Roteiro de 14 dias no Japão: Tóquio, Kioto, Hiroshima e muito mais.

128
Kioto

Conhecer o Japão é desvendar um universo milenar maravilhoso rodeado de cultura pop contemporânea e apimentado por uma culinária maravilhosa. O Japão tem tantas cidades maravilhosas (veja aqui a lista das cidades imperdíveis) que uma das grandes dificuldades de quem visita o Japão pela primeira vez, é escolher que cidades visitar, e quanto tempo passar em cada uma delas.

Pensando nisso criei um roteiro de 14 dias pelo Japão explorando algumas das cidades mais bonitas com o carinho e com o cuidado que elas merecerem. Fiz o roteiro de uma forma adaptável tanto para quem chega pelo aeroporto de Kansai (Osaka) quanto para quem chega pelo aeroporto de Narita (Tóquio). O roteiro é menos puxados para quem chega por Kansai.

Roteiro de 14 dias no Japão: Tóquio, Kioto, Hiroshima e muito mais.

Vale lembrar que 14 dias não é o tempo certo e nem o tempo ideal para visitar o Japão e se você tiver mais tempo, melhor. De qualquer forma, 2 semanas é um tempo bacana para conhecer algumas das principais cidades e ver muita coisa bonita.

Miyajima - Japão

Miyajima, pertinho de Hiroshima é uma das paradas do nosso roteiro

DICA: no final do roteiro tem um link para você imprimir, ou baixar no seu celular/tablet, o roteiro completinho e sem as imagens.

Roteiro Resumido

  •  Dias 1-2: Chegada no Japão e ida para Hiroshima
  • Dia 3: Hiroshima – Kioto
  • Dias: 4-6: Kioto
  • Dia 7: Kioto -Takayama
  • Dia 8: Takayama – Shiragawa – Kanazawa
  • Dia 9: Kanazawa
  • Dia 10: Kanazawa – Takayama/ Gero
  • Dia 11: Takayama/ Gero – Tóquio
  • Dia 12-14: Tóquio

Transporte: como circular entre as cidades

Para esse roteiro, considerei que grande partes dos deslocamentos serão feitos com o Japan Rail Pass ( Um bilhete de trem, que te permite usar grande parte das linhas de trem do japão, incluindo os trens-balas (Shinkansen).

Ponto-cho Kioto

Mulheres de Kimono em Ponto-cho – Kioto

Roteiro Detalhado:

Dias 1-2: Chegada no Japão, Hiroshima & Miyajima

Chegada no Japão e dia de inaugurar o JR pass. A troca do passe no aeroporto pode demorar um pouquinho, mas resolvida a burocracia inicial você fica livre para viajar sem dores de cabeça.

Hoje faremos um dos trajetos mais longos do roteiro, a ideia é ir ao máximo para o sul, para depois subir com calma e com bem menos pressa.

Tempos de viagem:

  • Kansai – Hiroshima: cerca de 3 horas
  • Narita – Hiroshima: cerca de 6 horas

Para quem chega em Narita:

Pegue o Narita Express até Tóquio Central (cerca de uma hora) e dali troque para o trem bala (Shinkansen) rumo a Hiroshima (cerca de 5 horas). Quem não quiser viajar tanto de uma vez só, pode inverter o roteiro e começar com uns dois dias em Kioto, seguir para Hiroshima no terceiro dia e seguir o roteiro a partir do sétimo dia.

Miyajima -Japão

Para quem chega em Kansai:

Pegue o trem Haruka Limited até a estação Shin Osaka (cerca de 50 minutos) e dali troque para o trem bala (Shinkansen) rumo a Hiroshima.

O que visitar em Hiroshima:

Cidade de Hiroshima
Comece pelo Parque da paz (Heiwa-Koen) incluindo o Genbaku Domu , o memorial das crianças, o Mausoléu Cenotaph e termine no Museu memorial da Paz, que conta de forma detalhada a história da bomba atômica. O tour é todo narrado em português.

Terminado o Parque da paz, visite o castelo de Hiroshima (só recomendo entrar se essa for a sua única chance de visitar um castelo no Japão). Veja o passeio completo aqui.

Hiroshima - Japão

Miyajima
Essa pequena ilha tem um dos templo shintoistas mais famosos e mais bonitos do Japão. A visita leva cerca de meio dia e vale muito a pena. Veja o roteiro completinho aqui.

Dia 3: Hiroshima – Kioto

Tempo de viagem: 3 horas

A chegada em Kioto, numa estação super moderna e bem diferente do resto da cidade. Não deixe de visitar o piso dos restaurantes, conhecer o incrível supermercado japonês (que fica dentro da loja de departamento Isetan) e percorrer a sky walk.

Na parte da tarde visite o famoso templo de ouro Kinkaku-ji (para chegar lá pegue o ônibus 101 ou 205 que sai da frente da estação). Se der tempo, visite o Ryoan-ji um templo bem zen com um dos jardins de pedra mais lindos do Japão (pegar o ônibus 59 ou caminhar 1,6Km) e o Ninna-ji que tem um jardim japonês bem típico e é bem bonito (1,4Km de caminhada).

Templo Kinkaku-ji - Kioto

Dias: 4-6: Kioto

Kioto é a minha cidade preferida no Japão, um lugar repleto de cultura, templos milenares, gueixas e casas de chá. Para não exagerar muito na quantidade de templos, recomendo que você pesquise bastante e veja quais são os seus preferidos

Alguns dos meus roteiros de 1 dia preferidos em Kioto são:

A) Kiomizudera, Higashiyama terminando no Gyon:

Kyomizu Dera - Kioto

Kiomizu Dera em Kioto

Suba a ladeira visitando lojinhas típicas e experimentando doces tradicionais de Kyoto Visite o templo Kyomizu com calma e terminada a visita desça a pequena escada do lado direito da rua para explorar as pequenas vielas de Higashiyama. Repare nas casas antigas, entre nas lojinhas de artigos tradicionais e explore essa região com  com carinho. Visite o Ryōzen Kannon, um memorial de guerra que tem o formato de um grande Buda sentado, e continue o passeio seguindo em direção ao templo Yasaka. A caminhada total é de 2 Km. Para quem tiver pic, pode  esticar até o templo Chio-in onde foi filmado o filme O último Samurai. Saindo do templo caminhe pela animada avenida Shijo.

B) Heian Jingu e seus jardins, Nanzenji e região do Ginkaku-ji:

Esse é um roteiro para quem gosta de caminhar (ou não se importa de pegar um taxi) e quer explorar uma das regiões mais belas e tradicionais da cidade. Comece pelo templo Heian, um tempo vermelho com lindas fontes e um jardim espetacular. Dali caminhe pela região do templo Nanzen-ji e visite pelo menos o templo principal. Quem quiser fazer o passeio de rickshaw, esse cenário é impressionante. E por fim, caminhe pelo caminho do filósofo até o Ginkaku-ji, conhecido como pavilhão de prata devido as cores que o templo ganha nas noites de lua cheia.

Heian Jingu - Kioto

Tigre de pedra no Heian Jingu

C) Fushimi Inari e a rota do saque:

Caminhe pelo incrível templo Fushmi Inari (cerca de 1 hora montanha acima) rodeado por portais vermelhos. Terminado o templo caminhe pelas ruas antigas de Fushimi e faça degustações de Sake. Veja o roteiro completo aqui.

Fushimi Inari - Kioto

D) Uji: Casas de chá e o templo estampado na moeda

Uji é uma das regiões produtoras de chá do Japão e um lugar bacana para quem quer experienciar a cultura do chá no Japão. Além disso, Uji tem um dos templos mais famosos do país, o Byodo-in (que está estampado no verso da moeda de 10 Yens). Veja este roteiro aqui.

Byodo-in Kioto

E) O castelo Nijo e o palácio Imperial de Kioto:

Castelo de Nijo é um castelo bem diferente dos castelos Japoneses tradicionais, é super bonito e muito bem decorado. Destaque para as paredes pintadas com tigres dourados e a muralha que contorna o castelo. Saindo do Nijo caminhe (2,5 Km) ou pegue um taxi até o palacio imperial de Kioto. Para visitar o Palácio, faça reserva antecipada nesse site. Os jardins estão abertos ao público.

