário de declaração de bens. Comecei a preencher como de costume e nem percebi que uma das perguntas do formulário era sobre porte de alimentos de origem animal/vegetal e eu, que estava com um verdadeiro “carregamento” de castanhas de caju na mala despachada (e embalada), marquei “NÃO”.

Comecei a perceber que eu havia feito besteira quando estava me dirigindo para a esteira rolante para pegar minhas malas e comecei a ler placas acima de latas de lixo com os dizeres: “última chance”, “jogue aqui seu alimento”.

Mais do que depressa, comecei a pesquisar na internet e vi que algumas pessoas haviam sido inclusive interrogadas por terem “mentido” e saí em busca de um novo papel para preencher. No final deu tudo certo, consegui o novo papel, preenchi corretamente e, na hora que meus pertences passaram pelo raio-x, avisei o policial que estava com um saco de castanhas de caju na mala. Eles então viram pelas imagens e rapidamente me liberaram. Sem crise, sem stress.

Transfer com o pessoal da SnowTours Chile

Chegando em Santiago fomos recebidos pelo pessoal da SnowTours Chile que nos ofereceu o transfer aeroporto-hotel (e vice-versa) e foi uma ótima pedida. Achamos ótimo chegar com um transfer fechadinho e já seguir para o hotel sem nos preocuparmos com absolutamente nada.

Hotel Diego Velazquez

Nosso primeiro hotel do Chile é bem conhecido entre os brasileiros e é uma excelente pedida para quem busca um hotel espaçoso, super bem localizado e com um excelente custo benefício. O Hotel Diego Velazquez foi uma recomendação certeira da Vivi do Vivi na Viagem (obrigada pela Dica Vivi!)

E, para estrear nossa chegada a Santiago, fomos jantar no restaurante Osaka (Avenida Nueva Costanera 3736), que tem também uma unidade em São Paulo, na Rua Amauri.

Roteiro de 5 dias em Santiago
O melhor camarão agridoce que eu já comi na vida e dois drinks incríveis – indicação do nosso garçom. Adoramos a experiência.

Dia 2: Cajon del Maipo, Embalse el Yeso e Baños Colinas

Tiramos um dia inteiro para ir até Cajon del Maipo e Embalse el Yeso, localizado no sudeste de Santiago. A cidadezinha de Cajon del Maipo é encantadora, demos uma andada pelas tendas de comerciantes espalhadas pela pracinha e tiramos algumas fotos, mas nada se compara a nossa chegada em Embalse el Yeso.

Antes de fecharmos com a SnowTours Chile até cogitamos alugar um carro e ir por conta – não façam isso! A estradinha é bem estreita e difícil de andar, pode causar náuseas e é muito lotada de carros indo e vindo. O tour inclui uma van confortável e a vibe era tão boa que quase não vimos o tempo passar – e olha que são 100 km de distância.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Embalse el Yeso com a SnowTours Chile
Roteiro de 5 dias em Santiago
Muita neve em pleno mês de novembro para nos surpreender ainda mais….

E, de quebra, nosso tour ainda incluía um belo piquenique, regado a vinho tinto e muitos snacks enquanto contemplávamos a vista dos Andes. Na minha opinião, foi o melhor passeio da viagem.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Dá só uma olhada no picnic que a SnowTours Chile providenciou pra gente no Embalse el Yeso! Maravilhoso!

Informações sobre o passeio:

      • Operadora escolhida: SnowTours Chile
      • Investimento: $ 29.000,00 (Nov 2018) ou $ 39.500,00 com Baño Colinas
      • O que inclui: piquenique, transfer desde o hotel (exceto hotéis próximos do aeroporto), guia trilíngue (português, inglês e espanhol), seguro auto (cobre acidentes que ocorrem dentro do carro)
      • Duração: 7 horas

Localização:

Baños Colina

Saindo do Embalse el Yeso, como estávamos dentro do horário programado e ainda cheios de energia, fomos todos conhecer as famosas “termas”. A van da SnowTours Chile migrou para a direção oposta, no sentido do vulcão, para tomar banho nas águas quentes das termas. Já estávamos com roupa de banho por baixo do montão de casacos (no Embalse chegou a nevar), o que facilitou a troca de roupa no apertado vestiário – lotado de turistas.

