O que fazer em Viena: 15+ atrações imperdíveis

Saiba o que fazer em Viena na Austria, uma cidade apaixonante e repleta de cantinhos incríveis!

Descubra os principais pontos turísticos de Viena: Palácios incríveis, jardins encantadores, alguns dos melhores museus do mundo, música clássica e dicas imperdíveis para comer super bem! Pronto para curtir seu turismo em Viena ao máximo?

O que fazer em Viena

Viena, uma das capitais européias mais belas combina uma história riquíssima com tradição confeiteira impecável, edifícios históricos lindos, museus repletos de arte boa e uma cena musical riquíssima – Viena foi residência de muito compositores de música clássica durante o século XVIII e até hoje carrega a herança forte de capital da música.

Para te ajudar a fazer o roteiro perfeito para sua viagem a Viena fiz uma lista caprichada com 12+ passeios imperdíveis pela capital da Austria.

Aí vão principais pontos turísticos de Viena:

  1. Passear pelas ruas do Centro Histórico
  2. Palácio de Hofburg
  3. Se impressionar com o tesouro imperial de Viena
  4. Visitar a biblioteca Nacional
  5. St. Stephen’s Cathedral
  6. Comer tortas e bolos incríveis
  7. Palácio Belvedere (e o Beijo de Klimt)
  8. Ópera de viena
  9. Cavalaria Espanhola
  10. Palácio de Shonbrunn
  11. Comer Shintizel
  12. Mercadinhos de Natal
  13. Casa do Mozart
  14. Prater
  15. Campus da Universidade de Viena – WU

1. Passear pelas ruas do centro Histórico de Viena

O centro histórico de Viena é compacto e apaixonante. A graça é se perder pelas alamedas de pedestres, desbravar os parques, visitar as igrejas, se encantar com a perfeição das construções históricas, entrar em um café para provar algo gostoso e repetir o passeio.

O que fazer em Viena
Prefeitura de Viena

Quer uma sugestão de caminhada?

Sugiro que você comece o passeio em frente a St. Stephen’s Cathedral

A rua Graben – bem pertinho da catedral – é uma rua exclusiva para pedestres tem muitas casinhas charmosas, boutiques famosas, e alguns cafés caprichados. No natal a rua se enche de enche de lampadinhas e ganha um colorido especial.

Pestsaule – O monumento para curar a peste da cidade

Mais ou menos no meio do trajeto entre a Catedral e o final da rua, você encontrará uma estátua bem bonita chamada Pestsaule. A estátua tem uma santíssima trinidade e foi erguida para proteger a cidade da peste que assolou Viena em 1679. Reparem nos detalhes!

Igreja de São Pedro (St. Peter’s Church)

Nossa próxima parada é na igreja de São Pedro que fica numa travessa da Graben e pode ser vista de longe graças a sua cúpula arredondada de cobre. A igreja é simpática por fora, mas espere só até vê-la por dentro: O afresco na cúpula decorado com um espirito Santo no centro, muito anjos e passagens bíblicas pintados é algo lindo e que merece ser admirado. A visita é rápida e é grátis, assim nem pense em pular.

Saindo da igreja volte para a Graben, dobre a esquerda na rua Kohlmarkt e continue em direção ao Palácio de Hofsburg . No caminho você passará em frente da confeitaria Real de Viena, a Demel (os doces são maravilhosos e a doceria merece entrar no seu roteiro!)

Michaelerplatz: ruínas e cavalos

Repare que na Michaelerplatz, a praça redonda em frente ao Palácio Hofburg há uma mureta com pedacinhos de uma antiga muralha medieval que um dia protegeu a cidade de Viena, nessa praça também há dezenas de charretes para passeio um programa que nem cogitei.

Continue o passeio

Continue a caminhada passando por dentro do Palácio de Hofburg, cruzando a Heldenplaz (vale explorar a região) a lindíssima Maria-Theresien-Platz e terminando no Museum District.