F) Passeio de barco pelo rio Hozu & Arashiyama:

Especialmente linda durante a primavera e o outono, Arashiyama é uma região no norte de Kyoto que tem uma ponte histórica, templos lindos e um dos passeios de barco mais famosos de Kyoto. Recomendo que você faça o passeio de barco que sai da estação de JR de Kameoka e chegue em Arashiyama de barco. Passeie pelo centrinho de Arashiyama que é lindo, visite a floresta de bamboos e não deixe de atravessar a ponte. Quem quiser visitar um templo em Arashiyama, o Tenryu-ji é uma boa opção. Se quiser, volte de trem turistico e tenha vistas linda do rio Hozu.

Templo em Kioto

Noite em Kioto
Não deixe de visitar os dois tradicionais bairros de gueixas de Kyoto: Gyon e Pontocho. Com paciência você muito possivelmente cruzará com alguma delas. Para jantar, experimente um dos restaurantes a beira do rio Kamo na região de Sanjo ou Shijo.

Bate e volta para Nara

Em um dos dias de Kyoto, não deixe de fazer um bate e volta a pequena cidade de Nara. Nara fica pertinho de Kyoto e tem templos lindos, um buda gigantesco de madeira, milhares de lâmpadas japonesas e bambis espalhados pelo parque de Nara. Veja o roteiro completinho aqui.

Kasuga Taisha em Nara

Templo Kasuga Taisha em Nara

Tempo de viagem Kyoto – Nara: 30 Minutos em trem rápido ou 45 em trem normal.

Dia 7: Kioto -Takayama

Tempo de viagem aproximado: 4 horas

Acorde cedo e siga para Takayama, uma cidade pequenina e bem charmosa. Caminhe pelo centro da cidade, faça degustações do sake local e visite o Takayama Jinja que antigamente servia como uma espécie de prefeitura local. Para quem gosta de caminhar, a trilha de Higashiyama é uma excelente pedida! Aproveite para comer sukiyaki e experimentar a carne da região que é bem gostosa.

Takayama - Japão

Dia 8: Takayama – Shirakawa – Kanazawa

Hoje é dia de acordar cedo e conhecer uma das cidade mais fofas do Japão: Shirakawa-go. Uma vilarejo repleto de casas antigas. Para aproveitar bem o dia pegue o primeiro ônibus da manhã (veja os horários aqui) e siga para Kanazawa no final da tarde. Conheça a vila, visite as casas e templos abertos para visitação.

Shirakawa-go Japão

Dia 9: Kanazawa

Visite a Nagamachi, uma antiga vila de samurais super fofa e os maravilhosos jardins do Kenrokuen, um dos parques mais lindos do Japão. Conheça o Castelo de Kanazawa (que está sendo reconstruído lentamente, mas que te dá uma bela visão do que é um castelo japonês) e para fechar, conheça o mercado Omicho, onde os japoneses fazem a festa durante suas viagens. Kanazawa é muito famosa pelos caranguejos gigantes, portanto, bancas de caranguejo e outras comidas divertidas não vão faltar nesse passeio.

Dia 10: Kanazawa – Takayama

Faça um passeio final por Kanazawa e depois retorne para Takayama. Em Takayama você pode ou aproveitar para passear um pouco mais pelo centro da cidade ou quem topar viajar um pouco mais, pode ir até a cidade vizinha de Gero e experimentar o tradicional banho japonês nas águas termais. A água é bem quente mais relaxa que é uma beleza! Quem for até Gero deve considerar dormir por lá, ou seguir viagem até Nagoya que já é meio caminho andado até Tóquio.

Tempo de viagem entre Kanazawa e Takayama: 2h 15 minutos

Dia 11: Takayama – Tóquio

Acorde cedinho e comece sua viagem rumo a Tóquio, o primeiro trecho da estrada é o mais chatinho porém o mais bonito. Em Nagoya, troque para o trem bala e siga em direção a Tóquio. Com um pouco de sorte e um dia bonito você verá o monte fuji no meio do caminho.

Ginza - Tóquio

Chegando em Tóquio, aproveite para conhecer a região de Ginza (foto) que fica super interessante e iluminada durante a noite.

Tempo de viagem: 5 horas (3 horas até Nagoya + 2 de Nagóia a Tóquio)

Dia 12-14: Tóquio e arredores

Depois de conhecer um Japão milenar em Kyoto, Nara e Takayama, chegou a hora do Japão moderno, agitado e lotado de Tóquio.

Conheça a região de Shibuya onde está o cruzamento mais lotado do planeta e algumas lojas super descoladas. Visite a chiquérrima Omote-sando, também conhecida como Chanz Elisée de Tóquio. Veja as meninas boneca em Harajuko, as arvores gigantes no Meiji Jingu e as árvores miniaturas do Palácio Imperial de Tóquio.

Templo Asakusa - Tóquio

Templo Asakusa – Tóquio

Conheça o templo mais antigo e vibrante de Tóquio, o Asakusa, onde há uma mercado bem bacana para fazer comprinhas típicas e experimentar comilanças. Perca-se no caos das lojas de eletrônicos de Akiharbara e veja o pôr do sol (com direito ao Monte Fuji no fundo) do alto de Roppongi Hills.

Roppongi Hills - Pôr do sol

Roppongi Hills – Pôr do sol

Algumas alternativas de Bate e volta de Tóquio

A) Hakone: ver o Monte Fuji de pertinho
Se o tempo estiver bem limpo e bonito, faça uma bate e volta até Hakone para chegar bem pertinho do Monte Fuji e visitar a região. Um passeio que eu amei foi o Fuji-Hakone-Izu National Park que tem várias cachoeiras lindas com aquela vista sensacional do Monte Fuji no fundo.

B) Nikko: se apaixonar pelos tesouros antigos
Com saudades da paz de Kioto? Então você não pode deixar de conhecer Nikko, a cidade dos três Macaquinhos, o que não vê, o que não fala e o que não escuta. Nikko tem templos lindos e uma cachoeira bonita.

C) Yokohama: um lado bem moderno do Japão
Bem moderna, Yokohama foi a cidade onde Brasil ganhou a última copa do mundo. Yokohama tem um Chinatown caprichada, um bom parque de diversões e um mercado antigo muito fofo. Super Recomendo.

Yokohama - Japão

Imprima este roteiro | Baixe este roteiro no Evernote.

Roteiro

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

128 comments

  1. Bruno 15 fevereiro, 2017 at 15:35 Responder

    Olá Mari,

    é viável se hospedar em hiroshima e fazer bate-volta em kyoto? As hospedagens em Kyoto são caríssimas.
    O que você acha desse roteiro? Gostaria de ficar um pouco mais de tempo em Tóquio, parece que tem muuita coisa pra ver lá.
    13 mai – Tóquio
    14 mai – Tóquio
    15 mai – Tóquio
    16 mai – Tóquio-Tochigi (bate-volta)
    17 mai – Hiroshima
    18 mai – Hiroshima – Kyoto (bate-volta)
    19 mai – Hiroshima – Kyoto – Nara
    20 mai – Retorno a Toquio
    21 mai – Tóquio – Yamanashi
    22 – 25 – Tóquio

    É muito tempo em Tóquio? Gostaria da sua sugestão. Obrigado : )

    • mari vidigal 15 fevereiro, 2017 at 20:20 Responder

      Oi Bruno,
      Como estão os preços dos hotéis em Nara ou Osaka? De lá o bate e volta a Kyoto é muito mais viável. Acho um só dia em Kioto muito pouco, eu ficaria pelo menos 2.
      Eu adoro Tóquio, mas acho que 3 três dias dá para curtir HIPER bem a cidade, claro que tudo depende um pouco do estilo de viagens que vc curte.
      Beijos

      • Bruno 15 fevereiro, 2017 at 22:52 Responder

        Mari,

        acabei de verificar melhor, e realmente em Nara os preços estão bons. Acho que dá pra fazer um bate e volta em hiroshima algum dia do que ir e voltar de hiroshima todos os dias!
        Nesse caso, vou incluir mais um dia para kyoto. Minha ideia é usar o JR pass para 7 dias..por isso um tempo um pouco encurtado nesse caso de fora de Toquio também.

  2. christopher 8 dezembro, 2016 at 19:04 Responder

    Olá Mari, parabéns pelo blog está ajudando muito, estou planejando uma viagem com minha namorada ao Japão para passar 1 mês, porém ainda estou montando o roteiro. Minha grande dúvida é para o visto já dei uma pesquisada e queria saber de você, tenho uma boa quantia guardada para a viagem, mas pelo fato de nós nunca ter feito uma viagem no exterior, isso pode impedir de ter o visto aprovado? Obrigado!