No local existem várias piscinas naturais, umas bem quentes, outras mais mornas. Recomenda-se inclusive o tempo máximo de 15 minutos para cada terma. Nós, espertinhos, ao nos depararmos com as termas mais perto dos vestiários todas lotadas de banhistas, decidimos entrar na última, mais distante. Segundos depois descobrimos porque ela estava vazia: ela era a mais morna e o vento cortante fez com que a gente quase congelasse.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Parecemos plenos, mas na minha cabeça eu só pensava como iria fazer para me teletransportar da terma até o vestiário (brrrrr). Brincadeiras à parte, o passeio valeu muito a pena!

A paisagem é linda e a experiência imperdível. Apesar de todo o frio que passei, recomendo o passeio.

Informações sobre o passeio:

      • Operadora escolhida: SnowTours Chile
      • Investimento: Combo Embase + Baños$ 39.500,00
      • O que inclui: transfer desde o hotel (exceto hotéis próximos do aeroporto), guia trilíngue (português, inglês e espanhol), seguro auto (cobre acidentes que ocorrem dentro do carro)
      • Duração: 7 horas

Localização:

Para o jantar desse dia tão especial, escolhemos o restaurante Mestizo (Av. Bicentenario 4050, Vitacura, Santiago) e foi tiro certeiro!

Roteiro de 5 dias em Santiago
Meu atum selado – divino

Dia 3: Excursão para Viña del Mar e Valparaíso + visita ao Sky Costanera

Viña del Mar y Valparaiso

Sou suspeita para falar de Viña del Mar – eu amo aquele lugar. Localizada a aproximadamente 130km de Santiago, é uma das melhores praias da costa nacional e onde acontece um festival internacional de música. A cidade tem como cartão postal o relógio de flores (parada obrigatória) e o Moai original da Ilha de Páscoa, que rendem muitas fotos lindas.

Roteiro 5 dias em santiago
Aproveite uma brecha entre as dezenas de turistas e fotografe um dos cartões postais da cidade.
roteiro 5 dias em santiago
Praia em Viña del mar

Valparaiso

Ao cruzar uma ponte, sem nem perceber, entramos em Valparaíso, cidade que foi declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO em 2003. Com uma arquitetura pitoresca, lindos morros e elevadores coloridos e antigos, acompanhado por um importante centro de pesca, propicia os mais deliciosos pratos de frutos do mar. Lá pudemos também ver de perto enormes leões marinhos, pelicanos e muitas garças.

roteiro de 5 dias em santiago
Muitas cores e manifestações pelas escadas de Valparaiso
roteiro de 5 dias em santiago
Caminhando pelo pier do Porto de Valparaíso

Passamos pelos principais pontos turísticos, que incluíam a casa de Pablo Neruda – La Sebastiana transformada em um simpático museu que abre ao público os espaços da casa e objetos pessoais do famoso poeta. Não chegamos a entrar, pois estávamos com o tempo bem apertado, e fomos para o nosso almoço tipicamente chileno em um restaurante indicado pelo pessoal da SnowTours Chile, o Cocina Puerto (Almirante Montt 455, Valparaíso) e adoramos!

Eu, que sou fã de peixes e frutos do mar, escolhi logo o Chupe de Jaiba – o que para nós seria um “escondidinho” de siri, super bem temperado e com bastante queijo gratinado. O prato era tão grande e pesado que eu apenas consegui comer metade.

roteiro de 5 dias em santiago
Chupe de Jaiba no Cocina Puerto

Informações sobre o passeio:

      • Operadora escolhida: SnowTours Chile
      • Investimento: $ 27.000,00
      • O que inclui: transfer desde o hotel (exceto hotéis próximos do aeroporto), guia trilíngue (português, inglês e espanhol), seguro auto (cobre acidentes que ocorrem dentro do carro)
      • Duração: 10 horas (contando da hora que sai até a que volta ao hotel)

Localização:

Dá para ir por conta própria?