2. Visitar o Palácio de Hofburg

O palácio de Hofburg fica no centro histórico de Viena e é uma oportunidade de ver de perto – e de certa forma reviver – a vida e a glória da monarquia vienense. O palácio está dividido em diversos museus: os aposentos reais, a coleção de pratas, o museu da Sisi, a Biblioteca, o tesouro Nacional e a cavalaria espanhola.

O que fazer em Viena
Palácio de Hofburg em Viena

O museu da Sisi (adorei aprender uma pouco da história dessa personagem tão interessante) e os aposentos reais são lindos e carregam muita história em forma de obras de arte e mobílias. Vale a pena fazer as visitas com calma (cada uma delas leva cerca de 1 hora) e aprender todos os detalhes. Também fiquei encantada com o tesouro real, repleto de joias chamativas, esmeraldas, rubis diamantes, muitas coroas gigantes e algumas relíquias religiosas polêmicas, como o suposto cravo que espetou Cristo na Cruz. Gostei muito das visitas e recomendo.

Sisi Ticket

As visitas aos aposentos reais, pratarias e museu da Sisi incluem um áudio guia e podem ser compradas de forma conjunta por meio do Sisi Ticket (um bilhete esperto que combina a entrada nesses 3 museus + palácio de Schönbrunn + coleção de mobiliários reais + um fura fila espertíssimo e hiper necessário durante os meses de verão).

Hofburg ou Schönbrunn?

Eu pessoalmente gostei mais do interior dos aposentos reais de Hofburg do que Schönbrunn. Schönbrunn estava tão lotado que mal dava para curtir o lugar enquanto Hofburg estava BEM mais tranquilo. Isso sem falar na biblioteca e no tesouro real (pagos a parte) que pouquíssima gente visita, mas que são tão incríveis que inclui neste post!

Os jardins de Schönbrunn são lindos e devem ficar uma maravilha durante a primavera e o verão (fui à Viena durante o inverno e por isso só vi toco de arbusto, nenhuma florzinha pra contar história, rs).

3. Se impressionar com o tesouro imperial de Viena

Topa incluir mais um bom museu na conta? Se sim, minha primeira sugestão é o Tesouro de Viena um acervo imperdível com as principais jóias do sagrado império romano.

Preparem-se para ver diamantes gigantes, um mais brilhante que o outro, e tantas jóias e coroas surreais que até parecem de mentira. Uma das relíquias mais famosas do museu é um dos cravos que em teoria foi usado na crucifixão de cristo, além desse cravo um tanto polêmico há uma série de outros artefatos religiosos interessantes e artefatos reais luxuosos como a coroa e o cetro do imperador Emperor Rudolf II (1552-1612). Veja mais detalhes desse museu aqui.

4. visitar Biblioteca Nacional

E pra fechar a sessão museu do dia – se você quiser é claro – recomendo uma visita a bonita biblioteca Nacional, considerada uma das mais lindas do mundo.. A biblioteca tem estantes repletas de livros antigos – dessas de fazer inveja em leitores aficcionados, iluminuras e estátuas expostas e um teto repleto de afrescos caprichados (destaque para a cúpula cheinha de anjos e de elementos dourados).

A visita é rápida, 20 no máximo 30 minutinhos e a biblioteca merece ser vista. Veja mais detalhes da visita aqui.

5. Ver a cidade do alto da St. Stephen’s cathedral

A Catedral de São Estevam (St. Stephen’s Catedral) é um dos principais pontos turísticos de Viena e um passeio que vale a pena especialmente nos dias azuis, para ver a cidade do alto da torre sul

Antes de entrar, repare no teto repleto de ladrilhos coloridos, na altura da Torre que visitaremos a seguir, e nos ornamentos que adornam a fachada.

A catedral de Viena é linda por dentro, repleta de altares e muitos e muitos detalhes. Ouvi falar bem do tesouro e das catacumbas, mas confesso que fiquei com preguiça de visitar. A entrada na catedral é grátis, mas quem quiser conhecer tudo terá que fazer um tour.

O que sim recomendo é a subida na torre Sul, que tem uma das vistas mais lindas da cidade.