    • mari vidigal 8 dezembro, 2016 at 20:12 Responder

      Oi Cristopher,
      Acho que não. O importante é provar que vcs não tem a menor intenção em permanecer no Jp e que tem vínculos concretos com o Brasil. Leve. todos os documentos pedidos.
      Abraços e que boa escolha para inaugurar a carreira de viagens. Vcs vão adorar!
      Beijos

  3. Diogo 6 outubro, 2016 at 22:46 Responder

    Oi Mari,

    Adorei seu roteiro e pretendo seguir ele praticamente a risca, a unica coisa é que devo visitar o Universal Studios em algum dia que eu ainda não preparei. Mas minha dúvida é, comprar o JR sai mais barato do que ir avulso dentro desse roteiro?

    • mari vidigal 10 outubro, 2016 at 05:21 Responder

      Oi Diogo,
      Nas minha duas últimas viagens ao Japão o JR pass saiu BEM mais barato que comprar tudo avulso. Faça as contas par ter certeza!
      Beijos

  4. Cinthia 15 setembro, 2016 at 14:49 Responder

    Olá Mari! Tudo bem?
    Irei para o Japão no período do dia 05/01 ao dia 19/01 e pensei no seguinte roteiro:
    05/01: chegada no aeroporto de Kansai/Osaka as 21h40, pois estarei vindo da Tailândia. Pensei em pegar um trem para Kyoto. Vc acha viável?
    06/01: Kyoto
    07/01: Kyoto
    08/01: bate volta para Hiroshima e ilha Miyajima
    09/01: bate volta para Nara e Osaka
    10/01: Kyoto
    11/01: Takayama
    12/01: bate volta para Shiragawa-go
    13/01: Toquio
    14/01: Toquio
    15/01: bate volta para esquiar (não sei aonde ainda)
    16/01: Toquio
    17/01: bate volta para a Disney
    18/01: Toquio
    19/01: bate volta para Nikko ou para Yokohama
    20/01: voo marcado para as 00h35
    O que vc achou do roteiro? Acha que é pouco tempo em Toquio?
    Obrigada!!

    • mari vidigal 16 setembro, 2016 at 04:23 Responder

      Acho o Roteiro ÓTIMO!
      Faria duas modificações:
      A) dormiria em Hiroshima (que é mais barato que Kioto para dormir) e que merece ser visitada com calma. Na ida para Hiroshima,visite o castelo de Himeji!
      B) Fazer Nara e Osaka no mesmo dia é pesado de mais. Escolha um ou outro (eu ficaria com Nara).
      Para esquiar Nagano é uma excelente pedida!

  5. Alberto Muhle 10 julho, 2016 at 00:09 Responder

    Olá Mari.
    Gostei muito das suas dicas. No entanto, como irei ao Japão em outubro por apenas 9 dias, gostaria que você me indicasse onde e quanto tempo ficar durante esse período.
    Desde já muito obrigado e parabéns.

    • mari vidigal 11 julho, 2016 at 03:12 Responder

      Oi Alberto,
      Tudo bem?
      Infelizmente não consigo montar roteiros personalizados para cada leitor, precisaria de umas 5 ou 6 Maris para dar conta do recado. Minha sugestão: leia este post veja o que tem mais a sua cara e mont algo que faça sentido para você.
      Que pena que não ajudei muito 🙁
      Abraços

  6. Renara 29 junho, 2016 at 21:14 Responder

    Oi Mari, tudo bem?? Adorei encontrar o seu blog, parabéns, você é muito clara e objetiva, sem esquecer dos detalhes. Vou em outubro para o Japão via Tokyo – e por enquanto, sozinha. Gostaria de dicas de hostels em Tokyo e Kyoto, você tem?
    Obrigada! Renata

    • mari vidigal 29 junho, 2016 at 21:24 Responder

      Oi Renata,
      Em Kyoto não tenho dicas, minha dica é buscar algo em Sanjo ou Kyoto Station (que são lugares fáceis de se deslocar). Em Tokyo fiquei num muito legal em Asakusa (acho que o nome era Kao San, mas não tenho certeza.)
      Em geral os hotels no Jp são ótimos, pode confiar nas reviews do HostelWorld.com e reservar feliz.
      Abralos

  7. Marília Puyssegur 12 junho, 2016 at 22:53 Responder

    Olá Mari, tudo bem? Eu estive no Japão em março / abril e estou passando aqui só para agradecer suas dicas, roteiros, etc… Nossa foram muito úteis, mas muito mesmo! Obrigada!! Nós nos viramos muito bem lá falando inglês e claro com Wi-Fi portátil que alugamos no aeroporto. Amamos o Japão e fiquei triste no último dia porque eu queria ficar mais. Rs

    • mari vidigal 13 junho, 2016 at 02:10 Responder

      Oi Marília,
      Obrigada por compartilhar sua experiência e FELIZ que o Ideias na Mala te ajudou.
      Espero ter ver por aqui na próxima viagem.
      Abraços

    • mari vidigal 9 junho, 2016 at 17:41 Responder

      Oi Bruno,
      Tudo depende dos hotéis/hostels que vc escolher e o quanto pretende gastar de alimentação. De passeios, entre $15 e $20 dólares por dia.
      Abraços

  8. Luisa 1 junho, 2016 at 21:07 Responder

    Oi Mari! Esta a planejando uma viagem pro Japão com meus pais, eles não estão muito animados com o destino que eu escolhi… Hahaha, queria mudar isso 🙁 Enfim, estava pensando em ficas umas 2/3 semanas por lá, mas tenho medo de ficar trocando toda hora de hotel já que como não sei falar japones deve ser complicado, é difícil ficar carregando mala para todo canto, ainda mais que quero ir no período de neve, que a mala fica maior, como é o processo de mudança de hotel, o check-in e as malas? Abraços!

    • mari vidigal 1 junho, 2016 at 21:39 Responder

      Oi Luisa,
      A questão da mala é treino. Eu viajo – mesmo para a Neve (em dezembro fui para a Europa por 6 semanas) só com mala de mão.
      Check in no Japão é algo bem tranquilo, o que pode ser chato é se localizar nas novas cidades. Logo vc pegará o jeito! Vai tranquila e feliz que vc vai amar o destino!
      Abraços
      Mari

  9. Josieli 24 maio, 2016 at 21:02 Responder

    Olá Mari

    Vou para o Japão em dezembro tenho 16 dias contando com o deslocamento do Brasil ao Japão, porem ainda não montei o roteiro, e confesso que estou muito insegura em relação ao pegar metro, ônibus etc.. Sugere algum roteiro?

    • mari vidigal 24 maio, 2016 at 21:23 Responder

      Oi Josieli,
      Essa é minha sugestão de roteiro! Leia, veja o que funciona para você e adapte para a sua viagem!
      Qq dúvida é só gritar!
      Beijos

  10. marcelo 12 abril, 2016 at 14:51 Responder

    Bom dia Mari,

    Vou ao Japão, pela primeira vez, por 15 dias com minha esposa e pensamos em fugir um pouco do tradicional e encaixar na viagem o Caminho de Kumano ou Kumano Kodo. Você teria dicas?

    Obrigado,
    Marcelo

    • mari vidigal 12 abril, 2016 at 18:01 Responder

      Oi Marcelo,
      Tudo bem?
      Não fiz o caminho, mas pelo que li parece incrível.
      Não tenho dicas – infelizmente – mas adoraria saber detalhes sobre a experiência de vcs depois da viagem!
      Beijos

  11. Fabio 18 fevereiro, 2016 at 00:55 Responder

    Oi Mari, estou saindo de ferias em marco, e não sabia aonde ir ate ler seu roteiro. vou seguir direitinho rs
    Tirando a parte aerea, hotel e o JR pass, quanto somaria os passeios (ingressos) e alimentação em media?

    • mari vidigal 28 fevereiro, 2016 at 18:50 Responder

      Boa pergunta Fábio. Uns 50 dólares por dia dá e sobra (tickets de metro locais + entradas + comida) caso você opte por refeições mais em conta.
      Beijos

  12. Luiz Jr. 11 fevereiro, 2016 at 15:54 Responder

    Mari, tudo bem? Parabéns pelo blog! “Estudo” ele todo dia pra minha viagem ao Japão 🙂

    Vou com minha esposa dia 18/05/16 (a primeira vez dela – eu fiquei 10 dias em 2012 quando fui ver meu Corinthians campeão mundial!! rsrssr).

