Paris: Catedral de Notre Dame

A bonita Catedral de Notre Dame, um dos mais famosos cartões de Paris é parada obrigatória para qualquer marinheiro de primeira viagem, mas mesmo para quem já visitou e revisitou a cidade luz, é uma parada que vale a pena!

O post abaixo conta um pouquinho da história da igreja destrinchando alguns de seus bonitos segredos, arquitetura e por fim, um tour grátis… aproveite as dicas e boa viagem!!!

HISTÓRIA

A catedral de Notre Dame começou a ser construída no século 12 pelo bispo Maurice de Sully, para a construção de igreja, algumas casas e capelas tiveram que ser derrubadas, e a rua foi aberta permitindo assim a chegada do material de construção.

Cinco séculos mais tarde o barão Baron Haussmann ordenou que o trabalho de demolição das casas ao redor da igreja fosse terminado, e a catedral foi ampliada ganhando o formato atual.

 

ARQUITETURA

Repare que a base da igreja, excluído as torres tem a forma de um quadrado que remete a limitação de espaço e o no centro deste quadrado temos um circulo que simboliza a perfeição, algo sem um começo e sem um fim. E no centro deste circulo, uma enorme rosácea com mais 9 metros de diâmetro de há uma delicada estátua de virgem Maria com um anjo de cada lado segurando o menino Jesus em seu colo apresentando a criança para a cidade. Ao lados estão estátuas de Adão e Eva que simbolizam o pecado original.

Abaixo da varandinha de balaústres há uma fileira com 28 estátuas humanas simbolizando os descendentes de Jessé e os antigos ancestrais de Jesus. Tempo vai tempo vem, as pessoas passaram a achar estas estatuas eram na verdade representações dos 28 antigos reis da França. Por isso durante a revolução francesa as estátuas originais foram severamente mutiladas simbolizando o grande desprezo dos revolucionarios por símbolos do poder Real. Em 1977 fragmentos das estatuas quebradas foram encontrados e estão hoje expostos no Museu Cluny.

Abaixo da galeria dos reis há três portais, reparem que o portal do meio – chamado de portal do último julgamento – é um pouco maior do que os outros dois. Em seguida olhando de frente para a catedral, olhe cuidadosamente para as estátuas do Portal do lado esquerdo e repare que uma delas está decapitada curiosamente segurando a própria cabeça. Dizem que esta estátua é uma homenagem a um dos arquitetos que faleceu decapitado por um acidente de trabalho durante a construção da igreja.

E claro as gargulas que estão lindamente espalhadas por todo o edifício (ai, já falei alguma vez que ADOOORO gargulas)

Do lado de dentro da  igreja, não deixe de reparar nos vitrais que são bem bonitos.

TOUR GRÁTIS PELA CATEDRAL DE NOTRE DAME

Para quem se interessa por história e quer saber mais detalhes, todos os sábados as 14:30 tem uma visita grátis guiada em espanhol e  todas as quartas e quintas feiras as 14:00 em inglês. Eu se fosse você não perderia essa!

NOTRE DAME A NOITE

Entre maio e outubro a catedral oferece ou um filme ou uma Ópera, a entrada é grátis – e quem fizer uma contribuição, moedinha vale,  ganha um postal bacana –  fora o fato de entrar na catedral iluminada, o que é lindo, o show e a Ópera também são super legais. Ou seja, dê uma olhada nos horários, geralmente algo por volta de 21:00, mas não deixe de incluir este passeio na sua programação.

Localize-se

Notre Dame

http://www.notredamedeparis.fr/

Site dos passeios da igreja 

http://notre-dame-de-paris.monuments-nationaux.fr/fr/bdd/page/visites

Metro: Hôtel de Ville, Châtelet ou Sainte-Michel

Entrada: Grátis

Planeje sua viagem

Comentários (9)

[…] item – com muitas dicas e, principalmente, histórias. Infelizmente, em abril de 2019, a Catedral de Notre Dame (Estação de metrô Cité – linha 4) sofreu um incêndio que a destruiu parcialmente. A Catedral […]

[…] nosso passeio pela Catedral de Notre Dame (Estação de metrô Cité – linha 4), e o ideal é chegar cedo, bem cedo mesmo para pegar o […]

[…] visitas de Paris, cumprimentar as gárgulas e visitar o enorme sino da igreja desça as escadas e visite a catedral. Repare nos detalhes da fachada: o pórtico repleto de detalhes, a coluna de estátuas central com […]

[…] já havíamos visitado e subido na Torre Eiffel e na Catedral de Notre-Dame (por sorte, afinal, as filas estavam proibitivas), fomos até a Basílica de Sacré-Couer (que eu, […]

[…] ao longo do Sena é um dos meus programas preferidos em Paris, geralmente começo meu passeio pela igreja de Notre Dame e sigo caminhando até o fim das forças das pernas meio sem rumo. Volta e meia sou atraída por […]

Incrível seu post sobre Notre Dame. Irei para Paris em setembro e terei apenas 4 dias, com certeza as tuas informações vão me ajudar muito. Olhinhos brilhando só de me imaginar ali dentro 😉

Você vai amar! Não deixe de subir!

Deixe o seu comentário