O que fazer em Viena
Viena Vista do alto da catedral

A subida na Catedral de Viena:

A catedral de Viena tem 4 torres, sendo que duas delas estão abertas para visitação (os ingressos são pagos ) sendo assim, recomendo que você visite a torre sul, que é a mais alta de igreja 136 metros de altura e tem vistas lindas da cidade (mas prepare-se para os 343 degraus que te esperam no caminho). Se o tempo estiver bonito e sem neblina, vale sem dúvida nenhuma a subida.

Lá do alto você verá a perfeição das calçadas de pedestres, cúpulas das igrejas, o castelo de Hofburgo e os jardins de Belvedere.

A outra torre visitável é a do famoso sino Pummerin (o maior da Austria e o segundo maior da Austria), não consegui encontrar fotos na internet que comprovem se a subida vale ou não a pena pela vista, o que ví é que tem elevador – ou seja –  uma opção bacana para que não quer saber de degraus mas adoraria ver Viena do alto.

Para quem quer ver viena alto, mas não topa subir escada

Se subir escada não é a sua praia, outra forma de ver a cidade de Viena do alto é visitando o aquário da cidade, que apesar de sem graça tem uma vista espetacular com direito a um super terraço aberto.

6. Devorar uma torta Sacher e outras delícias da confeitaria Vienense

Quando penso em o que fazer em Viena, minha cabeça se enche de imagens de tortas e bolos e de confeitarias com vitrines que parecem de mentira de tão perfeitinhas.

Uma das tortas mais famosas da cidade é a Torta Sacher, inventada pelo Café do Hotel Sacher – uma torta de chocolate multi camadas muito gostosa e que você deveria provar. Outra torta que eu adoro é a Torta Mozart de chocolate com Marzipan. Mas não se limite a essas tortas não, olhe a vitrine, escolha o mais apetitoso e mande ver!

O que fazer em Viena
Tortas deliciosas da Demel

Demel: a incrível confeitaria real

A Demel (Kohlmarkt 14,) é uma confeitaria fundada em 1786 e que teve uma ligação muito forte com a monarquia e com a corte de Viena por isso ficou conhecida como a confeitaria real de Viena.

Tantos os doces -lindos, maravilhosos e deliciosos – quanto o ambiente, fazem jus a fama da casa. Eu se fosse você reservaria um horário no comecinho da tarde para comer um bolinho e tomar um chá entre uma atração. Vale MUITO a pena!

Dica: Eu se fosse você reservaria um horário na Demel – e em todos os restaurantes e confeitarias que você tiver vontade de conhecer logo que chegar em Viena. Se estiver hospedada em hotel, a própria concierge pode cuidar das reservas para você!

Alguns cafés que merecem entrar no seu roteiro (faça reserva):

  • L’Heiner: Um espaço SUPER gostoso com bolos divinos no centrinho de Viena
  • AIDA ( Singerstraße 1 + vários endereços): Café retrô que os locais adoram. Ótimos bolos!
  • Sacher Café ((Philharmoniker Str. 4): Para provar a torta Sacher direto da fonte!

Outra delícia que merece entrar na sua lista é o Kaiserschmarrn – uma massa bem macia remexida na frigideira, repleta de passas (que eu não gosto mas tirei feliz) e servida com uma calda quente de frutas vermelhas. O Kaiserschmarn é servido em todos os cantinhos mais tradicionais.

Veja aqui um roteiro completo com meus cafés preferidos de Vienna.

7. Se encantar pelo beijo de Klimt no Palácio Belvedere

O que fazer em Viena
Palácio Belvedere

Gustav Klimt é um dos grandes nomes da pintura austríaca e Viena está repleta de obras de arte dele, incluindo o famoso “O Beijo”. O Beijo fica no Palácio do Belvedere ( um conjunto de dois palácios e jardins lindos).

Para curtir os jardins com calma – e quase desertos – chegue cedo. Eu se fosse você, chegaria lá meia hora antes do museu abrir e esperaria com calma. Ao entrar no Upper Belvedere, vá direto ao segundo piso. Com sorte, você terá uns 15 minutos para contemplar “O Beijo” e outras menos famosas, porém igualmente lindas do Klimt. Depois disso a casa enche e a obra perde esse ar de intimidade matinal. Ele continua lindo, porém muito mais disputado.

