Colômbia: um passeio pela Catedral de Sal

Eleita como a atração turística número um da Colômbia, a Catedral de Sal é uma linda surpresa do inicio ao fim, são mais de 150 metros cavados em uma mina de sal ainda ativa, formas e mais formas esculpidas nesse mineral e um show de iluminação… taí uma opção SUPER bacana de bate e volta de Bogotá.

A catedral de Sal fica numa cidazinha simpática chamada Zipaquira, e o acesso não é dos mais simples.

Há três formas de chegar lá:
A) Fazer um tour guiado: A opção mais simples para quem não quer pensar em perrengue. Minha opção econômica preferida é em grupo pequeno, já vem com o ingresso incluso e custa metade do preço de um táxi. Quem prefere pode contratar um guia privado que fala português e custa o mesmo preço do táxi.

B) Negociar o dia do taxista: o passeio sai entre 80 e 100 dólares. Uma ideia para baratear é tentar arranjar mais pessoas no seu hotel ou hostel que também queiram fazer o passeio.

C) De ônibus: o passeio sai por cerca de 25 dólares (ônibus + entrada na catedral) e é bem seguro. A parte inconveniente é que se trata uma linha de ônibus normal, ou seja, pode ser que você viaje uma hora e meia em pé, isso sem falar na baldeação no meio do caminho.

D) Alugar um carro: a estrada é boa e tem estacionamento no parque. Para quem topa alugar um carro, pode ser uma opção.

E qual das alternativas eu escolhi?

Como acho que andar de ônibus faz parte de entender a cultura de um país, escolhi a terceira opção: busão… e quer saber?! Gostei!
PARA QUEM VAI DE ÔNIBUS 

Para quem vai de ônibus o passeio começa na estação de ônibus Transmilenio de “Museu del Oro”, pegue a linha B74 sentido Portal Norte, você vai descer na ultima estação que é a Portal Norte esse primeiro trecho custa 1750 pesos e dura entre 45 minutos e uma hora dependendo do transito. O primeiro ônibus da linha sai as 09:00 da manhã. Em Portal Norte, atravesse para a plataforma de ônibus intermunicipais e procure os que vão para “Zipaquira” na frente do ônibus tá escrito somente Zipa, e os cobradores ficam gritando Zipa Zipa, tem varias companhias que operam este trajeto e é tudo meio “lotação”. O ônibus para fora de ponto e cobradores descem gritando. O bilhete é comprado dentro do ônibus e custa 3900 pesos cada trecho. Avise o motorista que você vai visitar a catedral de Sal e ele vai te deixar no ponto mais perto. De lá são cerca de 20 minutos de caminhada morro acima, ou então você pode pegar um taxi que sai baratinho. Eu fui caminhando.
Chegando no parque uma linha branca e uma porção de degraus te leva até a bilheteria.
Na volta, pegue o ônibus para Portal Norte na rua central de Zipaquira, e chegando lá a linha J72 para Museo del Oro.

CHEGANDO NO PARQUE

Depois de uma boa caminhada por uma trilha bem demarcada chamada “caminho do sal”. Cheguei a bilheteria…


Confesso que fiquei meio impressionada com o tamanho da estrutura que foi construída para atrair turistas com direito a labirinto, parede de escalada para crianças e uma serie de outras atividades que chamaram zero minha atenção. Como estavamos absolutamente fora de temporada o parque ea Catedral estavam relativamente vazios.
Na bilheteria, tem uma serie de tipos de pacote disponíveis, o mais barato custa 20.000 pesos e inclui entrada na catedral, show de luzes, espelho d’agua e um vídeo 3D. Foi esse que escolhi.

Entrada da mina: começa a brincadeira das luzes

E tem até bandeira do Brasil

E FINALMENTE A CATEDRAL DE SAL
A visita é feita de forma guiada, em espanhol ou inglês e é bem bacana porque durante a visita dá para aprender bastante sobre a mina de Sal e como ela foi transformada em uma imponente catedral subterrânea.