Dá sim! Você pode optar por pegar um ônibus das linhas Pullman ou Turbus, que partem do Terminal Rodoviário Pajaritos (na estação Pajaritos do metrô). Os ônibus saem a cada 15 minutos e a viagem tem duração de 1h30.

Uma dica para economizar é já comprar as passagens de ida e volta, que permitem que você saia tanto Valparaiso como de Viña del Mar.

Existe também ônibus saindo do terminal Alameda – Estação Santiago de metrô – linha 1.

Sky Costanera

O Costanera Mall, onde está localizado o Sky Costanera (Avenida Andrés Bello 2457) é um dos prédios mais altos da América Latina, contando com 62 andares e tendo 300 m de altura. A vista de lá é incrível a qualquer horário – a menos que o dia esteja muito “fechado” (com muita neblina). O horário mais concorrido é o do pôr do sol (que varia de acordo com a estação do ano).

Roteiro de 5 dias em Santiago
Sky Costanera – a cidade inteira aos seus pés

Para o jantar dessa terceira noite eu havia reservado o super recomendado Bocanariz (José Victorino Lastarria 276, Santiago), mas assim que chegamos no hotel o cansaço bateu, ficamos tão entusiasmados com a área da piscina que optamos por ficar lá mesmo petiscando e pedindo alguns drinks.

Dia 4: Santiago: Las Condes + Bella Vista + Cerro San Cristobal

Parque Araucano

Dedicamos o quarto dia para explorar a cidade de Santiago. Começamos com uma caminhada pelos arredores do Icon Hotel e em poucos minutos chegamos ao Parque Araucano (Av. Pdte. Riesco 5877, Las Condes) com seus jardins muito floridos e botões de rosas que mal cabem na palma da mão.

Enquanto andávamos pelo bairro procurando casas de câmbio acabamos encontramos o Mall Alto Las Condes (Av. Pdte. Kennedy Lateral 9001) – shopping com boa parte a céu aberto. O shopping chamou minha atenção principalmente pela área externa, cheia de restaurantes de rede como por exemplo Vapiano, P.F Changs, Johnny Rockets e também uma enorme variedade de lugarzinhos aconchegantes para um belo almoço.

Como queríamos voltar logo para curtir a piscina, acabamos apenas dando uma andada rápida por lá, mas se você estiver procurando um lugar gostoso para um almoço rápido e estiver por Las Condes, é uma boa pedida!

Roteiro de 5 dias em Santiago
Muitas cores e flores no Parque Araucano…lugar ideal para um passeio curtindo a natureza

Parque Bicentenário

Nossa segunda parada foi o Parque Bicentenario (Bicentenario 3236, Vitacura).

Sabe aquelas aves cor de rosa lindas, chamadas flamingos? No parque Bicentenário você encontra dezenas delas tomando sol e exibindo suas belas penas.

O parque é super bem estruturado com confortáveis cadeirinhas e guarda sóis, área para piquenique, quadras para prática de esportes e espaços lindos para contemplar e fotografar. A criançada pode se divertir nos brinquedos moderninhos do parquinho, enquanto os pais curtem a bela paisagem em meio a estrutura e a vegetação nativa do enorme parque.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Flamingos e mais flamingos no Parque Bicentenário

Não deixe de caminhar mais alguns passos e pelo menos tomar um drink no restaurante Mestizo, localizado na Av. Bicentenario 4050, Vitacura, que fica lá do lado. Na minha opinião, é imperdível.

Caminhada pelo bairro de Bellavista

A caminho do cerro San Cristobal acabamos entrando no famoso bairro de Bellavista. Super colorido e envolvente, Bellavista é uma parada obrigatória para todos, mas principalmente para o turista que está atrás de boemia. As mesinhas espalhadas pela calçada, na sombra de enormes guarda-sóis, decorações mais excêntricas e às vezes até uma musiquinha latina ecoando pela porta dos barzinhos são tentadores.

