Dicas para um fim de semana em Austin, no Texas

Saiba o que fazer em Austin, um roteiro caprichado para curtir um final de semana em uma das cidades mais vivas e divertidas do Texas. Dicas do que fazer em Austin e muito mais!

Fazia um bom tempo que eu queria conhecer Austin no Texas, e assim que surgiu uma viagem de trabalho do meu marido para lá, não pensei duas vezes e me inclui na viagem. Chegamos em Austin na madrugada de sexta para sábado, e eu voltei na segunda, no início da tarde (e ele ficou lá para trabalhar mais uns dias).

E como Austin fica relativamente próxima a Waco, outra cidade que eu era louca pra visitar, tratei de juntar as duas na mesma viagem, nos próximos parágrafos dividirei com vocês os detalhes do nosso roteiro de um final de semana e muitas dicas do que fazer em Austin.

Chegada e Austin e aluguel de carro

Para combinar Waco e Austin na mesma viagem, alugamos o carro logo na chegada e já saímos do aeroporto com ele, e quer saber? O carro é o seu melhor amigo para se locomover por Austin, especialmente nos dias mais quentes (nós pegamos um calor de 40º e agradecemos cada segundo do ar condicionado) sim é chato e caro de estacionar, mas achamos alugar o carro valeu muito a pena.

Se você vai a Austin para a SXSW e ficará hospedado no centro (já já falo mais disso), pode dispensar o carro. Pra quem se hospeda em South Congress, Arboretum ou outras regiões da cidade, considero o aluguel de carros indispensável.

Onde ficar em Austin

Quando o assunto é hospedagem, os hotéis de Austin estão concentrados em três regiões diferentes: Downtown (o centro da cidade), South Congress (uma região bem descolada) e Arboretum (um lugar bacanas porém um pouco mais afastado).

Downtown Austin

Downtown é a região mais central da cidade (e infelizmente a mais cara, durante a SXSW os hotéis de Downtown costumam se esgotar com certa antecedência) e é muito conveniente para quem quer explorar o melhor de Austin sem alugar um carro. Sim você terá que recorrer ao Uber para chegar aos cantinhos mais afastados, mas o legal é que dá para fazer muita coisa a pé.

Nós ficamos hospedados no Hilton e gostamos. O hotel é bem localizado e o atendimento é bom, sem contar que tinha uma loja da Starbucks dentro do hotel, o que facilitou a nossa vida em momentos de fome e pressa. Para quem está afim de cacifar algo mais top, o Four Seasons, Driskill (um hotel histórico lindo que hoje é administrado pelo grupo Hyatt), W Austin e o Fairmont também são ótimas opções.

Onde ficar em Austin
Hotel Driskill | Foto: Divulgação
Onde ficar em Austin
Hotel Driskill | Foto: Divulgação

Para quem procura algo com melhor custo x benefício, vale dar uma olhada no Hilton Garden Inn e no Holliday Inn.

Vai para a South by Southwest?

Se você está indo a Austin por causa da SXSW, a dica é ficar hospedado em Downtown(reserve com antecedência) perto de onde acontecem os principais eventos e não alugar carro. Ficando próximo da SXSW você economiza no aluguel dos carro, se salva da loucura do estacionamento e pode curtir as principais atrações a pé ou de Uber.

South Congress

South Congress é a região mais viva, divertida e hipster de Austin. Uma região repleta de lojinhas bacanas e cafés descolados. Se hospedar em South Congress é uma delícia (assim que saí da cidade, meu marido acabou indo para um hotel por lá). Se você se hospedar por lá, alugue carro!

Em South Congress a minha dica é o South Congress Hotel, testado e aprovado pelo marido. É um hotel pequeno e simples, mas é um charme e está ultra bem localizado. Outro ponto positivo é a piscina, uma delícia para se refrescar nos dias quentes. Outras alternativas bacanas em South Congress são o San Jose Hotel (ultra bem avaliado e com custo x benefício excelente) e o ultra charmoso Hotel Saint Cecilia.

Onde ficar em Austin
South Congress Hotel | Foto: Divulgação
Onde ficar em Austin
South Congress Hotel | Foto: Divulgação

Arboretum

Arboretum é uma região bacana e bem segura, mas fica longe do burburinho e longe das principais atrações turísticas da cidade. Eu só consideraria Arboretum se o custo x benefício estiver incrível (saiba que você vai precisar alugar um carro).