A mina começou a ser explorada pelos índios durante o período pré hispânico e servia como moeda de troca por outras mercadorias. Ela continua ativa e tem um estoque de sal que deve durar pelo menos mais uns quinhentos anos. A catedral foi construída de modo explorar a parte inativa da mina e os túneis que eram utilizados para a extração de sal.
O tour começa com uma via sacra, sendo que em cada estagio uma Cruz esculpida em sal vai mudando de posição e se transformando, conforme a Cruz que representa Jesus se aproxima da morte, a cruz vai sendo enterrada no solo.


Tem varias esculturas muitos lindas no trajeto, o encontro de Jesus com Maria e o momento que Jesus é despido de suas vestes me chamaram atenção.


A segunda fase da visita é a passagem por uma linda cúpula azul, nessa cúpula há dois túneis, um que tem um terraço com a vista para a parte mais linda e profunda da catedral onde esta uma Cruz enorme e um auditório  e o outro túnel com o caminho a ser percorrido para chegar até lá.

Pedaço da cúpula azul

Túnel que leva ao principal salão da catedral

Salão Principal: parte mais linda e profunda da catedral

Anjo lindo – ele está no terraço da vista bonita

Três escadarias com um anjo no topo te levarão ao salão principal da catedral…

…ali há três esculturas muito lindas: uma que comemora o nascimento de Jesus, uma Cruz cavada na Rocha que tem 16 metros de altura e fica muito linda iluminada, no fundo está a igreja onde semanalmente se realizam missas e de quando em quando casamentos e batismos. E por fim uma terceira escultura, inspirada no teto da capela Sistina em Roma e que simboliza o encontro de Deus pai e Deus filho. Tudo isso com direito a muita luz.


Cruz no altar Principal – O nascimento de Jesus

Cachoeira de sal “não planejada” que se formou em uma das paredes do salão principal da catedral.

Por fim, como em todo passeio turístico do planeta, te levam para uma lojinha cheia de produtos Colombianos caros e um montão de coisas para agradar os turistas de plantão.

Ali estão o show de luzes, que eu assisti e achei bem sem graça, as luzes ficam no alto do teto e as cadeiras de lado, e dai não da para ver nada direito…

…E o espelho de água e vídeo 3D que eu decidi não assistir. Tava cheirando furada…rs… Decidi investir meu tempo livre num rápido passeio pela cidade. Como era meu último dia na Colômbia, o passeio foi rápido mesmo, afinal, eu não queria correr nenhum risco de perder o vôo de volta para o Brasil.

UM  RÁPIDO PASSEIO POR ZIPAQUIRA
A cidade é bem fofa. Tive muito pouco tempo, mas aproveitei para visitar a catedral da cidade (que não é a catedral de sal, rs) que é bem bonita, e uma outra pracinha lá perto.

Não esqueça do seguro viagem!

Apesar de não ser obrigatório para quem viaja pela América do Sul, eu acho uma bela fria programar uma viagem bacana dessas e contar com a sorte. Imprevistos (ou previstos) acontecem e um viajante bem preparado tira de letra qualquer probleminha que pintar se estiver segurado.

Quem viaja com um bom seguro viagens pode ficar tranquilo caso venha a enfrentar um extravio de bagagem, cancelamento ou atraso de voos ou mesmo emergências hospitalares, podendo acionar seu seguro rapidamente e curtir o passeio sem enfrentar burocracias ou ter que gastar uma grana além daquela já reservada para a viagem.

Eu, que já sou macaca velha, uso o comparador de seguros da Seguros Promo e já escolho dentre as opções que mais se assemelham às minhas necessidades, uma apólice que cubra qualquer eventualidade no ato. Simples e rápido, com site todinho em português (mão na roda, né?)

Não perca mais tempo, clique aqui e faça uma cotação inserindo nosso cupom IDEIASNAMALA5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro viagem.

Guarde este post no Pinterest!

Catedral de Sal

Veja também:

 

 

Planeje sua viagem

Comentários (20)

[…] testada e aprovada por mim é ir ao Museu Botero no primeiro dia, e no segundo dia visitar a Catedral de Sal que é linda e fica nos arredores de Bogotá e Montserrat no segundo dia. A Catedral é linda e eu […]

Favor informar se existe trem de Bogotá para a Catedral do Sal?