    Pensei no seguinte roteiro:

    18/05: Chegada NRT: 19:00h (Pegarei o trem até Yokohama pra dormir por lá – hospedagem mais barata – De manhãzinha pego o trem pra Hiroshima!)

    19/05 Hiroshima
    20/05 Hiroshima (Miyajima)
    21/05 Kyoto
    22/05 Kyoto (Nara)
    23/05 Kyoto (Universal Studios – Osaka)
    24/05 Kyoto
    25/05 Takayama
    26/05 Takayama (Shirakawa-go)
    27/05 Takayama
    28/05 Tokyo
    29/05 Tokyo (Disneyland Sea)
    30/05 Tokyo
    31/05 Tokyo (Nikko)
    01/06 Tokyo

    02/06 Saída NRT

    Somos do tipo de pessoas mais “urbanas” (veja os parques temáticos! rsrsrs) e gostamos de conhecer o antigo! Acho importante viajar pra lá e termos a mescla do Japão histórico com o Japão moderno. Essa foi uma das coisas que me marcaram na última visita!
    E a experiência de um ryokan/onsen é um sonho (por isso Takayama). O que me enche é ficar trocando de hotel. Eu acho 2 dias até “tolerável”. Se for menos que isso eu prefiro evitar o destino.

    Me dê seu pitaco no roteiro por favor 🙂

    Obrigado mais uma vez Mari! Parabéns pelo trabalho.

    • mari vidigal 15 fevereiro, 2016 at 18:01 Responder

      Oi Luiz,
      Que delícia de viagem e de roteiro.
      Concordo com vc que a mudança de hotel é chata, mesmas vezes um mal necessário.
      Seu roteiro tá redondo e hiper viável, só senti falta de um dia a mais em Kioto – acho dois dias tão pouco para aproveita-la com calma.
      A experiência no Ryokan é o máximo, tente pegar um bem autêntico desses que inclui café da manhã e jantar servidos no quarto.
      Beijos e aproveite muito

  13. Bruno 8 fevereiro, 2016 at 22:53 Responder

    Oi Mari,
    Estou indo pro japão no começo de junho com minha esposa. chego dia 3 (narita/tokyo) e volto dia 12. ainda não montei roteiro…nada. Na teoria tenho 8 dias livres. É muito tempo ficar 8 dias em tokyo e arredores?? não queria ter que arcar com o custo do JR Pass (250 USD por pessoa, ainda mais com o nosso R$ cada vez mais desvalorizado). O que vc recomenda fazer? existe outras opções nos arredores da cidade pra explorar? estou lendo sobre esses bate volta… tipo Nikko, kamakura etc.
    o que vc acha?
    obrigado!

    • mari vidigal 9 fevereiro, 2016 at 01:21 Responder

      Oi Bruno, Td bem?
      O Japan Rail Pass é caro e realmente pesa no orçamento em época de dólar caro. Por outro lado, o custo de vida de 8 dias em Tóquio é bem mais alto que o de Kioto, por exemplo.
      O que eu faria se fosse você: veja a opção de night bus (ônibus noturno) entre Kioto e Tóquio cabe no seu orçamento. Se sim, divida o roteiro entre 4 dias em Tóquio e 4 em Kioto (faça bata e volta de 1 dia em Nara). Niko tbm é linda e vale a visita.
      Pessoalmente acho uma pena ir ao Japão e não conhecer Kioto.
      Beijos

  14. Marcio Lopes 13 janeiro, 2016 at 20:29 Responder

    Olá Mari,

    Estou planejando minha viajem para o Japão e felizmente encontrei seu site. Obrigado por partilhar suas informações. Estou levar seu site comigo nesta viagem! ; )

    Você poderia dar sua sua opnião para este roteiro:

    Dia
    1 Tokyo
    2 Tokyo – Nikko
    3 Tokyo – Yokohama
    4 Tokyo – Takayama
    5 Takayama – Shirakawago
    6 Shirakawago – Kanazawa
    7 Kanazawa – Kyoto
    8 Kyoto
    9 Kyoto
    10 Kyoto – Hiroshima
    11 Hiroshima – Miyajima
    12 Miyajima – Osaka
    13 Osaka – Nara
    14 Osaka .

    Estou planejando me hospedar em Tokyo, Takayama, Shirakawago, Kanazawa, Kyoto, Hiroshima, Miyajima e Osaka.

    Se eu fizer minha “base” em Tokyo, Kyoto e Osaka eu consigo visitar todos estes lugares? Existe algum bairro que deveria evitar de me hospedar nesses lugares?

    Se eu tiver que reduzir minha estada, qual cidade eu poderia deixar para a próxima vez?

    Obrigado!
    Marcio

    • mari vidigal 14 janeiro, 2016 at 17:34 Responder

      Oi marcio,
      Tudo bem?
      Adorei seu roteiro e tenho alguns pitacos:
      A) Vc j/ea verificou as opções de hospedagem em Shirakagawa? São bem limitadas.
      B) No dia 12 eu já dormiria em Osaka se fosse vc
      C) A viagem Tóquio – Takayama é uma pernada imensa e vc perderá um dia inteiro nela (se for no inverno), no verão ainda sobrará um pouco de tempo.
      D) Esse roteiro não é viável fazendo base somente em Tokyo, Kyoto e Osaka. Vc precisará dormir pelo menos em Takayama.
      E) Apenas um dia para conhecer Tóquio é pouco tempo, eu cortaria Yokohama, ou Kanazawa ( e faria apenas Takayama – Shiragawago)
      Beijos e qualquer dúvida é só gritar

    • Gabi 15 janeiro, 2016 at 09:01 Responder

      Oiiiii Mariiiii, sua lindaaaa!!! Parabens pelo blog e dividir todas essas dicas maravilhosas que ajudam a tantas pessoas.

      Vou para o Japao em Maio e como a grande maioria vou ficar por la 14 dias . Adorei seu roteiro e com certeza vou segui-lo.
      Perguntinha, existe a possibilidade de pegar o trem a noite e com isso economizar tempo e hotel?

      Bjussss e Sucesso!

      • mari vidigal 15 janeiro, 2016 at 17:46 Responder

        Oi Gabi,
        Obrigada pela visita e pelos elogios!
        Infelizmente no Jp os deslocamentos são curtos, então a história de pegar trem a noite e economizar hotel não existe.
        Sim tem um bus noturno que liga Tóquio a Quioto. Mas o Japan Rail Pass vale tanto a pena que eu não recomendo o perrengue não…

  15. Luiza 7 dezembro, 2015 at 23:23 Responder

    Oi Mari,

    Adorei as dicas, já tenho parte do meu roteiro programado (Nagano, Tokyo e Kyoto). Eu gostaria de incorporar as cidades que você sugeriu no roteiro: Hiroshima- Takayama – Shiragawa – Kanazawa – Gero, mas queria saber se da para fazer bate volta de Tokyo, Kyoto (já tenho hotel para 4 dias, mas se for o caso consigo reservar mais dias para fazer o bate-volta) ou Nagoya (nao programei nada aqui, mas é minha ultima parada, daqui pego meu voo para ir embora), pois não queria ficar mudando de hotel, levar malas, check in, check out…
    O que você sugere?

    Obrigada!!

    • mari vidigal 26 janeiro, 2016 at 00:01 Responder

      Oi Luiza,
      De Kyoto dá para fazer bate-e-volta para Hiroshima (é pesado, mas eu já fiz e funciona).
      As outras cidades acho complicado, de Nagoya para Takayama é bem longe. Acho que não vale a pena ir e voltar no mesmo dia de jeito nenhum.
      Beijos

  16. Nathalia 13 outubro, 2015 at 04:38 Responder

    Oi Mari, tudo bem? Adorei seu blog e deu para pegar muitas dicas úteis. Estou montando meu roteiro para passar 13 dias completos no Japão. É minha primeira vez no país e gostaria de conhecer o máximo de coisas que conseguir. Pensei no seguinte roteiro, o que acha? Gostaria de uma opinião.