Dia 1: Bate e volta à Waco + noite animada em Austin

Waco

No sábado nós acordamos relativamente cedo e fomos para Waco (cerca de 1 hora e meia de Austin). Eu amo um reality show chamado Fixer Upper e que é filmado em Waco, então eu não podia perder a chance de visitar essa cidade que tanto vi nos episódios da série.

Os protagonistas da série são um casal que reforma casas, deixando-as lindas para os novos moradores. Além das casas, eles abriram um restaurante, o Magnolia Table, uma padariazinha , a Silos Baking Co. (que vende cupcakes deliciosos), e uma loja de decoração, o Magnolia Market, e é claro que visitamos todos eles!

que fazer em Austin
O Magnolia Market por dentro

Mesmo com um calor forte e fila braba, o passeio foi ótimo. Os atendentes do mercado, restaurante e padaria são super atenciosos e fazem de tudo para que a experiência dos visitantes seja muito legal. Este carinho todo deixou o passeio ainda mais especial.

que fazer em Austin
Food Truck do Silos Baking Co para quem não quiser enfrentar a fila da padaria

E pra fechar a visita, a imagens dos famosos silos que tantas vezes vi pela TV!

que fazer em Austin
Os famosos silos que chamam a atenção de longe

Nossa visita a Waco foi tão divertida que renderia fácil um post sobre o assunto, mas como Waco não faz parte do roteiro da maioria das pessoas que visita a região de Austin, resolvi focar na cidade. (Se você sentiu falta de mais dicas/fotos de Waco, deixe um comentário. Quem sabe não me animo em escrever um post detalhadinho sobre o assunto?)

Jantar no Barlata

Voltamos para Austin a tempo de jantar e encontrar uns amigos que também estavam na cidade para tomar uns drinks. Jantamos em um restaurante Espanhol chamado Barlata (1500 S Lamar Blvd #150, Austin) e adoramos. Nossos pratos preferidos foram o croquete de queijo e presunto, e as brusquetas de salmão defumado e camarão e de sardinha com pimenta e tomate. Não foi um jantar baratinho, mas também não achamos super caro. Com drinks, vários pratos (era um restaurante de tapas, então pedimos uns 5 pratos) e sobremesa, a nossa conta ficou em torno de $150 dólares para duas pessoas, incluindo a gorjeta.

As brusquetas deliciosas do Barlata

Drinks em Austin

Depois do jantar, saímos para tomar drinks em diferentes bares para conhecer um pouco da noite de Austin que é bem famosa nos Estados Unidos.

Começamos a noite no Greenlight (720 W 6th St), depois de um par de drinks, atravessamos a rua e fomos para o The Dogwood (715 W 6th St, Austin) alguns drinks depois pegamos um táxi para o Firehouse Hostel (605 Brazos St.), que tem um speakeasy (speakeasy é um bar “secreto” inspirado nos bares ilegais que existiam na era da proibição de venda de bebidas alcoólicas nos Estados Unidos, entre os anos 20 e 30). E esse é secreto até na na entrada.Para achar o bar secreto, é só procurar pela estante de livros na recepção do hostel e arrasta-la para o lado, a estante é uma porta disfarçada. O espaço é pequeno, mas adoramos o lugar. E o meu drink preferifo da casa foi o Charo’s Kick, que leva mezcal na mistura, uma delícia. 

Tomamos um par de drinks curtindo a vibe secreta e decidimos continuar a jornada com uma caminhada pela 6th St. observando a galera se divertindo na rua (neste pedaço da 6th street, alguns quarteirões são fechados para trânsito de carros, e a festa se espalha pelas ruas) e apreciando a música vinda de todos os bares que passávamos, tem de tudo um pouco em questão de música e de gente, ouvimos Rock, Country e Pop. Entre um passo e outro eu dancei e cantei bastante.

que fazer em Austin
A galera curtindo no Handlebar

E pra fechar a noite, fomos tomar um último drink no rooftop do Handlebar , meu preferido (até música de Natal tocou e a galera cantou junto, foi super divertido). Todos esses bares tinha entrada de graça e pegamos apenas pelos nossos drinks. 