Outros museus de Viena

Além do Palácio Belverdere, Viena tem uma dezena de museus interessantes como o Albertina, o Museu da cidade de Viena e várias opções bacanas no Museum Quartier. Viena é um prato cheio para quem curte arte e cultura.

8. Assistir uma Ópera ou Ballet na Ópera de Viena

O que fazer em Viena
Opera de Viena

Se você curte Ópera ou Ballet, essa é uma bela desculpa para visitar o interior e assistir um espetáculo em uma das casas de shows mais tradicionais do mundo e em um prédio histórico que sobreviveu a segunda guerra mundial.

O que fazer em Viena
Ópera de Viena

A Ópera de Viena é maravilhosa e tem um calendário de espetáculos bem diverso. Durante minha estada na cidade, assisti um Ballet e achei o programa o máximo, vá arrumado e prepare-se para um show inesquecível!

Veja a programação e compre ingressos online aqui.

Faça como os locais: ópera + salsicha!

Na saída da Ópera faça como os Vienenses. Passe no estande de linguiça do Bitzinger Würstelstand (Albertinaplatz 1 – que fica exatamente na frente da Ópera de Viena) e peça uma linguiça acompanhada de cerveja e biscoitos Manner. Bom demais!

9. Se encantar com a beleza da Cavalaria Espanhola

Outro programa bastante vienense é assistir um show da cavalaria Espanhola – um espetáculo coreografado com lindos cavalos e bem adestrados. Se você curte cavalos, como eu, vai ficar encantado com a beleza do show e a forma delicada como os cavalos andam, marcham e galopam. Muito lindo! O ingresso dos shows custa a partir de €13 e esgota com bastante antecedência.

O que fazer em Viena
Cavalos brancos da cavalaria Espanhola

Caso o show não bata com suas datas na cidade, como foi o meu caso, assistir um treino e ver os cavalos em ação já dá um gostinho da experiência. Quanto mais no final da semana, maiores as suas chances de ver partes da performance sendo ensaiadas. É claro que corre o risco de não ver nada do espetáculo e só ver os cavalos andando para cá e para lá. No final do treino, vale fazer uma visita guiada as cocheiras reais e entender um pouquinho mais sobre os cavalos, cavalheiros e a tradição. Os treinos custam a partir de €15 por pessoa.

10. Se apaixonar pelos jardins do Palácio Shonbrunn

O palácio de verão da coroa Austríaca, o Shonbrunn, é um dos pontos turísticos mais visitados de Viena e uma visita bem bacana para quem quer ver de perto e aprender um pouquinho sobre a vida dos príncipes e imperadores.

O que fazer em Viena
Jardins de Schoenbrunn vistos do alto

Durante a visita, você conhecerá os aposentos reais, salas decoradas com ornamentos dourados, telas, tapeçarias e um jardim grandioso especialmente bonito – e florido – durante a primavera e o verão (aqui, o jardim é gratuito, então mesmo que você não vá visitar o palácio, pode dar uma passadinha por lá). Durante os finais de semana, que antecedem o Natal, a frente do palácio ganha um mercadinho especial bem caprichado.

Terminada a visita pelo palácio, não deixe de subir até a parte alta do jardim. De lá, você terá uma vista bem interessante de Viena. Continuando o passeio, há um café bem gostoso para almoçar e que aos finais de semana serve um brunch caprichado (que eu fiquei com bastante vontade de provar).

Dica para escapar das filas

Para evitar filas cabulosas, considere comprar o Sisi Ticket – que te dá direito a furar filas tanto no Shonbrunn quanto do Hofburg Palace – ou compre o tour com hora marcada (em inglês), um jeito bacana de ver o melhor do palácio e aprender bastante. Chegar sem ingresso comprado no verão é pedir para ficar horas na fila. Não arrisque!