    29/12/15 Chegada a Tokyo 15:20
    30/12/15 Tokyo
    31/12/15 Tokyo (bate e volta para Hakone (se o dia estiver aberto))
    01/01/16 Tokyo (bate e volta para Nikko)
    02/01/16 Tokyo – Takayama
    03/01/16 Takayama (bate e volta para Shirakawa-go)
    04/01/16 Takayama – Kyoto
    05/01/16 Kyoto
    06/01/16 Kyoto
    07/01/16 Kyoto (bate e volta para Nara)
    08/01/16 Kyoto – Hiroshima
    09/01/16 Hiroshima (bate e volta para Miyajima)
    10/01/16 Hiroshima – Tokyo
    11/01/16 Tokyo – Seul 8:40

    Obrigada desde já!!!

    • mari vidigal 13 outubro, 2015 at 04:42 Responder

      O Roteiro está ótimo! Arrasou Nathalia!
      Deixe os dias Hakone / Nikko em aberto para escolher o mais bonito para Hakone. De resto acho que está perfeito!
      Beijos e aproveite muito

  17. Tricia Andrade 25 setembro, 2015 at 02:55 Responder

    Oi!!
    Adorei o seu post. Estou programando uma viagem agora em outubro para o Japao.
    Também vou sair de Takayama passar o dia em Shiragawa-go e ir pra Kanazawa.
    Minha dúvida é como faço com a bagagem? onde guardaria as malas para visitar Shiragawa-Go?
    Muito obrigada

  18. Ligia 18 setembro, 2015 at 19:10 Responder

    Olá, Mari! Td joia?
    Vou viajar para o Japão em dezembro e seu roteiro vai ajudar bastante! Muito obrigada pelas dicas! 😀
    Eu queria te pedir uma opinião… Eu reservei 4 dias em Kyoto para que possamos visitar a cidade de Himeji em um dia inteiro. Vc acha que vale a pena? Ou será mais interessante ir em outra cidade perto de Kyoto?
    Outra coisa… Como é o frio em dezembro? Iremos em Tóquio, Kyoto e Hiroshima. Vai ter neve? Rs… E os dias? São muito curtos no inverno? Eu estou um pouco preocupada em andar a noite por lá…
    Queria também saber se vc conhece a empresa de turismo Viator. Eu queria saber se é confiável. Ou então se tem alguma outra empresa que faça passeios… Vc conhece?
    Obrigada!
    Lígia.

    • mari vidigal 25 setembro, 2015 at 22:30 Responder

      Oi Ligia,
      Tudo benm?
      O Castelo de Himejo esta completamente em reforma (de uma olhada nas fotos no Google), assim recomendo que vc o substitua pelo castelo de Hikone ou algum outro. Pode ser que tenha um pouquinho de vende em Kyoto, mas geralmente não neva muito não, mas vai estar BEM frio. Pode ficar tranquila para andar a noite que o Japão é BEM seguro.
      Conheço e adoro a Viator!
      Se tiver mais dúvidas, é só gritar!
      Beijos

  19. Nathalia 18 setembro, 2015 at 12:02 Responder

    Ei Mari!!

    Vou para o japão de lua de mel tardia, em março/16!
    Nosso roteiro vai ser:

    (9 a 13) Tokio (4 noites – 3 dias) – vai ser onde chegaremos, então vamos aproveitar para adaptar o fuso horário e pensei em bate volta para Nikko e Yokohama. Aqui reservamos um apê do Airbnb em Shinjuku.
    (13 a 16) Takayama (4 noites – 3 dias) – com bate volta para Shirakawa e Korube. Aqui reservamos o K’s House, um hostel.
    (16 a 17) Aqui tenho um dia que havia planejado ir para Hakone ficar uma noite, mas vai ser muuuito corrido e desistimos. Tem alguma sugestão?
    (17 a 20) Kioto – com bate volta para Nara. Aqui também reservamos um hostel chamado Backpackers Hostel K’s House Kyoto. Não sei se é da mesma linha do K’s house de Takayama, mas pelo nome parece que sim…
    (20 a 23) Osaka – com bate volta para Hiroshima e Miyajima.
    (23 a 24) Tokio – voamos no dia 24 a tarde!

    O que achou? Mudaria algo?
    Outro ponto, de Osaka para Tokio consigo pegar apenas o trem bala da JR? Ou teremos que trocar de trem? É possível fazer essa viagem a noite? Pelo site da JR ainda não tem a minha data disponível.

    Obrigada!!!

    • mari vidigal 25 setembro, 2015 at 23:06 Responder

      Oi nathalia,
      Que delícia de Lua de Mel! Eu amo o Japão e espero que você goste tanto como eu.
      A) Tóquio: Se vc quer ir tanto para Nikko quanto Yokohama, eu ficaria mais de 3 dias por lá. Ou seja, jogue o dia sobrando para tóquio.
      B) Eu não dormiria em Hakone, mas faria um bate e volta de Tóquio no dia em que o Mt. Fuji der o ar da graça, se ele der.
      C) Faça Hiroshima e Miyajima no mesmo dia. É só sair cedo. Se sobrar um dia, Ise pode ser uma boa ideia.
      Quantos as trocas de trem, vocie precisa checar no site da JR.
      Beijos

    • mari vidigal 11 setembro, 2015 at 10:14 Responder

      Oi Letícia,
      Obrigada pela visita. Eu morei no Japão 1 ano muito tempo antes do blog existir, assim não tenho hotéis registrados em todas as cidades, #Vouficardevendoessa
      Abraços,
      Mari

  20. Cesar 25 agosto, 2015 at 19:53 Responder

    Oi Mari! Vi seu post sobre o japão e agora em novembro passarei 12 dias (tirando a viagem de ida/volta)…estou pegando dicas e montando o roteiro… que com certeza vai incluir Kyoto (com idas a Nara e talvez Hiroshima) e Tokyo com seus arredores..

    A minha dúvida é: É fácil se locomover por lá? tanto para pegar os trens para outras cidades como dentro das cidades? Metro, onibus etc?

    O idioma é uma barreira? Se não fala japonês dá para se virar bem? Eu já viajei bastante, mas confesso que para lá fico com um frio na barriga….

    Parabéns pelo site e pelos posts!

    Abs,

    Cesar.

    • mari vidigal 26 agosto, 2015 at 22:13 Responder

      Oi Cesar,
      Seria um mentira se eu te dissesse que o idioma não é uma barreira, mas pode ficar tranquilo que os japas são receptivos, gente boas, e não há nada no mundo que um pouco de mímica não consiga resolver. Vai tranquilo que vc vai amar!
      Compre o Japan Rail Pass para poder andar de trem bala entre Tóquio e Kyoto. Só esse trecho já quase que paga o preço do passe. E pelo resto das cidades, dá para se virar bem de trem e um pouquinho de ônibus!
      Boa viagem e qq coisa é só gritar!

      • Cesar 28 agosto, 2015 at 14:24 Responder

        Oi Mari!

        Obrigado pela resposta!

        Acredito que a educação e paciência deles, com a nossa determinação em conseguir as coisas acabe dando tudo certo!

        Viu…quanto a viagem de Quioto a Hiroshima, dá pra fazer um bate volta mesmo? Não perde muito tempo?

        Você chegou a visitar alguma coisa para o norte de tokio (as outras cidades sentido fukushima?)

        Abs

        • mari vidigal 30 agosto, 2015 at 07:14 Responder

          Oi Cesar,
          Td bem?
          Já fiz o bate-e-volta e deu bem. Foi bem cansativo, mas vimos tudo o que queríamos. Se você tiver mais que três dias inteiros em Kioto + 1 dia para Nara, acho que vale a pena sim. Mas claro, se vc tiver como mudar o roteiro e incluir uma noite por lá, é sempre mais tranquilo.
          Visitei Nagano e Nigata, ambos na época do inverno e para esquiar.
          beijos

  21. Márcia 8 julho, 2015 at 14:42 Responder

    Olá Mari.
    Adorei suas dicas.
    Estou organizando a viagem do meu diretor para setembro, no período de 08 a 23/09. Estou curtindo muito suas dicas, pois acho fantástica a cultura japonesa.
    Com espírito aventureiro, teria alguma dica para que eu possa encaixar no roteiro dessa viagem?
    Vou me programar férias para conhecer esse lugar tão lindo que é o Japão 🙂
    Beijos.

