India: Pushkar a cidade mais sagrada do Hinduísmo

Sagrada para os muçulmanos e adorada pelos hippies, Pushkar é uma cidade pra lá de animada e com uma vibe incrível. Um rajastão sem Fortalezas, reforçado pelo único templo Brahma do mundo e pelos banhos místicos no lago sagrado. Um lugar para visitar e se apaixonar. Nesse post divido com vocês, o que fazer em  Pushkar e dicas para se dar bem na região. Pronto para se encantar?

A vida em Pushkar gira em torno do lago sagrado e de suas 36 piscinas que recebem diariamente centenas de fieis em busca de uma benção divina e felicidade. A energia é super forte e dá para sentir de longe. Devido ao lago sagrado, Pushkar é um pouco mais exigente que as outras cidades indianas. Aqui é proibido o consumo de bebidas alcoólicas, carnes de qualquer tipo e até ovos. Para se aproximar do lago sagrado é necessário tirar os sapatos, e é preciso tomar cuidado com as roupas. Nada abaixo dos joelhos e mangas curtas nem pensar. Por outro lado, devido ao seu clima super relax e culto a felicidade, a cidade atrai hippies indianos e gringos e é famosa por servir lassis “especiais” misturados com uma erva zero ortodoxa.

Pushkar - Índia
Um dos muitos templos de Pushkar

Clima Hippie

Falei um pouco da parte sagrada de Pushkar, mas acho que vale falar da quantidade de gringos ripongos. O perfil da cidade é bem interessante comparado as demais cidades repletas de palácios e fortes do rajastão. Aqui o visitante é bem mais descolado e bem mais relaxado. Gostei de observar as diferenças de perfil e ter visitado dois mundos tão diferentes tão próximos.

Bois e vacas pra todo lado

Uma das coisas que me chamou a atenção em Pushkar foi a quantidade descomunal de bois, vacas e búfalos (nosso guia explicou que é estação de reprodução e que elas costumam se agrupar, mas ainda assim achei vaca pra caramba). Aqui é preciso tomar um cuidado danado para não ficar na frente do boi e levar uma bela chifrada. Se o boi quer passar meu amigo, é na base do “sai da frente”. Assim, umas frases que mais ouvimos no nosso grupo foi “Mind the bull” ou “Preste atenção no boi”.

Pushkar - Índia
Vacas e macacos em Pushkar

E quase esqueço de falar dos macacos. Esses danadinhos de dentes grandes são hiper rápidos. Ladrões profissionais, não podem ver frutas e acham que toda sacola de compras é de comer. Vi vários turistas tendo sacolas furtadas, as de comida são rapidamente devoradas, as de compras são detonas e jogadas ao acaso – dependendo do humor do ladrão, quer dizer: Macaco. Na dúvida, ponha tudo numa bolsa escondida e que não seja de plástico.

O lago sagrado de Pushkar

Era diante do lago sagrado de Pushkar que marajás vindos de diversos cantos da Índia se banhavam e eram abençoados pelos príncipes locais (e decendentes do Deus Brahma), um costume que permanece até os dias de hoje. Animadas com a energia do lugar, decidimos participar de um dos rituais mais importantes do hinduismo: A benção do lago.

Pushkar - Índia
Um dos Ghats (acessos) do lago de Pushkar

A benção do lago

A benção do lago é uma benção rápida, porém muito linda que é oferecida pelos príncipes Brahmas (a mais alta das castas Indianas). O primeiro passo é tirar os sapatos (que não podem chegar nem perto do lago) e receber uma bacia prateada com materiais sagrados (pétalas de flores, côco, açúcar, tinta vermelha e um pedacinho de barbante).

Pushkar - Índia
Eu e as oferendas do ritual

O príncipe que performa o ritual pede que cada pessoa leve sua travessa prateada a testa e em seguida começa a entoar mantras e hindi e em inglês que devem ser repetidos por nós. Algumas das palavras que lembro são Holy place, holy lake, happiness, Brahma.

Pushkar - Índia
Benção do lago em Pushkar

A benção do lago vale para toda a família, e por isso cada uma de nós teve que repetir o nome das pessoas queridas e fazer desejos positivos. No final, ganhamos uma marca vermelha na testa, uma pulserinha no braço e oferecemos o açúcar e as flores para o lago sagrado. O ritual é super bonito, a vibe é fantástica e observar os peregrinos se banhando nas águas sagradas é super interessante. O ritual termina com uma oferenda em dinheiro, o mínimo pedido é 101 rúpias (pouco menos de 2 dólares), mas cada um pode oferecer o que quiser/puder.

Participar da cerimonia foi uma das experiências mais bacanas dessa viagem, e que super recomendo, mas para quem não quiser, só sentar na beira do lago é algo bem especial e que merece ser vivido. E se você curte meditar, taí um cantinho repleto de energias boas!