11. Comer um autêntico e delicioso Schnitzel

Já falei de doce e agora vou falar de um dos principais pratos da culinária: o Schnitzel vienense. O Schnitzel é um bife (geralmente porco ou vitelo) frito e empanado (estilo milanesa) servido com maionese e salada. Os vienenses são hiper orgulhosos de servir o melhor e mais gostoso Schnitzel do mundo. E, ainda que carne frita não seja a sua comida preferida, eu não deixaria de provar um.

O que fazer em viena
Autêntico Schnitzel vienense

 

Onde comer um Schnitzel divino (Reserve com antecedência):

  • Figlmuller (Wollzeile 5): Especializado em Schnitzels de carne de porco gigantes e finíssimos
  • Plachutta (Walfischgasse 5-7): Schnitzels de Vitelo, incrivelmente macios e crocantes.

12. Curtir o clima dos mercadinhos de natal

Viena tem uma programação sazonal intensa e hiper especial. Nas semanas que antecedem o Natal, a cidade se enche de mercadinhos de natal lindos, bem decorados e animados.

A graça é experimentar comidas típicas – alguns dos mercadinhos tem até show de música típica ao vivo – e se esquentar com vinho quente ou shots de bebida mais fortes.

O que fazer em Viena
Mercadinho de natal em Vienna

Os mercadinhos vendem enfeites de natal, presentinhos, doces e artesanatos bonitos. O clima é bem festivo.

Dica: para tomar o vinho você paga um depósito pela caneca. Ao devolver a caneca, você recebe o valor de volta. Claro que quem quiser, pode colecionar canecas.

Viena tem MUITOS mercados de natal, alguns dos meus preferidos são:

No centro de Viena:

No Palácio Schonbrunn

Na Karlsplatz:

  • Art Advent – Art & Crafts on Karlsplatz: Karls Platz – O mais legal da cidade para curtir com crianças. Vários brinquedos, muita palha e até animaizinhos de verdade. Comidas e bebidas em um clima bem familiar.

Além desses mercados, Viena tem vários outros mercadinhos menores. Na frente do Palácio de Hofburg, do Palácio do Belvedere, na Catedral e em várias outras ruazinhas. A cidade é um natal só!

O que fazer em Viena
Mercado de natal em Viena

13. Mozarthaus – a casa Museu de Mozart em Viena

Se você curte música clássica vale incluir uma parada na Mozarthaus, a Casa Museu de Mozart  no seu roteiro.Foi nessa casa que ele passou seus últimos anos de vida e compôs muitas de suas obras.

14. Prater: O parque de diversões mais antigo do mundo

O Prater é um ícone de Viena e uma pedida legal para quem quer dar um tempo nos palácios e museus e curtir um pouco de ar livre.

Sua principal atração turística é a Wiener Riesenrad, a roda gigante de Viena, que foi construída em 1897 e continua em operação. Além dela o parque conta com vários brinquedos retrô como chapéus mexicanos e carrossel para os pequenos.

Roda gigante do Prater em Viena
Roda gigante, um dos símbolos do Prater em Viena

Visitei o parque no finalzinho da tarde e adorei ver vários executivos saindo dos escritórios nas redondezas misturados com alunos e professores da universidade de Viena curtindo um drink – sim, bebidas alcoólicas são vendidas por lá – nos quiosques do parque. A vibe é bem legal.

15. Campus da universidade de Viena WU

Se você curte edifícios modernos e visitar campus universitários pelo mundo a fora, o Campus da  WU (endereço: Welthandelspl. 1, 1020 Wien), , o braço de economia da Universidade de Viena fica coladinho no Prater e é lindo.

Campus moderno da Universidade de Viena WU
Campus moderno da Universidade de Viena WU

Visitei o campus por sorte, minha amiga Austríaca Rebecca trabalha lá e fui encontra-la depois de um dia de muito passeio. Gostei tanto do que vi que fiz ela me dar um tour pela universidade, e valeu a pena, viu?!

viena pontos turisticos no Mapa

Veja aqui nossas melhores dicas do que fazer em Viena  no Mapa:

Onde se hospedar em Viena?

Agora que você já sabe o que fazer em Viena, que tal falarmos de onde ficar por lá? Aí vão minhas melhores dicas de onde ficar em Viena.