    • mari vidigal 8 julho, 2015 at 16:23 Responder

      Oi Márcia,
      Obrigada pela visita!
      Puxa, não consegui pensar em nada aventureiro assim de bate-pronto. 🙁
      Vou continuar pensando aqui, e se aparecer alguma ideia, te aviso, tá?!
      Beijos

    • Daniel 20 julho, 2015 at 23:55 Responder

      Com espirito aventureiro eu recomendo escalar o Mt. Fuji, é bastante cansativo mas a vista lá de cima é um espetáculo! Só tem que ver se ele está aberto para escalada nesse período que você vai. Boa viagem!

  22. andreia 24 junho, 2015 at 18:16 Responder

    Mari, planejando a viagem pro fim do ano com 3 crianças ( como ja te escrevi) voce acha que da pra fazer todos os passeios por conta ou e melhor pegar um tour/guia em algum lugar. Estou preocupada com o idioma. E muito complexo andar por tantos lugares sem falar nada de japones? Quero ir a Kyoto, Nara, Hiroshima, Hakone e Tokyo. Depois vamos esquiar em Hokaido. Obrigada!

    • mari vidigal 25 junho, 2015 at 04:22 Responder

      Oi Andrea,
      Obrigada pela visita e por deixar seu comentário.
      Hakone no inverno é uma loteria, as chances de ver o Mt. Fuji são pequenas. Assim eu dormiria em Tóquio e faria o bate-e-volta desde Tôquio.
      Kioto não é uma cidade muito fácil de se deslocar exige caminhadas consideráveis. Dependendo das suas pretenções, um guia pode ser uma boa alternativa. O mesmo para Nara.
      Não tenho experiencia em viagens com crianças, e nem conheço bem o pic e o ritmo de vocês, mas acho que você terá que se programar bem, e organizar tudo direitinho. Quanto a lingua, viajar pelo Japão é trabalhoso, mas é divertido. Os Japoneses muitas vezes não falam nada de inglês, mas se desdobram para te ajudar e te servir bem. Eles são honestos, e pra lá de educados. Porque você não tenta chegar sem tour nenhum agendado (mas com possíveis opções na manga) e dependendo do andar da carruagem e dos desafios iniciais você opta por um tour? Janeiro é baixa temporada e aposto que dá para ver isso em cima da hora.

  23. Danilo 12 junho, 2015 at 23:44 Responder

    oieeee…. me ajuda por favor !!!!

    Estou fazendo o meu planejamento para viajar para o japao!!!!!!!!!!

    O roteiro é o seguinte, chego em Tokyo e pego o trem direto para Hiroshima, sem parar em nenhuma cidade….

    Hiroshima
    Okayama
    Himeji
    Kobe
    OSAKA
    Nara
    Quioto
    Nagoia
    Hakone
    Yokahoma
    Tokio

    Meu fogo além de conhecer os pontos turisticos é conhecer a vida noturna e fuçar na tentativa de fazer compras, pretendo ficar 10 dias em tokio para isto e distribuir os outros 12 dias pelas outras cidades, o que acham ?

    irei no final de março/16 e ficare até abril/16

    abraçossssssss

    • mari vidigal 15 junho, 2015 at 16:01 Responder

      Oi Danilo,
      Acho muita cidade pra doze dias e acho 10 dias em Tóquio tempo de mais.
      Kobe e Osaka tem uma vida noturna animada e acho que você vai curtir. Eu tentaria eliminar uma ou duas cidades desse roteiro. Kioto merece pelo menos 3 dias, e como você curte balada, Osaka merece pelo menos uns 2.
      Abraços e qq coisa é só gritar,
      Mari

  24. Iris 9 junho, 2015 at 16:42 Responder

    Olá 🙂 Tem um roteiro muito bem elaborado.
    Está tudo muito bem explicado. Só precisava de uma informação: eu estou a pensar passar 4 a 5 dias em Kyoto para visitar bem essa cidade maravilhosa. é possíel dormir no mesmo sitio os 5 dias? ou tenho de mudar de hotel dependendo das zonas que irei visitar? Norte, Sul, Este, centro? é fácil viajar entre as várias zonas da cidade?

    • mari vidigal 11 junho, 2015 at 16:18 Responder

      Oi Irirs, o transporte em Kioto não é a melhor coisa do mundo, mas dá para se virar bem. Eu não trocaria de hotel não.
      Beijos e aproveite a viagem!

  25. Kaori 6 junho, 2015 at 22:47 Responder

    Oi Mari!
    Adorei seu roteiro! Vou viajar para o Japão no final do ano e vou seguir esse roteiro. Mas eu só estou com dúvida em relação à estadia, pq eu gostaria de não mudar muito de hotel. Se tiver alguma dica eu agradeço muitíssimo. Bjos

    • mari vidigal 8 junho, 2015 at 05:08 Responder

      Oi Kaori, infelizmente não tenho muitas dicas de hotel no Japão, e pra curtir tudo com carinho, mudar de hotel é inevitável. De qualquer forma, mesmo com essa mudanças todas, tenho certeza que você vai adorar a viagem! Aproveite bastante e qualquer coisa é só gritar!
      Beijinhos,
      Mari

      • Kaori 8 junho, 2015 at 21:26 Responder

        Realmente mudar de hotel é inevitável rs. Mas isso não é problema! Eu gostaria de saber se fazer essa troca de hotéis sai caro. E também se eu devo reservar quarto em um hotel antes ou achar um na hora. Obrigada por me responder. Bjos

  26. Gabriela 1 junho, 2015 at 20:00 Responder

    Oi Mari !
    Adorei o roteiro ! Já copiei e vou aproveitá-lo na minha viagem agora em julho.
    Apenas uma pergunta: em uma dessas cidades tem um mega aquário, um dos maiores do mundo, coisa de cinema. Já ouvi falar muito mas não me lembro em qual das cidades que fica e nem o nome dele. Acho que fica em Osaka/Kyoto. Você conhece esse aquário ? Vale a pena incluir no roteiro ?
    Thanks e parabéns pelas dicas !

  27. Marina 19 maio, 2015 at 20:01 Responder

    Oi Mari, seu blog tem me ajudado demais nessa viagem ao Japão. Uma dúvida… quando você diz sobre o passeio ao Fuji-Hakone-Izu National Park, o que seria? Aquele circuito tradicional abrangido pelo Hakone Pass ou outro passeio? Muito obrigada!!

  28. Henrique 19 maio, 2015 at 16:15 Responder

    Nem acredito que encontrei esse site! Sem dúvida o melhor que já vi… essas dicas foram muito preciosas para o meu roteiro. Só gostaria de tirar duas dúvidas. Esse roteiro pode ser usado no inverno? Irei para o Japão dia 05 de janeiro, e estou um pouco com medo pois não tenho idéia de como será a temperatura. A outra pergunta é em relação à Osaka. Porque não incluiu? Não vale a pena? Desde já muito obrigado e parabéns pelo maravilhoso blog!

    • mari vidigal 20 maio, 2015 at 20:44 Responder

      Oi Henrique, dá pra fazer este roteiro no inverno sim (já testei e aprovei) os dois únicos pontos que você vai pegar com neve braba são Shiragawa e Kanazawa.
      Adoro Osaka, mas prefiro as outras cidades (especialmente pra quem já vai pra tóquio). Agora se tiver mais tempos, coloque no roteiro!

      Aproveite a viagem, e super obrigada pela visita e pelos elogios!
      Abraços

  29. Raissa Resende 13 maio, 2015 at 08:21 Responder

    Olá Mari, tudo bem?
    Estou indo para o Japão agora em Junho/2015, ficar 14 dias e seu roteiro encaixou direitinho com a minha viagem! Chego por Tokyo dia 26/06 e vou de Tokyo para a Tailândia dia 10/07 continuar a minha viagem pela Ásia!
    Queria saber se você acha tranquilo viajar sozinha. Essa primeira parte da viagem resolvi arriscar e ir sozinha! Estou bem tranquila, pois vi que é um país seguro e com um transporte público incrível. Qual sua opinião??

  30. Carolina Frezzato 1 maio, 2015 at 12:22 Responder

    olá, adorei o roteiro, tenho um sonho mto grande de ir para lá ! Mas gostaria de saber sobre a parte financeira, o quanto levar ,por exemplo, para alimentação e transporte?

    seu roteiro sairia quanto por dia?

    obrigada.