Pushkar - Índia
Jogando as oferendas no lago

Dica: tenha cuidado na hora de escolher o príncipe Brahma, tem muito espertalhão pagando de príncipe e dando benção falseta em volta do lago. Um verdadeiro Brahma nunca cobra um preço específico, ele pede doação. Duas amigas caíram na roubada e acharam a benção hiper sem graça.

Pushkar - Índia
Lago de Pushkar

O Templo do Deus Brahma

Pushkar está repleta de templos: templos pequenos, grandes, de todas as cores e formatos dedicados a deuses diversos. O mais importante desses templos, e um dos motivos pelo qual a cidade recebe tantos peregrinos é o templo dedicado ao Deus Brahma, o único do mundo seguindo uma vontade do próprio Deus. Para entrar no templo é preciso guardar os sapatos e as bolsas (para evitar a síndrome do dólar ambulante, ou seja, os indianos nos olharem e nos relacionarem com lucros, dividimos o grupo em dois e deixamos parte das meninas com as bolsas e sapatos enquanto visitamos o templo).

Optamos por fazer a visita guiada por um “suposto” aprendiz do templo, digo suposto porque ele encheu o nosso saco com a questão da doação e nos fez uma “suposta benção” que só pode ser feita pelos príncipes locais, mas que ainda assim valeu a pena. O cara nos explicou cada detalhe do templo, nos contou sobre as 4 cabeças de Brahma e suas duas esposas (cada uma delas tem um templo menor no alto de uma montanha ao redor do templo) nos mostrou muitas coisas que não teríamos visto sozinhas. Valeu o investimento de 2 dólares. Pra quem quiser visitar sem guia, a entrada no templo é grátis e eu super recomendo que você leve algumas flores para oferecer as deuses e fazer parte do templo. Adorei a experiência.

Nascer do sol no templo de Savitri

A Deusa Savitri foi uma das esposas de Brahma e tem um templo dedicado a ela no topo de uma das montanhas na margem do lago de Pushkar. Um dos passeios mais especiais de Pushkar (e para falar a verdade, um dos highlights da minha viagem pela Índia) foi assistir o nascer do sol no alto do templo. Acordamos cedíssimo e começamos a caminhada ainda na escuridão iluminadas pela lanterna do celular e acompanhadas pelo motorista do tuktuk que nosso guia arranjou e negociou para nós. A subida leva cerca de 30 minutos, e chegando lá no alto tomamos um cházinho indiano (chai) e esperamos o sol nascer.

Pushkar - Índia
Pushkar vista do alto do templo de Savitri.
Pushkar - Índia
Nascer do sol em Pushkar
Pushkar - Índia
O dia amanhecendo
Pushkar - Índia
Pose pra foto. Estava frio pra caramba!!!!

A vista é linda, e a energia é D+. As cores do nascer do sol, misturadas com uma leve névoa de inverno invadiram paisagem e aos poucos a noite virou dia. Antes de descer, demos uma volta no topo da montanha e prestamos nossas homenagens a Deusa. Vale sem dúvida a caminhada e o sacrifício de acordar cedo. Recomendo muito!

Pushkar - Índia
Templo de Savitri visto do outro lado da montanha
Pushkar - Templo de Savitri
Porta de entrada do templo
Pushkar - Índia
Plaquinhas no chão do templo
Pushkar - Índia
Árvore com oferendas

E olha só quem assistiu o nascer do sol com a gente…

Pushkar - Índia
Macacos em Pushkar

Alguém deu biscoito pra macacada que ficou feliz da vida. Olha só a cara desse nosso amigo guloso.

Pushkar - Índia
Macaco mandando ver no biscoito

E na descida tirei uma foto básica do templo para vocês verem a subida. Não é das mais íngremes e é toda pavimentada.

Pushkar - Índia
Subida Templo de Savitri

O mercado de Pushkar

Como toda cidade indiana que se preze, Pushkar tem um mercado (bazar) pra lá de animado. Como a cidade é bem turística, os preços são mais caros que outras cidades do Rajastão, mas nada que uma bela barganhada não resolva. 🙂

Pushkar - Índia
Mercado de Pushkar

Comprei um cobertorzinho de lã super bonito e bem colorido e uns brinquinhos fofos e bem diferentes do que eu havia visto nas outras cidades. Curti minhas comprinhas.

Pushkar - Índia
Tintas coloridas
Pushkar - Índia
Malas – o colarzinho indiano

Pôr do sol no Sunset café

E pra fechar o dia, que tal um pôr do sol caprichado em volta do lago? Um dos lugares mais caprichados da cidade par ver o pôr do sol é o Sunset café. Ele tem tem uma varanda super gostosa para ver o pôr do sol degustando uma panqueca de chocolate (raridade na Índia) ou um lassi (bebida de Iogurte local). Os lassis do Sunset café são um pouco doces demais meu gosto, mas as comidas (pedi um curry de grão de bico) estavam ótimas!