Dia 2: Hope Galery, Capitol e Lake Travis

Começamos nosso segundo dia tomando um café da manhã rápido no Starbucks. Como a noite de drinks foi meio longa, dormimos mais do que o planejado, e por isso optamos por comer algo rápido e já sair para passear.

Hope Gallery

Sou a louca da arte, seja dentro de museus, ou espalhada pelas ruas, eu adoro arte e sempre que visitou lugar novo faço questão de buscar algo local para visitar. Em Austin minha escolha foi a Hope Outdoor Gallery (1101 Baylor St.), um espaço comunitário (e único do tipo nos Estados Unidos do tipo) onde quem quiser contribuir para inspirar e educar positivamente quem passa por ali.

A ideia é caminhar pelo espaço, fazer muitas fotos legais, e e quiser, ainda dá para contribuir com um pouco de arte (encontrei várias latas de spray dando sopa , para quem quisesse usar). Outro ponto alto do passeio é conhecer alguns artistas locais que expõem e vendem seus trabalhos por lá.

que fazer em Austin
A entrada da galeria
que fazer em Austin
Hope Gallery

State Capitol

Austin é a Capital do Texas e é onde estão a sede dos escritórios dos legislativos estaduais e do governo do Texas. O Edifício oficial mais importante é o Capitólio de Estado do Texas (1100 Congress Ave.), que é lindo, está aberto para visitas e a entrada é grátis.

Não costumo visitar os prédios de Capitólio do Estado nas minhas viagens, mas eu tinha lido que esse valia muito a visita, e quando passamos na frente, decidimos parar e olhar mais de perto, porque o edifício chamou muito a nossa atenção da rua. Além da arquitetura linda, o jardim ao redor do Capitólio é um ótimo lugar para sentar um pouco e descansar. O calor impediu que ficássemos muito tempo, mas ainda assim achamos que valeu e muito a visita.

Como nós não estávamos com muito tempo, decidimos não fizer o tour grátis que é oferecido para os visitantes, mas se você tiver interesse, pode ser uma boa pedida.

que fazer em Austin
Vista da parte do Capitólio de Austin
que fazer em Austin
Monumento em homenagem a oficiais que perderam a vida protegendo a comunidade
que fazer em Austin
O Capitol visto de frente: Olha só os jarinds que delícia.

South Congress Ave

A South Congress é uma rua cheia de lojinhas e restaurantes bacanas. Nós começamos nosso nessa rua pelo mural “I love you so much” que fica na esquina da South Congress Ave com a West James St e depois fomos caminhando sem pressa, olhando as lojinhas e aproveitando para recarregar as energias a cada possibilidade de um ar condicionado no nosso caminho.

Austin
Mila fazendo pose no mural

Algumas paradas bacanas:

A Allens Boots é uma bem conhecida no Texas e é especializada em botas, chapéus e artigos de cowboys. Ainda que esse não seja seu estilo, pode ser bem divertido andar pela loja, ver ,e provar algumas das botas maravilhosas que eles têm. As botas são lindíssimas, super coloridas e muito estilosas. Se o preço não fosse tão salgado (as que eu gostei eram mais de $300 doláres) eu teria até comprado uma pra mim mesmo não tendo o costume de usar coisas de Cowboy.

que fazer em Austin
Mila se divertindo na Allen Boots

Outras loja que gostamos foram a Parts & Labor , que têm uma seleção de produtos de artistas locais, e a South Congress Books, uma livraria recheada de livros raros e edições especiais.

Para almoçar, paramos no Perla’s (1400 S Congress Ave) um restaurante de frutos do mar bem recomendado por nossos amigos. O restaurante é super charmoso, com um espaço externo lindo, e que eu adoraria ter aproveitado melhor, tomando um drink e curtindo o movimento da rua, mas como chegamos depois das 3 da tarde, eles estavam servindo apenas algumas saladas e aperitivos, o que não era suficiente para a nossa fome, então voltamos pro hotel e comemos por lá. Depois disso decidimos descansar um pouco no ar condicionado do quarto, porque o calor de 40º nos deixou bem cansados.

