Tóquio: Visitando o Meiji Jingu

3

Depois da mega experiência cultural , você provavelmente irá gostar de uns minutos de sossego e tranquilidade…

E para isso, basta caminhar alguns passos e passar pelo Tori (portal de entrada do Meiji Jingu) e vivenciar um dos poucos e raros momentos de tranqüilidade em uma cidade tão caótica. Acho que em poucos lugares fica tão evidente a forma como Tóquio consegue combinar o caos e a serenidade a poucos passos de distancia.

Entrar no Meiji Jingu é entrar num universo de sossego profundo, é esquecer a cidade por uns momentos e sentir o cheiro e a umidade de uma verdadeira floresta. O silencio é interrompido pelas badaladas do sininho e das palmas… um clima verdadeiramente mágico.

Para que você saiba logo de cara como diferenciar um templo xintoísta de um templo budista, é só procurar pelo portal – tori – vermelho ou de madeira, se achar, estará em um templo xintoísta “Jinja”ou “Jingu”, caso contrario estará em um “Tera”.

Meiji Jingu é um templo xintoísta. O templo original datado de 1920 foi construído em Homenagem ao imperador Meiji a partir da doação de 100.000 arvores do Japão e de outros cantos do mundo que formaram a magnífica floresta que hoje faz parte do complexo, o templo original foi destruído durante o bombardeio na segunda guerra mundial e reconstruído em 1958 com Madeira de Cipreste. Para chegar ao templo é necessário passar por um lindo túnel de arvores.

O xintoísmo é uma a religião original do Japão, uma religião que não vem de nenhum livro, ou profeta específico mas de valores como harmonia com o natural e virtudes como a sinceridade do coração. Meiji é um bom exemplo de templo xintoísta, para parecer um japinha de verdade, jogue uma moedinha no caixote de madeira, se recline duas vezes, bata duas palmas, toque o sino (pode tocar com vontade!) e torne a se reclinar um ultima vez.

Na entrada do templo, você notará uma arvore repletas de papeis amarrados, os japoneses costumam amarrar sua sorte (a sorte é comprada no templo) boa ou ruim na arvore. Caso a sorte seja boa, você pode escolher levá-la para casa, mas se for ruim, você necessariamente deve pendurar-la.  Alguns templos muito visitados por turistas – acho que esse é o caso de Meiji – vendem sorte em inglês. A sorte custa uns 5 dólares, e pendurar papelzinho na arvore vai fazer com que você se sinta quase um japonês!

Além disso o Meiji Jingu tem mais duas coisas bem bonitas, uma coleção de barris de Sake que fica logo na entrada no templo – como é bem grande dá para notar bem fácil, e uma arvore enorme rodeada de placas de madeira (são pedidos e agradecimentos – talvez você se anime para fazer ou um ou outro).

O passeio pelo Meiji será um passeio gostoso e relaxante rumo as origens do país. A maior parte do templo é aberta e grátis, existe uma taxa de entrada para os jardins e para o tesouro. Se estiver na primavera, não deixe de visitar o jardim.

Localize-se:

Estação Harajuko de JR

Das 06:00 as 16:00 | Entrada: Grátis

Siga as atualizações desse blog no Twitter

@marividigal

About author

mari vidigal

Viajante incansável, daquele tipo que no meio de uma viagem já está pensando na próxima, na próxima e na próxima. Apaixonada por fotografia, natureza e vinhos

3 comments

Post a new comment

Veja também

Viajar barato

25 dicas pra viajar barato

Viajar barato é SIM possível, e é bem mais fácil e divertido. Nesse post dividiremos com vocês 25 dicas espertas para economizar a cada passo ...