Para quem está com tempo para fazer refeições mais demoradas, o Pátio Bellavista é uma ótima pedida. É um complexo de restaurantes super charmosos e bem diferentes entre si, dificultando (e muito) a vida dos indecisos de plantão.

Nós, que pretendíamos apenas conhecer o cerro San Cristobal, não pudemos conter a vontade de perder uma horinha tomando uns drinks por lá. E, por falar em drinks, um que você vai ver em grande parte dos cardápios é o “terremoto”, uma das bebidas mais populares do Chile – uma bebida bifásica que combina vinho branco, sorvete de abacaxi, fernet e granadina. Eu que estava ansiosa para prová-la, apesar de um pouco temerosa imaginando como eu iria caminhar pelo parque depois, acabei não resistindo e mandando ver.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Meio litro de terremoto… Porque quem não bebe não tem história pra contar!

O doce da bebida fazia com que eu mal percebesse que estava ficando mais relaxada, fato que eu realmente percebi quando comecei a subir as escadas. É, eu realmente poderia ter deixado para sentir os efeitos de um tremor de magnitude média depois do passeio, mas tudo bem, deu certo de toda forma.

Bellavista respira arte, entretenimento e gastronomia – não deixe de conhecer! Lá também está localizada o museu La Chascona, a única casa de Pablo Neruda na cidade de Santiago, construída em 1953. Visitei a La Chascona na minha primeira viagem a Santiago e fiquei bem impressionada, desta vez estávamos com o tempo mais afetado e tivemos que passar batido.

Cerro San Cristobal

Depois do passeio caprichado, seguimos de uber para o Cerro San Cristobal (Pio Nono, 450 – Bellavista). Da entrada do parque é possível avistar uma espécie de castelo medieval, que nada mais é do que um portal onde fica a bilheteria que dá acesso ao funicular.

O cerro San Cristobal é o segundo ponto mais alto da cidade e está localizado em uma colina no norte de Santiago e é uma atração que começa desde a subida, que pode ser feita de carro, taxi (em grupos de 4 pessoas), pelo famoso funicular e para os mais corajosos, a pé ou de bike.

A subida de funicular

Nós optamos pelo trenzinho que circula sobre trilhos, passando entre uma vasta vegetação.

Roteiro de 5 dias em Santiago

Durante a subida é possível parar em outro ponto de interesse, o Zoológico Nacional, localizado no sopé do cerro San Cristóbal, ou permanecer vagão e aguardar a chegada ao ponto final, que foi o que fizemos.

Ao descer do trenzinho, uma caminhadinha rápida para então nos depararmos com muita, mas muita gente admirando a bela vista e várias tendas de comércio vendendo mote con huesillos – um tipo de bebida gelada dois em um feita a base de pêssego e servida com pedaços de pêssego seco e trigo cozido. Eu costumo experimentar pratos típicos quando visito lugares diferentes, mas dessa vez confesso que me faltou coragem para provar.

De volta a vista do Cerro San Cristóbal, o visual é realmente impressionante. Ao subir as rampas e depois as escadas você passa por outros cantinhos lindos, como por exemplo a exposição de crucifixos simbolizando as sete chagas de Jesus Cristo.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Cerro San Cristobal e a vista de tirar o fôlego!

Chegando no topo, há uma capelinha bem fofa e muitos monumentos que rendem belas fotos.

A descida pode ser feita de teleférico para quem, assim como eu, quer sair do outro lado do parque e curtir a vista – recomendo e digo que gostei muito mesmo!

Roteiro de 5 dias em Santiago
Descida de teleférico Cerro San Cristobal – olha lá o prédio do Sky Costanera!

Para o jantar, seguimos a recomendação de uma leitora e fomos restaurante Baco Vino y Bistro (Nueva de Lyon 113, Providencia). O lugar é um misto de wine bar com restaurante, onde você pode optar por pedir vinhos em taças – e com isso degustar vários rótulos locais (bem interessante).