Pra quem quer ficar no burburinho: Innere Stadt

Tente se hospedar em Innere Stadt, o centro da cidade ou pertinho da Ringstrasse, uma avenida circular que os austríacos se referem como “Anel” e que envolve o centro de Viena e o distrito dos museus Museumsquartier. Nessa área estão as principais atrações turísticas da cidade e alguns dos melhores hotéis de Viena. Os preços em Innere Stadt não costumam ser muito baratos, mas com um pouco de antecedência sempre dá para achar algo bacana e que cabe no seu budget. Aí vão algumas sugestões de bons hotéis em Innere stadt

Hotéis caprichados em Innere Stadt

Hotel Sacher Wien

Do clássico ao moderno, o Hotel Sacher, um dos mais luxuosos da cidade, combina quartos maravilhosos com decoração clássica e um toque de modernidade, com uma localização impecável em frente a Ópera de Viena. Ainda que você não se hospede nele, vale visitar o hotel e provar a famosa Sachertorte (Torta Sacher). Reserve aqui!

o que fazer viena
Hotel Sacher Wien | Foto: Divulgação

Grand Hotel Wien

Não dá para falar de hotéis caprichados em Viena sem falar do Grand Hotel, um edifício histórico lindo e coladinho na Ópera de Viena (a localização não podia ser melhor). Os quartos são tudo de bom: amplos, confortáveis e lindos. Ao reservar, fique ligado, algumas diárias incluem café da manhã (que é delicioso) outras não. Faça as contas e veja o que vale a pena para você. Reserve aqui!

o que fazer viena
Grand Hotel Wien | Foto: Divulgação

Park Hyatt Vienna

Um edifício dos anos 1900 ultra bem conservado e muito bem restaurado abriga o Park Hyatt, indiscutivelmente um dos hotéis mais lindos da cidade. Quartos amplos com banheiros bem grandes, localização perfeita no centro de Viena (o hotel fica a dois quarteirões do Palácio de Hofburg), piscina coberta e Spa Completo. Reserve aqui!

O que fazer em viena
Park Hyatt Vienna | Foto: Divulgação

The Guesthouse Vienna

Para quem quer ficar ultra bem hospedado (com direito a luxo e conforto) e quer fugir dos hotéis mais clássicos da cidade, a dica é a The Guesthouse Vienna – um hotel ultra moderno com quartos lindos, bem decorados e um monte de amenidades bacanas como frigobar (bem abastecido com vinhos e cervejas) liberado e máquina de Nespresso. A localização é excelente, no coração do centro histórico, coladinho no Museu Albertina. Reserve aqui!

o que fazer em viena
The Guesthouse Vienna | Foto: Reprodução

Schlosshotel Römischer Kaiser

O Schlosshotel é um clássico de Viena e é a cara da cidade. O hotel tem quartos grandes com decoração bem ornamentada e um café da manhã completíssimo (e muito elogiado pelos hóspedes) incluso na diária. A localização é impecável, em uma das vielas pequeninas do centro da cidade. Reserve aqui!

O que fazer em Viena
Schlosshotel Römischer Kaiser | Foto: Divulgação

Hotéis com bom custo-benefício

Motel One Wien-Staatsoper: Meu queridinho

Um hotel moderno com alguns toques clássicos e de muito bom gosto na decoração. Paredes brancas contrastam com a decoração colorida e lustres ornamentados. Pense num hotel lindo! E quer saber a melhor parte? O custo benefício é ótimo e a localização também (não é à toa que o Motel One tem mais de 5500 avaliações no Booking.com e nota 9)! Os quartos são compactos, confortáveis e o banheiro é bem moderninho com um bom tamanho. Reserve aqui!

o que fazer em viena
Motel One Wien-Staatsoper | Foto: Divulgação

Hotel Capricorno

Quartos coloridos com móveis bacanas e bem modernos. Um pedida excelente para quem detesta ficar hospedado em quartos pequenos. A localização é ótima, pertinho do centro e colado (100m) no metrô, a diária inclui um bom café da manhã e o hotel é um dos mais bem avaliados e vendidos de Viena. Reserve aqui!

o que fazer em viena
Hotel Capricorno | Foto: Divulgação

Hotel Beethoven

Se você procura algo bonitinho, bem localizado e com um custo benefício legal, o hotel Beethoven é uma boa pedida. O hotel tem quartos básicos, com um toque de cor na decoração. Algumas diárias incluem um bom café da manhã. Reserve aqui!