Oi Eloah,
Não, não existe trem 🙂
(Você acha que se tivesse trem eu teria passado esse perrengue todo no ônibus? Heheheh!)
Abraços,
Mari

bom dia, vou passar um dia em bogota, que é uma escala, e gostaria de saber se e for para a catedral de sal por volta das 13:00 indo de onibus Transmilenio. vc sab me informar quanto tempo preciso para visitar a catedral? sera que até as 18:00 estarei novamente em bogota?

Oi Carolina,
Em umas duas horas você visita a catedral, mas a volta pra cidade tem trânsito e é BEM imprevisível. Não faria isso na correria não!
Abraços,
Mari

[…] eu não fui pois a altitude me fez sofrer bastante, mas você pode ver a resenha aqui no blog Ideias na Mala e mais informações no site […]

[…] da esmeralda. Nós fomos de ônibus, e apesar de ser intermunicipal, foi muito tranquilo. No blog Ideias na Mala  eles explicam certinho quais ônibus pegar. Para a noite, nossa intenção inicial era ir em […]

Oi Mari, muito legal seu bolg.
FIcarei em Bogotá de 1 a 6 de janeiro. Estou um pouco receoso de encontrar alguns lugares fechados por se tratar de época de festas de ano novo. Sabe se a catedral sempre esta aberta a visitas? Se eu planejar para o dia 2 de janeiro (segunda feira), conseguirei fazer sem problemas? A Transmilênio também opera sempre? Obrigado

Oi Alan,
Boa pergunta!
Já deu um olhadinha no site deles para consultar as datas? Como o transmilênio é bus de linha, imagino que você não terá problemas.
Abraços

estou querendo fazer esse trajeto como voce fez de transporte publico. a volta parece que é mais complicada. os pontos são os mesmos para descer? qual linha pego na volta para bogota. estarei hospedada perto do museo nacional

Oi Geraldo,
Eu achei a volta muito mais fácil.
É só perguntar em Zipaquira que todo mundo te indica o caminho certo. não tem erro. O ônibus (que infelizmente não lembro qual é) faz o mesmo trajeto da ida.
Beijos

Oi Mari,
Parabens pelo blog e obrigado pelas informações!

Vc acha que em um dia inteiro eu consigo fazer:
Ida a Catedral de sal – ida e volta de taxi
Role pelas ruas da Candelaria
Museu botero
Cerro monserrate
Andres dc. Minha reserva esta para as 20h?

Obrigado

Oi Gabriel.
Impossível. Acho que você vai ter que correr muito e não vai aproveitar nada direito.
Com um só dia, foque no centro de Bogotá que é maravilhoso,
Beijos

Super valew a dica de como chegar na Catedral de Sal em Zipaquirá! Segui certinho e foi super tranquilo! Dicas assim são raras! Parabéns!

Oi Meiry,
Obrigada por passar aqui pra contar e que bom que deu tudo certo 🙂

Tenho problemas de coluna, gostaria de saber se é muito longo e complicado descer até a catedral de sal. Como é feita a descida?

Oi Livia, td bem?
Desci de escada, mas anda abssurdo.
A subida é um pouquinho mais chatinha porque cansa.

[…] Catedral de Sal: https://ideiasnamala.com/2012/09/04/colombia-um-passeio-pela-catedral-de-sal/ This entry was posted in América do Sul, Bogotá, Colombia, Uncategorized and tagged bogota, […]

[…] Catedral de Sal: https://ideiasnamala.com/2012/09/04/colombia-um-passeio-pela-catedral-de-sal/ Share this:EmailImprimirDiggGostar disso:GosteiSeja o primeiro a gostar disso. Esta entrada foi […]

A Catedral de Sal é belíssima… a conhecemos em janeiro de 2011 quando passamos quinze dias na Colômbia……………..
Fizemos fotos maravilhosas e achamos Bogotá e arredores e + Cartagena maravilhosas cidades, cheias de charme e muito seguras…
Valeu cada centavo que lá gastamos…

Deixe o seu comentário