Roteiro de 5 dias em Santiago
Meu salmão no Restaurante Baco

Esse restaurante tem um excelente custo x benefício e é muito gostoso – recomendamos!

Dia 5: Valle de Colchagua

Esse foi um passeio que optamos em fazer por conta para termos maior liberdade e tempo para tudo o que gostaríamos. Alugamos um carrinho super econômico e seguimos durante 150km (pouco mais de 2h de viagem) até a cidade de Santa Cruz.

Já fomos programados para fazer ao menos 3 vinícolas e por isso deixei reservados todos tours. Algumas das vinícolas permitem que o visitante faça apenas a degustação ao invés do tour completo – isso é bom porque você acaba economizando um bom tempinho e pode visitar outras.

Hotel Cava Colchagua

Lá chegando, deixamos nosso carro no Hotel Cava Colchagua, hotel boutique localizado na região de Santa Cruz onde nos hospedamos naquela noite. Lá encontramos nosso motorista Sérgio, que já nos esperava com sua enorme van – afinal, beber e dirigir não rola!

Roteiro de 5 dias em Santiago
Hotel Cava Colchagua – experiência única de se hospedar dentro de uma enorme barrica de vinho e tratamento VIP – super recomendo!

Tour e degustação na Viña Clos de Apalta

Nosso primeiro tour foi na famosa viña Clos de Apalta (Lapostolle), onde fizemos um tour com degustação de aproximadamente 1h30, passando por todas as etapas de confecção do vinho, desde a separação das uvas até o seu engarrafamento.

Ao final, entramos em uma área onde estavam localizadas diversas barricas “descansando” e a adega subterrânea super interessante da família Apalta – nossa degustação foi feita na mesa que servia de “tampo” para a tal adega. Lá degustamos três rótulos.

Almoço e passeio na Viña Montes

Na sequência, fomos para a Viña Montes, onde a programação era curtir um pouco do local, almoçar no famoso restaurante Fuegos de Apalta, do renomadíssimo chef Francis Mallmann e depois fazer apenas uma degustação de quatro rótulos.

O almoço foi um verdadeiro sucesso, desde a entrada até a sobremesa, estrategicamente equilibrado com um excelente vinho da casa. Mas foi tão bom que nem o alto preço (já esperado) nos assustou – se você deseja ter uma experiência gastronômica no Valle do Colchagua, este é um dos restaurantes que devem estar no seu roteiro.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Nem eu, que sou fã de peixes, deixei de pedir uma bela carne. Esse era o meu New York Steak ao ponto com batatas filetadas tão finas que pareciam chips – delicioso

O bife era enorme e eu comi praticamente inteiro, de tão maravilhoso que estava.

Nossa degustação de 4 rótulos, por outro lado, foi por água abaixo por conta de uma “falha de comunicação”.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Felizes da vida bebendo muito vinho, já que a volta estava garantida com o nosso motorista. Tim tim!

Eu havia deixado tudo já pré-reservado e queria fazer a degustação às 15:30h, já que meu tour na última vinícola estava agendado para as 16h30, entretanto, fui informada que a degustação seria apenas às 16:00h, já que o tour pela viña montes começaria às 15:30h. E como a degustação demoraria algo em torno de 30′ e ainda não foi inventado o teletransporte, decidimos “abortar” a missão e ir direto para a viña Laura Hartwig.

Viña Laura Hartwig

Na viña Laura Hartwig optamos pelo tour de charrete pela plantação, seguida de um tour pela “linha de produção” e uma bela degustação para fechar nosso dia.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Passeio de charrete na Viña Laura Hartwig

O Sérgio foi um contato que peguei aqui no Brasil, mas que recomendo – ele foi muito bacana e atencioso, sem falar que veio com uma van enorme que cabiam umas 12 pessoas. O telefone dele, pra quem quiser tá na mão: + 56 98764-2328.