Pôr do Sol no Lago Travis

No fim da tarde fomos encontrar nossos amigos num lugar incrível localizado a uns 30 minutos do centro da cidade chamado Oasis (6550 Comanche Trail) para assistir ao pôr do sol na beira do Lake Travis. O Oasis é uma estrutura que fica na encosta de um morro, com vista lindíssima para o Lago Travis. No Oasis há uma loja de lembrancinhas, um restaurante e uma cervejaria.

que fazer em Austin
Vista da Cervejaria que fica no último andar do complexo

Escolhemos a a cervejaria que fica no andar mais alto, para apreciar a vista. Nosso amigo que mora Austin tinha nos avisado que a comida do Oasis, não é incrível e nem terrível, o lugar vale pela vista, e que vista! Amamos a experiência e achamos que foi uma das nossas partes preferidas da viagem.

que fazer em Austin
Vista da cervejaria que fica no último andar do complexo
que fazer em Austin
Vista linda do pôr do sol
que fazer em Austin
Oasis depois de escurecer

Explorando a cidade em busca de murais

Dia 3: Café da manhã, murais coloridos e volta pra casa

Na segunda-feira, meu último dia em Austin, tomamos um café da manhã no charmosissimo Café No Se (1603 S Congress Ave). Eu moraria nesse café, de tão fofo que achei.

Para comer pedi uma torrada de abacate com ovo, meu café da manhã preferido, e meu marido pediu um sanduíche de ovo e queijo. Eu amei a minha comida, o Rodrigo achou o sanduíche dele okay.

que fazer em Austin
Café No Se

Os murais de Austin

Depois disso, fomos passear pela cidade de carro, em busca de alguns murais, um passeio que adoro fazer nas minhas viagens. Aí vão os meus preferidos do passeio:

Greetings Austin

que fazer em Austin
1720 S 1st St

You Stay Classy Austin

que fazer em Austin
1603 S 1st St

You’re my Butter Half

que fazer em Austin
2001 E MLK Jr Blvd

Outros murais legais pra você visitar: Hi How Are You (Guadalupe St & 21st St), Till Death Do Us Part (E 7th St & Waller St), Willie Nelson (130 E Elizabeth St esquina com a South Congress Ave), e Smile Now/ Cry Later (2426 Guadalupe St)

Se você curte murais, vale pesquisar porque tem muitos outros murais bacanas espalhados pela cidade.

Volta pra casa

Depois disso seguimos para o aeroporto, e eu me despedi de Austin com a vontade de voltar.

Vale a pena visitar Austin?

Adorei a cidade, as pessoas, só não gostei do calor :/. Sei que teríamos aproveitado muito mais se não estivesse tão quente por lá, então, se você tiver flexibilidade para escolher a data da viagem, dê preferência para abril, maio, setembro e outubro. Segundo nosso amigo que mora em Austin, abril é o melhor mês em relação a temperaturas.

Mais dicas de restaurantes em Austin

Aqui vão algumas dicas de restaurantes que estavam na minha lista mas acabamos não tendo tempo de visitar:

Suerte: um restaurante Mexicano com ótimas opções vegetarianas.

Shake Shack: uma rede americana que faz o maior sucesso em Nova York com lanches rápidos e bem gostosos.

Freedmen’s e Franklin: dois lugares que vendem churrasco versão Americana e que vivem com fila na porta. Reza a lenda que a comida vale cada minuto de que vão te fazer ficar na fila.

E aí, curtiu nossas dicas do que fazer em Austin?

Não esqueça do seguro viagem!

Todo viajante que se preza sabe que a contratação do seguro viagem é imprescindível. E digo mais, não adianta escolher seguro pelo valor, afinal o barato pode sair caro se você não estiver bem “coberto”. Todos nós estamos sujeitos a um cancelamento de voo, extravio de bagagem, emergência hospitalar e é por é nessas horas que o seguro viagem é lembrado.

Um seguro com boa cobertura e que cubra tudo no ato é sempre a melhor escolha, porque aí você evita ter que colocar a mão no bolso para só láááá na frente ser reembolsado (to fora).

E para ajudar na escolha do seguro ideal, recomendamos a Seguros Promo, uma empresa brasileira que funciona como um comparador de seguros oferecendo uma listagem com o que há de melhor no mercado em termos de apólices, pra você só ter que escolher o melhor custo x benefício.

Quer mais comodidade? Clique aqui e insira nosso cupom IDEIASNAMALA5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.


Para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

Planeje sua viagem

Comentários (1)

Também adoro o Fixer Upper. Conta mais sobre Waco ?? 🙂

Deixe o seu comentário