O que fazer em viena
Hotel Beethoven Wien | Foto: Divulgação

Apartamentos para alugar:

Quem prefere alugar apartamento vai encontrar muita coisa legal no centrinho de Viena. Para te ajudar na escolha, separei dois apartamentos muito bem avaliados e localizados: o HeyMi Apartments Opernring (pensa num lugar fofo) e o Singerstrasse 21/25 Apartments (apesar de básico, testado e aprovado por mais de 1200 pessoas).

Hotéis econômicos:

CH-Wellnessapartments

Pedida certeira para quem procura algo bonito, econômico e com café da manhã incluso. Os quartos são pequeninos porém moderninhos, tem banheiro privativo e a localização é ótima: coladinha no centro histórico de Viena e na boca do metrô. Reserve aqui!

O que fazer em viena
CH-Wellnessapartments | Foto: Divulgação

CH-Hostel

Este hostel novinho oferece dormitórios mistos ou femininos de 4 ou 6 camas. A localização é ótima e o café da manhã está incluso na diária. Reserve aqui!

O que fazer em viena
CH-Hostel | Foto: Divulgação

Veja aqui ofertas de hotéis em Innere stadt.

Pra quem busca um bairro bacana e preços acessíveis

Caso os preços de Innere Stadt estejam altos para seu orçamento, a dica é buscar um hotel próximo a uma estação de metrô. O metrô funciona muito bem em Viena e em poucos minutos te conectará a outras áreas da cidade. Uma região bem bacana e perto do centro é Leopoldstadt, é a área do Campus moderno da WU (universidade de Viena).

Veja ofertas de hotéis em Leopoldstadt

Não se esqueça do Seguro Viagem

Antes de viajar não se esqueça de contratar um seguro viagem, ainda dá tempo! Não é por excesso de zelo, na verdade, o seguro é obrigatório para quem viaja para a Europa (leve impresso o comprovante em mãos, pois podem pedir na imigração) e tenha certeza de que ele pode te tirar de algumas enrascadas no caso de emergência.

Imagina só chegar em Viena com tantos lugares lindos para ver e ter que perder uma manhã no aeroporto para resolver “pepinos” de mala extraviada? E se você torce o pé logo no primeiro dia de viagem? Só de pensar nessas intercorrências já temos arrepios!

Sugerimos que você contrate um seguro com boa cobertura e que cubra tudo no ato! Nós do Ideias na Mala recomendamos e não viajamos sem os seguros da Seguros Promo – uma empresa brasileira que funciona como um comparador de seguros, buscando os melhores custos benefícios do mercado sem abrir mão de uma cobertura excelente!

Faça aqui sua cotação e insira o cupom de desconto IDEIASNAMALA5 para ganhar 5% de desconto na compra do seu seguro de viagem.

 

E aí, curtiu as dicas do que fazer em Viena?

É claro que Viena tem muito mais que 10 atrações e que essa é apenas uma lista das experiências que eu mais curti. Mas deixo o convite para quem quiser dar pitacos e complementar a lista: quais as suas dez atrações preferidas de Viena?

Veja também:

Em outros blogs:


Viaje sem stress

Faça seu seguro de viagens


E para ficar por dentro de todas as novidades do Ideias na Mala, siga nosso instagram!

Guarde este post no Pinterest!

