Takarazuka: um show de dança, música e interpretação

Takarazuka é uma das maiores companhias de dança do Japão e tem quase 100 anos de existência. 5 elencos dividem o calendário, cada peça fica em cartaz cerca de um mês na cidade de Takarazuka e um mês em Tóquio. Mesmo com essa quantidade enorme de espetáculos ao longo do ano, os ingressos são bem concorridos.
Umas das curiosidades do grupo, é o fato do elenco ser 100% composto por mulheres. As mais altas cortam o cabelo bem curtinho, engrossam a voz, aprendem a cantar e dançar como homens e pronto, esta montado o elenco. Takarazuka é uma espécie de boas vindas ao Japão moderno e ocidentalizado, o oposto do Kabuki em que os atores homens fazem o papel de mulheres.

E também uma maneira discreta de protestar por um maior poder feminino em uma sociedade que a mulher ainda é ligeiramente deixada de lado. A platéia, 95% composta por mulheres corresponde aos anseios do grupo e responde com alegria.
Para as atrizes o Takarazuka é uma carreira promissora, as melhores e mais queridas pelo publico ficam realmente famosas no Japão, mas  para isso é preciso muito esforço e dedicação.

Todos os anos há uma criteriosa seleção para entrada de novas meninas no grupo. Para ingressar é preciso ser uma ótima dançarina e uma boa cantora. Depois disso elas passam por alguns anos de treinamento duro.  Começam entrando no palco em papeis pequeninos e aos poucos vão ganhando espaço e oportunidades. Enquanto a peça do grupo não entra em cartaz, as meninas fazem aulas de canto, dança ocidental, dança japonesa e interpretação
As peças são relativamente longas, três horas e meia com meia hora de intervalo na metade. E são realmente bonitas.

Fomos assistir um espetáculo chamado Ocean’s 11, que é uma adaptação do filme 11 homens e um segredo. O tema é a noite de Las Vegas e mesmo meu pai que não fala uma palavra de Japonês saiu de lá encantado e até assoviando a melodia. É tudo muito bem feito e caprichado. Dos cenários as roupas e a voz das atrizes é incrível.
Para quem não entende a língua, a segunda parte do teatro é a mais bonita. Todo o elenco se junta no palco e faz algumas coreografias usando roupas coloridas e espalhafatosas.

A platéia se empolga e começa a bater palmas… Por alguns segundos o barulho é tamanho, que parecíamos estar de volta ao Brasil. Realmente um show muito lindo e uma experiência bem diferente.

Saiba mais no:

http://kageki.hankyu.co.jp/english/tg_stage.html

Imagens: Site do Takarazuca e http://shoujo-cafe.blogspot.com/2011/07/onze-homens-e-um-segredo-vira.html

 

Veja também:

Kioto – Desembarcando na estação: https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/01/23/seja-bem-vindo-a-kioto-eki-estacao-de-kioto/

Uji: a cidade do chá – lindíssima e pertinho de Kioto: https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/01/19/uji-visitando-uma-das-mais-tradicionais-casa-de-cha-do-japao-e-o-templo-estampado-na-moeda/

Em casa do Outro lado do mundo – Um relato de intercambio no Japão: https://ideiasnamala.wordpress.com/2012/01/17/em-casa-do-outro-lado-do-mundo/

Japão:  https://ideiasnamala.wordpress.com/2010/11/01/japao/

Conheça os encantos de Miyajima, uma das ilhas mais lindas do Japão: https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/10/21/miyajima-desvendando-um-dos-lugares-mais-fotografados-de-japao/

Hiroshima: uma cidade que aprendeu a fazer a paz da maneira mais difícil: https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/10/14/hiroshima-passeio-e-reflexao/

Primavera no Japão | As lindas flores de cerejeira: https://ideiasnamala.wordpress.com/2011/09/25/primavera-na-japao-e-as-flores-de-cerejeira/

Tóquio |conheça o cruzamento mais lotado do planeta: https://ideiasnamala.wordpress.com/2010/11/06/shibuya-o-cruzamento-mais-lotado-do-planeta/

Tóquio| Os jardins do palacio Imperial: https://ideiasnamala.wordpress.com/2010/12/19/jardins-do-palacio-imperial/

Planeje sua viagem

Deixe o seu comentário