    • mari vidigal 1 maio, 2015 at 16:48 Responder

      Boa pergunta Carolina.
      Como falei no roteiro o transporte é quase todo feito por Japan rail pass – que custa cerca de 300 dólares por semana. (Precisa checar os valores atualizados). Acomodação depende da estação do ano – durante a florada da cerejeiras, que é o periodo mais lindo, os preços quase triplicam. Para ter uma ideia de preço, faça uma rápida pesquisa em um buscador de hoteis
      Calcule un 15 – 20 dólares por dia para entrada nos passeios.
      E uns 30 dólares pod dia de alimentação (dá para comer por menos, mas também dá para comer por BEM mai. Depende do tipo de experiência que você quer ter.
      O Japão não é dos lugares mais baratos mais é uma experiência para a vida toda.

      Abraços,
      Mari Vidigal

      • Carolina Frezza 1 maio, 2015 at 18:10 Responder

        Obrigada Mari por responder! fiquei muito feliz! Iremos usar seu roteiro como base, sem duivdas!.
        Então em nosso planejamento temos intenção de ir em abril para ver as Sakuras, mas pretendemos ficar em Hostels e utilizar o JR para nos locomover.
        Mas minha duvida era mesmo a parte de quanto levar para alimentação e lazer , somos bem básicos com isso, nada mto luxuoso rs então Obrigada por responder! foi fundamental para nosso planejamento, já que não fazia ideia de quanto levar.
        Uma ultima dúvida quanto ao dinheiro, pelo que eu li vc recomenda levar uma quantia em espécie Iene mas GOSTARIA DE SABER SE VC RECOMENDA LEVAR VISA MONEY TRAVEL (Nosso roteiro é basicamente 1 em Hiroshima, 4 dias em Kyoto, 9 em Tokyo) Obrigada novamente!

        • mari vidigal 4 maio, 2015 at 00:04 Responder

          Oi Carolina,
          A única vantagem do VTM é segurar o cambio no valor do dólar comprado. Se isso for interessante para você, pode ser uma boa ideia.
          Já usei VTM bastante e gosto.
          Abraços,
          Mari

  31. João 4 abril, 2015 at 01:16 Responder

    Oi Mari
    Estou indo para o Japão em setembro e ficaremos 12 dias no Japão sem contar os dias de chegada e saída.
    Somos um casal com 1 criança de 6 anos e montei um pequeno roteiro, será queesqueci alguma cidade importante? Vc pode me dar alguma dica
    Tokio (6 dias) vamos fazer bate e volta para nikko e yokohama
    Kioto (6 dias) vamos fazer bate e volta para hiroshima, nada, osaka e takayama…
    Um grande abraço e obrigado pelas dicas

    • mari vidigal 7 abril, 2015 at 11:30 Responder

      Oi João, td bem?
      Eu ficaria 5 noites em Kyoto e dormiria uma em Hiroshima.
      O Bate e volta Kyoto -Takayama é mega pesado, assim que eu tiraria uma ou duas noites de Tóquio para dormir em Takayama.

  32. Erica 24 março, 2015 at 14:29 Responder

    Oi Mari!
    Parabéns pelo site, tem ótimas dicas!
    Vou viajar para o Japao em julho e gostaria de saber se vc chegou a ir no Gion Matsuri em Kyoto. Queria saber se vale a pena estar na cidade no periodo do festival, ou se tudo fica super lotado e não dá pra fazer nada.
    Agradeço desde já.

  33. Rosa de Hiroshima 9 março, 2015 at 22:10 Responder

    Oi Mari, muito boa as suas dicas. Viajo no dia 12/05 para o Japão e retornarei em 06/06, ficarei hospedada na cidade Kani-Shi em Gifu na casa de parentes. Gostaria de saber se vc poderia me orientar como fazer um passeio com um roteiro pequeno. Primeiro vou direto para Kani do aeroporto de Nagoya, descansarei uns dias e daí gostaria de fazer um pequeno passeio de uma semana e como me locomover da cidade de Kani-Shi. Trata-se de primeira viagem internacional e sem conhecimento do idioma. Obrigada desde já.

    • mari vidigal 10 março, 2015 at 11:46 Responder

      Oi Rosa,
      Tudo bem?ão
      é uma delicia e vc vai adorar.
      Infelizmente estou no meio de uma viagem pela ásia e com acesso BEM limitado a internet, então não consigo te ajudar muito. O que eu faria se eu fosse você:
      A) Transporte: compre um JR pass de uma semana para se locomover para cá e para lá em trens do tipo JR e trem bala.
      B) Roteiro: em uma semana eu faria: 3 dias em Kioto + 1 dia de bate e volta para Nara e 3 dias em Tóquio.

      Abraços,
      Mari

    • Jean camargo 17 março, 2015 at 15:08 Responder

      Oi mari adorei seus posts sobre o Japão… Por favor me ajude a montar um roteiro pra mandar pro consulado…Estou indo a convite de uma amiga que mora em fujieda shizuoka.Meu pedido de visto seria para 30 dias 19/05/15 a 19/06/15 no caso ela é cidadã residente e tem carro pra gente se locomover mas está confusa no que colocar no roteiro…Por favor me ajude nessa com sua experiência e se possível me manda no email… Desde já agradeço…. Obrigado…

      • mari vidigal 21 março, 2015 at 14:40 Responder

        Oi Jean,
        Td bem?
        Infelizmente não tenho um serviço de montagem de roteiro aqui no Ideias na Mala,e como estou no meio de uma viagem para a Ásia e com conexão SUPER limitada, não consigo te ajudar tanto.
        Se quiser montar seu roteiro e me enviar, via comentário, terei o maior prazer em dar pitacos.
        Abraços,
        Mari Vidigal

  34. Marco Rucinski 6 março, 2015 at 16:02 Responder

    Olá Mari

    Parabéns pelo site e principalmente agradeço por compartilhar estas informações preciosas. Irei com um grupo de amigos e faremos praticamente o mesmo roteiro sugerido (14 dias). A minha dúvida é se você vê algum problema em ir de Kyoto direto para Kanazawa e depois ir para Shiragawa e Takayama, para então retornar a Tókyo.

    Obrigado

    Marco

    • mari vidigal 7 março, 2015 at 14:20 Responder

      Não marco, se você achou mais conveniente dessa forma, vai fundo!
      Aproveite a viagem!! Vcs vão amar o Japão. Na volta, passe aqui pra contar como foi.
      Abraços,
      Mari Vidigal

  35. Marina 26 fevereiro, 2015 at 02:11 Responder

    Oi Mari! Parabéns pelo site, achei sensacional! Vou ao Japão com o meu marido em maio e estamos caçando dicas! O nosso vôo só chega lá no dia 07/05 e, pelo que eu pude pesquisar, esse já não é mais o auge das cerejeiras na região de Tóquio, Kyoto e outras cidades que estariam no meu roteiro. Nesse altura do ano, acho que o auge estará acontecendo apenas em Hakodate e Sapporo, bem ao norte do país. Você sabe me dizer se vale a pena visitar uma dessas cidades? Ou se pelo menos tem alguma coisa bem legal lá perto? Eu preferia ficar mais na região central do país, mas não quero correr o risco de não ver as cerejeiras!! E você sabe se passado o auge da floração elas ainda impressionam? Ou a paisagem fica bem normalzinha? Obrigada pela ajuda!! Bjs

    • mari vidigal 1 março, 2015 at 16:53 Responder

      Oi Xará,
      Tudo bem?
      A temporada das cerejeiras dura pouco mais de uma semana (em cada cidade) e os japoneses costumam acertar em cheio a previsão. Sou suspeita para falar, mas para mim foi uma das coisas mais lindas que já vi.
      Não conheço Hokkaido, mas todo mundo que conheço que foi, amou.
      Passada a temporada, as cerejeiras se transformam em arvores normais e verdinhas, nada de especial para falar a verdade, mas a paisagem japonesa continuará bacana!
      Beijos e qq coisa grita!

  36. Cecilia 3 fevereiro, 2015 at 17:06 Responder

    O Mari! Parabéns pelo blog, estou indo para o Japão em março e você me tirou várias dúvidas!
    Eu vou ficar viajando 3 meses pelo país, mas ainda não estou com o roteiro definido. Pelo que vi você viajou bastante e sabe muito, então vou tentar ser precisa no meu pedido de dica: queria saber indicações para o hanami. Me falaram muito do parque Ueno em Tókio, de Kyoto e Osaka. Tem alguma dica de parque ou cidadezinha em especial? Como estou com tempo posso me enfiar nos lugares mais inóspitos e demorados se for o mais legal!
    Obrigada!