Pushkar - Índia
Sunset Café em Pushkar

[E pra quem quiser provar o special Lassi, ele não está no cardápio do Sunset, mas eles servem, é só pedir. O Special Lassi pode ser pedido nas variações fraco, médio e forte. Cuidado amigo, conheço pessoas que tomaram o forte e viraram verdadeiras amebas. Na dúvida, vá de médio.]

Pushkar - Índia
Vista do Sunset Café
Pushkar - Índia
Árvore ao lado do Sunset Café

Outras experiências

Aí vão algumas experiências de Pushkar que não tive a chance de testar, mas que ouvi boas recomendações pelo caminho. Se alguém aí já participou dessas experiências e quiser dar pitacos, vou adorar atualizar o post.

Safari de Camelo no deserto

Pushkar é um dos pontos de saída dos Safaris de Camelo no Rajastão, uma experiência de 2 ou mais dias que inclui acampar no deserto. Fiz um Safari em Bikaner e amei a experiência, imagino que em Pushkar deve ser algo parecido.

Safari de camelos na Índia
Amigo camelo se exibindo para nós

Aulas de Culinária Indiana Vegetariana

Pra quem curte comida indiana veggie e tá afim de aprender a cozinhar, taí uma oportunidade interessante!

Aulas de Yoga e meditação

Pra quem curte Yoga, Pilates ou Meditação taí uma cidade com muitos estúdios legais e muita gente antenada. Não chega a ser com o Rishkesh no Norte da Índia, mas tem muita coisa legal.

Templos em Pushkar

Além dos templos de Brahma e Savitri que amei visitar, Pushkar tem uma infinidade de templos menores e lindos como o Old Rangji Temple, o Varaha Temple e o Pap Mochani Temple (que assim como o Savitri, também fica no alto da montanha).

Pushkar Camel Fair (A feira de camelos de Pushkar)

Um dos eventos mais famosos de Pushkar é a feira de camelos (Camel Fair) que acontece todos os anos em Novembro e reune mercadores e criadores de camelos e dromedários vindos de todos os cantos do Rajastão. Uma oportunidade de ver gente diferente, camelos pintados e fantasiados e várias atrações típicas. Uma experiência no mínimo diferente.

Dicas práticas para você incluir Pushkar no seu roteiro

Como chegar?

Pushkar fica há cerca de 3 horas de Jaipur e 30 minutos de Ajmer. Há trens, mas o serviço é tão demorado e pouco frequente, que o jeito mais conveniente de chegar lá é pegando um ônibus ou contratando um transporte privado.

Quantos dias?

Tive apenas um dia para explorar a cidade e achei muito pouco. Adoraria ter tido 2 ou 3 dias para passear com calma, visitar as lojinhas coloridas, os templos desconhecidos, fazer aulas de yoga, me empanturrar de comida gostosa e meditar a beira do lago.

Pushkar - Índia
Lago de Pushkar

Vale a pena visitar Pushkar?

Muito. Adorei Pushkar e achei que um dia foi pouco tempo para “degustar” a cidade com calma. Adoraria ter tido mais tempo para percorrer as ruas, visitar outros templos e relaxar em volta do lago. Pushkar é uma dessas cidades que me deixou com gostinho de quero mais é muita vontade de voltar.

Pushkar - Índia
Limpeza em uma das escadarias do lago de Pushkar

Curtiu as dicas?

Alguém aí já visitou a cidade e quer dividir experiências com a gente? 

Veja também:

Sobre a Índia:

Nova Delhi

Outras cidades da Índia

E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!
[instagram-feed]

Planeje sua viagem

Comentários (4)

[…] Pushkar a cidade mais sagrada do hinduísmo […]

Olá! Estou planejando conhecer! O que mais você fez de legal além de pushkar ?

Oi Ana,
veja todo o meu roteiro aqui.
Beijos

[…] Pushkar – A cidade mais sagrada do Hinduísmo – O pessoal do Ideias na Mala escreveu sobre uma das cidades que ficou faltando pra gente visitar na Índia, Pushkar. Natália Becattini Sou jornalista, mas o que eu sempre quis mesmo é contar histórias e colecionar aventuras. Na falta de um emprego desses, criei um para mim: desde 2011, viajo pelo mundo e escrevo sobre o que vi. Sou mineira de BH, mas já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, onde vivo no momento. Gosto de literatura, cervejas, artigos de papelaria e tenho um cachorro salsicha chamado Whisky. Também escrevo o blog Oxford Comma. […]

Deixe o seu comentário