Dia 6: Passeio pelos pontos turísticos do centro de Santiago

Deixamos para fazer os pontos turísticos localizados no centro de Santiago, onde estávamos hospedados, no último dia.

Passamos pela Plaza de Armas e depois entramos na Catedral Metropolitana da cidade. De lá, voltamos caminhando rumo ao hotel, passando pela colorida rua Passeo Bandera e pelo cerro Santa Lucia. Aí vão os destaques do nosso passeio:

Plaza de Armas

A Plaza de Armas é a principal praça de Santiago – e o marco zero da cidade. Ao seu redor, edifícios históricos e imponentes, como por exemplo a Catedral Metropolitana de Santiago, o prédio dos Correios e o Museu Histórico Nacional.

A praça é sempre bem cheia, com muitos bancos para repousar, árvores e uma pequena fonte, além de muitas esculturas. No dia em que fomos lá estava rolando música ao vivo, muito gostoso!

Catedral

Muito suntuosa e gigantesca, a Catedral Metropolitana de Santiago é a sede da Arquidiocese de Santiago do Chile e o principal templo católico romano no país.

Repleta de esculturas minuciosamente detalhadas, muitas delas em bronze e mármore, pinturas em tela, nas cúpulas e grossos tapetes vermelhos, envolvente e linda, a Catedral é outro daqueles pontos de parada que você não pode deixar de ir.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Catedral Metropolitana de Santiago

Vá sem pressa, tomando seu tempo para admirar a riqueza de detalhes e contemplar a beleza do lugar.

Roteiro de 5 dias em Santiago
Esculturas tão perfeitas que até emocionam.

Passeo Bandera

Em conjunto com a municipalidade de Santiago e patrocinado pelo Banco Santander e pela companhia cervejaria Carlsberg, essa rua é um ponto de interesse que precisa ser visitado!

Com muitas cores e formas, bancos em formato de esferas, cadeiras de praia, vegetação e bicicleta que geram eletricidade para carregar os celulares, a comprida rua é repleta de pessoas (seja locais, seja turistas), em busca de um local para repousar ou mesmo para tirar fotos super diferentes – eu amei!

Roteiro de 5 dias em Santiago
As listras coloridas no chão se contorcem da mesma forma que a moderna passarela que liga antigas construções (entre elas, o prédio onde está localizado o Banco Santander)

Para o jantar, fechando com chave de ouro essa viagem tão especial, nos demos de presente o menu degustação harmonizado de oito cursos no restaurante Boragó (Nueva Costanera 3467).

Roteiro de 5 dias em Santiago
Cordeiro muito bem cozido com mil folhas de maçãs selvagens da Patagônia, harmonizado com um Red Blend, 2016.

Dia 7: transfer do Hotel para o Aeroporto

Nosso voo saiu às 06h e a SnowTours Chile quebrou nosso galho mais uma vez, nos buscando em plena madrugada para nos levar com muito conforto e segurança para o aeroporto!

E aí, curtiu nosso roteiro de 5 dias em Santiago?


O Ideias na Mala se hospedou a convite do Hotel Diego de Velazquez e fez os passeios para Cajon del Maipo, Embalse el Yeso, Baños Colinas, Viña del Mar e Valparaíso a convite da SnowTours Chile. Todas as demais hospedagens e passeios foram por nossa conta – e claro, todas as opiniões deste post correspondem a nossa real experiência!


Veja também:

Deserto do Atacama no Ideias na mala

Mais posts do Chile


Viaje sem stress:

✅ Reserve seu hotel em Santiago

Faça seu seguro de viagens

Alugue seu carro 


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

Planeje sua viagem

Matérias Relacionadas

Comentários (8)

[…] Leia também a minha experiência completa no Hotel Diego de Velazquez . […]

[…] de começar os passeios, no primeiro dia em Santiago, eu passei na Calle Augustinas para trocar dinheiro. Aproveitei também para almoçar pelo Centro […]

Melhor blog. Tem de tudo

Deixe o seu comentário