    • mari vidigal 11 fevereiro, 2015 at 10:35 Responder

      Oi Cecília, que delicia de viagem.
      Estou na Índia com uma conexão bem fraca, então não consigo procurar o link para te enviar, mas aqui no blog tem um post contando os melhores lugares de Kioto e Nara para ver Sakuras. Se não achar, me avisa que eu tento procurar para você!

      Abraços e boa viagem!
      Mari

      PS: uma dica muito legal para sua viagem é tentar assistir ao espetáculo de gueishas em Kioto, o Miyako o Dori, é ESPETACULAR e acontece na temporada do Sakura. Compre ingressos com antecedência

  37. Talita 31 janeiro, 2015 at 18:38 Responder

    Oi Mari!!! Parabéns pelo site!!! Ótimas dicas!!!
    Iremos agora no final de março e suas dicas/roteiro tem sido muito utilizado para montar a nossa viagem.
    Gostaria de saber sobre as malas. Você viajou com malas grandes? Teve algum problema para levar as bagagens no shinkansen ou trens?
    Você utilizou o serviço Takyubin?

    Obrigada!!!

    Abraços

    • mari vidigal 11 fevereiro, 2015 at 10:39 Responder

      O Takyubin é ótimo! POde usar feliz!
      Sempre viajo de malas bem pequenas, então nunca tive muito problema e nem dificuldade para despachar!

      Aproveite bastante a viagem!

  38. Paula Amorim 14 janeiro, 2015 at 19:54 Responder

    Olá Mari, tudo bem?
    Estou planejando ir para o Japão e agora que vi o roteiro estou em busca de quanto em média se gasta por lá (sem considerar as passagens), todo mundo que converso fala que é um lugar muito caro, e isso me deixou preocupada.

    Beijos e parabéns pela organização do roteiro (:

    • mari vidigal 14 janeiro, 2015 at 23:08 Responder

      Oi Paula,
      Minha última viagem para o Japão foi há dois anos atrás, então não consigo te dar números exatos, mas algumas estimativas, pode ser?
      A) Transporte: a parte cara da viagem, o Japan Rail pass (que deve ser comprado no Brasil) custa entre 300 e 600 dólares (o que é bem mais barato do que fazer viagens avulsas)
      B) Entradas templos e museus: entre 5 e 15 dólares
      C) Hotel barato porém decente entre 70-120 dólares (óbvio que dá para gastar MUITO mais, se vc quiser). Quem optar por hostels gasta entre 20-30 por hostels excelentes
      D) Comida. Pra quem mora em São Paulo (ao menos que você queira comer carne) os preços do japão são bem ok. Em restaurantes baratos (exemplo Lamen, Curry) dá para comer por 8-10 o prato. E para restaurantes chiques, o céu é o limite.

      Ajudei?

  39. André Carreiro 13 janeiro, 2015 at 12:27 Responder

    Bom dia Mari,
    Gostei muito das dicas de viagem para o Japão e também do deu blog. Estou programando uma viagem que inclui a Tailândia, Malásia, China, Japão e Dubai. O problema é a quantidade de dias, aproximadamente 20 dias. Estou programando passar 4 a 5 dias no Japão. O que acha de conhecer Tóquio, Hiroshima, Yokohama? A viagem é em abril, você sabe me dizer se tem neve nesse mês em alguma parte do Japão que de para esquiar? obrigado.

    • mari vidigal 13 janeiro, 2015 at 18:11 Responder

      Oi André,
      Jura que vc visitar tantos lugares em tão pouco tempo? Cuidado para não passar mais tempo no aeroporto do que do que na viagem. (Brincadeira com fundinho de verdade).
      Com 5 dias eu faria somente Tóquio e Kioto – 3 dias em Kioto e 2 em Tóquio. Hiroshima e Tóquio estão em diferentes extremos do mapa, vc vai perder 1 dia inteiro em deslocamento. Pra quem tem só 5. Acho burrada. Neve, se tiver, só em Hokkaido, o que já é uma outra viagem.

      Espero ter ajudado e desculpa o tom sincero da minha resposta.
      Mari

  40. Cristina 12 janeiro, 2015 at 17:16 Responder

    Olá Mari,
    Estou planejando minha viagem ao Japão para 18 abril, por 28 dias, e lendo seu roteiro tão bem explicado, acho que vou poder me basear bastante nele. Vamos começar a viagem por Toquio, e queremos incluir Mt. Koya e ainda lá no sul a Ilha de Okinawa. O que acha? Tem mais alguma dica para nõs?
    Muito obrigada,

    • mari vidigal 12 janeiro, 2015 at 17:44 Responder

      Oi Cristina,
      Que delicia de viagem! Estou morrendo saudades de Japão! 🙂
      Não conheço nem Koya e nem Okinawa, mas ambos estão na minha lista para minha próxima ida ao Japão! Ouvi falar super bem dos dois!
      Quanto as dicas, tem um montão de posts de Japão aqui no blog. Veja o que vc acha deles, e se tiver ;uma pergunta, me envie! Morei um ano no Jp e é um dos lugares que mais amo no mundo, então quando se trata de dicas, sempre fico meio perdida e nem sei por onde começar.

      Bjs

  41. Débora 5 janeiro, 2015 at 00:57 Responder

    Olá Mari, tudo bem?
    Eu e meu namorado vamos ao Japão! É um sonho que vou realizar, estou garimpando todas as suas matérias sobre o Japão, ainda estou escolhendo o roteiro e achei o seu muito interessante.Muito obrigada por dividir suas experiencias conosco, isso ajuda muito os perdidos…rs
    Abraço!

    • mari vidigal 5 janeiro, 2015 at 05:06 Responder

      Que delicia de viagem Débora!
      Fico feliz em saber que o Ideias na Mala te ajudou, e se tiver mais dúvidas, é só perguntar!

  42. Jéssica Abdalla 7 dezembro, 2014 at 18:30 Responder

    Oi Mari;
    Parabéns pelo seu blog, está nos ajudando muito em nossas pesquisas! Estamos indo pro Japão em fevereiro, passaremos 12 dias inteiros e elaboramos um roteiro a partir das suas dicas.
    Como é nossa primeira vez no país não queremos deixar passar nada, então segue nosso roteiro para você dar sua opinião!

    18/02 – Chegada Narita (10:00 hrs) – Tokyo
    19/02 – Tokyo – Hiroshima
    20/02 – Hiroshima – Kyoto
    21/02 – Kyoto
    22/02 – Kyoto
    23/02 – Kyoto
    24/02 – Kyoto – Nara – Kyoto
    25/02 – Kyoto – Takayama – Shiragawa – Takayama
    26/02- Takayama – Tokyo
    27/02 – Tokyo – Hakone – Tokyo
    28/02 – Tokyo
    01/03 – Tokyo
    02/03 – Tokyo
    03/03 – Tokyo – Paris

    Agradecemos desde já!!!

  43. Filipe Morato Gomes 26 outubro, 2014 at 14:53 Responder

    Obrigado pelo fantástico roteiro (cheguei aqui através do Ricardo Freire). Tenho imensa curiosidade em conhecer especialmente Kioto, é uma viagem que ando a adiar há muito tempo e este post fez-me voltar a pensar nisso. Parabéns e obrigado.

    • mari vidigal 26 outubro, 2014 at 23:12 Responder

      Oi Filipi,
      Obrigada pela visita e pelos elogios. O Japão é maravilhoso e merece uma visita! Tomara que você consiga visitar logo! Abraços

  44. Tatiane Abdiel 16 outubro, 2014 at 18:54 Responder

    Oi Mari!
    Gostaria de te agradecer pelas dicas de roteiro do Japão! No início do ano fiz algumas perguntas e vc foi extremamente solidária em me ajudar! Muito Obrigada! Graças a vc tudo foi super tranquilo! Mil beijos!

Post a new comment

Veja também

Lua de mel no sul da Bahia

O sul da Bahia é um destino super especial para quem quer passar a Lua de mel no Brasil. Praias bonitas, comida maravilhosa, noite agitada ...