O que fazer em Viena

Comments (26)

[…] conhecidas e bem visitadas pelos brasileiros como Praga (República Tcheca), Budapeste (Hungria), Viena (Austria), Bratislava (Eslováquia), Berlim (Alemanha) e muitas outras. Assim fica bem fácil […]

Estou no meu última dia em Viena (de 3 que passamos na viagem). Embora tenha lido alguns roteiros interessantes, (como esse aqui, muito bem escrito por sinal) infelizmente Viena não me encantou. Os palácios, assim como, arquitetura em geral da cidade são realmente suntuosos, porém Viena se mostrou para mim uma cidade fria, desprovida de alma. Talvez tenha sido porque viajei para cá logo após Budapeste (uma verdadeira overdose de cultura e vida urbana intensa), ou talvez porque tudo aqui seja excessivamente e caro e medíocre, no que se refere a serviços, atendimento e gastronomia. Fato que nem eu, nem minha esposa, conseguimos nos conectar com essa cidade. Aliás, falando em Budapeste, o post de vocês foi sensacional. Gabaritamos a lista de pontos de interesse, o que garantiu uma viagem inesquecível!
Já Viena… quem sabe numa próxima ?

Oi Adriano,
Jura que vc teve essa percepção? Eu fiquei hospedada na casa de amigos Austríacos que me levaram para todos os lugares, e amei a experiência e as comidas (claro que escolheram tudo!) Quero um dia voltar no verão.
Beijos e feliz que o post de Budapeste te ajudou!
Mari

Meu amigo comparto a mesma opinião que vc. Acabo de passar o réveillon em Viena. Hotéis uma fortuna, uma multidão. As pessoas muito grosseiras e sem respeito, passavam arrastando todo mundo na muvuca, empurrões e cutuveladas. Tudo isso pra não haver a queima de fogos. Foi anunciado a queima de fogos dos 30 anos de queima em Viena. Viena foi a campeã no concurso de fogos em Cannes na França. Eu me decepcionei demais com essa cidade. Ela tem a mesma atmosfera da Itália. Dá pra ver que nos comércios, bares, e restaurantes já estão de saco cheio dos turistas. Eu também amei Budapeste.

Oi Ana,
Que pena que sua experiência foi tão frustada e que bom que Budapeste veio para “salvar” a viagem né?!
Feliz 2020!
Abraços

[…] O que fazer em Viena | 10 atrações imperdíveis […]

Valeu pelas dicas! Obrigada.

Obrigado pelas dicas. Post bem completo.

Obrigada Guilherme

Ótimas dicas !!

Oii, como é a comunicação lá pra quem não fala alemão? Só com o inglês já é tranquilo?
Adorei as dicas! Obg

Oi Ananda,
Não falo nada de alemão, só inglês e me virei super bem!
Beijos

Muito obrigada! Adorei 🙂

Oi Mari!

Seria tranquilo ir com um bebe de 1 ano e 2 meses para Vienna ?

obrigada!

Oi Carol,
Eu Mari levaria meu bebe pra Viena fácil! Vá feliz que a cidade é linda. Beijos

Olá,

Precisa traje formal para assistir espetáculo na ópera? Ou blazer/sobretudo, camisa e calça ta valendo?

Uma calça arrumada com camisa e blazer passa. Mas sim, tem gente que vai muito arrumado.

Museu Albertina, Naschmarkt, Prater, Universidade de Viena, o prédio do Parlamento, Vienna Internacional Center….enfim, parece que você perdeu muita coisa!!! Sua lista é ok, mas essas dicas Barbie qualquer um vê no wikipédia…

Oi Mala,
Obrigada pelo comentário.
Essas são as minhas dez atrações preferidas e não tudo o que fiz e vi em Viena. Tem MUITO mais coisa e MUITO mais posts de Viena vindo por aí.
Beijos e que sorte que adoro a Barbie 😉

Oi, Mari. Tudo bem? 🙂

Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

Até mais,
Bóia – Natalie

Obaaaa!
Obrigada,

Kika Vidigal Renaux Luz

Adorando Viena. Ja usei seu blog para alguma outra viagem que fiz ( nao lembro qual), mas ja tiquei tudo o q postou e vendo outras coisas tb.. cidade linda!! Arquitetura impecavel! Historia em tudo o que vejo.. obgada pelas dicas 😉

Oi Kika! Bem vinda novamente, Viena é uma delícia mesmo!
Te espero aqui na próxima viagem!
Beijos

Leave a comment